Natal

Prefeitura do Natal lança aplicativo contra a dengue

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), lançou, durante a Campus Party, que aconteceu de 16 a 18 de agosto em Natal, o aplicativo de smartphone “Dengue Não”, que tem o intuito do reforçar o combate ao mosquito transmissor da doença, de forma interativa e colaborativa com a população. E, agora, reforça a divulgação para a população, de modo a alcançar melhores resultados.

Na ferramenta, é possível ter recomendações sobre os mitos e verdades da enfermidade e checar recomendações de boas práticas para não facilitar a reprodução do Aedes aegypti.

Dentro do app, existe um ranking com pontuação e premiação para os usuários que usam a ferramenta.

Como usar:

Depois de um cadastro inicial, se o usuário identificar focos de dengues em terrenos baldios ou em sua caixa d’água, por exemplo, ele deve ir no espaço “notifique” e inserir o endereço do local atingido enviando uma fotografia juntamente com os dados. Estas informações vão para um mapa interativo dentro do aplicativo. Dentre 7 a 15 dias o problema será apurado e resolvido. Também há a possibilidade de informar sintomas suspeitos de dengue e receber orientação quanto à procura de uma unidade de saúde.

O aplicativo “Dengue Não” já está disponível para aparelhos móveis com sistema operacional Android e futuramente também estará disponível para IOS. Existe também a possibilidade de acessar o aplicativo por computadores em sua versão Web, mas sem a opção de jogos.  Para baixar o aplicativo, basta acessar o link Applink.com.br/colabore_natal.   

Dengue Não

Natal

Exames de arboviroses em moradores do Tirol confirmam Chikungunya e Dengue

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu os laudos das amostras dos casos suspeitos de arboviroses, notificados em moradores do bairro Tirol, zona leste de Natal, no último mês de março, quando cerca de 80 pessoas apresentaram sintomas semelhantes.

Os exames haviam sido enviados ao laboratório da Fiocruz, que concluiu que das 24 amostras viáveis analisadas, 23 apresentaram resultado positivo para Chikungunya e 1 para dengue.

Natal

Natal tem redução de 96,2% dos casos de dengue em um ano

As ações de monitoramento do Vigiadengue e as atividades de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) são responsáveis pela redução do número de notificações de casos de dengue no município.

De janeiro até o dia 13 de fevereiro, foram notificados 103 casos, que corresponde a uma redução de 96,2% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 2.708 casos. Se comparado ao ano de 2015, quando foram notificados 952 casos, a redução é de 89,2%.

Cidades

Seis pessoas com suspeitas de dengue morrem em cidade do RN

De sábado até ontem, seis pessoas morreram em João Câmara com os sintomas da Dengue. Inclusive, dois irmãos de uma idade já avançada morreram em um intervalo de poucas horas. 

Uma criança de 10 anos também está entre as seis vítimas com suspeitas de morte pela dengue. 

É um fato grave que merece atenção urgente das autoridades. 

Estado

RN tem aumento de 98% nos casos suspeitos de dengue

O Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou, nesta quarta-feira (17), a situação epidemiológica da dengue no Rio Grande do Norte.

De 03 de janeiro a 13 de fevereiro de 2016 (semana epidemiológica 06), foram notificados 4.753 casos suspeitos de dengue, dos quais 356 foram confirmados.

pEm relação ao ano passado, no mesmo período, observa-se um aumento de 98,46% com relação à notificação.

Estado

Dia D de combate à Dengue em Natal conta com Ministro, Governador, Prefeito e Senadora

O Brasil inteiro viveu neste sábado o Dia D de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, chikungunya e da zika.

A mobilização nacional ocorreu em 353 municípios do país.

Na capital potiguar a ação se concentrou no pátio do Ginásio Nélio Dias, no bairro Gramoré, Zona Norte.

O objetivo do evento é alertar a população sobre a importância do combate ao mosquito. Mais de três milhões de residências serão inspecionadas por agentes de combate a endemias e de saúde em todo o país.

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, veio participar da mobilização em Natal, que contou ainda com o governador Robinson Faria, o prefeito Carlos Eduardo e a senadora Fátima Bezerra.

Fotos: Alex Régis e Demis Roussos  
  
  

Estado

Dados apontam queda no número de notificações de casos de dengue‏

O Programa Estadual de Controle da Dengue divulgou o boletim referente à Semana Epidemiológica 37, no qual foi verificada uma expressiva diminuição no número de notificações da doença. A queda foi identificada a partir da semana epidemiológica 14, o que indica que o Estado permanece num quadro não epidêmico.

No Rio Grande do Norte foram notificados 26.041 casos suspeitos de dengue do inicio do ano até o dia 19 de setembro (Semana Epidemiológica 37), dos quais 5.299 foram confirmados. Em relação ao ano passado, no mesmo período, se observa um aumento de 128,44% no número de casos notificados. Entretanto, apesar desse aumento, constatado nos dados acumulados, percebe-se uma diminuição nas últimas semanas.

De acordo com o Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD), de 4 de janeiro a 19 de setembro do ano de 2015, o RN tem 94 municípios com incidência alta de dengue (aqueles que notificaram mais de 300 casos da doença por 100.000 habitantes). Porém no cenário atual, nas últimas seis semanas epidemiológica (09/08 a 19/09/2015), esse número diminuiu para dois municípios com incidência alta da doença: Timbaúba dos Batistas e Santa Maria.

O PECD informa que 127 municípios encontram-se “silenciosos”, ou seja, não notificaram nenhum caso suspeito de dengue. Isso aponta uma necessidade de sensibilizar os profissionais de saúde para a responsabilidade de notificarem todos os atendimentos que se enquadrarem na definição de caso suspeito para dengue definido pelo Ministério da Saúde.

Os casos considerados suspeitos, de acordo com o Ministério, são: pessoa que viva ou tenha viajado nos últimos 14 dias para área onde esteja ocorrendo dengue ou que tenha a presença de Ae. Aegypti que apresente febre, usualmente entre 2 a 7 dias, e apresente duas ou mais das seguintes manifestações: náuseas, vômitos, exantemas, mialgias, artralgia, cefaleia, dor retroorbital, petéquias ou prova do laço positiva e leucopenia.

Estado

RN tem 24.162 casos de dengue notificados no RN

Nesta segunda-feira (27), o Programa Estadual de Controle da Dengue da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), divulgou os números atualizados da doença no Estado. De acordo com o relatório, até a semana epidemiológica nº 26, que corresponde aos dados coletados desde o início do ano até o dia 04 de julho, foram notificados 24.162 casos de dengue em todo o Rio Grande do Norte, dos quais 4.480 foram confirmados.

Em relação ao mesmo período do ano passado, há um aumento de 166,45% no número de casos notificados, entretanto, desde o mês de junho passado o Rio Grande do Norte se encontra livre da epidemia de dengue, já que nas últimas oito semanas epidemiológicas o número de notificações vem caindo consideravelmente, devido à sazonalidade da doença, que é de outubro a maio.

Segundo a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Kristiane Fialho, “embora a epidemia tenha acabado, os casos de dengue continuam surgindo durante todo o ano. Por isso, a população precisa continuar vigilante e coparticipativa, tomando os cuidados básicos de prevenção, como manter os reservatórios de água tampados, não acumular lixo em locais inapropriados e manter a lixeira fechada, não deixar água acumulada sobre a laje ou calhas, entre outros”.

Diversos

RN sai do quadro de epidemia de dengue

Com a queda nos números da dengue, o Rio Grande do Norte sai do quadro de epidemia da doença. Os últimos dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do Programa Estadual de Controle da Dengue, mostram que desde o início do ano até 13 de junho, foram notificados 22.723 casos suspeitos de dengue, dos quais foram confirmados 3.617 casos.

Em relação ao mesmo período do ano passado, observa-se um aumento de 185,39% no número de casos notificados, percentual menor que o da semana epidemiológica anterior, que apontava um aumento de 204,25%. O Programa Estadual de Controle da Dengue verificou uma diminuição no número de notificações de dengue nas seis últimas semanas epidemiológicas (03/05 a 13/06/2015), devido à sazonalidade da doença, que é de outubro a maio, segundo Sílvia Dinara, coordenadora do Programa.

Quanto à incidência, um total de 86 municípios – em dados cumulativos – está com incidência alta de dengue, ou seja, notificaram mais de 300 casos da doença por 100.000 habitantes. Porém, nas últimas seis semanas, esse número diminuiu para 10 municípios com incidência alta da doença: Pedra Preta, Timbaúba dos Batistas, São João do Sabugi, Jardim do Seridó, Ipueira, Patu, Lajes Pintadas, Nova Cruz, Lagoa de Velhos e Várzea. 30 municípios estão com média incidência da doença, 37 estão com baixa e 14 com incidência silenciosa.

z

Estado

Segundo a SESAP, RN tem quase 20 mil casos suspeitos de dengue

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), através do Programa Estadual de Controle da Dengue, emitiu nesta terça-feira (26), mais um boletim com a análise da situação da dengue no Rio Grande do Norte. De janeiro até o último dia 16 de maio foram notificados 19.153 casos suspeitos de dengue, o que representa um aumento de 277,70% em comparação com o mesmo período do ano passado. Do total de notificações, 2.480 casos foram confirmados através de exames laboratoriais.

Os municípios que mais notificaram casos suspeitos de dengue foram: Natal (5.140 casos suspeitos), Parnamirim (1.165), Mossoró (873), Ceará-Mirim (755) e Caicó (715). O número de óbitos confirmados desde o início do ano até agora é de dois casos: um em Natal (no mês de janeiro) e outro em Montanhas (no mês de março).

O Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD) da Sesap continua realizando visitas técnicas aos municípios, para orientar as ações de prevenção e combate a doença. Desde o início do ano os carros-fumacê (operação UBV) já estiveram em 23 municípios do estado e, neste momento, estão sendo realizadas operações nos municípios de Natal, Parnamirim, Caicó, Nova Cruz e Caraúbas.

Diversos

RN tem 15.122 casos suspeitos de dengue

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do Programa Estadual de Controle da Dengue, divulgou nesta terça-feira (5) os novos números da doença no Rio Grande do Norte. As informações são referentes à semana epidemiológica nº 17, com dados coletados até o dia 02 de maio. Ao todo, foram notificados 15.122 casos suspeitos de dengue no estado, o que representa um aumento de 272,19% em comparação ao mesmo período do ano passado. Do total de notificações, 1.724 casos foram confirmados.

 Os cinco municípios que mais notificaram foram Natal (4.006), Parnamirim (915), Mossoró (621), Currais Novos (576) e Santa Cruz (492). Quanto à incidência em dengue, 67 municípios apresentaram alta, 28 estão com média, 49 estão com baixa e 23 apresentaram incidência silenciosa.

Diversos

Secretaria Estadual de Saúde decreta epidemia de Dengue no RN

O Secretário de Estado da Saúde Pública, Ricardo Lagreca, decretou epidemia de dengue no Rio Grande do Norte. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, no início da tarde desta sexta-feira (27), no gabinete do Secretário. Diante desse quadro, Ricardo Lagreca informou que a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) intensificará as ações de combate à doença.

O cenário epidêmico foi decretado em função do aumento significativo no número de notificações: do início deste ano até esta sexta-feira, foram notificados 6.902 casos suspeitos de dengue, o que representa um aumento de 169,82% em comparação ao mesmo período do ano passado. Deste total, houve 523 confirmações da doença. O prazo para diagnóstico laboratorial é de 60 dias.

Os municípios que mais notificaram foram: Natal (1868), Currais Novos (508), Parelhas (404), Parnamirim (368), Cerro Corá (243), Acari (230), Ceará-Mirim (213) e São Gonçalo (199). Quanto aos óbitos no estado, desde o início do ano até o momento, foram notificados 7 casos suspeitos, dos quais um foi confirmado.

 

Cidades

RN tem 5.411 casos suspeitos de dengue

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do Programa Estadual de Controle da Dengue, divulgou nesta segunda-feira (23) os novos números da doença no Rio Grande do Norte. As informações são referentes à semana epidemiológica nº 11, com dados coletados até o dia 21 de março. No total, foram notificados 5.411 casos suspeitos de dengue no estado, dos quais 523 foram confirmados.

 Os cinco municípios que mais notificaram foram Natal (1440), Currais Novos (500), Parelhas (363), Parnamirim (338) e Cerro Corrá (238). Quanto à incidência em dengue, 27 municípios apresentaram alta, 28 estão com média, 53 estão com baixa e 59 apresentaram incidência silenciosa.

CidadesCotidianoDiversos

RN teve 13.369 casos notificados como suspeitos de dengue em 2014

O RN apresentou 13.369 casos notificados como suspeitos de dengue, entre o início de 2014 até o dia 03 de janeiro de 2015, o que aponta uma queda de 46,45%, em comparação ao total de notificações referentes ao ano de 2013 (24.965 casos). Os números foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do Programa Estadual de Controle da Dengue, e são referentes à Semana Epidemiológica nº 53.

Quanto aos óbitos, foram notificados 41 casos suspeitos, dos quais se confirmaram 25. Esses dados mostram uma redução de 21% em relação ao ano de 2013, quando foram registrados 52 casos suspeitos. A letalidade da doença também caiu: de 28,68%, em 2013, passou para 16,34%, em 2014, correspondendo a um decréscimo de 43,02%. Do total de municípios do RN, 55 apresentam alta incidência da doença, 34 estão com média, 62 com baixa e 16 com incidência silenciosa.

Sem categoria

Sesap divulga dados da incidência de dengue no Estado

Segundo o boletim divulgado pelo Programa Estadual de Controle da Dengue da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) com a situação da dengue no Rio Grande do Norte, com informações referentes ao período de 1º de janeiro a 11 de outubro de 2014, o Estado apresenta 50 municípios com incidência alta da doença e 33 com incidência média.

O número de casos notificados da doença é de 11.910, sendo 3.783 confirmados, com 17 óbitos por dengue. No ano de 2013 foram notificados 23.052 casos, sendo 10.195 confirmados e 26 óbitos por dengue. Os números mostram uma queda de 48,33% em relação aos casos notificados e uma queda de 53% no número de óbitos por dengue, em comparação com o ano passado.

A ausência da investigação dos sinais de alarme (dor abdominal intensa, vômito persistente e sangramentos importantes), a hidratação inadequada (que deve ser feita desde o primeiro atendimento) e a liberação dos pacientes sem atender aos critérios de alta médica recomendados pelo Ministério da Saúde são indícios apontados, pelo próprio Ministério, como fatores para o aumento das taxas de óbitos por dengue.

Sem categoria

Natal está em alerta para possível surto de Dengue

A infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre chikungunya, representa risco para 117 municípios brasileiros, segundo o Ministério da Saúde. A pasta informou nesta terça-feira (4) que focos do mosquito foram encontrados em quatro de cada cem casas visitadas.

Entre as cidades em situação de alerta estão dez capitais: Belém (PA), Porto Velho (RO), Maceió (AL), Natal (RN), Recife (PE), São Luis (MA), Aracaju (SE), Vitória (ES), Cuiabá (MT) e Porto Alegre (RS).

Sem categoria

Ministério da Saúde avalia Natal fora do risco de epidemia de dengue‏

Natal recebeu uma grande notícia do Ministério da Saúde.

Pela primeira vez em 12 anos, a cidade foi considerada fora do risco de epidemia de dengue.

A avaliação positiva levou em conta os dados do Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypt (LIRAa). Aplicada em todas as regiões do Brasil, a metodologia revelou que para cada 100 domicílios visitados em Natal, 0,8% havia a presença do mosquito da dengue.

Conforme preconiza o Ministério da Saúde, o município não corre risco de epidemia de dengue por apresentar índice abaixo de 1%.

Sem categoria

16 bairros de Natal estão vulneráveis à epidemia de dengue

Dezesseis bairros de Natal estão muito vulneráveis para os casos de dengue no próximo período chuvoso, em 2012. Os dados são do  Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde que coloca os bairros de Nossa Senhora da Apresentação, Potengi, Quintas, Guarapes, Felipe Camarão, Cidade Nova, Petrópolis e Mãe Luíza com vulnerabilidade muito alta para a doença; e os bairros Igapó, Pajuçara, Bairro Nordeste, Bom Pastor, Cidade da Esperança, Cidade Alta, Praia do Meio e Areia Preta com vulnerabilidade alta.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) buscam medidas para tentar conter essa iminente fragilidade da capital e dos demais municípios do Rio Grande do Norte em 2012, que – segundo o Ministério da Saúde – tende a ser o pior epidemia de dengue da história. O grande risco está na reintrodução de um novo tipo da doença (o tipo 4) e a volta do tipo 1.

Este ano, já foram registrados 26 mil casos e 45 óbitos suspeitos do Estado.

*Com informações da Tribuna do Norte


Sem categoria

Dengue em Natal tem redução de 41,69%

A cidade do Natal apresentou uma redução na incidência dos casos de dengue de 41,69%.

O percentual corresponde ao período das semanas 24 (13 a 19 de julho) a 27 (4 a 10 de julho) deste ano, contabilizadas pelas estatísticas das equipes do Programa Municipal de Controle da Dengue de Natal, que organizam um relatório semanal sobre a incidência da doença na capital potiguar.

Sem categoria

Hospital do Seridó unido contra a Dengue

Consciente da epidemia de Dengue que se alastra pelo Estado, o Hospital do Seridó, em Caicó, organizou uma vasta programação de palestras, que serão oferecidas a todos os seus funcionários, com o objetivo de combater o aumento da incidência de casos da doença.

PROGRAMAÇÃO:

TERÇA-FEIRA:

09:00HS – PALESTRA AO PUBLICO

TEMA: “HOSPITAL DO SERIDÓ UNIDO CONTRA A DENGUE”

Palestrante: Enfermeiras: Valmira Bezerra e Virginia Moraes

09:30HS – APRESENTAÇÃO TEATRAL

Grupo de Teatro Arte e Vida – Secretaria Municipal de Saúde.

QUARTA-FEIRA: CURSOS DE CAPACITAÇÃO PARA OS FUNCIONÁRIOS

TEMA: “HOPITAL DO SERIDÓ CONTRA A DENGUE”

08:00 às 09:00 – FUNCIONÁRIOS DOS SETORES: Limpeza e Lavanderia

09:00 às 10:00 – FUNCIONÁRIOS DO SETOR : Enfermagem

Palestrantes: Enfermeira: Valmira Bezerra e Assistente Social: Diléia Ribeiro

QUINTA-FEIRA: CURSOS DE CAPACITAÇÃO PARA OS FUNCIONÁRIOS

TEMA: “HOPITAL DO SERIDÓ CONTRA A DENGUE”

08:00 às 09:00 – FUNCIONÁRIOS DOS SETORES: Enfermagem e Laboratório

09:00 às 10:00 – FUNCIONÁRIOS DO SETOR: Cozinha

Palestrantes: Enfermeira: Helena Alves, Assistente Social: Conceição Dantas e Nutricionista: Leila Dayane.

SEXTA-FEIRA: CURSOS DE CAPACITAÇÃO PARA OS FUNCIONÁRIOS

TEMA: “HOPITAL DO SERIDÓ CONTRA A DENGUE”

08:00 às 09:00 – FUNCIONÁRIOS DOS SETORES: Burocrático, Recepção, Carros Sociais e Maqueiros.

09:00 às 10:00 – FUNCIONÁRIOS DOS SETORES : Atendente de Consultórios, Farmácia, Raio X e Fisioterapia

Palestrantes: Enfermeiras: Maria Bernadete da Nóbrega e Virginia Moraes, Assistente Social e Responsável pelo Núcleo de Epidemiologia: Maria dos Santos Silva Fernandes e Diléia Ribeiro.

NO PERÍODO DE 21/03 À 25/03 – Palestras Diárias com Usuários e Acompanhantes.

Com a Equipe de Multiprofissionais do Hospital do Seridó, De acordo com os seguintes Setores: Obstetrícia, Pediatria, Clinica Médica e Cirúrgica e Ambulatórios.

INICIATIVA: Deputado Estadual Vivaldo Costa, Presidente da Fundação Hospitalar Dr. Carlindo Dantas.