Natal

Prefeito reúne Gabinete de Crise para definir ações de apoio aos efeitos da chuva em Natal

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, reuniu na tarde deste sábado (16), no Palácio Felipe Camarão, o Gabinete de Gerenciamento de Crise do Município para avaliar os danos provocados pelas fortes chuvas que caem na cidade e adotar as providências para recuperar as áreas atingidas. Várias secretarias do Município estão mobilizadas para atender a população em caráter emergencial.

“As chuvas registradas em toda a cidade desde a noite da sexta-feira (15) provocaram alagamentos em muitas ruas e avenidas, geraram prejuízos em diversos bairros e deixaram famílias desabrigadas. Por isso, convocamos o nosso Gabinete de Crise para tomar as providências necessárias a atender a cidade nesse tipo de situação”, afirmou o prefeito Álvaro Dias. “Vamos trabalhar para minimizar os transtornos sentidos pela população”.

A Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Semtas) distribuiu equipes de abordagem em todas as regiões de Natal. Além de visitas a áreas atingidas, os técnicos da pasta fizeram o cadastro de pessoas desabrigadas em bairros como Redinha, Santarém e no loteamento José Sarney. Todas receberam cestas básicas e itens como colchões.

Natal

Meteorologista explica chuva com trovões em Natal e diz que ocorrência pode se repetir

As chuvas acompanhadas de raios e trovões marcaram a madrugada desta terça-feira(31) na capital potiguar e algumas cidades do litoral. O volume acumulado entre as 7h da manhã de ontem e 7h de hoje, em Natal, foi  de 60,4milímetros(mm) conforme apurado pela Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN).  As chuvas foram ocasionadas pela atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) sobre o estado, associadas a instabilidades oceânicas.

Já as trovoadas e as descargas elétricas, de acordo com o chefe da Unidade, o meteorologista Gilmar Bristot, decorrem do excesso de umidade (provocado pelo aquecimento do oceano que no momento estão 2° acima do normal) que gera energia para formação de nuvens do tipo Cumulus-Nimbos.

“As Cumulus-Nimbos são nuvens que contém no seu interior tem intensos movimentos verticais causados pelo vento e gotículas de água e às vezes presença de particular de gelo (granizo). Esse movimento interno produz eletricidade, carregando a nuvem e quando essa esta carregada positivamente ou negativamente provoca a descarga em direção ao solo, essa descarga provoca um deslocamento intenso do ar, causando o estrondo (trovoada)”, disse.

Para os próximos dias a previsão é de céu nublado com pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado. “Em abril começam as chuvas na região leste do RN e se essas condições se mantiveram possivelmente poderemos ter novamente a ocorrência de chuvas fortes acompanhadas de raios e trovoadas”, declarou.

Foto: Emparn

Foto: Emparn

Natal

Chuva em Natal provoca acidente com morte na Via Costeira, alagamentos e erosão em túnel de BR

Desde a madrugada desta quinta-feira (25) que chove intensamente em Natal. Entre as 7h de quarta-feira (24) e 7h desta quinta (25), foram 70 milímetros de chuva em Natal.

Pela manhã, o condutor de uma Hilux perdeu o controle na Via Costeira devido a água acumulada, colidindo com um Duster, passando para o outro lado da pista, quando atingiu um Pálio, causando a morte do motorista identificado por Ricardo Alexandre dos Santos.

Acidente na Via Costeira

Na BR-101, houve erosão de parte da estrutura do túnel nas proximidades do Supermercado Makro, chegando a atingir um carro que passava local. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito (DNIT) já está no local fazendo reparos, tendo em vista que o local passa por obra de reestruturação.

Tunel

Em Natal, vários pontos de alagamentos foram registrados e o canal do Baldo transbordou.

Natal

Defesa Civil emite alerta de chuvas em Natal

A Prefeitura do Natal reforça para a população os canais de atendimento em caso de ocorrências devido às chuvas.

A população pode acionar o serviço telefônico 190, que funciona 24 horas, para chamar a Defesa Civil de Natal em situações que causem risco iminente à vida, como alagamentos ou deslizamentos de terra, em qualquer área da cidade.

No caso das ocorrências de trânsito, a população deve acionar o número 156, da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Este canal também está disponível 24 horas.

A Prefeitura ressalta que o número 190, do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), é o canal disponibilizado para acionar a Defesa Civil ou qualquer outra instituição de segurança.

z

Diversos

Chuva com ventos derruba parte do teto do Centro do Artesanato em Natal

A chuva que cai em Natal teve uma rajada de ventos agora há pouco e derrubou parte do teto do Centro de Artesanato na Praia do Meio.

Ninguém se feriu, mas comerciantes e frequentadores do local tiveram um grande susto quando a cobertura começou a soltar.

O local vai passar por uma vistoria do Corpo de Bombeiros e algumas áreas já estão interditadas, para não colocar em risco a vida das pessoas.

z