Por meio de nota, o Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) defende a retomada gradual dos empreendimentos sempre de acordo com as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Veja a íntegra da nota:

O Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) vê com preocupação o cenário de pandemia provocado pelo novo coronavírus e o prejuízo que isso tem provocado em toda a economia do estado, em especial no segmento turístico, um dos principais potenciais do RN.

É sabido a necessidade de responsabilidade, bom senso e equilíbrio que um momento como este exige, mas é preciso também olhar com bastante atenção para os impactos que esta pandemia tem provocado no setor econômico do Rio Grande do Norte.

É necessário por parte do Poder Público um plano para retomada gradual das atividades socioeconômicas uma vez que o setor de hospedagem e alimentação, além do ICMS, tem o tributo do ISS municipal em seus orçamentos e vem sofrido com o fechamento dos segmentos considerados não essenciais e a queda de vendas tendo em vista a permanência das pessoas em suas casas.

Em reuniões com representantes dos Poderes, temos apresentado o atual cenário vivenciado nos segmentos abrangidos pelo nosso Sindicato. É importante que se pense em soluções e não se prorrogue o atual decreto que impõe o isolamento social e determina o fechamento de estabelecimentos, principalmente os hotéis, bares, restaurantes e similares em nosso estado.

Nossa defesa é pela reabertura gradual dos empreendimentos sempre de acordo com as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS). E diante disso, sugerimos que, com a proximidade de uma das principais datas do calendário, o Dia das Mães, que é celebrado no segundo domingo de maio, o segmento esteja funcionando de forma que possa atender dentro das normas estabelecidas pela OMS.