Estado

83%: Seridó tem maior taxa de ocupação de leitos de Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde fez nesta segunda-feira (27) a atualização dos casos para Covid-19 no Rio Grande do Norte.

O Seridó hoje tem a maior taxa de ocupação de leitos para Covid-19: 83,33%;

O Oeste está com 75,71% de ocupação;

E a Região Metropolitana de Natal tem o menor índice de ocupação de leitos: 67,89%.

Estado

Aglomeração: a vez de Pipa

Semana passada foi a Praia de Ponta Negra.

Essa semana a aglomeração foi na nossa paradisíaca Praia de Pipa.

As ruas de Pipa estavam lotadas ontem à noite (25).

Vídeos circulam nas redes sociais.

Algumas pessoas pelo menos usavam máscara.

Estado

Um dia após questionamento do blog, SESAP anuncia ampliação de testes para Covid-19 no RN

Na quinta, este blog postou um questionamento feito por um leitor do blog, sobre a necessidade de testes para verificar o nível de imunidade coletiva.

Segundo alguns especialistas, a pandemia do Coronavírus vai prosseguir até atingirmos 70% de imunizados.

Daí a necessidade de saber os já infectados, tendo em vista que muitos serão assintomáticos, ou nem sabem que tiveram Covid-19.

Nessa sexta-feira (24), a Secretaria Estadual de Saúde comunicou que passou a ampliar a testagem do tipo RT-PCR para pessoas que apresentem sintomas compatíveis com a Covid-19.

“Deixamos de ter grupos prioritários para testagem, e a partir de agora todo paciente sintomático que procure atendimento e se enquadre nas definições para coleta do exame RT-PCR, conhecido como isolamento viral, poderá realizar o exame”, explica a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Luchesi.

Vale ressaltar que o Governo Federal tem enviado testes para os Estados, inclusive o Rio Grande do Norte, dentro do programa Diagnosticar para Cuidar.

Estado

Ocupação geral de leitos críticos no RN cai para 74%; Em Natal é ainda menor com 40%

Os dados epidemiológicos registrados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) no RN continuam mostrando um cenário de queda na contaminação e casos de internamento por Covid-19. A informação pode ser confirmada pela taxa geral de ocupação de leitos nesta sexta-feira, 24, que é de 74%, percentual registrado pela última vez no mês de maio passado e que se manteve sempre acima deste nível desde então.

Natal

O Boletim de taxa de ocupação de leitos da Rede de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS-Natal) desta sexta-feira (24), às 10h, mostra uma ocupação média de 40% dos leitos destinados aos pacientes com a Covid-19 na capital do Estado do Rio Grande do Norte.

Do total de 45 leitos de UTI no Hospital Municipal de Natal (HMN) e no Hospital de Campanha de Natal (HCN), 23 leitos estão ocupados (51%), 20 estão livres (45%) e dois leitos estão bloqueados (4%).

Com relação aos leitos de enfermarias desses hospitais, a taxa de ocupação é de 42%, representando 62 leitos. Do total dos 150 leitos de enfermaria, 88 leitos estão livres (58%).

Já nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Natal, a taxa de ocupação é de 15%, sendo cinco leitos. Dos 35 leitos de enfermaria das UPAs, 30 estão livres para pacientes com a Covid-19, (85%).

Estado

Mais da metade dos trabalhadores da saúde com Covid-19 estão recuperados

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), divulgou nesta quinta-feira (23), o Boletim Epidemiológico da Saúde do Trabalhador. O objetivo é apresentar um panorama sobre dados analisados relacionados aos casos confirmados de Covid-19 em profissionais de saúde do Rio Grande do Norte, desde o início da pandemia até o momento.

A análise tomou por base o banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde Estadual (CIEVS). No RN, foram confirmados 4.778 casos de Covid-19 em profissionais de saúde, 12.620 foram descartados e 3.650 seguem como suspeitos.

A maioria dos profissionais afetados são técnicos em enfermagem (36,08%), enfermeiros (11,8%) e médicos (8,5%). Cerca de 69% dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde consultados na pesquisa desenvolveram apenas sintomas leves ou moderados e 55% já estão recuperados. Com relação à faixa etária, 64% se encontram na faixa etária de 30 a 49 anos, o que pode ser um indicador no que se refere à maior incidência de casos leves e moderados.

Estado

Com limitações, atividades presenciais religiosas serão retomadas no RN dia 29

Em reunião, por videoconferência, na tarde desta quarta-feira (22), com representantes de instituições religiosas e da Assembleia Legislativa, a Governadora Fátima Bezerra anunciou a retomada das atividades presenciais religiosa para o dia 29 de julho.

Até esta data, o Governo do RN vai publicar uma portaria, no Diário Oficial do RN, tratando da regulamentação da realização de cultos presenciais em locais abertos, sem uso de ar condicionado, para um público de até 100 pessoas, ampliando a portaria nº 004/2020-GAC/SESAP que regulamentou em 23 de maio, o funcionamento de igrejas, templos, espaços religiosos e estabelecimentos similares conforme recomendações sanitárias de que trata o § 1º do art. 7º do Decreto Estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020.

Sobre a realização de ações com público superior a 100 pessoas, o secretário chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, enfatizou que em uma segunda fase é que será possível pensar em um público superior a 100 pessoas, mas limitado a 1 pessoa a cada 5m².

Estado

Folha de São Paulo mostra situação da Covid-19 em Natal melhor do que no interior do RN

O quadro da pandemia da Covid-19 em Natal está em redução.

E melhor do que o interior que ainda é “Estável”.

Prova mais uma vez a eficaz política de combate ao Coronavírus estabelecido pela Prefeitura de Natal, com protocolos de medicamentos, instalação de Hospital de Campanha e Centros de Combate ao Covid-19.

As informações são da Folha de São Paulo.

Estado

RN é o segundo estado do Brasil com maior redução de óbitos por Covid

O Rio Grande do Norte tem uma redução expressiva no número de mortes por Covid-19, obtendo o segundo lugar em todo o país com 45% de redução, como apontam os dados divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa, que reúnem informações das secretarias estaduais de Saúde.

“Mesmo com a retomada das atividades econômicas observamos que a taxa de isolamento se mantém e isso pode ter contribuído para a menor ocorrência de casos. Mas ainda não é momento para relaxar nas medidas sanitárias e de proteção”, afirmou Ricardo Valentim, coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde LAIS/UFRN.

Valentim disse no entanto que é possível ocorrer uma segunda onda de contaminação como aconteceu em outros estados e países.

A governadora Fátima Bezerra participou da coletiva e comemorou a notícia.

Estado

Ocupação de leitos segue abaixo dos 80%

Em entrevista à InterTV Cabugi na manhã desta quinta-feira, 16, o secretário de estado da saúde pública, Cipriano Maia, explicou que apesar de atualmente o Rio Grande do Norte se encontrar numa situação estável de ocupação de leitos – com percentual de 77,74% dos 292 leitos críticos, de acordo com o portal Regula RN – ainda não é o momento de relaxar as medidas de prevenção e distanciamento social.

“Não é uma corrida por leitos e sim em defesa da vida, principalmente quando se amplia essa retomada para que não venhamos a ter um repique. Estamos dentro dos níveis considerados seguros, numa situação estável, mas não podemos relaxar. A população deve ter bom senso e responsabilidade para que nós possamos continuar administrando e consolidando a rede de saúde nas próximas semanas, deixando todos estes leitos como um legado para o SUS no RN. Evitar a contaminação nos dá essa segurança”, disse Cipriano Maia.

Para o secretário, é possível evitar um “efeito rebote” se mantivermos um processo de reabertura das atividades de forma regulada.

Economia

Governo do RN confirma nova etapa da retomada econômica para amanhã (15)

O Governo do RN publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) quatro portarias que regulamentam a continuidade do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica a partir desta quarta-feira, dia 15.

As portarias se referem ao início da segunda fração desta fase 1 – que foi adiada do último dia 8 para o dia 15 deste mês – e o início da fase 2 que na sua fração 1 contempla a abertura das academias de ginástica, box de crossfit, estúdios de pilates e afins (sem funcionamento de ar condicionado). Os documentos foram emitidos de forma conjunta entre o Gabinete Civil e as Secretarias de Estado da Saúde Pública (Sesap) e Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Confira abaixo os estabelecimentos liberados em cada etapa do Plano:

1ª FASE

Fração 1 (1º/07)
Os serviços e as atividades socioeconômicas previstas na Fração 1 da Fase 1 permanecem em funcionamento, sendo eles:
Atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, design e afins;
Salões de beleza, barbearias e afins;
Estabelecimentos com até 300 m2 e com “porta para a rua”, dos seguintes ramos:
Papelarias, livrarias e bancas de revistas;
Comércio de produtos de climatização, de bicicletas e acessórios, de vestuário e armarinho.

Fração 2 (15/07):
Serviços de alimentação de até 300m² (restaurantes e food parks)
Estabelecimentos com até 600m² e com “porta para a rua”:
Comércio de móveis, eletrodomésticos e colchões;
Lojas de departamento e magazines não localizados dentro de shopping centers ou centros comerciais;
Agências de turismo;
Comércio de calçados; de brinquedos, artigos esportivos e de caça e pesca, instrumentos musicais e acessórios; de equipamentos de áudio e vídeo; de eletrônicos/informática; de equipamentos de telefonia e comunicação; joalherias, relojoarias, bijuterias, souvenires e artesanatos; comércio de cosméticos e perfumaria, de plantas e flores e de artigos usados.

2ª FASE

Fração 1 (15/07)
Academias de ginásticas, box de crossfit, estúdio de pilates e afins, desde que não utilizem refrigeradores de ar (ar-condicionado).

Fração 2 (22/07)
Centros comerciais e galerias de comércio, desde que não utilizem refrigeradores de ar (ar-condicionado); e estabelecimentos com tamanho superior a 600 m2 e com “porta para a rua”.

3ª FASE

Fração 1 (29/07)
Serviços de alimentação com tamanho superior a 300m2 (restaurantes e food parks); bares e barracas de praia.

Fração 2 (05/08)
Academias de ginástica, box de crossfit, estúdio de pilates e afins com refrigeradores de ar (ar-condicionado) e shopping centers.

Estado

Governo Bolsonaro habilita mais 43 leitos de UTI para Covid-19 no RN

A saúde pública brasileira já conta com 9.273 leitos de UTI habilitados pelo Governo do Brasil para tratar exclusivamente pacientes graves ou gravíssimos com Covid-19.

Nessa segunda-feira (13), foram habilitados mais 146 leitos de UTI, ao custo de R$ 21 milhões. As habilitações contemplaram municípios nos estados do Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

No Rio Grande do Norte, foram habilitados 20 leitos no Hospital Dr. Luiz Antônio em Natal, 10 leitos na Maternidade Almeida Castro em Mossoró, 10 leitos na Maternidade do Divino Amor em Parnamirim e 3 leitos no Hospital Regional Cleodon Andrade em Pau dos Ferros.

HABILITAÇÃO DOS LEITOS COVID-19

O pedido de habilitação para o custeio dos leitos COVID-19 é feito pelas secretarias estaduais ou municipais de saúde, que garantem a estrutura necessária para o funcionamento dos leitos. O Ministério da Saúde, por sua vez, realiza o repasse de recursos destinados à manutenção dos serviços por 90 dias ou enquanto houver necessidade de apoio federal devido à pandemia.

Estado

Academias de atividade física sem ar-condicionado reabrem amanhã (14) no RN

As academias de musculação e estabelecimentos de atividade física que não fazem uso de ar-condicionado vão poder reabrir suas portas nesta semana no Rio Grande do Norte, depois de mais de três meses de fechamento do setor. A prefeitura de Natal fará a liberação da área amanhã, terça-feira dia 14 de julho, enquanto o Governo do Rio Grande do Norte prevê a reabertura do setor no restante do estado no dia seguinte, a quarta-feira dia 15 de julho. O Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região acompanha o retorno das atividades e reforça a importância do cumprimento dos protocolos apresentados pelas autoridades. O Conselho também criou uma cartilha de orientação que foi disponibilizada na internet, no site www.cref16.org.br, trazendo os principais pontos que devem ser seguidos para garantir a segurança nesse retorno.

“São orientações desde a chegada das pessoas, que deve acontecer sem nenhum tipo de toque, até questões como distanciamento de pessoas, distância entre equipamento, demarcação de locais para exercícios, circulação de ar natural, reforço na higienização, duração de treinos e controle do número de pessoas, afim de garantir segurança para os usuários e também para todos os profissionais do setor”, explica o diretor executivo do CREF16/RN, Adriano França.

O QUE DIZ O PROTOCOLO

A Prefeitura de Natal e o Governo do Rio Grande do Norte utilizam como orientação técnica para a reabertura gradual da economia os protocolos organizados pela Federação do Comércio do RN, a Fecomércio, que contou com a participação de diversas entidades e comitês científicos na sua elaboração.

De acordo com o documento, academias, clubes, box de crossfit e demais estabelecimentos de atividade física que vão reabrir nesta semana devem utilizar ventilação natural- sem uso do ar-condicionado, observar a distância de 2 metros entre pessoas e a ocupação de 6,25m²,proibir a entrada e permanência de pessoas sem máscaras, oferecer água, sabão e álcool em gel 70% para higienização, liberar a utilização de bebedouros apenas para abastecimento de garrafas pessoais, ter aulas com no máximo 40 minutos, agendar os atendimentos, garantir o uso de equipamentos de proteção individual para funcionários e capacitar colaboradores sobre as novas regras.

As aulas coletivas poderão acontecer, desde que sejam respeitadas as determinações sobre distanciamento e ocupação. A mesma regra vale para a realização de treinos coletivos ou com o acompanhamento de personal trainer ao ar livre. Os demais estabelecimentos, que façam a utilização de sistema de ar-condicionado, só vão poder reabrir a partir do dia 5 de agosto.

academia-fechada1

Estado

Governo diz que ocupação de leitos ainda é de 92% no RN

Os dados epidemiológicos da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) do Rio Grande do Norte sobre a pandemia da Covid-19 registram nesta quinta-feira, 09, a redução da fila de regulação e na ocupação de leitos de UTI.

Durante a entrevista coletiva diária concedida por membros do Governo do RN para atualização de dados e prestação de contas das ações do Governo, havia na fila de regulação 7 pacientes aguardando transferência e 21 leitos disponíveis.

O secretário adjunto de saúde do Estado, Petrônio Spinelli disse que o trabalho para abrir mais leitos críticos continua e tem o objetivo de, nos próximos dias, alcançar 80% de ocupação dos leitos críticos.

Hoje, apesar da redução na fila, a ocupação ainda é de 92%, segundo o auxiliar do Governo.

Estado

Entre 07 e 08 de julho, RN não registrou morte por Covid-19, diz o LAIS/UFRN

Segundo dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), não foi registrada nenhuma morte por Covid-19 no Estado entre os dias 07 e 08 de julho.

No intervalo das datas, 170 óbitos estavam em investigação para identificação da causa, o que não significa, portanto, que posteriormente seja confirmado alguma morte no período.

Estado

Em novo decreto, Governo do RN prevê retomada econômica no RN para 15 de julho

O secretário adjunto de Saúde Pública do RN, Petrônio Spinelli avaliou o momento da pandemia do novo coronavírus como “delicado, com avanços e riscos. Houve avanços positivos como a redução na pressão por leitos de UTI, a abertura de novas UTIs e a redução na taxa de transmissibilidade. Mas há risco muito alto porque não atingimos a redução necessária na ocupação de leitos para 80%”.

Este quadro motivou o adiamento do início da fração 2 da fase 1 do Cronograma de Retomada Gradual Responsável das Atividades Econômicas, que seria hoje, para o próximo dia 15. O adiamento foi formalizado por decreto publicado nesta quarta-feira, 8, no Diário Oficial do Estado (DOE) e prevê que a Fração 2 da Fase 1 será executada concomitantemente com a Fração 1 da Fase 2, prevista para iniciar em 15 de julho, se a situação epidemiológica permitir.

Os treinos dos times de futebol poderão iniciar no próximo dia 15 e o campeonato estadual pode ser iniciado em 1º de agosto, condicionado ao cumprimento de metas do cronograma.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS

A fila de regulação para internamentos em leitos críticos hoje tem 10 pessoas. A maior ocupação de leitos está na região do Mato Grande (100%), seguida da região Oeste (98,1%), Metropolitana de Natal (98%), Seridó (72%) e Pau dos Ferros (60%).Os casos confirmados são 36.493, há 50.065 suspeitos, 57.707 casos descartados, 1.322 óbitos (5 nas últimas 24 horas) e 191 óbitos em investigação.

Economia

Mais prejuízo para o empreendedor potiguar

A decisão do Governo do Estado em adiar a segunda fração do Plano de Retomada Gradual da Economia iniciado na última quarta-feira, dia 1º, que estava prevista para iniciar amanhã, dia 8, causa mais prejuízo ao empreendedor.

Os empresários que não fecharam os estabelecimentos e iriam abrir – já sofridos com a pandemia – se programaram para a reabertura, agora novamente adiada.

Compraram gêneros alimentícios, mantimentos, recontrataram funcionários, se adequaram, tiveram gastos…em vão.

É preciso cautela por parte do Governo do Estado ao anunciar o cronograma de reabertura.

Estado

Governadora alega ocupação de UTIs para adiar retorno da economia

Para justificar o adiamento da segunda fração da primeira fase do Plano de Retomada Gradual da Economia iniciado na última quarta-feira, dia 1º, a governadora Fátima Bezerra (PT) alegou o fato da taxa de ocupação de leitos críticos não ter atingido 80%.

A segunda fração estava prevista para iniciar amanhã, dia 8, com o funcionamento de lojas com área de até 600m² com porta para a rua e serviços de alimentação com área de até 300m² respeitando o distanciamento social e as medidas protetivas e de higiene.

Os estabelecimentos e serviços autorizados a funcionarem na primeira fração podem permanecer abertos – lojas com até 300m² de área e com porta para a rua, serviços de comunicação, publicidade, design, salão de beleza e barbearias.

“Tomamos a decisão pela retomada gradual com base na ciência e orientados pelo Comitê Científico de especialistas que assessora o Estado. Estes critérios são a taxa de transmissibilidade abaixo de 1 e a taxa de ocupação de leitos críticos abaixo de 80%. Atingimos e mantemos o primeiro, mas o segundo ainda não foi possível, por isso o adiamento da segunda fração”, justificou a governadora.

Os dados epidemiológicos da Sesap registraram na manhã desta terça-feira, 07, 702 pessoas internadas, sendo 370 leitos críticos de UTI e semi-uti nas redes de hospitais públicos, privados e filantrópica.

A taxa de ocupação de leitos nas regiões Oeste e Mato Grande é de 100%, 96% na região Metropolitana de Natal, 66,7% em Pau dos Ferros, 69% no Seridó. São 35.809 casos confirmados, 48.921 suspeitos, 56.301 descartados, 1.289 óbitos, 171 óbitos em investigação.

Foto: Demis Roussos

Foto: Demis Roussos

Economia

Governadora volta atrás e suspende outras fases da retomada econômica do RN

A governadora Fátima Bezerra está participando da coletiva à imprensa neste momento sobre a pandemia do Coronavírus no RN.

E acaba de anunciar a suspensão das outras fases da retomada econômica do RN.

Fica suspenso, portanto, a reabertura de restaurantes e lanchonetes com até 300 m2º.

As medidas atuais seguem.

A Chefe do Executivo atual alegou a alta taxa de ocupação dos leitos de UTI.

Estado

RN fica pela primeira vez na pandemia com leitos vagos para Covid

Um bom sinal que a pico da pandemia está indo embora no RN?

Durante a coletiva à imprensa nesta segunda-feira (06), a coordenadora de urgência e emergência da Sesap (Secretaria de Estado da Saúde Pública), Renata Silva Santos, informou que há, pela primeira vez neste período, uma fila de espera equilibrada com a quantidade de leitos disponíveis.

No momento da coletiva havia os seguintes pacientes em fila: 22 pacientes para leitos críticos, 31 para leitos clínicos e 25 aguardando transporte. Nesta segunda-feira, a taxa geral de ocupação de leitos é de 84,3%. Dos 237 leitos críticos disponíveis, há 200 ocupados.

Foto: Elisa Elsie