Fato político do dia é o rompimento da senadora Fátima Bezerra (PT) com o governador Robinson Faria (PSD), ainda resumido aos bastidores.

O anúncio de entrega de poucos e minúsculos cargos indicados pela senadora será feito logo mais às 19h, durante a reunião da Executiva do partido, conforme já falam os corredores da Governadoria.

Robinson não só perde uma senadora de força com o Governo Dilma Rousseff (PT), mas sua mais importante aliada de primeira hora.

Foi graças a Fátima Bezerra, proprietária do maior capital político-eleitoral do PT no RN, que Robinson se elegeu Governador.

Oficialmente, nem o Governador se manifestou, nem ainda a senadora.

Fato é que a saída de Fátima enfraquece o Governo e fortalece a oposição, com reflexos para 2016 e 2018.

Pelo que o blog apurou por fontes até o momento, a posição de Fátima não é a do PT. Ou seja, a Secretaria Estadual de Educação, Secretaria da Juventude e Secretaria da Mulher continuam com o PT. O deputado estadual Fernando Mineiro deverá continuar aliado de Robinson, mesmo já sabendo que dificilmente terá o apoio do Governador para disputar a Prefeitura de Natal, em 2016.

Motivo

O rompimento de Fátima com Robinson é motivado pela falta de prestígio da Senadora junto ao Governo do Estado. Desde o início, Fátima não teve espaços. O deputado federal Fábio Faria (PSD), filho de Robinson, também diverge da senadora desde até mesmo a campanha eleitoral. Ambos nunca se engoliram.

Foto: Elias Medeiros

z

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. helio paulino

    Certissimo a decisão da senadora, o governo robison esta fadado ao fracasso, a maior prova é essa indiferença com alunos e professores da uern, tem o apoio de cyrraia novos senadora