Só para quem pode…

Como o blog antecipou, o secretário municipal de educação de Natal, Walter Fonseca, proprietário do jornal Correio da Tarde, está passando 30 dias de férias no exterior, dividido entre Europa e Estados Unidos.

O réveillon foi em Paris.

E agora Walter está em Orlando.

O que chama nossa atenção, é que o secretário tira 30 dias de férias sem completar um ano no cargo que ocupa.

Será que se fosse um funcionário qualquer, de segundo ou terceiro escalão, teria o mesmo direito?

Talvez, o próprio Walter impedisse de um diretor de escola ou professor tirar 30 dias de férias, antes de completar um ano trabalhando.

Mas ele PODE.

OBS: Recentemente Walter Fonseca acabou com a circulação da edição do seu Correio da Tarde, em Natal, alegando uma crise financeira. Na mesma época demitiu dezenas de funcionários.