Os servidores do Hospital Walfredo Gurgel estão há cinco dias sem alimentação devido à greve dos terceirizados.

“Além de estarem com salários defasados e atrasados, os servidores têm de tirar do próprio bolso para se alimentar”, diz release distribuido pelo Sindsaúde.

E os pacientes do Hospital estão esperando por cirurgias nos corredores. Há pacientes nos corredores das enfermarias no 2º, 3º e 4º andares.

Segundo a diretora do Sindsaúde e servidora do Walfredo Gurgel Elizabreth Teixeira, a gestão está tentando mascarar o caos no Hospital. “Estão tirando os pacientes do andar de baixo e levando para cima. A direção quer passar uma imagem bonita da desordem aqui no Walfredo”, disse.

Foto: Sindsaúde-RN