Política

Lideranças de Cerro Corá e Pedra Preta declaram apoio à pré-candidatura de Carlos Eduardo

O pré-candidato a governador pelo PDT, Carlos Eduardo, recebeu novos apoios nesta quinta-feira (05). Depois do ex-prefeito de Triunfo Potiguar, Gildenor Fonseca(PSB) e quatro vereadores, o ex-prefeito de Cerro Corá, a 150 km de Natal, Novinho Borges(Democratas), veio ao PDT comunicar que está com Carlos Eduardo para governador. Novinho foi duas vezes prefeito e três vezes vereador.

No final da tarde, Carlos Eduardo recebeu a vereadora Cathirene Teixeira e o ex-vice-prefeito Getúlio Bandeira, de Pedra Preta, a 120 km da capital. Os dois são do Podemos e foram declarar apoio ao pré-candidato do PDT.

CE e Novinho

Carlos Eduardo e Novinho, ex-prefeito de Cerro-Corá

Uncategorized

Hillary chega à votação nos EUA com dianteira sobre Trump 

Da Folha de São Paulo:

Um dos dois, a democrata Hillary Rodham Clinton, 69, ou o republicano Donald John Trump, 70, será escolhido nesta terça-feira (8) como o 45º presidente dos Estados Unidos da América, após 17 meses, mais de US$ 2 bilhões arrecadados e um sem-fim de insultos numa campanha que ameaça como poucas a coesão projetada 240 anos atrás no nome da nação.

Ela chega com um favoritismo frágil. Na média de pesquisas, está três pontos à frente dele, margem mais estreita do que os sete pontos que os separavam há 20 dias, mas acima dos dois pontos de distância no começo do mês.

Política

Justiça mantém registro de candidatura da chapa eleita em Portalegre

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu acatou o recurso da defesa de Neto Freitas, mais conhecido como Neto da Emater (PP), e Edimar Euclides (PMDB), eleitos prefeito e vice de Portalegre, e manteve os registros de candidatura. Com a decisão, os dois estão aptos a serem diplomados.

Na decisão por 4 a 3, os magistrados aceitaram o pedido da defesa que mostrou que não houve irregularidades eleitorais praticadas pelo vice Edimar Euclices, que figurou na lista do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Neto da Emater foi eleito prefeito de Portalegre com 2.971 votos, o equivalente a 58,25% dos votos válidos. Com a decisão de hoje, fica mantido o resultado das urnas e a chapa eleita está apta para ser diplomada.

Política

PT não consegue nenhuma vitória no 2º turno

*Com informações do G1

O PSDB foi o partido que mais elegeu prefeitos no segundo turno das eleições municipais deste ano, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foram 14 prefeituras conquistadas, de um total de 19 em que o partido disputava o cargo. Já o PT, que disputava sete prefeituras, não elegeu nenhum candidato.

Em seguida, aparece o PMDB, que, elegeu nove prefeitos de um total de 15 disputas. Já o PPS, que aparece em terceiro lugar com cinco prefeitos eleitos, havia disputado sete prefeituras.

O PSDB foi o grande vitorioso do domingo. O partido só perdeu em Belo Horizonte, Campo Grande, Cuiabá, Caucaia (CE) e Franca (SP). O principal revés foi na capital mineira, em que João Leite, que terminou à frente no 1º turno, levou a virada no segundo e perdeu a disputa para Kalil (PHS).

Política

Aliado de Aécio Neves perde em Belo Horizonte (MG) para Alexandre Kalil (PHS)

Do G1 de Minas Gerais:

Alexandre Kalil (PHS) é eleito prefeito de Belo Horizonte, neste domingo (30). O resultado foi confirmado com 97% das urnas apuradas, quando o candidato alcançou 53,31% dos votos. Ele derrotou o candidato João Leite (PSDB), que disputava pela terceira vez a eleição na capital mineira.

Alexandre Kalil tem 57 anos e é empresário. Ele foi presidente do Atlético-MG. Na política, Kalil vai para a primeira candidatura. Em 2014, ele chegou a ser pré-candidato a deputado estadual, mas desistiu do pleito.

Política

Colega de partido de Marina, Clécio Luis é reeleito prefeito de Macapá

Do UOL

O prefeito de Macapá, Clécio Luis (Rede), 44, foi reeleito neste domingo (30). Ele derrotou o ex-senador Gilvam Borges (PMDB), antigo aliado do ex-presidente José Sarney, 58.

O prefeito reeleito optou por enfatizar, em seu programa eleitoral, um discurso de “continuidade” de sua gestão. Ele se apresentou ao eleitor da capital do Amapá como único candidato capaz garantir recursos federais, em uma época de crise econômica.

Uma de suas bandeiras é o projeto “Macapá Cidade que Avança”, propagandeado por Clécio como a “maior obra viária da cidade”. A ex-senadora Marina Silva e o senador Randolfe Rodrigues participaram ativamente da campanha do colega de partido.

Política

Gean Loureiro (PMDB) é eleito prefeito de Florianópolis

Do G1

Gean Loureiro (PMDB) foi eleito neste domingo (30), em segundo turno, o novo prefeito de Florianópolis. Com a apuração completa às 18h50, o candidato teve 50,26% dos votos válidos, e Angela Amin (PP) 49,74%.

Gean Loureiro concorreu pela coligação “Um novo olhar para Florianópolis” (PMDB / PSDB / DEM / PDT / PRB / PRTB / PSC / PTB / PTN / SD / PR / PRP / PPS / PPL / PTC) e tem como vice-prefeito João Batista (PSDB).

Angela Amin estava na frente, até a apuração dos últimos 2% das seções apuradas, quando houve a virada.

Resultado oficial:

Gean Loureiro – 111.943 VOTOS

Angela Amin – 110.790 VOTOS

Política

Rafael Greca é eleito prefeito e volta a comandar Curitiba após 20 anos

Do UOL

O engenheiro e ex-ministro Rafael Greca (PMN) é o novo prefeito de Curitiba (PR). Greca administrou a cidade entre 1993 e 96 — na época, filiado ao PDT — e volta ao Palácio 29 de Março com apoio do governador Beto Richa (PSDB) e de outros sete partidos (PMN, PTN, PSB, PT do B, PSDC e DEM). O candidato já havia tentado voltar à prefeitura em 2012, quando concorreu pelo PMDB e caiu no primeiro turno.

No segundo turno, Greca venceu o deputado estadual e administrador de empresas Ney Leprevost (PSD), que surpreendeu e deixou de fora da disputa do segundo turno o atual prefeito e candidato à reeleição Gustavo Fruet (PDT).

Com 100% das urnas apuradas, Greca foi eleito com 53,25% contra 46,75% de Leprevost.

Resultado oficial:

Greca: 461.736 VOTOS

Leprevost: 405.315 VOTOS

Política

Segundo Turno: 32,9 milhões de eleitores voltam às urnas neste domingo (30) em 57 cidades

Neste domingo (30), 32,9 milhões de eleitores de 57 cidades voltam às urnas para escolher seus prefeitos. O segundo turno das eleições só ocorre nos municípios com mais de 200 mil eleitores, quando nenhum candidato obtém a maioria dos votos válidos (50% mais 1 voto) no primeiro turno.

Haverá segundo turno em 18 capitais e em outros 39 municípios de 11 estados.
São Paulo é o estado com maior número de municípios onde haverá segundo turno, no total de 13. Em seguida vem o Rio de Janeiro, com oito.

Política

Prefeito eleito de Assú comemora vitória neste sábado (15)

A festa da vitória do prefeito eleito de Assú, Dr. Gustavo (PR), e da vice Sandra (PMDB), será neste sábado (15), animada por Chicabana, Trio de Capilé e Lucas Santos, a partir das 22h.

Dr. Gustavo é irmão do deputado estadual George Soares (PR) e foi eleito no último dia 02 de outubro, com 18.217 votos e uma maioria de 1.241 votos, derrotando Patrício Júnior (PSD), apoiado pelo atual prefeito Ivan Júnior.

VITORIA

Política

Eleita vereadora de Natal com 4.421 votos, Wilma revela que fez cirurgia durante a campanha

Em entrevista ao Jornal da Noite, da 95 FM Natal, a vereadora eleita Wilma de Faria (PTdoB), que teve 4.421 votos, ficando em 14ª posição, fez uma revelação que surpreendeu os ouvintes: fez uma cirurgia em plena campanha e retomou a agenda poucos dias depois, indo até mesmo a caravanas e carreatas, e por essa razão destaca que a vitória na eleição foi mais que especial.

“Fiz uma campanha difícil. Não foi fácil, porque tive um problema de saúde grave e doloroso. Estou ainda em tratamento. Tive até que, no período quando começou a campanha, ir a São Paulo durante oito dias para fazer um procedimento cirúrgico”, disse Wilma.

“Eu tive um problema nas vias biliares, que tinha sido consequência de uma cirurgia que fiz em novembro do ano passado. Eu passei praticamente dois anos com problemas de saúde, que a gente só foi encontrar o diagnóstico depois. Mas, graças a Deus, estou bem”, garantiu.

“Quando fui pra rua, por incrível que pareça, meu amor pela vida pública, comecei a ficar melhor, a ficar bem. Então de repente eu que só ia pra dar uma palavrinha e tirar foto, comecei a fazer caminhada, etc”, relatou a ex-governadora.

FullSizeRender (1)

Política

Vivaldo Costa faz avaliação do pleito de 2016: “Satisfatório”

A exemplo dos demais colegas deputados, Vivaldo Costa (PROS) fez um pronunciamento de agradecimento e análise do pleito eleitoral de 2016 na sessão ordinária desta quinta-feira (6).

“Sou um homem de luta. Sou um líder e não cruzo os braços. Fiz campanha e recebi o carinho do povo. Concluo que o resultado foi satisfatório”, relatou o deputado Vivaldo.

O parlamentar citou que cooperou com a vitória dos prefeitos de Serra Negra do Norte com Serginho, Jardim do Seridó com Amazan, Acari com Isaías Cabral, Sally em Cruzeta, em São Vicente com Iracema. “E, em Carnaúba dos Dantas com dois jovens Gilson e Araidson não venceram mas fizeram uma grande campanha assim como Dr. Tiago em Parelhas, Airton em Tangará, e em outras cidades”, disse.

Em Caicó, inicialmente, o deputado Vivaldo Costa iria apoiar o irmão Bibi Costa. “Mas Bibi decidiu não participar do pleito e nem da campanha. Lancei o jovem médico Judas Tadeu (PROS) que entrou no coração de todo caicoense e futuramente poderá ser prefeito de Caicó”, salientou.

Foto: João Gilberto

z

Política

Jovem Senador do RN é eleito o vereador mais novo da história de Parelhas

O jovem Netinho de Parelhas, que fez parte do Projeto Jovem Senador do RN, venceu a disputa por uma vaga na Câmara de Parelhas pelo PMDB e apoiando o prefeito eleito Alexandre Petronilo (PMDB).

A votação de Netinho também surpreendeu: 665 votos.

Jovem Senador é um projeto anual que seleciona, por meio de um concurso de redação, 27 estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais, com idade até 19 anos, para vivenciarem o trabalho dos senadores.

z

Política

Eleito vice-prefeito de Natal, Álvaro Dias agradece votação em pronunciamento na Assembleia Legislativa

No primeiro pronunciamento que fez após ser eleito vice-prefeito de Natal, o deputado Álvaro Dias (PMDB) se dirigiu à população para agradecer a votação. Segundo o parlamentar, os números expressaram a satisfação dos natalenses com a atual administração.

“A atual gestão realmente deixa uma marca registrada na história política do Rio Grande do Norte. O prefeito Carlos Eduardo encontrou a prefeitura em dificuldades, com escolas e postos de saúde fechados, lixo acumulado nas ruas e precisou reconstruir a cidade e refazer os serviços públicos que estavam sem funcionar”, afirmou o deputado.

Álvaro Dias rebateu críticas de adversários que durante a campanha o acusaram de ter origem e atuação política no Seridó: “Tenho muito orgulho de ser caicoense. Isso não me impede de colaborar com a cidade de Natal”.

Para o deputado, o Seridó é motivo de orgulho devido à capacidade de luta do seu povo, que resiste com bravura às dificuldades impostas pela seca. “Agradeço à colônia seridoense que reside em Natal pelo apoio e confiança”, afirmou.

Foto: Eduardo Maia

z

Política

José Adécio diz que eleições municipais deixam lições para os políticos

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta quarta-feira (5), na Assembleia Legislativa, o deputado José Adécio (DEM) felicitou os prefeitos eleitos no Rio Grande do Norte e disse que as eleições municipais deste ano foram diferentes de outras anteriores.

“Faço um breve relato sobre o que vi e assisti na eleição do dia 2 de outubro. Tenho a mais absoluta certeza e convicção que o eleitor não votou em partidos, mas sim em candidatos”, declarou José Adécio.

De acordo com o parlamentar, foram muitas as lideranças políticas do Estado que não obtiveram o êxito esperado no pleito do último domingo. “A vida pública é como uma onda: ela cresce e decresce, nunca se estabiliza, nunca é constante”, comentou.

O parlamentar destacou as eleições nos municípios de Montanhas, Ipanguaçu, e Campo Grande, reforçando que foram candidaturas simples, sem grandes apoios e estruturas, porém vitoriosas.

Ao final do pronunciamento, o parlamentar parabenizou os demais colegas deputados e candidatos que apoiou nas eleições. “Agradeço aos 21 prefeitos que se elegerem com o nosso apoio e também aos outros 17 candidatos que não se elegeram, mas aceitaram o nosso apoio. Posso dizer que saio fortalecido dessa campanha, que foi um ensinamento do povo aos políticos. A minha contribuição foi com minha palavra e presença, porque o povo não votou em lideranças, mas nos candidatos”, concluiu José Adécio.

Foto: Eduardo Maia

z

Política

Os 52 municípios vencidos pelo PSD de Robinson significam 18% do eleitorado potiguar

O PSD do Governador contabiliza a eleição de 52 prefeitos no Rio Grande do Norte. É um fato. Mas pela aritmética o resultado é bem diferente. Nos 10 maiores municípios do Estado, Robinson teve vitória em apenas dois (Macaíba e São José de Mipibú). Ficou sem palanque em Natal e Mossoró. Na capital amargou a vitória esmagadora de Carlos Eduardo (PDT) no 1° turno, com 225.741 votos e uma maioria sobre o segundo colocado (Kelps) de 178.165 votos. Em Mossoró, o candidato do seu partido, o Silveirinha, saiu da disputa e a vencedora foi Rosalba Ciarlini (PP) com 67.476 votos.

Falando do terceiro maior colégio eleitoral do Estado, Parnamirim, o deputado estadual Carlos Augusto Maia (PSD), candidato que recebeu o apoio do governador, perdeu para Taveira (PRB), apoiado pelo atual prefeito Maurício Marques (PDT), por uma diferença de aproximadamente 10% dos votos válidos, exatos 8.997 votos.

Robinson perdeu em São Gonçalo do Amarante, onde o vencedor foi Paulinho da Habitação (PR). Em Macaíba, o governador saiu vencedor com a vitória de Dr. Fernando (PSD), mas a diferença para Marília Dias (PMDB) foi de apenas 5% dos votos válidos. Em Ceará-Mirim, o candidato do governador, Júlio César (PSD), perdeu para Marconi Barreto (PSDB) por uma diferença de 5.816 votos em uma articulação feita de última hora pelo atual prefeito Peixoto (PR), que desistiu da candidatura de Renato Martins (PR) e passou a apoiar Barreto.

Santa Cruz foi mais um município onde o governador ficou sem palanque e a vencedora foi Dra. Fernanda (PMDB) ao obter 66,29% dos votos válidos e uma maioria de 6.604 votos.

Passando por Caicó, o candidato do PSD, Nildson Dantas, ficou em último lugar com apenas 1.614 votos. O prefeito eleito foi Batata (PSDB) ao conquistar 12.687 votos. O partido do governador também ficou sem nenhuma representação na Câmara Municipal.

Em Assú, Dr. Gustavo (PR), irmão do deputado George Soares (PR), venceu Patrício Júnior (PSD), com uma maioria de 1.241 votos. O governador Robinson Faria participou ativamente da campanha, que também teve a participação permanente do atual prefeito Ivan Júnior.

Já Currais Novos foi mais um município onde Robinson Faria ficou sem palanque. O eleito foi Odon Júnior (PT) com uma votação de 10.497 votos.

Por último vem São José de Mipibú, onde o governador esteve no palanque do prefeito reeleito Arlindo Dantas (PCdoB), pai do vice-governador Fábio Dantas (PCdoB). Mas Arlindo sempre foi um líder, conquistando até cadeira na Assembleia Legislativa e disputando com Robinson os votos do Agreste.

Os 52 municípios onde Robinson contabiliza vitória representam apenas 18% do eleitorado potiguar (434.243 eleitores de um universo de 2.401.871). Ele deve saber fazer bem essa conta, mas política muitas vezes é assim, um jogo de faz de conta.

z

Política

Festa da vitória de Batata em Caicó será com o Bloco do Magão nas ruas

Está confirmada para o próximo sábado (08) a festa de comemoração da vitória de Batata (PSDB) para Prefeito de Caicó. Marcos do Manhoso(PP), Prefeito de Caicó. 

A programação da festa da vitória contará com inicialmente com a Orquestra do Bloco do Magão a partir das 17h nas ruas de Caicó fazendo o mesmo percurso do Carnaval até a Ilha de Sant’Ana onde em seguida haverá shows com as bandas Bonde do Brasil, Forró do Amasso, Evan e Forró do Namoro e Thiaguinho Detona.

Política

Brasil: PMDB continua sendo o partido com maior número de Prefeituras

O PMDB venceu as eleições 2016 no primeiro turno em 1.027 municípios e se mantém como o partido com o maior número de prefeituras. Desde 2012, o PMDB administra 1.015 municípios, obtendo um crescimento de 1,2% este ano. O partido ainda vai disputar 14 prefeituras no segundo turno, sendo seis capitais.

Nesse primeiro turno, o PMDB obteve 14.870.849 votos para prefeito em todo o país, superando os 13.950.804 obtidos nas eleições municipais de 2012. Os candidatos peemedebistas a vereador receberam um total de 9.928.365 votos.

O PMDB é o partido que mais elegeu prefeitos em 12 estados, se mantendo como a maior força política das eleições municipais. Em Minas Gerais, o partido cresceu 40% e somou 47 prefeituras em relação às eleições anteriores. O crescimento também foi grande no Paraná, onde o PMDB irá administrar 20 prefeituras a mais a partir de 2017. O maior crescimento proporcional foi no Pará (55%) e em Alagoas, onde o partido elegeu 52% a mais de prefeitos. Os estados de Sergipe e Pernambuco terão o dobro de prefeitos peemedebistas no ano que vem. No Ceará o crescimento também foi bastante expressivo.

z

Política

Rosalba: “É preciso abrir a caixa preta da Prefeitura de Mossoró”

“Vamos ter que abrir a caixa-preta”. A afirmação é da prefeita eleita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), em relação à suspeita de um “rombo” de mais de R$ 140 milhões nos cofres da Prefeitura de Mossoró. Rosalba afirmou em entrevista ao Jornal DeFato que não vai esperar chegar a data 1º de janeiro de 2017, quando tomará posse no cargo, e vai atuar de imediato para colher todas as informações da situação financeira do Município.

Rosalba disse que está consciente do “grande problema” que herdará da atual gestão municipal, afirmando que não se intimidará com o tamanho do desafio. Porém, vai exigir que o prefeito Silveira Júnior (PSD) apresente a real situação da Prefeitura. “Acredito que ele não se posicionará contra, porque neste momento é preciso a participação, para que a situação seja enfrentada”, disse.

As informações que escapam do Palácio da Resistência é que nem o prefeito sabe o tamanho do “rombo”. Porém, auxiliares da área financeira garantem que o quadro é dos mais preocupantes. Suspeita-se de mais de R$ 140 milhões em dívidas e os mais pessimistas acreditam que se aproxima da casa dos R$ 200 milhões.

z

Política

Estratégia de Robinson fracassou em Natal

O governador Robinson Faria (PSD) não ficou somente sem um palanque em Natal. Nem muito menos sem um candidato a Prefeito, apesar de ter lançado o nome do deputado estadual Fernando Mineiro (PT) ainda em 2014. E mesmo tendo participado de mobilizações políticas com a deputada estadual Márcia Maia, candidata do PSDB que ficou em 5º lugar com menos de 20 mil votos na disputa pela Prefeitura, Robinson não declarou seu voto.

Muito além disso; o governador teve sua estratégia completamente fracassada em torno da eleição na capital do Estado, ao estimular múltiplas candidaturas com o objetivo de tentar provocar um segundo turno.

Com a desistência do deputado estadual Jacó Jácome, do próprio partido do governador; do deputado federal Rafael Motta (PSB) e do florianopolitano Luiz Gomes, que foi companheiro de chapa de Márcia Maia, ainda ficaram na disputa seis candidatos, que mesmo sendo oposição ao Governo Robinson, estavam no contexto de tentar um segundo turno.

Eis que Carlos Eduardo está reeleito Prefeito de Natal no 1º turno e Robinson assistiu ao fracasso de sua estratégia.