Natal

Moradores do Condomínio Luciano Barros apresentam escritura de terreno que será desapropriado pelo TCE

Foi com surpresa os moradores do Edifício Luciano Barros receberam a declaração oficial do Tribunal de Contas do Estado (TCE) dando conta de que o terreno adquirido por um grupo de condôminos cotistas, há 27 anos, e pago integralmente, não seria de propriedade deles.

Para repor a verdade e comprovar a titularidade do terreno, os condôminos apresentaram uma das documentações (escritura).

O terreno foi comprado e todas as taxas (IPTU e outras) estão em dia, quitadas religiosamente, durante todo este tempo.

O terreno é fundamental para o condomínio.  É usado como estacionamento, saída de emergência para idosos (60% dos condôminos são idosos), entre outras utilidades.

As 40 famílias do Luciano Barros, com apoio integral de 200 famílias de seis condomínios vizinhos, informam que defenderão seus direitos até a última instância.

FullSizeRender

FullSizeRender (3)