Política

Assembleia Legislativa celebra os 65 anos de fundação da FIERN

Os 65 anos de fundação da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern) foram comemorados na Assembleia Legislativa.

A homenagem, proposta pelo deputado Kelps Lima (Solidariedade), aconteceu em sessão solene realizada na manhã desta segunda-feira (03) e contou com a presença dos deputados Hermano Morais (MDB) e Ricardo Motta (PSB), autoridades, diretores, dirigentes, servidores e funcionários da instituição, empresários, representantes de sindicatos de categorias e familiares.

O atual presidente do Sistema Fiern, Amaro Sales, destacou a história da federação, agradeceu a homenagem e convocou os diversos setores da sociedade para atuarem em conjunto pelo desenvolvimento do Estado. “Para mim e todos os diretores, é uma generosa graça de Deus e satisfação fazer parte da história da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte. Aproveito essa oportunidade para destacar a necessidade de termos mais atratividade e procurar empresas que se interessem pelo RN”, disse.

Histórico
Fundada em 27 de fevereiro de 1953 a Fiern é uma entidade sindical de grau superior com base territorial em todo o Estado. Possui a missão de fortalecer a indústria, atuando na representação e defesa de seus interesses, na promoção da educação profissional e qualidade de vida do trabalhador e no desenvolvimento tecnológico e empresarial, propiciando a melhoria da competitividade das empresas industriais do RN de forma sustentável.

O primeiro presidente da instituição foi Joaquim Victor de Hollanda. Em seguida, vieram João L. de Vasconcelos, Severino Uchôa Correia, Clóvis Motta, João Frederico A. Galvão, Augusto Alves da Rocha, Raimundo Chaves, Osório Bezerra Dantas, Euvaldo de Lima Maia, José Nilson de Sá, Expedito Amorim, Fernando Bezerra, Abelírio Rocha, Flávio Azevedo e Amaro Sales de Araújo.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Estado

Presidente e Diretor da FIERN recebem Ordem do Mérito Industrial da FIESP

presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, e o diretor-primeiro secretário da FIERN, Heyder de Almeida Dantas, receberam na última quarta-feira, 21, a Ordem do Mérito Industrial da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), no grau de comendadores.

A medalha é concedida desde 2007 a personalidades e instituições dignas do reconhecimento ou da admiração da indústria.

Na cerimônia, realizada na sede da FIESP, em São Paulo, também receberam a Ordem do Mérito Industrial Antônio José de Moraes Souza Filho, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI); Francisco de Assis Benevides Gadelha, presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEPB); Gilberto Porcello Petry, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS).

Poder

Amaro Sales e Flávio Azevedo empossados na CNI

O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales, e o ex-presidente da instituição, Flávio Azevedo, foram empossados nesta terça-feira, 30, na Diretoria da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Amaro Sales no cargo de 1º Diretor Secretário; e Flávio Azevedo no cargo de Diretor. A posse ocorreu durante 9ª reunião da CNI, em Brasília. O empresário Robson Braga de Andrade foi reeleito em votação unânime no dia 8 de maio de 2018, para o período de 2018 a 2022.

A Diretoria é composta por cinco vice-presidentes executivos, representando cada uma das regiões do país. São eles o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Paulo Skaf; o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Antonio Carlos da Silva; o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Francisco de Assis Gadelha; o membro do Conselho de Representantes da CNI, na qualidade de delegado da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), Paulo Afonso Ferreira; e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte. (Veja abaixo a lista completa da composição da Diretoria e do Conselho Fiscal eleitos).

capa

Política

Presidente do Sistema FIERN saúda e deseja sucesso à governadora eleita do RN

O Rio Grande do Norte é maior que qualquer disputa. É a nossa melhor bandeira. Concluído o processo eleitoral, a hora é de união e muito trabalho.

Ao cumprimentar a Governadora eleita, Fátima Bezerra, apresento votos de muito sucesso à frente da liderança do novo Governo.

O Sistema FIERN e a indústria potiguar se apresentam, desde logo, como colaboradores para a construção de um novo período a favor da melhoria da qualidade de vida e do desenvolvimento econômico do Rio Grande do Norte.

Amaro Sales de Araújo 
Presidente do Sistema FIERN

Política

Gestão pública e ambiente de negócios marcam apresentação de Brenno Queiroga na FIERN

Segundo candidato ao Governo do RN a apresentar propostas ao empresariado potiguar, Brenno Queiroga (SDD) disse que o primeiro passo, caso seja eleito, será organizar a casa. “Vamos fazer uma licitação para aquisição de softwares para conhecer a realidade do governo e em seguida otimizar a máquina pública”, disse, acrescentando que esse trabalho tem como objetivo principal recuperar a governabilidade e capacidade de investimento. O passo seguinte, de acordo com o candidato, será investir em infraestrutura, o que deverá ser feito a partir do segundo ano de governo.

Brenno Queiroga fez referência, em resposta ao presidente da FIERN, ao ambiente hostil aos negócios, que estão expulsando os investimentos da terra potiguar. “85% dos empregos gerados aqui são da iniciativa privada. É preciso integrar os sistemas de informação dos órgãos que participam dos licenciamentos para que se possa ir quebrando essas arestas e diminuindo as dificuldades”, acrescentou.

Política

Na FIERN, Fátima apresenta suas propostas e diz que terá diálogo permanente com empresários

A candidata do PT ao Governo do Estado, senadora Fátima Bezerra, foi a primeira a participar nesta segunda-feira, 20, na Casa da Indústria, do Fórum Sistema FIERN Caminhos do RN.

Fátima disse que se eleita terá um diálogo permanente com a Federação das Indústrias no sentido de tratar das iniciativas voltadas ao desenvolvimento do Rio Grande do Norte. “Esta é uma das instituições mais importantes para o desenvolvimento do Estado”, pontuou.

Ela reconheceu que o controle das contas públicas será fundamental para o Rio Grande do Norte ter possibilidade de melhorar os serviços públicos e recompor os investimentos em infraestrutura e programas sociais. Na ocasião, também elogiou a iniciativa de elaboração do MAIS RN, que faz um diagnóstico da situação do Estado e apresenta metas para a retomada do desenvolvimento.

Política

FIERN: Fórum Caminhos do RN receberá candidatos ao Governo

O Sistema FIERN vai realizar de 20 a 22 (segunda, terça e quarta-feira próximas), na Casa da Indústria, o Fórum Caminhos do RN, evento no qual os candidatos ao governo do Estado poderão apresentar suas ideias e planos de governo. O evento segue a mesma metodologia do Fórum Caminhos do Brasil, que recebeu os candidatos à presidência da República.

No dia 20 participarão os candidatos Fátima Bezerra (PT) e Breno Queiroga (Solidariedade). No dia 21 será a vez de Robinson Faria (PSD), Dário Barbosa (PSTU), e Carlos Alberto (PSOL). E por último (22) o Fórum recebe os candidatos Freitas Júnior (Rede Sustentabilidade) e Carlos Eduardo (PDT).

Os candidatos ao governo poderão, assim como os presidenciáveis, apresentar suas ideias e propostas para os industriais convidados e para todos os participantes inscritos no Fórum que já está com as inscrições abertas pelo telefone (84) 3204-6273.

Confira os horários das apresentações por candidato:

DIA 20/08/2018
Fátima Bezerra – 10 horas
Breno Queiroga – 15 horas

21/08/2018
Dário Barbosa – 8 horas
Carlos Alberto – 10 horas
Robinson Faria – 15 horas

22/08/2018
Freitas Júnior – 10 horas
Carlos Eduardo – 15 horas

Estado

MAIS RN propõe Agenda Potiguar com foco em Ajuste Fiscal

Uma agenda para o “Pacto de Resgate Potiguar”, com metas e ações que abrangem áreas de resultado desde a prestação de serviços essenciais (segurança, educação, saúde, transporte e recursos hídricos), equilíbrio fiscal, retomada da capacidade de investimentos até a melhoria do ambiente de negócios.

Esta é a principal proposição da edição atualizada do MAIS RN, lançada nesta quinta-feira (16), na Casa da Indústria, durante a reunião da Diretoria da FIERN, que reuniu lideranças empresariais, de instituições, dirigentes e gestores de entidades dos setores produtivos, autoridades dos três Poderes e representantes dos candidatos ao governo estadual.

O documento alerta para a trajetória de declínio de desenvolvimento econômico do Estado com projeção, caso se mantenha a tendência dos últimos dez anos, o Rio Grande do Norte o RN cairá da 14ª para a 23ª posição entre os estados brasileiros, em 2022 – um dos menos atrativos do Nordeste e do Brasil.

Neste contexto, o economista e presidente da Macroplan, Cláudio Porto, considera fundamental a união de todos os Poderes em torno de correções nas finanças públicas. Ele apresentou a metodologia, resultados e metas sugeridas no documento revisado e explica que a profunda crise fiscal e financeira do Estado é apontada como uma das principais causas para a queda do dinamismo do Estado nos últimos anos. Por isso, enfatiza ele, o programa tem ênfase em medidas de ajuste que devem ser executadas no período de 2019 a 2022.

“A ênfase é nas finanças públicas para garantir a capacidade de prestar os serviços públicos e atrair novos negócios e investimentos para o Rio Grande do Norte”, ressalta, ao afirmar que as propostas apresentadas são concretas, embasadas e possíveis, mas que dependerá do Governador eleito se articular, logo após o pleito, com representantes dos demais Poderes para ajustar o orçamento do Estado e não perder capital político.

O déficit financeiro do Estado registrado no ano passado foi de R$ 754,46 milhões e, no início de 2018, chegava a R$ 100 milhões mensais. Os dados são da Secretaria de Planejamento do Estado (Seplan), que mostra ainda o crescimento de 160% dos gastos com previdência estadual, nos últimos três anos. E que o Orçamento Geral do Estado (OGE) cresceu 53%, entre 2010 a 2018, enquanto os demais Poderes tiveram incremento de 110%, em igual período.

Agenda Potiguar 2019-2022 – MAIS RN

Confira 44 metas indicativas e 180 ações concretas:

Segurança

1- Reduzir a taxa de homicídios para 33,5 por 100.000 habitantes

2- Reduzir a taxa de homicídios de jovens de 138,4 para 72 por 100.000 jovens

3- Reduzir a taxa de roubos de veículos de 508 para 400 por 100.000 veículos

4- Nenhuma rebelião em presídios no RN

Educação

5- Melhorar a nota do IDEB EF I de 4,8 para 6,5

6- Melhorar a nota do IDEB EF II de 3,8 para 5,2

7- Melhorar a nota do IDEB EM de 3,2 para 4,3

8- Aumentar a proporção de jovens no ensino técnico de 14,9% para 20%

9- Aumentar a taxa de matriculas no Ensino Superior de 15,6% para 24%

Saúde

10- Reduzir a mortalidade infantil de 12,8 para < 10 por 1.000 nascidos vivos

11- Reduzir a taxa de óbitos por doenças crônicas não transmissíveis de 143,3 para 124

Assistência e Inclusão Social

12- Diminuir o percentual de pessoas abaixo da linha de pobreza de 36,2% para 12%

Transportes e Conectividade

13- Reduzir o tempo médio de deslocamento de passageiros da Região metropolitana de 31 para 28 minutos

14- Disponibilizar planos de melhoria de transporte público de passageiros de Mossoró e cidades potiguares com mais de 50 mil habitantes

15- Disponibilizar plano de melhorias e modernizar a regulação do transporte coletivo intermunicipal

16- Iniciar solução técnica para integração competitiva do transporte de cargas do RN aos mercados regional, nacional e internacional

17- Elevar a proporção de rodovias com estado de conservação bom/ótimo de 46% para 60%

18- Pavimentar mais 400km de rodovias

19- Elevar a capacidade de cargas do Porto de Natal de 1 para 1,2 milhão ton

20- Elevar a capacidade de cargas do Aeroporto Aluízio Alves de 10 para 15 mil ton

21- Elevar a capacidade de cargas do Aeroporto Aluízio Alves de 10

Recursos hídricos e saneamento

22- Aumentar a disponibilidade de água para consumo humano e para irrigação

23- Reduzir o percentual de perda na distribuição de água para 40%

24- Ampliar a rede de reservatórios e o sistema de distribuição de água

25- Regularizar o abastecimento de água das cidades

26- Ampliar a área irrigada para 60 mil hectares

Ambiente de Negócios

27- Melhorar a percepção dos investidores em relação ao ambiente de negócios do RN

Atração e retenção de investimento

28- Dobrar o volume de investimentos em novos empreendimentos privados no RN

29- Aumentar o financiamento do FNE dos atuais 1,66% do PIB do Estado para 1,8% em 2022

30- Aumentar o percentual de investimento público estadual na RCL dos atuais 4,5 para 5,4%

31- Dobrar o volume de investimentos no RN com recursos de terceiros

Produtividade e Inovação

32- Elevar a produtividade da economia do Rio Grande do Norte para R$ 11.420/trabalhador

33- Aumentar o percentual das empresas do Rio Grande do Norte que inovam

34- Aumentar o número de pesquisadores para 6.140 em 2022

35- Aumentar a receita pública em 10% (a preços constantes) passando dos atuais R$ 10,6 bilhões (2017) para cerca de 11,6 bilhões

36- Gerar receita extraordinária com venda de ativos

37- Recuperar pelo menos 20% da dívida ativa estadual

Redução, Controle e Racionalização das Despesas

38- Alcançar o equilíbrio entre receita e a despesa corrente considerando todos os Poderes do Estado

39- Reduzir a participação dos demais poderes no orçamento estadual à média da região

40- Reduzir a relação “Gastos com pessoal/RCL” do Poder Executivo dos atuais 62% para 48%, pouco abaixo do limite máximo (49%), e de todos os Poderes dos atuais 71% para 59%, pouco abaixo do limite máximo (60%)

Melhoria da Gestão Pública

41- Alcançar déficit público consolidado = zero em 2020 (todos os poderes) e manter o equilíbrio até 2022

42- Aumentar, no mínimo em 20%, a relação resultado/custo de educação, saúde e segurança no Estado, segundo indicadores monitorados por instituições independentes

Governança , Cooperativa, Agregadora e Solidária

43- Ter um novo modelo de Governança implantado, consolidado e reconhecido como uma boa prática especialistas e formadores de opinião

44- Tornar o RN reconhecido nacionalmente e regionalmente como protagonista atuante e propositivo

Estado

FIERN vai lançar o Mais RN dia 16

A edição atualizada do MAIS RN será apresentada na próxima quinta-feira, às 16 horas, pelo Sistema FIERN, durante solenidade no auditório Joaquim Victor de Holanda, no sétimo andar da Casa da Indústria (sede do Sistema FIERN). A apresentação ocorrerá com a presença de lideranças empresariais, de instituições, dirigentes e gestores de entidades dos setores produtivos, autoridades dos três Poderes e representantes dos candidatos ao governo estadual.

Na semana seguinte — nos dias 21, 22 e 23 — a atualização, que detalha um diagnóstico sobre a situação do Estado e apresenta sugestões de medidas para enfrentar os principais desafios que o governo terá a partir do próximo ano, será entregue aos candidatos a governador nas eleições deste ano.

O presidente da Macroplan — consultoria especializada em planejamento, gestão e cenários prospectivos e que elaborou e atualizou o MAIS RN —, economista Cláudio Porto explica que essa nova versão do programa tem como ênfase as medidas que devem ser executadas no período de 2019 a 2022. Ele afirma que é fundamental, no Estado, a união em torno de correções nas finanças públicas.

“A atualização do MAIS RN aponta a necessidade de unidade das forças políticas, econômicas e sociais do Rio Grande do Norte, visando reverter uma trajetória de decadência [do Estado] que pode ser verificada conforme a análise dos dados”, alerta o consultor.

Para ele, o início do próximo governo será um momento para que esse ajuste começar a ser executado. O consultor afirma que a necessidade de correção dos rumos não deve ser negligenciada.

“Neste sentido, vai ser preciso efetivar medidas de ajuste duras que exigirão o sacrifício de todos, mas que, na sequência, poderão assegurar, ao Rio Grande do Norte, as condições para o crescimento e melhoraria da qualidade de vida de sua população, com mais segurança e desenvolvimento”, destaca.

Cláudio Porto lembra que a primeira versão do MAIS RN tem como foco uma agenda de longo prazo. Agora, a atenção está voltada para os próximos quatro anos. “A ênfase é o que o governo terá que fazer nas finanças públicas para garantir a capacidade de prestar os serviços públicos e atrair novos negócios e investimentos para o Rio Grande do Norte”, ressalta.

O consultor classifica como “oportuna e necessária” a iniciativa de entregar uma cópia do projeto atualizado aos candidatos a governador. “Trata-se de um posicionamento baseado em estudos técnicos e científicos, que detalham o diagnóstico da situação, mas também apontam soluções que já foram viabilizadas e executadas no País”, acrescenta.

Ele afirma que, com isso, o Sistema FIERN dará uma contribuição para que o Rio Grande do Norte possa ter políticas públicas voltadas ao desenvolvimento. “As lideranças da indústria e empresariais, coordenadas pela Federação das Indústrias, terão, assim, um protagonismo relevante e oportuno e darão uma contribuição muito importante que não se observa, neste momento, em outros estados”, diz.

Natal

FIERN é homenageada pela Câmara Municipal de Natal

A Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte e o seu presidente Amaro Sales de Araújo foram homenageados na noite de terça-feira, 29, na Câmara Municipal de Natal. A FIERN, pelos seus 65 anos de criação recebeu uma placa, e o industrial a Medalha Frei Miguelinho, a mais importante comenda do legislativo municipal, entregue anualmente a quem tem relevantes serviços prestados à comunidade natalense. A proposição foi do vereador Ubaldo Fernandes. Confira Galeria de Fotos no final.

A solenidade reuniu Diretores, presidentes de sindicatos filiados, gestores e colaboradores do Sistema FIERN, autoridades, convidados além de amigos e familiares do homenageado. Na ocasião, foi exibido um vídeo sobre os 65 anos da Federação das Indústrias, produzido pela Tv Câmara, com depoimentos do vice-presidente Pedro Terceiro, e dos diretores Roberto Serquiz, Francisco Souto Filho e Heyder Dantas.

Em seu discurso de agradecimento, o presidente da FIERN destacou a importância dos industriais responsáveis pela fundação da instituição, entre os quais um ocupa hoje a Diretoria, Francisco Souto Filho (Soutinho, como é mais conhecido). “A bela e rica história da FIERN foi construída por verdadeiros heróis da resistência”, disse. Amaro Sales também fez referência às ações em favor da indústria e do desenvolvimento do estado realizadas pelas entidades que compõem o Sistema Indústria no Rio Grande do Norte, o SESI, SENAI e IEL.

WhatsApp Image 2018-05-30 at 08.00.36

Política

Amaro Sales e Flávio Azevedo são eleitos para a nova Diretoria da CNI

O presidente da FIERN, Amaro Sales de Araújo, e o ex-presidente da instituição, Flávio Azevedo, foram eleitos nesta terça-feira, 08, para a Diretoria da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Amaro Sales ocupará o cargo de 1º Diretor Secretário; e Flávio Azevedo foi eleito Diretor.

O empresário Robson Braga de Andrade foi eleito para novo mandato na presidência. Em votação unânime, realizada em Brasília, o Conselho de Representantes da entidade, composto por delegados das federações das indústrias dos estados e do Distrito Federal, elegeu os integrantes da próxima administração da CNI para o período de 2018 a 2022. A posse ocorrerá em 31 de outubro.

Política

Presidenciável Álvaro Dias defende utilização da água do mar após dessalinização

Na abertura do Fórum FIERN Caminhos do Brasil, promovido pelo Sistema FIERN, que teve como convidado desta quinta-feira (3), o Senador Álvaro Dias, pré-candidato à presidência da República pelo Podemos/PR, o presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, defendeu ideias que possam sustentar os programas de governo. “Que nas apresentações feitas neste Fórum sejam feitas propostas razoáveis e argumentos factíveis diante dos problemas que o país enfrenta”, disse.

Sobre o que pensa da região Nordeste, o pré-candidato disse ser necessário promover ações que impeçam a desertificação da região que tem cerca de 20 milhões de brasileiros. Ele defendeu a substituição da matriz energética da produção pelo gás, pela energia eólica, e pela energia solar. “Aqui não falta sol e nem falta vento”, disse. Álvaro Dias ainda destacou ações como o manejo do solo, inserção de novas práticas agrícolas e dessalinização. “Em Israel 65% da água utilizada é retirada do Mar”.

Participaram do Fórum as seguintes autoridades: Senador Garibaldi Alves, Deputado Federal Antônio Jácome, Deputado Estadual Jacó Jácome, Presidente nacional do Podemos, Renata Abreu; presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz; presidente da Fetronor, Eudo Laranjeiras; presidente da Faern, José Vieira; presidente do Grupo Nordestão, Manoel Etelvino; Diretor da Tribuna do Norte, Ricardo Alves; diretor-tesoureiro da FIERN, Roberto Serquiz; diretor-secretário da FIERN, Heyder Dantas; os industriais: José Nóbrega (Sindifibras), Alberto Serejo (Sindmest), Dalton Cunha e Edilson T rindade (Sindileite); Francisco Nunes (Simagran), e Ivanaldo Maia (Sindipan) e Mário Tavares (Sindiminerais).

Foto: Divulgação/FIERN

Diversos

Fórum com superintendente do IEL Nacional ocorrerá nesta quinta (26) na Casa da Indústria

A FIERN, em parceria com o Sebrae, realizará quinta-feira, 26, na Casa da Indústria, das 15h às 20h, o fórum “Inovação e Negócio. Dá certo!”, com palestras do CEO do Rock in Rio, Luís Justo, e da superintendente do IEL Nacional, Gianna Cardoso.

Inscrições gratuitas pelo telefone 0800 570 0800 e http://www.sympla.com.br/sebraern

Na ocasião, será lançado o “Comitê de liderança empresarial pela inovação do RN” e haverá a apresentação de cases de sucesso de empresas potiguares, do Portal de Inovação, Mapeamento do Ecossistema e Mostra de Startups.

Política

Fórum Caminhos do Brasil da FIERN será aberto nesta segunda (26) com presidenciável João Amoêdo

O Fórum FIERN Caminhos do Brasil será aberto nesta segunda-feira, 26 de março, na Casa da Indústria, às 10 horas, com participação do presidenciável João Amoêdo.

Engenheiro e administrador de empresas, com carreira profissional no mercado financeiro, João Amoêdo é um dos fundadores do Partido Novo, que presidiu até julho de 2017, quando se licenciou para disputar a Presidência da República.

Outros dois presidenciáveis já estão confirmados: o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o senador Álvaro Dias (PODEMOS). As datas das respectivas palestras (possivelmente em abril próximo) serão confirmadas e divulgadas em breve.

Política

Fórum FIERN Caminhos do Brasil será aberto dia 26 de março com presidenciável João Amoêdo

O Fórum FIERN Caminhos do Brasil será aberto no dia 26 de março, na Casa da Indústria, às 10 horas, com participação do presidenciável João Amoêdo. Engenheiro e administrador de empresas, com carreira profissional no mercado financeiro, João Amoêdo é dos fundadores do Partido Novo, que presidiu até julho de 2017, quando se licenciou para disputar a presidência da República.

Outros dois presidenciáveis já estão confirmados: o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o deputado federal Álvaro Dias (PODEMOS). As datas das respectivas palestras (possivelmente em abril próximo) serão confirmadas e divulgadas em breve. A entrada é gratuita para todos os eventos, mas é necessário confirmar presença pelo telefone 3204-6273 ou pelo e-mail rpe@fiern.org.br.

Promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte, o Fórum tem como objetivo abrir espaço para que os candidatos a presidente da República apresentem suas ideias e propostas para o país.

Estado

FIERN e Fecomércio demonstram preocupação com greve de vigilantes privados

Nota da FIERN e Fecomércio sobre a greve dos vigilantes:

As Federações das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN) e do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte (Fecomércio RN), vêm a público manifestar sua PROFUNDA PREOCUPAÇÃO diante da greve dos vigilantes privados que, afetando a rede bancária e serviços essenciais, tem trazido enormes transtornos e prejuízos à sociedade. Fazemos um apelo pelo diálogo, razoabilidade e respeito ao direito de ir e vir dos cidadãos. Defendemos que, mesmo diante do direito de manifestação e luta, a categoria preencha um percentual mínimo de ocupação de postos de trabalho de modo a assegurar a manutenção dos serviços de apoio às redes bancária e de saúde. Também pedimos que as autoridades envolvidas mais diretamente na questão atuem com a maior brevidade, para o pleno restabelecimento dos serviços, evitando maiores impactos negativos à economia do estado e ao bem-estar da população. 

Natal, 06 de março de 2018

Estado

FIERN defende pacto para retirar o Estado da dramática crise que atravessa

Em nota divulgada nesta sexta-feira, 05, assinada por seu presidente, Amaro Sales de Araújo, a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), saúda as medidas anunciadas pelo governador Robinson Farias, para enfrentar a dramática crise que se abateu sobre o Estado, e conclama todos os poderes para apoiar as ações propostas.

Para a FIERN, a hora é de um pacto pela salvação do Rio Grande do Norte.

“Mais do que nunca, é preciso um pacto para salvar o Rio Grande do Norte. Somos todos responsáveis pela efetividade do interesse público”, afirma a nota.

Estado

FIERN emite nota de solidariedade aos empresários Nevaldo e Flávio Rocha

A Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), divulgou na manhã desta terça-feira, 17, nota pública e oficial de solidariedade aos empresários potiguares Flávio Rocha e Nevaldo Rocha.

Assinada por seu presidente, Amaro Sales de Araújo, a nota destaca a importância dos dois empreendedores para o Rio Grande do Norte, considera equivocada a apresentação de ações judiciais contra a Guararapes e contra Flávio Rocha e apresenta irrestrita solidariedade aos dois empreendedores.

Leia abaixo a íntegra da nota:

Flávio Rocha é um dos mais importantes empreendedores brasileiros e, destacadamente, um dos mais relevantes da história do Rio Grande do Norte. Ao sair em defesa da indústria Guararapes Confecções e do Pró-Sertão, o fez legitimamente na salvaguarda de sua empresa e de um projeto, cuja iniciativa gera milhares de empregos formais no interior potiguar.

O Ministério Público do Trabalho merece o respeito de todos nós, mas não podemos nos calar diante da apresentação equivocada de ações judiciais contra a Guararapes e, agora, diretamente contra o líder empresarial Flávio Rocha.

Assim sendo, é devida a irrestrita e pública solidariedade da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte a Flávio e a Nevaldo Rocha, além de um apelo para que, mesmo diante de tais circunstâncias, continuem trabalhando e investindo no Rio Grande do Norte.

A injustiça e a insensibilidade de alguns não diminuem a estima e o respeito que a maioria reconhece dever aos líderes e aos colaboradores do Grupo Guararapes, merecedores do nosso apoio e aplauso.

Amaro Sales de Araújo

Presidente do Sistema FIERN

Economia

“Café de Negócios” na FIERN

Será realizado nesta quarta-feira, 27, das 8h às 11h, na Casa da Indústria, o 1º Encontro de Café de Negócios. O evento conta com o apoio da FIERN e da Câmara de Comércio Mercosul e América Latina (CCM-ULA).

O objetivo é apresentar novas oportunidades de negócios no Brasil e no mundo, e contará com a presença do Presidente da CCM-ULA, Alexandre Arnone e o vice-presidente de Relações Internacionais, Iyed Imad.

A CCM-ULA está presente nos cinco continentes, e apresentará diversos e atuais modelos de negócios e inovações nas mais diversas áreas empresariais.

O evento é aberto aos empresários e interessados, mas pede-se confirmação de participação pelo e-mail relacionamento@mercosul-ula.org.br ou pelo telefone (84) 99696-4005.