Estado

CODERN alcança melhor nível na avaliação das estatais federais

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) alcançou o melhor nível, subindo do 3 para o 1, no 4º Ciclo do Indicador de Governança da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (IG-SEST), instrumento de acompanhamento contínuo da governança das Empresas Estatais Federais de controle direto da União. A divulgação oficial dos resultados e a entrega da certificação foram realizadas nesta sexta-feira (09), pelo Secretário Executivo Adjunto do Ministério da Economia, Miguel Ragone. E contando com a presença ainda de Ricardo Faria, diretor de Governança e Avaliação das Estatais, e do Secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais, Fernando Soares.

“A certificação de melhor nível de avaliação do IG SEST mostra a eficiência da gestão e a nossa preocupação com os indicadores de governança, que representam estratégias fundamentais para o crescimento da CODERN”, afirma o Diretor-Presidente Elis Treidler Öberg, que recebeu o certificado.

O Indicador foi desenvolvido pela SEST com o objetivo de avaliar o cumprimento dos requisitos exigidos na Lei de Responsabilidade das Estatais (Lei nº 13.303, de 30/06/16), que buscam implementar as melhores práticas de mercado e maior nível de excelência em governança corporativa nas Empresas Estatais Federais.

A Secretaria mede as melhorias utilizando como instrumento de controle contínuo o Indicador de Governança – IG-SEST. A metodologia aplicada é composta pelas seguintes dimensões: gestão, controle e auditoria; transparência das informações e, por fim, conselhos, comitês e diretoria. Segundo a metodologia, a partir dos resultados apresentados no período, são aferidas notas de classificação e certificação da empresa.

Estado

Diretor-Presidente da CODERN solicita apoio à bancada federal para melhorias nos Portos do RN

O Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Elis Treidler Öberg, tem se reunido frequentemente com os membros da bancada federal potiguar para tratar de demandas do Porto de Natal e do Terminal Salineiro de Areia Branca. A atual solicitação é para a liberação de recursos já previstos no orçamento de 2019 e emendas para 2020.

Foram realizadas audiências com os três senadores, Jean-Paul Prates, Styvenson Valentim e Zenaide Maia, e com os deputados federais Benes Leocádio, Beto Rosado, Fábio Faria, General Girão, João Maia e Rafael Motta.

Essa relação institucional será permanente com todos os parlamentares: “A bancada federal tem sido solícita com a CODERN, demonstrando apoio aos nossos pleitos e destacando a importância dos Portos para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte”, avalia o Diretor-Presidente.

Economia

Porto de Natal registra aumento de movimentação no primeiro semestre, mesmo com paralisação da CMA-CGM em março

O Porto de Natal movimentou, no primeiro semestre de 2019, um total de 363.098 toneladas, representando um crescimento de 7,72% comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram 337.062 toneladas, de acordo com números da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN).

Do que foi transportado, 211.567 toneladas foram relacionadas à exportação de frutas e sal e 151.531 toneladas de importação, com predominância do trigo.

O crescimento foi registrado mesmo com a paralisação, em março deste ano, pela CMA-CGM, empresa francesa de transporte marítimo que tinha suspendido as atividades após a apreensão de drogas.

A expectativa é que a movimentação no Porto de Natal aumente ainda mais com o período da safra das frutas, com início entre agosto e setembro.

Foto: Canindé Soares

Porto de Natal  (Foto Canindé Soares)

Diversos

Ministro da Infraestrutura e Presidente da CODERN assinam portarias que alteram áreas poligonais dos Portos do RN

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Elis Treidler Öberg, assinaram, nesta sexta-feira (5), as portarias que alteram as áreas das poligonais dos portos de Natal, Maceió e do Terminal Salineiro de Areia Branca, adequando-as às regras da Lei dos Portos (12.815/2013).

Para o Ministro da Infraestrutura, “a definição das poligonais representa, no final das contas, segurança jurídica. Dá clareza e possibilidade de que novos investimentos sejam feitos em função dessa segurança e da clareza que a definição dessas poligonais traz”.

Para o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários (SNTPA), Diogo Piloni, as contribuições foram de extrema importância para a revisão das propostas. “Em todos os processos a SNTPA acatou, de forma democrática, uma ou mais modificações provenientes das centenas de interessados que participaram do processo”, afirmou Piloni, que avalia a assinatura das portarias como um marco muito esperado pelo setor e pela comunidade portuária.

*Com informações do Ministério da Infraestrutura (Minfra)

Fotos: Edson Leite/Minfra

Estado

Presidente da CODERN dialoga com Governadora sobre os Portos do RN

O Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Almirante Öberg, tem primado pelo diálogo que será permanente em sua gestão, com as instituições, órgãos de controle e sociedade civil organizada. Na tarde desta quarta-feira (20), realizou uma visita a governadora Fátima Bezerra, para um diálogo sobre o Porto de Natal e Terminal Salineiro de Areia Branca.

Em relação ao Porto de Natal, onde a empresa CMA-CGM não realizou operações portuárias no mês de março, após apreensão de droga, o Almirante Öberg informou que está tomando uma série de medidas para melhorar a Segurança do local. “Uma das nossas metas é recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE), o que vai nos tornar uma referência em Segurança Portuária”, disse o Diretor-Presidente.

O Terminal Salineiro de Areia Branca também fez parte da pauta da audiência. É por ele que ocorre o escoamento de 95% do sal produzido no país a partir do Rio Grande do Norte e contribui para a geração de 60 mil empregos diretos e indiretos no Estado. “Nós sabemos da necessidade de obras de manutenção no Terminal Salineiro e estamos tratando com o Governo Federal sobre isso”, explicou.

A governadora deu as boas-vindas ao Almirante em nome do Estado e demonstrou o intuito colaborativo do Governo Estadual naquilo que for necessário. “O Rio Grande do Norte lhe recebe de braços abertos e saiba que o Governo do Estado será um parceiro de todas as horas dos Portos, fundamentais para o desenvolvimento econômico”, disse a governadora, que enquanto senadora participou de uma articulação para a destinação de uma emenda ao Orçamento 2019 no valor de R$ 55 milhões para a CODERN.

Também participaram da audiência, o vice-governador Antenor Roberto e o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Silvio Torquato.

Fotos: Demis Roussos

Almirante e Governadora - Foto Demis Roussos

Almirante durante audiência com Governadora - Foto Demis Roussos

Estado

Almirante Elis Treidler Öberg é empossado na Presidência da CODERN

O Conselho de Administração (CONSAD) da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) empossou nesta sexta-feira (22), em assembleia ocorrida no Porto de Maceió (AL), o novo Diretor-Presidente da CODERN, Almirante de Esquadra Elis Treidler Öberg, substituindo Fernando Dinoá Medeiros Filho, no cargo desde 29 de junho de 2018.

Almirante Öberg, que nasceu no Rio de Janeiro (RJ), possui Graduação, Mestrado e Doutorado em Ciências Navais. Já ocupou vários cargos nas Forças Armadas, entre eles, o de Diretor-Geral do Pessoal da Marinha; Comandante de Operações Navais e Diretor-Geral de Navegação e Conselheiro Militar da Representação do Brasil junto à Conferência do Desarmamento, em Genebra na Suíça, pelo período de dois anos.

Após ser empossado no cargo de Diretor-Presidente, o Almirante visitou o Porto de Maceió ao lado dos membros do CONSAD e chegará à sede administrativa da CODERN na próxima terça-feira (26).

A CODERN, empresa pública vinculada ao Ministério da Infraestrutura, possui três Diretorias: a Presidência, a Técnica-Operacional e a Administrativa e Financeira.

Posse do Almirante Elis Treidler Öberg

EconomiaEstado

Nova gestão da CODERN informa providências que vai tomar no Porto de Natal

Nota à Imprensa
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN
Natal (RN), 22 de fevereiro de 2019

A nova gestão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) informa que, conjuntamente à Secretaria Nacional de Portos, ampliará, de imediato, o canal de comunicação com a CMA-CGM para buscar a manutenção das operações da empresa no Porto de Natal.

Conforme foi demonstrado em sua última correspondência, enviada ao Porto de Natal esta semana, a empresa reafirmou sua disposição em continuar as operações, atendendo aos clientes locais, exportadores de frutas, com programação de navio para dia 06 de abril.

A Companhia já estuda medidas para a superação dos óbices existentes, visando a corrigir as deficiências observadas, com o retorno das atividades à normalidade o mais breve possível. A intenção é demonstrar aos clientes que podem contar com o empenho da nova gestão.

Uma das principais metas será melhorar a segurança, com vista a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

Outra ação será o estreitamento do relacionamento institucional com a Receita Federal, Polícia Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e Capitania dos Portos, visando uma maior interação e aperfeiçoamento das atividades no Porto.

A CODERN reafirma seu compromisso inalienável com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e priorizará, dentre suas metas de curto e médio prazo, a otimização de seus processos, a racionalização de sua gestão e, principalmente, a modernização de sua infraestrutura.

Assessoria de Comunicação
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN

Estado

CODERN informa que Porto de Natal segue funcionamento normal

Nota

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) não foi comunicada sobre a suspensão de atividades da CMA-CGM no Porto de Natal, pelo contrário, tivemos um navio da empresa no último fim de semana e já temos outro confirmado para o próximo dia 06 de abril.

Ressaltamos que durante o mês de março estão previstas operações portuárias em Natal para desembarque de trigo, embarque de sal, recebimento de navio de passageiros e várias embarcações de pequeno porte, o que configura o funcionamento normal do Porto.

Assessoria de Comunicação
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN

Diversos

CODERN emite nota sobre fiscalização no Porto de Natal

Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN

Nota à Imprensa

“A Fiscalização que está ocorrendo no Porto de Natal pela Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal teve início na quinta-feira (07). Não envolve nada da parte administrativa, apenas a parte operacional. É uma atividade padrão que vem sendo feita em todos os portos do Brasil. Inclusive, ocorre simultaneamente também no Ceará. Para maiores informações buscar a assessoria dos órgãos que estão realizando a vistoria”.

EconomiaTurismo

Temporada de Cruzeiros em Natal tem início nesta sexta-feira (07)

O Porto de Natal estará recebendo às 12h desta sexta-feira (07), o primeiro Cruzeiro da nova temporada de navios internacionais de passageiros, que vai até abril de 2019. É o Hamburg, com aproximadamente 300 passageiros, que vai desatracar às 17h. O agente marítimo responsável, a Viamar Navegação e Turismo, não informou à CODERN, a rota de navegação.

O navio de 144m, construído em 1997, tem capacidade para 420 passageiros. É da companhia Plantours & Partners, que até 2012 era chamado de Columbus C e pertencia a Hapag-Lloyd. Foi reformado em Gêneva, após sua venda para a Plantours & Partners. É dotado de um restaurante com um só turno de refeição, possui igualmente como alternativa no SunDeck um serviço de buffet para aqueles que preferem um ambiente mais descontraído nas refeições. Um pequeno mas excelente navio de cruzeiros destinado a uma classe média-alta alemã, acostumada a uma atmosfera de conforto, sobriedade e luxo.

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estima que cada passageiro gasta uma média de U$ 200 dólares na cidade de Natal, visitando as praias, shopping’s, bares e restaurantes, e ainda fazendo compras, o que representa um acréscimo significativo na economia local.

Diversos

CODERN realiza ação solidária em CMEI Municipal na Ribeira

Dentro das ações que serão desenvolvidas pelo projeto Viva CODERN, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte realizou na manhã desta sexta-feira (26) uma ação solidária no CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) Profª Cláudia Oliveira de Farias, localizado na Ribeira, que atende a 362 crianças de 1 a 5 anos dos bairros Ribeira, Rocas, Brasília Teimosa, Cidade Alta e adjacências.

A ação marcou o encerramento das festividades em alusão ao Dia da Criança, comemorado em 12 de outubro, e teve entregas de presentes, brincadeiras, apresentações culturais e lanche. Os servidores da CODERN que participaram voluntariamente foram: Tatianne Marques, Conceição Pinheiro, Allika Lira, Rebeca Moraes, Adriana Siqueira, Erika Lucena, Conceição Fernandes, Cleide Soares, Marta Dias, Natali Florêncio, Sayonara Petrovich, Klaus Charlie e Rejane Marinho.

A diretora do CMEI, Vânia Freire, agradeceu emocionada o gesto solidário da CODERN. “Nos proporcionaram um momento de partilha e solidariedade. Não tenho palavras para agradecer”, disse.

Sobre o Viva CODERN

Projeto lançado no dia 17 de outubro de 2018 pela Diretoria com o objetivo de envolver o corpo da empresa em uma cultura mais colaborativa e sustentável, engajando esforços e injetando ânimo a fim de que todos possam colaborar e, principalmente, colher os frutos de uma empresa sustentável.

São cinco pontos principais que norteiam o Viva CODERN: Melhoras na comunicação/socialização interna (Cafezinho com o Presidente), Interação com os funcionários da Gerência e Terminal Salineiro de Areia Branca (Presidente Itinerante), Construção coletiva do futuro com disciplina de capital (Banco de Ideias), Envolvimento com ação voluntária caritativa (Solidariedade) e Ser sujeito ativo na mudança (Faço a diferença!).

Ação

Economia

CODERN participa da Expofruit e busca novos clientes

A 21ª edição da Expofruit – Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada foi aberta oficialmente na noite desta terça-feira (21), na Estação das Artes, em Mossoró, com a presença de vários empresários e produtores ligados à cadeia produtiva do setor.

Foto: Robson Carvalho

O evento, que segue até quinta-feira, deve movimentar uma média de R$ 40 milhões em negócios e tem a expectativa de receber aproximadamente 15 mil visitantes nos três dias de realização, segundo a assessoria do evento.

A cerimônia de abertura foi iniciada pelo presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte – COEX, Luiz Roberto Barcelos, que ressaltou o Brasil como terceiro maior exportador de frutas do mundo, atrás apenas da Índia e China.

A CODERN esteve representada pelos três diretores Fernando Dinoá (Presidente), Emiliano Rosado (Técnico e Comercial) e José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro), além do Gerente Comercial e de Gestão de Negócios, Kayo Rodrigo Fernandes Carlos da Costa.

A cerimônia de abertura também contou com a presença de várias autoridades do setor e representantes de entidades parceiras, como Governo do Estado, Prefeitura de Mossoró, Superintendência do Ministério da Agricultura, FIERN, SEBRAE, FAERN/SENAR, BNB, IDEMA, IDIARN, CDL Mossoró, LAIRE, Câmara Municipal de Mossoró, entre outros.

Estado

Novo presidente pede união e otimismo aos servidores da CODERN

Empossado na Presidência da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) na última sexta-feira, 29 de junho, Fernando Dinoá se reuniu com os servidores da sede na tarde desta quinta-feira (05), ao lado dos demais diretores, José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro) e Emiliano Rosado (Técnico-Operacional), além do antecessor na presidência, o engenheiro Emerson Fernandes. Aos três fez agradecimentos em público que foram estendidos a todos os servidores, pela disponibilidade em repassar as informações necessárias ao andamento de sua gestão.

Dinoá ao lado de Emerson, Emiliano e Adécio Filho

Dinoá ao lado de Emerson, Emiliano e Adécio Filho

Fernando fez um histórico de sua trajetória profissional aos novos colegas de trabalho, pedindo a união de todos. “Nós precisamos caminhar todos juntos de mãos dadas, pelo fortalecimento e crescimento da CODERN, essa empresa que tem os seus desafios, mas também seus pontos positivos e uma grande importância para a economia do Rio Grande do Norte. Vamos olhar para o futuro, com otimismo, união, determinação, superando as dificuldades e alcançando juntos o mesmo objetivo”, enfatizou Dinoá, Graduado em Formação Executiva, tendo sido o Aluno Laureado de sua turma na UnP, além de ser Pós-Graduado em Gestão Financeira de Empresas (UnP).

Fernando demonstrou uma disposição de diálogo permanente com os servidores, destacando o princípio da igualdade: “Meu tratamento com todos os funcionários é por igual, independente de função ou cargo ocupado por cada servidor. E cada um tem sua importância e contribuição para a CODERN. E estamos abertos a ideias e projetos”.

Por fim homenageou o servidor Antônio Francisco da Silva, atual Gerente de Planejamento e Orçamento, que colabora com a CODERN há 48 anos, sendo o servidor decano.

Reunião de Dinoá com Servidores

Reunião de Dinoá com Servidores

Economia

Fernando Dinoá é o novo presidente da Companhia Docas do RN

O Conselho de Administração (CONSAD) da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) elegeu e empossou o novo diretor-presidente da empresa pública no final da tarde desta sexta-feira (29), após indicação referendada pelo Ministério da Casa Civil.

Com mais de 30 anos de experiência na indústria do petróleo, atuando nos segmentos de upstream e downstream, Fernando Dinoá Medeiros Filho trabalhou como Executivo da Petrobras durante 16 anos (1984-2000) e em outros seis anos (2000-2006) também exerceu a mesma função na AleSat Combustíveis (ALE), onde exerceu diversas funções gerenciais. É empresário há 12 anos e também presidiu a Potigás (Companhia Potiguar Gás) entre Janeiro de 2012 e outubro de 2013.

Fernando Dinoá 1

O novo presidente Fernando Dinoá e o presidente do CONSAD, Reginaldo Lafayete

A posse de Dinoá ocorreu na sala da Presidência da CODERN, sob o comando de Reginaldo Lafayete da Silva Abreu, representante do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e Presidente do CONSAD, ao lado dos demais conselheiros: Gustavo Adolfo Andrade de Sá, Mauro de Moura Magalhães, Daniel Faria de Paiva, Airton Paulo Torres e Paulo Machado da Fonseca Júnior. Também estavam presentes, a esposa do novo presidente, Kely Regina das Chagas Medeiros, os outros dois diretores da Companhia: José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro) e Emiliano Rosado (Técnico-Comercial), além do representante do Porto de Maceió, o assessor jurídico Rogério Melo.

Diretores, Conselheiros e esposa do novo diretor

Diretores, Conselheiros e esposa do novo diretor

Dinoá, que tem em seu currículo a Graduação em Formação de Executivos (UnP), tendo sido o Aluno Laureado de sua turma, além de ser Pós-Graduado em Gestão Financeira de Empresas (UnP), afirmou que vai tomar as medidas gerenciais necessárias pela estabilidade financeira da CODERN.

“É uma missão de grande responsabilidade, pela importância dos Portos para o desenvolvimento econômico. Assumo e abraço esse desafio profissional afirmando que vamos buscar receitas e equilibrar as despesas da CODERN”, afirmou o novo presidente, ressaltando que sua gestão terá uma ampla comunicação interna e externa dos seus atos. “E adianto que as portas da minha sala estão abertas aos servidores e à sociedade”, finalizou.

Adécio Filho, Fernando Dinoá e Emiliano Rosado

Adécio Filho, Fernando Dinoá e Emiliano Rosado

Economia

CODERN deixa de ser ‘Sociedade de Economia Mista’ e passa a ser ‘Empresa Pública’

A União passa a deter de 100% do capital social da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), que administra o Porto de Natal, Terminal Salineiro de Areia Branca e Porto de Maceió. A decisão ocorreu nesta quinta-feira (21), em Assembleia Geral Extraordinária transcorrida na sede da empresa.

Com isso, a CODERN deixa de ser uma ‘Sociedade de Economia Mista’ e passa a ser uma ‘Empresa Pública’. Na reunião, a União foi representada por Milton Bandeira Neto, Procurador da Fazenda Nacional. Já a Companhia estava representada pelo seu Diretor-Presidente Interino, José Adécio Costa Filho e pela Gerente Jurídica, Mariana Fernandes Cabral, designada para secretariar os trabalhos.

José Adécio Filho explicou os benefícios para a Companhia com a mudança. “Com a União sendo o acionista único e controlador da CODERN, passamos a ter um processo decisório mais fácil e ágil. E ao mesmo tempo o Governo Federal fica com a responsabilidade ainda maior”, destacou o Diretor-Presidente Interino, destacando ainda que a medida trará uma economia anual de R$ 100 mil, já que os conselheiros representantes dos acionistas externos serão destituídos dos Conselhos.

Entenda:

O que é uma empresa com Sociedade de Economia Mista?

É uma empresa constituída por capital público e privado, sendo a parte do capital público maior, pois a maioria das ações devem estar sob o controle do Poder Público.

O que é uma Empresa Pública?

É administrada exclusivamente pelo poder público, instituída por um ente estatal, com a finalidade prevista em lei e sendo de propriedade única do Estado. A finalidade pode ser de atividade econômica ou de prestação de serviços públicos.

CODERN Empresa Pública

Geral

CODERN convoca aprovados em concurso público para Areia Branca

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) convoca mais sete aprovados no último concurso público, realizado pela Consulplan, em fevereiro de 2014.

Os candidatos relacionados abaixo estão convocados para comparecerem à Gerencia Administrativa da CODERN, situada na Av. Eng° Hildebrando de Góis, n°220, Ribeira, Natal – RN, no horário de 7:30 às 11:30 ou de 13:00 às 17:00, munidos dos documentos previstos no item 15.3 do Edital n°001/2013 do Concurso Público da CODERN, no prazo de 15 (quinze) dias a contar da data da publicação, e submeter-se a exames médicos, conforme item 16 do mesmo documento.

Concurso

Política

José Adécio Filho assume interinamente a Presidência da CODERN

Por decisão do Conselho de Administração (CONSAD) da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), o Diretor Administrativo e Financeiro, José Adécio da Costa Filho, passa a responder interinamente pela Presidência da companhia.

Funcionário de carreira da CODERN, o também Engenheiro Emerson Fernandes Daniel Júnior continua prestando sua contribuição técnica, depois de ter ocupado pela terceira vez a Presidência.

José Adécio Filho é Engenheiro Civil, funcionário efetivo do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (DETRAN-RN), onde respondeu pela Coordenadoria de Operações. Atualmente cedido à CODERN, possui pós-graduação em Administração e em Estradas e Rodagens. Já foi Secretário de Meio-Ambiente do município de Guamaré e também Diretor-Presidente da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (CEASA-RN).

O titular da Presidência da CODERN ainda não foi anunciado.

José Adécio Filho

Geral

CODERN melhora performance de Governança

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, por meio de sua Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest/MP), apresentou o resultado da segunda certificação do Indicador de Governança – IG-Sest.

Trata-se de um instrumento inovador, que busca conformidade com as melhores práticas de mercado e maior nível de excelência para as empresas estatais federais de controle direto da União (dependentes e não dependentes).

O IG-Sest das 46 empresas estatais submetidas ao índice neste segundo ciclo tiveram variação positiva de 70% na média geral das pontuações em relação ao primeiro ciclo. A melhora se deve, em grande parte, ao empenho das empresas em promover melhorias e a adequação dos seus Estatutos Sociais.

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) alcançou nota 2,53 em 2017, ficando em nível 04. Já na segunda avaliação, obteve 5,84 pontos, se enquadrando no nível 02.

Para o Presidente da CODERN, Emerson Fernandes, o resultado é fruto das medidas administrativa da Companhia: “Isso é reflexo de uma gestão comprometida com o apoio de todos os funcionários da empresa, que possibilitou o enfrentamento da ausência de recursos financeiros do orçamento da União e tem conseguido manter uma linha de crescimento na movimentação dos Portos do RN”.

IMG_1294

Estado

CODERN e Sindicato dos Portuários dialogam com senador José Agripino

O presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Emerson Fernandes, se reuniu na manhã desta sexta-feira (11) com o senador José Agripino, para tratar de assuntos da empresa, acompanhado do presidente do Sindicato dos Portuários, Silvano Barbosa.

Entre os assuntos tratados, estava o Portus – Instituto de Seguridade Social – Entidade Fechada de Previdência Complementar, que se encontra atualmente sob intervenção federal.

Agripino sugeriu que a CODERN e o Sindicato mobilizem todos os integrantes da bancada federal e forças do Estado para apresentarem o plano de reivindicações ao Governo Federal, através do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. Diante mão, o senador reafirmou seu apoio total à atividade portuária. “Estou à disposição para somar nos pleitos apresentados pela CODERN e Sindicato dos Portuários e defendo uma união de forças que passa por toda a bancada federal e pelo Governo do Estado”, disse o senador.

O presidente da CODERN agradeceu a atenção que Agripino e a bancada federal têm dado à Companhia e destacou o diálogo positivo com o senador: “A CODERN precisa sempre desse apoio da bancada federal, que não mede esforços em nos receber e reforçar os nossos pleitos”.

CODERN e Agripino

Diversos

CODERN lamenta invasão de manifestantes ao Porto de Natal

Nota

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) lamenta veementemente o episódio ocorrido na noite desta quinta-feira (08), onde um protesto com a presença de manifestantes do Movimento dos Sem Terra (MST), denominado de “Marcha das Mulheres”, invadiu o Porto de Natal, impondo sérios riscos aos próprios invasores e aos trabalhadores portuários, em plena atividade.

Repudiamos a depredação ao patrimônio público, com as pichações feitas e informamos a não ocorrência de confronto entre os manifestantes e os guardas-portuários, que agiram com total sensibilidade e eficiência, convencendo o grupo a desocupar o local.

A CODERN já está tomando as providências jurídicas cabíveis.

Pichação