Resenha da Assembleia

A sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, desta terça-feira (09), foi repleta de novidades.

O deputado Ezequiel Ferreira solicitou uma sessão solene para homenagear o ex-deputado, Padre José Dantas Cortez. Falecido em 2001, Padre Cortez fez história no Seridó onde atuou como sacerdote em Currais Novos, Florânia, Acari, e outras cidades.

Já o deputado Fábio Dantas alertou sobre os problemas por que passam diversos municípios do RN que ainda não contam com abatedouros públicos. Um deles é São José de Mipibu, onde recentemente, segundo o parlamentar, os vereadores se cotizaram para fazer uma restauração no local, comprando cimento, cal e outros materiais de construção. Na mesma sessão, o deputado apresentou requerimento solicitando ao governo do Estado a construção da estrada que liga São Miguel do Gostoso a Parazinho e ainda a regularização do Programa do Leite.

Em seguida, foi a vez da deputada Márcia Maia utilizar a tribuna, para cobrar mais agilidade na entrega de laudos do Instituto Técnico Cientifico de Polícia (ITEP) do Rio Grande do Norte. Ela citou o caso do jornalista Aclecivan Soares, que teve o pai falecido no início de fevereiro e até hoje ainda não recebeu o laudo.

O deputado Hermano Morais disse que irá criar um Fórum Permanente de Debate sobre a Região Metropolitana de Natal e suas necessidades.

E por último quem fez uso da palavra foi o deputado Nelter Queiroz, para lembrar a governadora Rosalba Ciarlini, que graças a ele a estrada da Serra João do Vale está sendo construída. “Sábado passado quando foi assinar a ordem de serviço para continuidade da construção da estrada da Serra João do Vale, a governadora afirmou que não existe pai, nem mãe da obra. Quero apenas lembrar a ela, que foi graças ao meu esforço, junto aos ex-governadores Wilma e Iberê, que a estrada está em andamento. Os recursos foram liberados pelo Governo passado e a governadora não está fazendo mais do que sua obrigação continuar”, lembrou Nelter.

Se referindo ao fato de não ter participado da solenidade, o parlamentar justificou: “A governadora Rosalba e o prefeito Júnior Queiroz lamentaram minha ausência nos discursos. Mas não recebi convite para participar do ato”.