A jornalista Laurita Arruda, logo cedo previu em seu Território Livre a possibilidade do RN sofrer uma intervenção federal na Segurança Pública.

Coincidentemente, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, teve uma audiência nesta segunda-feira (10), com a presidenta Dilma Rousseff.

Sem nenhuma agenda oficial divulgada…sem ninguém saber de nada…eis que chega o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em solo potiguar, trazendo a tiracolo o General Eliéser Girão, anunciado logo em seguida, secretário de Segurança Pública do RN.

Até então, tudo normal.

Até que a jornalista Thaisa Galvão publica em seu blog que o General chegou ao Estado, não como uma escolha da governadora, mas do ministro, por intervenção.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.