Estado

RN chega ao pico da pandemia, diz Secretaria Estadual de Saúde

O Rio Grande do Norte enfrenta neste momento o pico da pandemia do novo coronavírus, de acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). A informação foi dada pela sub-coordenadora do órgão, Alessandra Lucchesi, na entrevista coletiva desta quinta-feira, 25, para apresentação dos números da Covid-19 e prestação de contas das ações do Governo do Estado. A especialista informou que nas duas últimas semanas os casos confirmados vêm crescendo e a ocupação de leitos críticos tem ficado sempre acima de 80%.

“O cenário mostra que estamos no pico da pandemia. É preciso atenção redobrada. O Governo continua realizando testes e já enviou a todos os 167 municípios o total de 88.440 testes rápidos fornecidos pelo Ministério da Saúde”, afirmou Alessandra.

O acompanhamento da pandemia pela Sesap também revela a redução do distanciamento social para 39,8%, muito abaixo do recomendado pelas autoridades sanitárias, de 60 a 70%.

Sobre os demais dados, foi informado que a taxa de ocupação de leitos Covid no RN hoje é de 96%. Na região Oeste, o índice chega a 97,9%, enquanto em Pau dos Ferros e Guamaré atinge 100%.  Na região metropolitana de Natal o número chega a 97,2%; no Seridó, 86,25%. Nos hospitais públicos e privados há 750 pessoas internadas, sendo 376 em leitos críticos. A fila de regulação tem 84 pacientes aguardando um leito crítico, mais 37 esperam leitos clínicos e 25 aguardam transporte sanitário.

Os casos confirmados e pessoas residentes no RN com Covid são 22.599. Os casos suspeitos são 30.635, mais 35.265 descartados, 858 óbitos (sendo 5 nas últimas 24 horas) e há 144 óbitos em investigação.

Coletiva de imprensa com Alessandra Lucchesi_Elisa Elsie (5)

Coletiva de imprensa com Alessandra Lucchesi – Foto: Elisa Elsie

Estado

Governadora afirma que RN ainda está chegando ao pico da pandemia

Ao participar pela primeira vez da coletiva à imprensa que acontece diariamente sobre a pandemia do Coronavírus, a governadora Fátima Bezerra revelou que o Rio Grande do Norte ainda está chegando ao pico da doença.

“Nós estamos chegando ao pico da pandemia”, disse a Chefe do Executivo Estadual.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, neste momento, 116 pessoas estão na fila de regulação aguardando internação para tratar Covid-19.

Fátima coletiva

Estado

Sindicato dos Médicos revela a entidades do setor produtivo que ao menos três hospitais do Estado são subaproveitados no combate ao novo coronavírus

Segundo as vistorias do sindicato, o Hospital da Polícia Militar por exemplo, que tem capacidade para 120 leitos, está atuando com apenas 20 direcionados ao coronavírus, sendo 10 leitos de UTI e 10 no semi-intensivo. O João Machado comporta uma média de 100 leitos, mas até agora foram abertos apenas 10 para a Covid-19. E em João Câmara, com uma possiblidade de 50 leitos, também apenas 10 leitos estão ativos para este fim. Para o presidente do Sinmed/RN, faltam vontade política e capacidade gerencial.

“Para o funcionamento de UTIs são necessários existência de leitos, equipamentos, insumos e recursos humanos. O estado já possui boa parte da estrutura física e até respiradores, encaminhados pelo governo federal. Também foram encaminhados pelo executivo nacional cerca 150 milhões de reais para gastos com Covid. Com esse cenário, abrir vagas em UTI depende apenas de eficiência administrativa para organizar equipes e disponibilizar os leitos. O Estado precisa fazer o chamamento dos profissionais e fazer tudo funcionar”, concluiu Geraldo Ferreira.

Além do presidente do Sinmed/RN, também participaram da reunião: Marcelo Queiroz, presidente da Federação do Comércio de bens, Serviços e Turismo do Rio Grande Norte (Fecomércio/RN); José Vieira, presidente da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Rio Grande do Norte (Faern); e Amaro Sales, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern).

Economia

FIERN e Fecomércio lamentam adiamento da retomada das atividades econômicas do RN

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte, Amaro Sales de Araújo, lamentou, em nota divulgada na tarde desta terça-feira (23), o adiamento do início da retomada gradual das atividades econômicas.

O governo do Rio Grande do Norte prorrogou por mais sete dias o decreto de isolamento social, adiando a retomada econômica no estado, que estava prevista para ser iniciada nesta quarta-feira (24).

Amaro Sales defende que, “gradualmente, já agora, era possível ter autorizado o funcionamento de algumas [atividades], em particular, as que geram pouco fluxo de pessoas”.

Em nota, a Fecomércio também fez críticas pela decisão de adiamento da retomada das atividades econômicas.

“Somos vítimas, como toda a sociedade potiguar, de uma postura que, por anos a fio, manteve nossa estrutura de saúde pública à beira de um colapso. E este colapso chegou com uma força descomunal – embora previsível – agora.

Um cenário que além de colocar em risco a vida de todos os norteriograndenses, tem imposto ao setor produtivo do estado a maior e mais profunda crise de sua história, com consequências nefastas e praticamente imprevisíveis a curto, médio e longo prazos”, diz trecho da nota.

Estado

Governo do RN prorroga isolamento por mais sete dias

O Governo do RN publica na tarde desta terça-feira, 23, em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado, novo decreto que prorroga a vigência das medidas de proteção e do isolamento social no enfrentamento ao novo coronavírus. O atual decreto será substituído pelo novo até 1º de julho.

“Apesar da grave situação econômica, o Governo decide prorrogar por mais sete dias as medidas, como orienta o Comitê Científico estadual”, afirmou o secretário estadual de Tributação Carlos Eduardo Xavier na entrevista coletiva de atualização das ações de combate à pandemia.

O integrante do Comitê Científico e coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais) da UFRN, professor Ricardo Valentim, explica que a prorrogação se baseia em dois parâmetros. O primeiro é a taxa de transmissibilidade do vírus nas várias regiões do Estado que permanece acima de 1. A segunda é a taxa de ocupação de leitos críticos, que hoje está, em média, em 85%.

Estado

MP RN, MPF e MPT recomendam que Governo e Prefeituras não flexibilizem o isolamento social

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), o Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) e o Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN) emitiram uma recomendação conjunta para que o Governo do Estado e s Prefeituras municipais se abstenham de adotar quaisquer medidas tendentes a flexibilizar o isolamento social da Covid-19. O documento foi assinado nesta segunda-feira (22) e leva em consideração o Boletim Epidemiológico de 20 de junho passado, que revela uma taxa de ocupação total de 97 % dos leitos de UTI públicas e 86% de UTI privadas.

Na recomendação, o Ministério Público diz que o Governo do Estado deve garantir que a retomada das atividades econômicas não essenciais ocorra apenas quando verificadas as condicionantes epidemiológicas e de percentual de taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI Covid. Já as Prefeituras devem se abster de praticar quaisquer atos, inclusive edição de normas, que possam flexibilizar medidas restritivas estabelecidas pelo Governo Estadual.

Natal

Drive de testes rápidos da Prefeitura do Natal chega à Zona Norte nesta terça (23)

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) vai iniciar nesta terça-feira (23) a segunda fase da testagem rápida da população.

O local escolhido foi o Ginásio Nélio Dias, Zona Norte de Natal.

O esquema para realização dos exames vai acontecer em sistema de drive-thru, das 8h às 17h, até sexta-feira (26). A permanência no interior dos veículos é obrigatória em todas as etapas.

Economia

Retomada do comércio potiguar na próxima semana depende de como estará a ocupação de leitos de UTI

As regras para a primeira fase da retomada das atividades econômicas no estado do Rio Grande do Norte foram publicadas no Diário Oficial do RN desta sexta-feira (19), na Portaria nº 006/2020, assinada em conjunto pelo Gabinete Civil (GAC) e Secretarias de Estado da Saúde Pública (Sesap) e do Desenvolvimento Econômico (Sedec). A abertura dos estabelecimentos considerados não-essenciais será gradual e depende principalmente da diminuição do índice de retransmissibilidade do novo coronavírus.

Segundo o Jornal Nacional, a retomada do Comércio está consicionada a uma ocupação dos leitos de UTI em 70%.

A portaria estabelece que a primeira fase do cronograma será dividida em três frações e, conforme versa o Decreto Estadual nº 29.742, de 4 de junho de 2020, deixa claro que a reabertura somente ocorrerá após novo decreto assinado pela chefe do Executivo estadual. Conforme anunciado pela governadora Fátima Bezerra na última segunda-feira (15), a data prevista para a retomada é 24 de junho, mas será confirmada mediante cumprimento das metas sanitárias.

Veja aqui a íntegra do decreto.

Estado

Governo do RN quer contratar UTIs em hospitais privados também lotados

O Governo do RN segue em uma verdadeira ‘peleja’ com relação à falta de leitos de UTI para pacientes com Covid-19, após ter desistido de montar um Hospital Estadual de Campanha.

O Prefeito Álvaro Dias tem feito cobranças reiteradas a governadora Fátima por ações enérgicas.

Nesta quinta-feira (18), o Governo do RN enviou release informando uma chamada pública para hospitais privados disponibilizarem leitos de UTI pelo SUS.

Mas as notícias que correm são que os hospitais privados de Natal também estão lotados ou perto da lotação.

Semana passada, a Casa de Saúde São Lucas chegou a fechar o pronto-socorro, pois o hospital não comportava receber mais pacientes para internamento.

Estado

“O setor produtivo agoniza”, diz em nota o Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do RN

NOTA SHRBS-RN DECRETOS ESTADUAIS

Precisamos de uma retomada dos serviços com planejamento, segurança e responsabilidade. Já se passaram 90 dias. São três meses em que se esperam ações concretas e iniciativas por parte do Poder Público.

O setor de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Rio Grande do Norte está em vias de não suportar mais. O número de desempregados cresce fortemente, desestruturando fortemente e ainda mais as famílias potiguares.

Como fazer a economia “girar” quando não se tem garantias para isso? De que forma agir quando entra Decreto, sai Decreto e é como se as coisas tivessem sendo “empurradas com a barriga”?

Nós, do Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN), englobam-se centenas de empreendimentos que geram milhares de empregos e contribuem para a economia do Rio Grande do Nortee a sobrevivência de famílias inteiras. Ações pela saúde são importantes e lutamos e defendemos todas e cada uma delas. Como são também as das áreas da educação e segurança.

O setor produtivo agoniza e é urgente que se desenvolvam estratégia e ações para que, aos poucos e com responsabilidade, haja a sinalização de uma recuperação econômica dos diversos segmentos da nossa economia.

Habib Chalita
Presidente SHRBS-RN

Economia

“Chegamos ao nosso limite”, diz presidente da CDL Natal sobre isolamento

Nota

Chegamos ao nosso limite. Fomos empáticos nesses quase 90 dias de isolamento social. Temos contribuído a todo momento, seja com plano de retomada das atividades, doação de máscaras, conserto de respiradores, e apoio aos decretos governamentais por exemplo. Só que não dá mais para continuar assim.

A economia do Rio Grande do Norte não suporta mais. Estamos com um crescente no desemprego. A quantidade de pedidos de seguro-desemprego de trabalhadores com carteira assinada, no Rio Grande do Norte, subiu 43,21% no mês de maio, em comparação com o mesmo período do ano passado. O Sistema Nacional de Emprego (Sine) no Estado recebeu, ao longo do mês de maio, 10.526 pedidos para o seguro-desemprego, em 2019 foram 7.350, e isso é o que? Reflexo dessa crise de saúde pública que levou a reboque a economia do Estado.

O que o setor produtivo busca é o equilíbrio das ações em prol da Saúde, segurança, educação e economia para salvar vidas. Continuamos defendendo a retomada das atividades. Uma retomada planejada, consciente e segura para todos.

Natal, 15 de junho de 2020

José Cordeiro de Lucena Neto

Estado

Isolamento continua: Governo prorroga para dia 24 a retomada das atividades econômicas no RN

O Estado do Rio Grande do Norte não atingiu as metas sanitárias para a retomada da economia, prevista para esta quarta-feira (17), conforme publicado no Decreto Estadual nº 29.742, de 04 de junho de 2020, e deverá prorrogar a reabertura gradual das atividades econômicas por mais uma semana (24).

A decisão foi anunciada nesta segunda (15) pela governadora Fátima Bezerra, em videoconferência realizada com o setor produtivo, representado pelas entidades do comércio, do turismo, da indústria e do transporte de passageiros.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

A retomada da economia também é condicionada, pelo decreto, à taxa de ocupação de leitos públicos para tratamento da Covid-19. Na última semana em observação, na região Metropolitana de Natal e em Guamaré a taxa foi de 100%; na Região Oeste, 93,4%; e apenas no Seridó ficou abaixo da meta, com 67,7%.

Estado

Mais 813 profissionais de Saúde são convocados para reforçar combate à pandemia

O Governo do Estado convocou mais 813 profissionais para reforçar o quadro de pessoal da Secretaria Estadual da Saúde Pública (Sesap), durante o período de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Os convocados foram aprovados no Recrutamento para Contratação Temporária de Excepcional Interesse Público em atendimento ao Plano de Contingência Hospitalar para o enfrentamento da Covid-19. A convocação foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado (DOE) deste domingo (14), regido pelo Edital nº 001/2020 SESAP/RN, publicado no DOE de 02 de abril de 2020.

Os profissionais irão atuar nas oito Regionais de Saúde em todo o Rio Grande do Norte. Entre os convocados estão médicos plantonistas (38), enfermeiros (79), fisioterapeutas (61), farmacêuticos- bioquímicos (26), técnicos em enfermagem (228), em radiologia (13) e em laboratório (57), auxiliares de cozinha (48), copeiros (100), cozinheiros (6), higienistas hospitalares (68) e maqueiros (56).

Os convocados deverão apresentar-se no período de cinco dias úteis contados da data da publicação. O candidato será atendido exclusivamente por meio virtual, tendo que enviar a documentação exigida no prazo entre a data de publicação.

O candidato precisa ainda entrar no link http://portalsei.rn.gov.br/ e na aba de acesso ao SEI, criar seu usuário externo e senha. Após a criação do usuário externo, o candidato deve enviar e-mail para sei.sesap@gmail.com informando nome e CPF com o título “LIBERAÇÃO CONCURSO SESAP”, para que seu usuário seja liberado.

Confira a convocação completa no link:

http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20200614&id_doc=685953

Economia

RN não aguenta mais 90 dias de isolamento como atualmente, diz secretário de Tributação do RN

Desde 23 de março, o Rio Grande do Norte adotou as primeiras medidas de diatanciamento social para conter o Coronavírus.

Vai completar 90 dias.

O secretário de Tributação do RN, Cadu Xavier, afirmou à Tribuna do Norte: “Eu não creio que o Rio Grande do Norte suatente mais três meses de isolamento social neate patamar (de medidas) que a gente tem hoje, muito por causa do impacto econômico”.

Do Blog: Uma declaração lúcida de um técnico preparado do Estado, que tem o respeito até da oposição ao Governo Fátima na Assembleia Legislativa.

Mas eu acho – humildimente – que o secretário ainda foi generoso em dizer que o Estado não aguenta mais três meses do isolamento atual. Esse tempo deve ser menor.

Estado

“Plano de Retomada da Economia do RN será publicado na próxima semana”, diz Secretário de Tributação ao Blog

O Secretário Estadual de Tributação, Cadu Xavier, disse ao blog pelo twitter, que na próxima semana será publicado o Plano de Retomada da Economia Potiguar.

Respondeu a um questionamento que fiz no twitter: “Fico aqui me questionando: o início de um ‘plano’ para a retomada da economia do Estado do Rio Grande do Norte é apenas cursos online e “diálogo com o setor empresarial através da Fecomércio”?

“O Plano é composto pela definição de fases, frações, e a definição de protocolos que vão propiciar o retorno da atividade econômica com a maior segurança possível para os clientes e para os colaboradores dos estabelecimentos”, afirmou Cadu.

Cadu Xavier

Economia

Inacreditável: O início de um ‘plano’ do Governo do RN para retomada da economia potiguar

O Governo do RN divulgou release informando que iniciou juntamente com a Fecomércio a execução do Plano de Retomada Gradual da Economia Potiguar.

“Em videoconferência realizada nesta sexta-feira (12), a governadora Fátima Bezerra e o empresário Marcelo Queiroz firmaram uma parceria que integra as ações concretas do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica do RN, como a oferta de cursos online gratuitos”, diz o release.

“O Plano aponta uma retomada com embasamento técnico científico através de protocolos de biossegurança muito consistentes. Consideramos que o turismo é uma das cadeias que mais geram emprego e renda, e foi um dos setores mais afetados, cuja retomada vai ser mais difícil, e é nessa questão onde reside a maior importância desse plano, feito em diálogo com o setor empresarial através da Fecomércio”, expôs a governadora.

E o blog fica aqui se questionando: o início de um ‘plano’ para a retomada da economia do Estado do Rio Grande do Norte é apenas cursos online e “diálogo com o setor empresarial através da Fecomércio”?

Estado

Hospital João Machado, Coronavírus e o atendimento psiquiátrico

O Hospital João Machado (HJM), em Natal, referência para o tratamento de doenças psiquiátricas, abriu, nesta sexta-feira (12), 10 leitos destinados a pacientes com Covid-19, para fortalecer o enfrentamento à pandemia no estado.

A enfermaria da qual os novos leitos fazem parte já conta com uma estrutura para a abertura de mais nove leitos e o plano final é chegar a um total de 36 leitos, dos quais 10 são de cuidados intermediários (UCI) e os demais clínicos, para estabilização de pacientes.

Além disso, já se encontra em obras uma ala para comportar 48 novos leitos clínicos também voltados ao tratamento da Covid-19.

O João Machado também irá dispor de 20 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), cujo processo de implantação está previsto para ser finalizado na próxima semana, pela empresa Avante Social, contratada pelo Governo do Estado também para se encarregar do gerenciamento desses leitos.

Do Blog: Ótimo que o Estado esteja ampliando os leitos para tratar a Covid-19. Mas que no caso do Hospital João Machado, não se perca seu foco, o tratamento de doenças psiquiátricas.

Leitos Hospital João Machado

Estado

Assembleia RN aprova antecipação de feriado dos mártires para 12 de junho

A Assembleia Legislativa do RN aprovou na manhã desta quarta-feira (10) o projeto de autoria do Poder Executivo que antecipa o feriado do dia 3 de outubro, dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, para a sexta-feira (12). O objetivo da proposta é, aliada à folga do feriado de Corpus Christi, na quinta-feira (11), ampliar a taxa de isolamento social dos potiguares durante a quarentena. A medida, que foi alvo de debate durante a votação, foi aprovada por 14 votos a cinco e 4 ausentes.

O texto prevê que a antecipação dos feriados via decreto fica autorizada enquanto durar o estado de calamidade pública no Rio Grande do Norte em função da crise na saúde pública pela pandemia do novo coronavírus. Porém o único feriado estadual disponível neste ano para antecipação é o do dia 3 de outubro.