Ciente da situação em que vai encontrar o Rio Grande do Norte, que está completamente FALIDO, a governadora eleita Rosalba Ciarlini afirmou durante entrevista concedia a InterTV/Cabugi no jornal RN TV 1ª Edição, nesta sexta-feira (19), que a sua equipe de transição está focada nas finanças do Estado e que a partir dessa análise poderá dizer qual a real situação do Estado.

“O primeiro ato do governo será arrumar a casa. Tomaremos medidas drásticas, mesmo que seja necessário cortar a própria carne. Só assim teremos capacidade de investimento para a saúde, educação, segurança pública e infra-estrutura”, disse Rosalba.

EDUCAÇÃO – No primeiro bloco da entrevista Rosalba se emocionou ao ouvir depoimentos de crianças que estão matriculadas na rede estadual de ensino e dizendo que em suas escolas não têm professores nas disciplinas de matemática, física, ciências e química. Emocionada e angustiada, Rosalba disse: “Não vamos matar o futuro das crianças. Sou mãe. Sei da responsabilidade que me foi colocada. Sei também que não vamos resolver tudo na primeira hora”, disse, Rosalba, que garantiu que vai convocar todos os professores e a sociedade e fazer uma reestruturação no ensino fundamental.

SAÚDE: Rosalba disse que o problema é urgente, que os hospitais do interior precisam dar resolutividade e que será parceira dos municípios. “Vamos criar condições para os hospitais não pararem. Hoje se pára por falta de planejamento. Vamos trabalhar para fazer a interiorização e cada região terá seu pólo de saúde. Seremos parceiros dos municípios, somente os casos graves devem vir para a capital”, afirmou. Neste item a governadora eleita voltou a repetir que irá investir fortemente em saneamento e tratamento de esgoto. “Pois esse investimento volta em qualidade de vida e desenvolvimento para as cidades”, disse.

SEGURANÇA: “Temos que ser firmes. Investir na inteligência. Combater o Crack e ter estabilidade nos programas. Vamos reestruturar as polícias e criar Programas voltados para que o cidadão se sinta seguro”.

HABITAÇÃO: Na série de matérias foi exibida casas populares doadas pelo governo sem banheiro, sem água, sem rede elétrica. “Vou questionar. Procurar saber o que aconteceu. Quando se contratada uma empresa ela tem que entregar a casa completa e não pela metade”, disse Rosalba.

Copa 2014 – “Vamos lutar pela Copa. O RN É O Estado mais atrasado no cronograma. E todas as ações que forem sendo feitas serão transparentes”, disse a governadora eleita. Sobre a Copa 2014 a matéria exibiu crianças carentes que reclamam que moram numa cidade sede, mas não possuem sequer um campo gramado, nem uma bola para treinar. Na visão de Rosalba o esporte faz parte de um processo educacional e pequenas ações fazem toda uma diferença.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.