Diversos

FIERN emite nota sobre protesto de amanhã (28)

NOTA – FIERN

Manifestações sobre quaisquer temas são legítimas e garantidas pela Constituição. Mas, da mesma forma que assegura a liberdade de expressão e de manifestação, a Constituição garante o direito de ir e vir do cidadão e a proteção aos patrimônios público e privado.

Não será com intimidação ou violência que construiremos um Brasil mais justo e democrático. A hora é de trabalhar e gerar empregos para os mais de 13 milhões de pessoas que aguardam uma oportunidade.

Portanto, contamos que nesta sexta-feira, 28 de abril, seja respeitado o sagrado direito de trabalho dos brasileiros e que as empresas possam funcionar em sua plenitude. O setor industrial potiguar irá produzir normalmente nesta sexta-feira, dando assim sua contribuição para fortalecer a economia, gerando emprego e renda e ajudando o país a vencer a crise.

O estado de direito democrático impõe a toda sociedade direitos e deveres. A Constituição é muito clara quanto aos limites do que pode e não pode. E para que a ordem legal não seja rasgada, com prejuízos a todos, é imprescindível que nos pautemos pela observância às leis, mas também pelo bom senso e respeito às decisões e opiniões individuais.

Entendemos que o mundo mudou e o Brasil precisa de reformas, sob riscos de ficar condenado ao subdesenvolvimento e pobreza. Nesse contexto, reafirmamos a importância do equilíbrio das contas públicas, da modernização das relações do trabalho e de um debate responsável, sem radicalismos, sobre a previdência social. Aliás, empregados e empreendedores, certamente, desejam os mesmos resultados, enfim, um país mais justo, pacífico e desenvolvido, com trabalho, diálogo e entendimento.  

Amaro Sales de Araújo

Presidente do Sistema FIERN

Política

FIERN elogia aprovação do projeto que regulamenta a terceirização 

Nota do Presidente da FIERN (Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte), Amaro Sales:

“A Câmara dos Deputados, com a importante participação dos Deputados Fábio Faria, Felipe Maia e Rogério Marinho, aprovou a regulamentação da terceirização através do PL 4302/98.

A aprovação representa um avanço significativo para a retomada do crescimento econômico, com a melhoria do ambiente de negócios, a segurança jurídica e a consequente geração de emprego e renda. Além de representar um momento decisivo para a modernização das relações de trabalho no Brasil.

No Rio Grande do Norte, a regulamentação fortalecerá diversos segmentos industriais, notadamente, construção civil e confecções.

O Sistema FIERN, além de parabenizar os Deputados potiguares que corajosamente contribuíram para a modernização das relações do trabalho e para a segurança jurídica de contratos e empreendimentos, saúda a regulamentação da terceirização com a certeza de que a medida é apropriada e necessária para a vitalidade da economia nacional”.

Poder

FIERN homenageia empresários nesta terça (06)

A FIERN homenageará nesta terça-feira, 06, com a Medalha do Mérito Industrial Walter Byron Dore, os empresários industriais potiguares Arnaldo Gaspar, Flávio Azevedo e José Brito, o ex-presidente da CNI e senador Armando Monteiro Neto e o atual presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. A solenidade será realizada às 20 horas no Solar Bela Vista.

Geral

Manifestantes que protestam contra a PEC-55 e atraso salarial do Estado invadem a FIERN

Diversos sindicatos protestam neste momento pela Avenida Salgado Filho, em Natal, contra a PEC-55, que tramita no Senado Federal, após aprovação da Câmara dos Deputados, limitando os gastos públicos. O protesto também é direcionado contra o atraso salarial por parte do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

O protesto seguia pacífico até enquanto passou em frente ao prédio da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), e uma pequena parte do grupo invadiu o local.

Em nota, o presidente da FIERN, Amaro Sales lamentou o ocorrido e anuncia que vai levar o assunto ao conhecimento do Poder Judiciário.

“O direito de manifestação é legítimo, todavia, a invasão de propriedade é crime. Obstruir o direito de ir e vir de trabalhadores também não é legítimo. A FIERN, situada na Avenida Senador Salgado Filho, em Natal-RN, fechou seus portões principais ainda ontem a noite e determinou todo o fluxo de pessoal pelo acesso auxiliar. Hoje os portões foram arrombados e o espaço interno invadido.

A FIERN lamenta profundamente o fato e levará o assunto ao conhecimento do Poder Judiciário que, serenamente, precisa, a exemplo da decisão liminar ontem proferida em relação as estradas federais, tomar medidas ainda mais firmes contra práticas que atentam contra a legalidade e a democracia”.

z

Manifestantes em protesto na Av. Salgado Filho

z

Invasão ao prédio da FIERN

Política

Prefeitos eleitos do Seridó se reúnem com Presidente da FIERN

Prefeitos eleitos do Seridó participaram na manhã desta quarta-feira, no Centro de Unidades Móveis do SENAI de Caicó, de encontro com o presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales. A programação marcou o lançamento do Projeto “Novos Caminhos da Indústria”, um diagnóstico sobre as potencialidades econômicas do RN e suas regiões.

Além de lideranças empresariais, reapresentações de instituições de ensino superior e do Sistema S, estiveram presentes os prefeitos eleitos: Batata (Caicó), Polion Maia (São Fernando), Gilson Dantas (Carnaúba dos Dantas), Valdir Medeiros (Jucurutu) e Elídio Queiroz (Jardim de Piranhas).

WhatsApp Image 2016-10-05 at 13.19.12

Estado

Presidente da FIERN entrega ao Presidente da República documento com reivindicações do RN

O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, participou nesta terça-feira, 16, no Palácio do Planalto, de audiência com o presidente da república Michel Temer. Seis empresários potiguares, atendendo a convite do presidente da Federação das Indústrias, acompanharam a audiência: Pedro Terceiro de Melo (representando a Diretoria do Sistema FIERN), Thiago Gadelha Simas (representando os exportadores), Sérgio Azevedo (membro da ABEEOLICA e representante dos empreendedores de energias renováveis do RN), José Zélito Nunes (representante escolhido pelos Sindicatos da Região Oeste), Pedro Alcântara de Lima (empresário do RN com atuação nacional, líder do segmento industrial de alimentos) e Flávio Rocha (empresário do RN com atuação nacional, líder do segmento de confecções).

Na ocasião, Amaro Sales entregou ao presidente da república documento com reivindicações em áreas estratégicas e que são consideradas fundamentais para o desenvolvimento do estado. “O Rio Grande do Norte dispõe de potencialidades que podem ajudar ainda mais ao Brasil neste esforço conjunto de superação e de novas perspectivas para o futuro”, pontua o documento em sua introdução. Em seguida, elenca cinco grandes projetos estruturantes para o Rio Grande do Norte: continuidade das obras de transposição do rio São Francisco, que beneficiam o RN; duplicação da BR 304; construção de novas linhas de transmissão de energia eólica; apoio às exportações; e nova postura da Petrobras para com o estado, que reduziu drasticamente os investimentos no estado.

“O Rio Grande do Norte tem muito a oferecer ao Brasil. Com uma privilegiada localização geográfica, ventos e sol com enorme potencial de energia renovável, paisagens costeiras, patrimônio histórico, grandes reservas minerais, águas subterrâneas em áreas de solo com qualidade (Apodi e Assu), tem, mesmo assim, desafios como a carência de infraestrutura logística de alta qualidade, insuficiente qualificação da força de trabalho, insegurança quanto a oferta d´água e ambiente de negócios com atratividade limitada”, afirma o documento entregue ao presidente Michel Temer.

O documento detalha cada uma das cinco propostas apresentadas. Com relação à transposição, defende continuidade das obras abrangendo a Bacia do Piranhas-Assu, a Barragem de Oiticica e o ramal Apodi, em fase de estudos.

Fotos

Fotos

Política

FIERN diz que não apoia Marcelo Queiroz para ser vice de Carlos Eduardo

Da FIERN à imprensa: 

“A Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte não tem posição tomada sobre qualquer candidato a prefeito ou a vice.

A posição de classes empresariais ao nome do presidente licenciado da Fecomercio, Marcelo Queiroz, para ser indicado vice do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), pode ter sido tomada por industriais pessoalmente, mas não institucionalmente”. 

Política

Robinson recebe projeto idealizado por Rogério Marinho na posse da diretoria da FIERN

O governador Robinson Faria (PSD) recebeu na noite desta sexta-feira (30) o Mais RN, minucioso planejamento com metas e sugestões para o desenvolvimento do Estado pelos próximos 20 anos. O projeto, idealizado pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB) durante sua passagem pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do RN, transformou-se em realidade a partir da parceria firmada com a Federação das Indústrias do RN (Fiern).

O Mais RN foi entregue ao governador exatamente na solenidade de posse da nova diretoria da Fiern, realizada no Olimpo Recepções. Reeleito para mais um mandato à frente da Federação, o presidente da instituição Amaro Sales repassou o estudo para Robinson ao lado do ex-presidente da Fiern e atual Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Flávio Azevedo.

Foto: Assessoria de Rogério Marinho  

Política

FIERN divulga pesquisa incompleta sobre avaliação do Governo Robinson

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte divulgou ontem (04) uma pesquisa do Instituto GPP que avaliou o Governo de Robinson Faria (PSD). 

O próprio site da respeitada instituição potiguar se equivocou ao somar os números de Regular com Ótimo/Bom para afirmar como aprovação ao Governo Robinson. 

Mas, cadê o Aprova/Desaprova? 

A pesquisa teve como único objetivo avaliar o Governo de Robinson?

Política

Governador visita a FIERN e propõe incentivar o desenvolvimento industrial no Estado‏

O Governador Robinson Faria visitou no início da tarde de hoje, 9, o presidente da Federação das Indústrias do RN (Fiern), Amaro Sales.

Na pauta da reunião temas como a implantação do programa Mais RN, elaborado pela Federação, que consiste num plano de metas para a indústria no Estado e que necessita da sintonia e apoio do Governo do Rio Grande do Norte.

“Aqui ainda não existe uma política industrial desenvolvida. O Rio Grande do Norte é um dos poucos estados do Brasil que ainda não tem essa política. Estamos acompanhando de perto o trabalho do governador Robinson e dispostos a conversar com ele, inclusive convidá-lo para uma reunião com os diretores”, disse Sales.

O Governador, por sua vez, reafirmou ao presidente da Fiern as intenções do seu Governo, alegando que o Rio Grande do Norte terá um “papel empreendedor”, facilitando a criação de novos investimentos. “O desenvolvimento industrial fomenta a cadeia produtiva, gera mais empregos e, com isso, aumenta a arrecadação. Queremos fortalecer as empresas que já existem e atrair novas”, disse Robinson Faria.

Foto: Rayane Mainara

z

Sem categoria

Amaro Sales é reeleito presidente da FIERN‏

O industrial Amaro Sales de Araújo foi reeleito nesta sexta-feira, 12, à unanimidade dos 28 sindicatos filiados, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) para o período de 2015 a 2019. Como primeiro vice-presidente foi reconduzido o industrial Pedro Terceiro de Melo.

Momentos após o anúncio da eleição, ainda no plenário da votação, Amaro Sales recebeu um telefonema do Governador eleito Robinson Faria parabenizando-o pela reeleição.

Sem categoria

Robinson fuma o cachimbo da paz com a FIERN

A campanha passou…

Os ânimos estão mais calmos…

E o governador eleito Robinson Faria (PSD) recebeu a visita de cortesia do presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, na tarde desta segunda-feira (08), a fim de estabelecerem uma agenda de trabalho em comum.

No calor da emoção da campanha, Robinson chegou a dizer que a FIERN era uma extensão do comitê de campanha de Henrique, que disputou o Governo do Estado pelo PMDB.

Bom…

Na pauta da reunião estavam assuntos de interesse tanto do setor industrial como do Governo do Estado. Eles falaram sobre o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Estado (Proadi), Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs), fortalecimento da micro e pequena empresa, dentre outros temas. A ideia foi iniciar o relacionamento entre o setor industrial com o novo governo que se inicia no próximo mês.

Participaram da reunião a senadora eleita Fátima Bezerra, os deputados reeleitos Fábio Faria e José Dias, o diretor técnico do Sebrae/RN, João Hélio, e diretores da Fiern.

z

z1

Sem categoria

Robinson diz que FIERN é comitê do PMDB e presidente da Federação rebate: “Nosso partido é o fortalecimento do RN”

Durante o debate da 95 FM, ocorrido ontem à noite, no auditório da CDL Natal, o vice-governador Robinson Faria, candidato ao Governo do Estado pelo PSD, afirmou que a FIERN  (Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte) é um comitê do PMDB, partido do governadorável Henrique Alves.

Nesta quinta-feira (21), o presidente da Federação, Amaro Sales, rebateu a declaração do candidato: “O partido da Federação das Indústrias é o da capacitação profissional, da melhora na educação dos jovens, do cuidado com a saúde e a segurança do trabalhador da indústria, da geração de novas lideranças sindicais. O partido da FIERN é fortalecimento da economia do Rio Grande do Norte e do Brasil”.

Foi durante a reforma e ampliação do Centro de Educação e Tecnologias Ítalo Bologna, do Senai, em Mossoró.

 

Sem categoria

Diretor da FIERN participa de Congresso Nacional em São Paulo

O industrial caicoense Heyder Dantas, que ocupa uma das diretorias da FIERN, representou a instituição, ontem (27), durante o Congresso Nacional das Micro e Pequenas Indústrias, em São Paulo.

Na ocasião, o presidente da FIESP, Paulo Skaf, se despediu do cargo para disputar o Governo do Estado de São Paulo pelo PMDB.

20140527-224253-81773135.jpg

Heyder Dantas, Paulo Skaf e o Ministro Afif Domingos.

Sem categoria

Rosalba quer estreitar parceria entre Governo e Fiern

Durante seu discurso na posse da nova diretoria da Fiern, a governadora Rosalba Ciarlini ressaltou a intenção de estreitamento da parceria entre o governo e a entidade. “O Rio Grande do Norte precisa ser mais atrativo para as Indústrias, e é de total interesse do governo ajudar no que for necessário para que incentivos e condições sejam oferecidas para que possamos atrair desenvolvimento para o Estado. Estamos começando um novo momento que tem tudo para alavancar o crescimento do RN”, disse a governadora.

Sem categoria

Amaro Sales diz que Flávio Azevedo é “mais do que um companheiro: um irmão”

Em seu discurso de posse, o novo presidente da FIERN, industrial Amaro Sales de Araújo, fez um balanço de sua trajetória empresarial e sindical; delineou os principais planos de trabalho para a sua gestão (2011-2015); defendeu um maior diálogo e parceria com os governos estadual, municipal e a classe política; e agradeceu ao ex-presidente Flávio Azevedo a confiança depositada (“mais do que um companheiro: um irmão”) e ao presidente da CNI Robson Braga, pelo apoio que vem dando aos projetos desenvolvidos pela FIERN.

Sem categoria

Ex-prefeito de Natal vai assumir diretoria na Fiern

O presidente eleito da Fiern, Amaro Sales, convidou o economista Marcos César Formiga para o cargo de diretor da Federação.

O convite foi aceito prontamente.

Marcos César Formiga foi prefeito de Natal, Secretário de Planejamento do Estado, deputado federal, diretor da EBTU (Empresa Brasileira de Transportes Urbanos) e trabalhou na Confederação Nacional da Indústria- CNI.

Sem categoria

FIERN vai manter diálogo aberto com Rosalba

Apesar do imbróglio provocado pelo supersecretário Paulo de Tarso Fernandes, o presidente da Federação das Indústrias, Flávio Azevedo, reiterou o interesse em manter diálogo aberto com a governadora Rosalba Ciarlini, sobretudo em questões voltadas ao desenvolvimento sócio-econômico.

“A FIERN vem estabelecendo um diálogo produtivo com o Governo do Estado e pretende manter parcerias, principalmente na área de educação através do SESI, do SENAI e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RN). Buscamos sempre o consenso, nunca o dissenso como tentou o secretário Paulo de Tarso Fernandes”, disse Azevedo.