O Fórum Estadual de Servidores, composto por sindicatos, só vão negociar com a governadora eleita Fátima Bezerra (PT) após ser garantido o pagamento e regularização dos salários. Com o prazo.

A proposta de parcelamento dos salários em atraso que serão herdados do Governo Robinson chegou a ser defendida por membros da equipe de transição de Fátima.

Mas de antemão já é rejeitada pelo Fórum de Servidores.

A governadora conhece bem a luta sindical, pois já foi parte dela.