O Rio Grande do Norte está recebendo esta semana, no Centro de Convenções, o evento “Senasp Itinerante”, promovido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP). O RN é a sede do evento no Nordeste.

A abertura foi realizada na tarde desta terça-feira (20), com a presença do vice-governador Antenor Roberto, toda equipe de Segurança Pública do Governo e o secretário Nacional de Segurança Pública Carlos Renato Paim, além de gestores de toda a região.

A iniciativa do evento tem por objetivo aproximar a Senasp dos estados brasileiros, ouvindo as principais necessidades de cada local. Assim, no decorrer do evento, ocorrerão várias Câmaras Temáticas, onde serão discutidas com os gestores de segurança pública as principais demandas da região Nordeste.

“Senasp Itinerante é uma oportunidade de diálogo, de integração com aqueles que executam diariamente segurança pública e defesa social. Buscamos aqui informações estratégicas para subsidiar o planejamento da nossa pasta. Agradeço a oportunidade de realizar o evento aqui em Natal. Obrigado a todos, obrigado ao Estado”, disse Carlos Renato Paim. E continuou o secretário nacional: “Trouxemos nosso time de diretores e técnicos para que possam, dentro das câmaras temáticas, conversar com os senhores e apresentar ferramentas importantes que nós dispomos na Senasp, ferramentas gratuitas que podem contribuir com os estados”.

O coronel Francisco Araújo, secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social do RN, também celebrou a realização do evento em Natal. “Pela primeira vez a Secretaria Nacional de Segurança Pública vem ouvir os entes federados. Todas as instituições de segurança pública serão ouvidas pelo Ministério da Justiça. Quem faz a maior parte da segurança pública no Brasil são as polícias estaduais. Então aqui está a Polícia Civil, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, o ITEP, e todos os secretários de segurança pública do Nordeste. É de fundamental importância essa união e integração dessas forças”, pontuou Araújo.

Foto: Sandro Menezes

Foto: Sandro Menezes