Rosalba: “É preciso abrir a caixa preta da Prefeitura de Mossoró”

“Vamos ter que abrir a caixa-preta”. A afirmação é da prefeita eleita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), em relação à suspeita de um “rombo” de mais de R$ 140 milhões nos cofres da Prefeitura de Mossoró. Rosalba afirmou em entrevista ao Jornal DeFato que não vai esperar chegar a data 1º de janeiro de 2017, quando tomará posse no cargo, e vai atuar de imediato para colher todas as informações da situação financeira do Município.

Rosalba disse que está consciente do “grande problema” que herdará da atual gestão municipal, afirmando que não se intimidará com o tamanho do desafio. Porém, vai exigir que o prefeito Silveira Júnior (PSD) apresente a real situação da Prefeitura. “Acredito que ele não se posicionará contra, porque neste momento é preciso a participação, para que a situação seja enfrentada”, disse.

As informações que escapam do Palácio da Resistência é que nem o prefeito sabe o tamanho do “rombo”. Porém, auxiliares da área financeira garantem que o quadro é dos mais preocupantes. Suspeita-se de mais de R$ 140 milhões em dívidas e os mais pessimistas acreditam que se aproxima da casa dos R$ 200 milhões.

z