Nessa terça-feira (15), foi divulgado o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação, referente ao ano de 2019.

O Rio Grande do Norte atingiu 3,2 pontos, não atingindo a meta e ficando entre as piores notas do país.

Medido a cada dois anos, o Ideb é o principal indicador de qualidade da educação brasileira. O índice é calculado a partir dos dados sobre aprovação, obtidos no Censo Escolar, e dos resultados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O índice final varia de 0 a 10.

Para ter um bom resultado no Ideb, é preciso ter baixas taxas de reprovação e de abandono de estudos e bons resultados no Saeb. As escolas, municípios e estados têm suas metas individuais, calculadas a partir de cada realidade socioeconômica.

O péssimo resultado mostra a deficiência atual no setor de educação do Rio Grande do Norte.