Sindicato diz que “Governo do RN faz desconto ilegal no salário de aposentados isentos”

Servidores do Estado tiveram uma desagradável surpresa no último pagamento: um desconto ilegal de contribuição do IPERN, apesar de receberem abaixo de R$ 3.500,00, faixa isenta de pagar a previdência.

Vale lembrar que em março vários servidores já haviam passado pela mesma situação, e quatro meses depois, o dinheiro ainda não foi devolvido para seus contracheques.

Os valores são altos e variam entre R$ 167,15 e surpreendente R$ 582,25, para uma servidora que recebe apenas um salário-mínimo.

A informação é do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Direta do Rio Grande do Norte (SINSP-RN).