A luta pelo direito das crianças e adolescentes foi debatido nesta segunda-feira (18) no relançamento da Frente Parlamentar da Criança e do Adolescente criada pela Assembleia Legislativa. A data lembra ainda o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

A deputada estadual Márcia Maia (PSB), proponente da reunião destacou que o Rio Grande do Norte precisa investir em políticas públicas quanto à questão da violência, exploração sexual e ainda a luta para que crianças e adolescentes possam ter o direito a uma melhor qualidade de vida.

“Através de políticas públicas vamos conseguir lutar contra os números ameaçadores que apontam o Brasil entre os piores países do mundo para se criar filhos e constatam  um dos piores países para ser criança”, argumenta Márcia Maia.

A deputada Cristiane Dantas (PCdoB) também participou da reunião representando os demais parlamentares da Casa.

A violência no Rio Grande do Norte contra crianças e adolescentes representam altos índices. No ano passado foram registrados 404 casos de violência contra menores de 12 anos, destes, 398 foram registrados como violência sexual (incluindo abusos, estupros e exploração). Quando se soma os crimes ocorridos com crianças e adolescentes esse número sobe para 459.

Foto: João Gilberto

z