Política

Ezequiel Ferreira discute pleitos para região Central e prestigia Festa de Sant’Ana em Santana do Matos

O deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa prestigiou na noite desta quinta-feira (20), a Festa de Sant’Ana, em Santana do Matos, município que fica na região Central do Estado. Na oportunidade participou de reuniões com lideranças da região tendo como pauta benfeitorias para os munícipes.
 
Em Santana do Matos, Ezequiel foi recebido pelo ex-presidente da Câmara Municipal, Erinaldo Florêncio, o Naldinho (PSDB), vereadores e lideranças da cidade. A ex-prefeita Lardjane Ciriaco (PMDB) e o atual prefeito Dr. Júnior (PR) também recepcionaram o presidente da Assembleia Legislativa.

Política

Ezequiel requer insumos e medicamentos para hospital de Currais Novos

O grande problema no setor de saúde em Currais Novos, na região Seridó, é a falta de medicamentos e insumos para o atendimento da população. Com o objetivo de resolver essa demanda, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), encaminhou solicitação ao Governador Robinson Faria (PSD) e ao secretário estadual de Saúde, George Antunes, para que o Hospital Regional Mariano Coelho seja reabastecido.

“A inexistência de materiais básicos acaba afetando o atendimento da população no Hospital Mariano Coelho. Vale salientar que não apenas o município de Currais Novos é assistido, mas grande parte da população da região Seridó que envia pacientes para o Hospital Regional, se encontrando atualmente em estado crítico por falta de equipamentos de extrema importância para o atendimento dos doentes”, justifica Ezequiel.

Foto: João Gilberto

Foto: João Gilberto

Política

Família celebra Bodas de Ouro de Ezequiel Ferreira de Souza e Letícia Galvão

Familiares celebraram com uma Missa em Ação de Graças, na Igreja do Galo, em Natal, os 50 anos de casados do ex-deputado Ezequiel Ferreira de Souza e Letícia Galvão, pais do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira, da ex-vice-prefeita Milena Galvão e de Melina Galvão. 

Além dos filhos, netos, nora e genro, também acompanhou a celebração eucarística o casal Augusto Viveiros e DaGraça Ferreira de Souza. 

O registro é do Instagram de Ingrid Maciel, nora do casal. 

Política

Ezequiel celebra aniversário com Missa prestigiada por Robinson, Fábio Dantas, Wilma e Deputados

Aniversariante do dia, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), celebrou a data com uma Missa em Ação de Graças no plenarinho do Palácio José Augusto.

Além dos deputados estaduais, o governador Robinson Faria (PSD), o vice Fábio Dantas (PCdoB) e a ex-governadora Wilma de Faria (PTdoB), prestigiaram o momento religioso.

Foto: Márlio Forte


Política

Lideranças de Macaíba encaminham demandas da cidade ao deputado Ezequiel Ferreira‏

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), recebeu em seu gabinete, nesta quarta-feira (27), o vice-prefeito de Macaíba, Dr. Olímpio Maciel, a ex-prefeita de Macaíba, Marília Dias e lideranças da cidade. Na pauta da reunião o reforço e a solicitação de melhorias na segurança pública do município e ações para beneficiar a população urbana e de vários distritos da cidade, que integra a Região Metropolitana.

“Nosso mandato está sempre à disposição da população. Macaíba é uma importante cidade da Grande Natal e em nome da comunidade, estamos sempre lembrando às instâncias competentes das demandas do município. Posso citar de imediato a retomada das obras de BR-304 (Reta Tabajara) recuperação da rodoviária de Macaíba e o recapeamento asfáltico na RN-116, ligando Macaíba e São Gonçalo do Amarante”, salienta o deputado.

Ezequiel Ferreira com lideranças de Macaíba

 

Política

Ezequiel propõe homenagem a Iberê e Ubiratan Galvão

O ex-governador, Iberê Ferreira de Souza, e o engenheiro civil, Ubiratan Pereira Galvão, são homenageados em Projeto de Lei apresentado pelo presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). Avenida e adutora receberão nome de ex-governador e ex-prefeito, respectivamente, em reconhecimento as atuações de destaque, caso o Governo do Estado aprove a iniciativa.

“Iberê foi um homem público íntegro, apaixonado pela vida e pela defesa da justiça social. Sua vida pública foi marcada pela incansável defesa dos interesses do Rio Grande do Norte e do nosso povo”, justificou Ezequiel Ferreira.

Na primeira proposta apresentada ao Governo do Estado, fica denominado ‘Governador Iberê Ferreira de Souza’ o prolongamento da Avenida Prefeito Omar O’Grady, localizada entre a Avenida dos Xavantes e a BR-101, zona Sul de Natal.

A segunda proposta denomina ‘Engenheiro Ubiratan Pereira Galvão’ o Sistema Adutor Acari/Currais Novos, do Manancial Gargalheiras. “Filho de Currais Novos, o seridoense Ubiratan Galvão foi um profissional de destaque, sua vida foi marcada por relevante contribuição à Engenharia do nosso Estado, sendo um dos primeiros docentes da UFRN em sua área, dirigiu o Dnocs, a Alcanorte e foi prefeito de Natal”, ressaltou o deputado.

Iberê Paiva Ferreira de Souza

Graduado em Direito, foi deputado estadual e federal, Secretário de Governo nas administrações de Lavoisier Maia, Garibaldi Filho e Wilma de Faria. Atuou como chefe da Casa Civil na administração de Lavoisier Maia. Foi vice-governador e em 2010, assumiu o comando do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Ubiratan Pereira Galvão

O ex-prefeito de Natal e professor da UFRN, Ubiratan Pereira Galvão, foi um dos primeiros docentes nomeados da primeira escola de engenharia do RN e também professor fundador de Engenharia da cadeira de Mecânica dos solos. Atuou como engenheiro chefe do 5º distrito de obras do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

Foto: João Gilberto

z

Política

Ezequiel a caminho de um partido para chamar de seu

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), deverá ter uma nova agremiação partidária em breve. É apenas uma questão de pouco tempo. Não será o primeiro presidente do Poder Legislativo a ter um partido para chamar de ser. Álvaro Dias teve o PDT, Robinson Faria teve o PMN e Ricardo Motta teve o PROS.

Nos bastidores, desde a semana passada, as especulações em torno do futuro partido de Ezequiel só crescem. Afinal, todos sabem o peso de um presidente da Assembleia em uma eleição estadual. Ezequiel terá esse peso favorável em 2018, quando estará no cargo de presidente, disputando a reeleição, uma vaga na Câmara dos Deputados ou até mesmo o Senado Federal, como falam os analistas da cena política potiguar.

O primeiro partido cogitado para receber o presidente da Assembleia foi o PPS, atualmente comandado no Estado pelo ex-deputado Wober Júnior.

Depois comentaram que Ezequiel poderia se filiar ao PSB, ainda presidido pela ex-governadora Wilma de Faria, mas que tem o deputado federal Rafael Motta como recém filiado.

E por último, informações chegadas ao blog dão conta de que o comando do PTB foi oferecido a Ezequiel. Partido que ele já ocupou no passado.

Eu não tenho nenhuma dúvida sobre o futuro partido do presidente da Assembleia: será um partido para chamar de seu.

Detalhe: Ezequiel termina o ano com saldo positivo nas ações desempenhadas como presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, tendo seu trabalho reconhecido, inclusive, pelos jornalistas que cobrem os trabalhos da Casa, ao ser escolhido o Parlamentar do Ano de 2015.

z

Política

Ezequiel solicita perfuração de poços em vários municípios do interior do Estado‏

A estiagem que afeta o Rio Grande do Norte há quatro anos prejudica o abastecimento de água nas cidades e comunidades rurais do interior potiguar. Com o intuito de minimizar esses os efeitos, o deputado Ezequiel Ferreira de Souza, presidente da Assembleia Legislativa solicitou ao Governo do Estado, a perfuração de poços em várias regiões do Rio Grande do Norte, que mais enfrentam problemas com a crise hídrica.

Mais de 20 cidades do Seridó, Central, Trairi, Potengi, Agreste e Mato Grande foram lembradas. Neste primeiro momento foram atendidas a perfuração de poços em Currais Novos, Acari, que ajudarão na distribuição de água para a população. Também nas comunidades de Catolé, Catolé de Baixo, Povoado Trairi, Assentamento Pica Pau e Fleita, em Tangará e mais quatro poços em Fechado, Barrocas, Jucurí e Mari Preto, na zona rural do município de Florânia.

“A perfuração de poços é uma importante ação para garantir que a água chegue à casa de cada potiguar de forma emergencial. Desde o início do ano enviamos vários requerimentos solicitando que 64 poços fossem perfurados nos municípios mais atingidos pela estiagem. Este mês foram atendidos nove poços e os demais já se encontram dentro da programação da Secretaria de Recursos Hídricos”, explicou Ezequiel.

De acordo com informações da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, a ordem dos municípios e as localidades a serem beneficiadas são critérios estabelecidos dentro do Gabinete de Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GGRH), priorizando os municípios que estão em colapso de abastecimento ou em sistema de rodízio.

Foto: João Gilberto

dep_ezequiel01

Política

Ezequiel é reeleito para continuar Presidente da Assembleia Legislativa no Biênio 2017-2018

O deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB) foi reeleito em sessão especial na manhã desta terça-feira (05), para presidir a Assembleia Legislativa no biênio 2017/2018.

Ele obteve 21 votos favoráveis dos 22 deputados que participaram da sessão. Os ausentes foram os deputados Ricardo Motta (PROS) e Getúlio Rêgo (DEM), que não chegaram a tempo da sessão, mas votaram favoráveis a PEC que permitiu a reeleição.

O voto em branco foi do deputado estadual Fernando Mineiro (PT), líder do Governo Robinson na Assembleia Legislativa, que também adotou a mesma posição na ocasião da reeleição dos ex-presidentes Robinson Faria e Ricardo Motta.

Em todo o país, 24 das 26 Assembleias Legislativas e a Câmara Legislativa do Distrito Federal já anteciparam a eleição da Mesa Diretora. O Rio Grande do Norte está sendo o 25º Estado a realizar o pleito antecipado.

Os últimos presidentes do Poder Legislativo também anteciparam a eleição da Mesa Diretora e foram reeleitos: Álvaro Dias (2003-2007), Robinson Faria (2003-2010) e Ricardo Motta (2011-2015).

Política

Servidores da Assembleia Legislativa celebram aniversário de Ezequiel e Galeno com Missa

Os servidores da Assembleia Legislativa realizam uma Missa em Ação de Graças, na manhã desta segunda-feira (04), para celebrar o aniversário do Presidente Ezequiel Galvão Ferreira de Souza (PMDB) e do deputado Galeno Torquato (PSD). 

Além de deputados e servidores da Casa, a Missa teve a presença do Ministro Henrique Alves e do Senador Garibaldi Filho. 

  
  
  

Política

Henrique e Garibaldi festejam Ezequiel 

O Ministro do Turismo Henrique Alves e o senador Garibaldi Filho, ambos do PMDB, festejaram o aniversário do presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), que celebrou com uma Missa em Ação de Graças, também em homenagem ao natalício do deputado Galeno Torquato (PSD). 

Fotos: Heitor Gregório

  

  
  

Política

Chefe da Casa Civil representa Robinson na Missa pelo aniversário de Ezequiel e Galeno

O governador Robinson Faria (PSD) foi ausência sentida e comentada na Missa em Ação de Graças pelo aniversário do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), e pelo deputado Galeno Torquato, ocorrida na manhã desta segunda-feira (04), no plenarinho da Assembleia Legislativa. 

A Secretária-Chefe da Casa Civil, Tatiana Mendes Cunha, representou o Governador que está viajando.

Fotos: Heitor Gregório

  

Política

Ezequiel recebe aprovados e anuncia convocação dos concursados da Assembleia‏

Os 84 aprovados no primeiro concurso da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte feito em 2013 começam a ser convocados neste primeiro semestre. A notícia foi confirmada pelo presidente da Assembleia, o deputado  Ezequiel Ferreira (PMDB) durante reunião com a comissão dos concursados, na manhã desta quinta-feira (12), na Assembleia Legislativa.

“A Assembleia Legislativa vai começar a convocar os concursados ainda neste primeiro semestre. Minha expectativa é que em Maio iniciemos a convocação”, disse Ezequiel Ferreira.

O secretário geral da Assembleia Legislativa, Augusto Viveiros, também participou da reunião e disse que será realizado um estudo, baseado em critérios financeiros e orçamentários, para definir a data das próximas convocações. Uma nova reunião com a comissão está prevista para acontecer em Abril.

Foto: João Gilberto

z

Política

Veja aqui o pronunciamento na íntegra feito por Ezequiel sobre a Operação Sinal Fechado

Leia na íntegra o pronunciamento feito pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), na manhã desta terça-feira (24), sobre a Operação Sinal Fechado:

Senhor presidente,

Senhoras e senhores deputados

Trago hoje, a verdade dos fatos e o sentimento de um homem injustiçado.

Trago a dor maior. Nada existe igual, nenhuma pancada tão forte quanto a perda de dois filhos recém nascidos. E isto eu passei. Portanto, sofri a maior de todas as dores.

A dor da perda é enorme, mas a dor de hoje traz uma marca talvez mais cruel, porque fruto da perversidade da injustiça. Sobrevivi a primeira, e contra a injustiça lutarei com todas as forças, para dobrá-la e vencê-la, pois mesmo sofrido sofrerei com honra e de pé, “imolado sim, vencido, nunca”.

Ao longo de meus mandatos, recebo e continuarei a receber todos os conterrâneos que tem pleitos legítimos, e que dependam de deliberação da Assembleia. Muitas e muitas vezes, tenho assumido pública e transparentemente a defesa de causas do interesse da sociedade, de grupos organizados, de instituições diversas, inclusive públicas, de sindicatos, trabalhadores, empresários. Também em inúmeras oportunidades, como é da rotina de todos os Senhores Deputados, tenho ido ao Presidente e ao Colégio de Líderes para pedir agilidade na aprovação dessa ou daquela matéria.

E isso é mesmo rotineiro nesta Casa, composta de apenas 24 Parlamentares, e que facilmente conhecem de pronto as implicações dos projetos em discussão, sem necessidade de maiores estudos e debates nas Comissões.

Os exemplos recentes vão às centenas. Só por exemplo, o Projeto de Lei Complementar número 1 de 2014, que dispõe sobre a criação de cargos no quadro geral e serviços auxiliares no âmbito do Ministério Público do Rio Grande do Norte e dá outras providências, foi aprovado com dispensa da tramitação regimental; igualmente, o Projeto que autorizou o Estado a contrair empréstimo junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 850.000.000,00; ou o que reuniu os Fundos do Sistema Previdenciário, envolvendo quase 1 bilhão de reais; e, já durante minha presidência, o Projeto de Lei Complementar, que reajusta os vencimentos básicos dos cargos públicos de provimento efetivo de professor e especialista em educação. Todas estas Leis foram aprovadas com dispensa da tramitação normal, e se em algumas delas havia interesses corporativos, ou o trato com milhões e milhões de reais, nunca se levantou qualquer suspeita de corrupção em torno delas!

Afirma-se, agora, que uma lei, a que criava a inspeção veicular no Rio Grande do Norte, essa rotina praticada na Assembleia há décadas, teve de ser manipulada, e a dispensa da tramitação regular só se fez porque um Deputado, entre outros 23, foi comprado, e se proclama com malicioso estardalhaço: essa Lei, e não as outras, só essa Lei, entre dezenas de outras, só essa Lei precisou ser comprada.

É fantástico!

Fantástico é se criar do nada um ser nebuloso e sem forma, que pairou por um instante neste Plenário, habituado a deliberar e votar com dispensa das formalidades regimentais, por decisão da Presidência e dos Líderes, para pretender tisnar com suspeita de corrupção a deliberação desta Casa. Ser fantástico, porque irreal, criado na imaginação de um acusado em busca de privilégios judiciais para amenizar a acusação que contra si pesa.

Invoco o testemunho dos Senhores Deputados, especialmente de todos os que aqui estavam na Legislatura passada para passar a limpo alguns detalhes da aprovação dessa Lei.

Teve ela o aval, e mais que o aval, o pedido público para sua aprovação, e sem suspeitas de favorecimento indevido, de ninguém menos que o Ministério Público do Rio Grande do Norte, através de ofício da 28ª Promotoria de Justiça de Natal dirigido à Assembleia. Esse ofício me foi entregue em mãos pelo próprio George Olímpio, e esse é um detalhe, mas significativo detalhe, e nele afirma a Promotora Doutora Rossana Sudário: esta Lei “é muito importante para defesa do direito difuso da população do Estado do Rio Grande do Norte a um ar livre da poluição provocada pela frota de veículos”.

Além disso, houve audiência pública sobre a matéria, com amplo debate em torno da inspeção veicular, e, aqui também, sem suspeitas de manipulação ilegítima.

Por oportuno, essa inspeção veicular para resguardo do meio ambiente, está determinada em Lei federal, e, deploravelmente, o ser nebuloso e fantástico que ainda sobrevive até hoje, mantém o Rio Grande do Norte inadimplente quanto ao cumprimento da legislação federal e sua população desprotegida da poluição incontida produzida por todo tipo de veículos.

Como corriqueiro, e mais uma vez invoco o testemunho dos Senhores Deputados, e como fazemos diariamente, recebi um interessado nessa questão, George Olímpio. É de família tradicional no Estado, com esteiras ligações na minha região, o Seridó, e já o conhecia, embora com contatos esporádicos.

Eu era então o Presidente do PTB no Rio Grande do Norte. George Olímpio me procurou, querendo ser vereador em Natal, pelo PTB. Nessa época, apresentou-me o presidente do Centro Comunitário da Cidade da Esperança, Cicinho. Conheci a sede do Centro. Ele me pediu permissão para pintar o prédio com as cores do PTB. Foi uma festa com feijoada. E nada mais.

Voltou algum tempo depois. Disse-me haver adiado seu projeto político, pois estava com outros propósitos. Eis a razão de suas visitas públicas ao meu gabinete e de suas ligações.

Os fatos a seguir são de conhecimento público, mas alheios a minha participação. George Olímpio implantou um sistema paralelo de registro de financiamentos de veículos junto ao DETRAN, o que lhe deve ter trazido bons êxitos.

Procurou-me, dados os contatos anteriores, para pedir minha atenção ao projeto de lei, de autoria do Governo do Estado, que instituía a inspeção veicular. Como fiz em inúmeras outras oportunidades, e como fazem todos os dias todos os Senhores Deputados, cujo testemunho mais uma vez invoco, dei à questão a atenção merecida, dentro da rotina seguida há décadas pela Assembleia, sem me desviar um milímetro sequer do que vem sendo habitual na Casa. Ou seja: depois do pedido explícito e formal do Ministério Público, depois do amplo debate em audiência pública, sugeri a dispensa das demais formalidades para a ida do projeto ao Plenário, o que foi acatado pelo Colégio dos Líderes, juntamente com outras proposições, igualmente deliberadas na mesma sessão.

Só as mentes que crêem no fantástico podem supor que para isso um Deputado, e só um entre 23, um Deputado, para cumprir a rotina e o hábito da Casa, tivesse recebido R$ 300.000,00. Para quê? Só para cumprir a rotina, rotina de que a Assembleia não costuma se afastar? É mesmo fantástico.

E a tentativa que vem sendo feita de transformar o fantástico em realidade chega ao mais ridículo dos absurdos. É visível, patente, é escancaradamente ostensivo que o ser fantástico paira sobre todos nós só para encobrir com cortina de fumaça as verdadeiras acusações que pesam contra o hoje delator, o mesmo que há dois anos, em declaração que fez em escritura pública em Cartório, desmentiu um seu cúmplice e disse não haver envolvimento de dinheiro ou qualquer tipo de propina em torno da aprovação da lei de inspeção veicular.

A delação de agora é odiosa, não só por tentar fazer da Justiça um palco de farsa, com atitudes, gestos e palavras contraditórios, e mais, diametralmente opostos, mas porque escolhe um Deputado, talvez por ser ele o único com quem havia episódicos contatos anteriores, motivados pelos deveres da Presidência de um Partido Político, para, por meio desse único Deputado, lançar sobre toda a Assembleia a nódoa infame da corrupção.

Não só como acusado, acusação mais que injusta, deslavadamente mentirosa, mas especialmente como Presidente da Assembleia, repudio com a maior veemência o uso da Casa para biombo que busque ocultar a ação criminosa que haja causado qualquer dano ao Rio Grande do Norte.

Disse tudo isso em depoimento que prestei ao Ministério Público, cuja convocação prontamente atendi. A omissão de tudo no espetáculo montado nestes dias, é certamente o preço que se tem que pagar para se premiar uma delação, mesmo que o preço deva ser pago por um inocente!

Senhoras Deputadas e Senhores Deputados. Hoje sou eu. Amanhã poderá ser outro inocente e injustiçado como eu.

Eu quero justiça, justiça que só se constrói com a verdade. Justiça com espada que é força e coragem.

Eu quero justiça. Justiça com balança que é a equidade, equilíbrio e ponderação.

Eu quero justiça. Em sua busca, no caminho único da verdade, não me curvo, não me dobro, não me vergo. E que a verdade prevaleça.

Política

Ricardo Motta se solidariza com Ezequiel: “Confiamos na Justiça de Deus e dos Homens”

Ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o deputado estadual Ricardo Motta (PROS) se solidariza com o atual presidente Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), que neste momento faz pronunciamento se defendendo das acusações feitas em delação premiada pelo empresário George Olímpio, acusado de envolvimento na Operação Sinal Fechado.

“Faço das palavras de Vossa Excelências as minhas: confio na Justiça de Deus e dos Homens”, disse Motta.

 

Política

Operação Sinal Fechado: Desembargador abre prazo para Ezequiel apresentar defesa

O desembargador Vivaldo Pinheiro é o relator, pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, da Ação Penal ajuizada pelo Ministério Público Estadual, na qual foi apresentada denúncia contra o deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza, presidente da Assembleia Legislativa, na última sexta-feira (20), por suposta participação em esquema investigado pela Operação Sinal Fechado. A decisão sobre o recebimento ou não da denúncia, nos termos da lei, será do Pleno do TJRN.

Antes de levar o processo ao Pleno, o desembargador abrirá um prazo para a defesa do denunciado. Vivaldo Pinheiro encaminhará uma notificação para o presidente da Assembleia, com o prazo legal de 15 dias para que apresente suas contrarrazões. Se na defesa apresentada pelo deputado forem incluídos novos documentos, o Ministério Público também poderá ser provocado a se pronunciar.

Após isso, o relator Vivaldo Pinheiro apresentará seu voto em uma sessão do Pleno, em que caberá ao colegiado decidir se acata ou não a denúncia. O Pleno poderá deliberar pelo recebimento da denúncia nos termos da lei, pela rejeição ou pela improcedência, com consequente arquivamento.

Política

Ezequiel diz que denúncia do MP é improcedente

O deputado Ezequiel Ferreira de Souza encaminha nota ao blog sobre a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual, apontando seu envolvimento com a Operação Sinal Fechado:

“Sobre as denúncias apresentadas na tarde desta sexta-feira (20) pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, o deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza, em respeito a opinião pública e ciente de sua idoneidade, informa que não foi comunicado oficialmente sobre os novos fatos da investigação.

Quando ouvido anteriormente, prestou todos os esclarecimentos aos agentes do Ministério Público responsáveis pelos trabalhos investigatórios. Por isso, recebeu com surpresa a notícia do oferecimento da denúncia e esclarece por fim que confia na Justiça e manifesta improcedência da denúncia”.

Política

Ezequiel Ferreira solicita construção de rodovia entre Pedra Preta e João Câmara

O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PMDB), com o intuito de melhorar a qualidade de vida da população das regiões Central e do Mato Grande, protocolou na Mesa Diretora requerimento ao governador Robinson Faria e ao diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem solicitando a construção de estrada de 30 quilômetros, ligando os municípios de Pedra Preta a João Câmara, diminuindo a distância do aeroporto internacional para quem vem das regiões Oeste e Vale do Açu.

“A produção agrícola e mineral das regiões do Vale do Açu, Central e Oeste, principalmente de Mossoró, terá uma alternativa mais próxima do aeroporto internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. Uma melhor malha viária e um percurso mais ágil facilitariam o escoamento da produção de municípios como Angicos e Lajes, na região Central, Mossoró e região Oeste”, justificou, Ainda na sua justificativa, o deputado registrou que o percurso hoje é feito em estrada carroçável e por isso solicitou o estudo de viabilidade técnica do DER-RN.

Foto: João Gilberto

z

Política

Ezequiel é denunciado pelo MP por acusação de envolvimento na Operação Sinal Fechado

O Procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis, ofereceu denúncia contra o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), por acusação de envolvimento na Operação Sinal Fechado.

Consta do incluso procedimento investigatório criminal que, no segundo semestre do ano de 2009, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte, situada na Praça 7 de Setembro, Cidade Alta, nesta capital, o denunciado EZEQUIEL FERREIRA DE SOUZA solicitou, para si, diretamente, vantagem indevida, para interceder junto aos demais deputados estaduais em favor da aprovação célere do Projeto de Lei nº 213/09, que dispunha sobre o Programa de Inspeção e Manutenção de Veículos em Uso no Estado do Rio Grande do Norte, dentre outras providências.

A solicitação da vantagem indevida foi feita pessoalmente pelo próprio deputado a GEORGE ANDERSON OLÍMPIO DA SILVEIRA, denunciado na Operação “Sinal Fechado” deflagrada pelo Ministério Público Estadual, sócio-administrador da GO DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS e líder da organização criminosa que tencionou implantar, de forma fraudulenta, a inspeção veicular ambiental no Estado do Rio Grande do Norte durante os anos de 2009 a 2011.

Os fatos investigados no procedimento investigatório criminal que acompanha a presente denúncia remontam aos últimos meses do ano de 2009, época em que a organização criminosa capitaneada por GEORGE ANDERSON OLÍMPIO DA SILVEIRA avançava à fase de montagem estratégica dos atos jurídicos essenciais à implantação do programa de inspeção veicular ambiental no Estado, tais como o edital da concorrência pública nº 001/2010, o projeto de lei autorizativa da concessão do serviço público e o decreto regulamentador do Plano de Controle de Poluição Veicular (PCPV), dentre outros.

Diz a denúncia já enviada ao Tribunal de Justiça, que terá o desembargador Vivaldo Pinheiro como relator, que sob a orientação do então vice-governador do Estado, IBERÊ FERREIRA, GEORGE ANDERSON OLÍMPIO e EZEQUIEL FERREIRA DE SOUZA marcaram um encontro no gabinete do deputado investigado, para tratar da tramitação do Projeto de Lei nº 213/09.

Na referida ocasião, o denunciado EZEQUIEL FERREIRA DE SOUZA solicitou diretamente a GEORGE ANDERSON OLÍMPIO a quantia de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para atuar, dentro da Assembleia Legislativa, em favor da aprovação rápida do Projeto de Lei mencionado, argumentando, no afã de elevar o valor da vantagem indevida solicitada, que parte deste dinheiro seria destinado ao então Presidente da Casa, Deputado ROBINSON FARIA, hoje Governador do Rio Grande do Norte, sob o pretexto de que este facilitaria a deliberação, no colégio de líderes, da dispensa do trâmite regimental. Dias depois, após alguma negociação em torno dos valores, GEORGE ANDERSON OLÍMPIO e EZEQUIEL FERREIRA DE SOUZA ajustaram o montante de R$300.000,00 (trezentos mil reais) como “contraprestação” pelos serviços de intermediação do parlamentar.

Alegando falta de provas concretas, o Procurador Geral de Justiça arquivou a denúncia contra Robinson Faria e denunciou apenas o deputado Ezequiel Ferreira.

Política

Pronunciamento de posse de Ezequiel Ferreira na Presidência da Assembleia

A íntegra do discurso de posse do novo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB):

“Na antiguidade, os deuses do Monte Olimpo diziam que os homens tinham um grande defeito: a ingratidão.

Este defeito eu não tenho. Sei agradecer.

Quero portanto, agradecer em primeiro lugar, não aos deuses do Monte Olimpo, mas ao meu senhor meu Deus e meu Pai, que me iluminou e me deu muita fé e coragem para disputar esta eleição: combati o bom combate, venci, e guardei a fé.

Agradeço a todos, desde a dona Joaquina de Touros que me telefonou dizendo “não voto Deputado, mas rezo diariamente à virgem mãe de Deus pela sua vitória”. Aos meus colegas Deputados, a todos os 23 pares, aos que não votaram em mim e em dobro mil vezes aos que me elegeram presidente da Casa do Povo e de José Augusto.

Ao meu pai, a minha mãe, a minha mulher e ao meu filho João Ezequiel, que nas lágrimas derramadas, no franzir das testas e sobretudo nas angustias dos sonhos, me deram força e me enrijeceram para vencer esta luta.

Hoje o dia é outro e na repetição de todos os dias passados, revejo meu pai Ezequiel Ferreira de Souza há 40 anos deixando a presidência desta casa.

E no outro dia na multiplicação de todos os dias, assumo esta presidência.

É o dia da casa de José Augusto, que em vida pregou a disputa, mas arguia a conciliação, pregou o contraditório, mas sobressaia a democracia.

Este será o meu caminho, estes serão os meus alvos. Esta será a luta desta casa.

Obrigado.”