Economia

Caixa registra lucro líquido de R$ 3,92 bilhões no primeiro trimestre

Da Agência Brasil

A Caixa registrou lucro líquido de R$ 3,92 bilhões, no primeiro trimestre deste ano, com um crescimento de 23% em relação ao mesmo período do ano passado.

A inadimplência ficou em 2,47%, com uma redução de 0,44 ponto percentual na comparação com o mesmo período de 2018.

De acordo com o banco, o resultado foi impactado pela estabilidade da margem financeira, redução de 24,4% nas despesas de Provisão para Devedores Duvidosos (PDD), e pelo aumento de 2,3% nas receitas de prestação de serviços.

O lucro recorrente ficou em R$ 3,87 bilhões, crescimento de 6% em relação ao primeiro trimestre do ano que passou.

Política

Carlos Antônio de Araújo será o Superintendente da Caixa Econômica Federal no RN

Atual Presidente da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (CEHAB) do Governo do Estado, Carlos Antônio de Araújo é nome de consenso na bancada federal do Rio Grande do Norte aliada ao presidente Michel Temer (PMDB), para assumir a Superintendência da Caixa Econômica Federal no Estado.

Funcionário de carreira na Caixa Econômica Federal (CEF) há 33 anos, Carlos Araújo desempenhou várias funções gerenciais, sendo as duas últimas no exercício de Gerente Regional da Construção Civil, onde coordenou a execução do Programa Minha Casa Minha Vida no Rio Grande do Norte e de Gerente Regional de Governo e Judiciário, atuando, também, como Superintendente Adjunto.

Cursou Engenharia pela UFRN, Administração pela UNP, Especialização em Finanças Corporativas pela UFRN, Gestão Pública pela Universidade Corporativa CAIXA e formação em Gestão de Projetos Uranos e Projetos em Habitação pelo Ministério das Cidades.

z

Sem categoria

PF prende acusado por tentativa de fraude contra a Caixa Econômica Federal‏

Policiais federais prenderam nesta quarta-feira, 30/7, em uma agência da Caixa Econômica Federal no bairro de Lagoa Nova, em Natal, um motorista baiano, de 54 anos, acusado de tentativa de fraude. O homem apresentou documentos falsos para abrir uma conta corrente.

A ação criminosa do suspeito teve início esta semana quando ele procurou aquela unidade da CEF alegando que necessitava ter uma conta para receber “benefício do INSS”. Após fornecer a documentação exigida e aguardar aprovação, o homem ficou de retornar no dia seguinte para assinar o cartão de autógrafo, no entanto, diante da análise que comprovou que todos os papéis estavam adulterados, uma equipe da PF foi acionada e conseguiu flagrar o suspeito quando ele retornou à Caixa, na tarde de ontem.

Levado para autuação na superintendência da PF, durante o seu interrogatório, o envolvido, que é residente em Itaguaí/RJ, confessou ter obtido os documentos falsificados na cidade do Rio de Janeiro e, diferentemente do que havia afirmado aos funcionários da Caixa, o seu objetivo era se apoderar dos futuros empréstimos que viessem a ser liberados.