Estado

Juiz Henrique Baltazar questiona controle do Estado sobre o sistema prisional após mortes de presos

O juiz Henrique Baltazar foi ontem (19) ao Twitter após tomar conhecimento da morte de mais quatro presos na Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, antigo Pavilhão 5 de Alcaçuz, que foi separado por um muro e o Governo do Estado trata como unidade prisional à parte.

Dr. Henrique questionou o controle do Estado sobre o sistema prisional:

Diversos

Morre Seu Basto, pai do juiz Henrique Baltazar

Faleceu na manhã desta terça-feira (27), em Natal, Sebastião Vilar dos Santos, 97 anos, mais conhecido em Caicó por Seu Basto da Livraria Paraibana.

Ele é pai do juiz Henrique Baltazar.

Ocorrerá um velório em Natal entre 13h e 18h na capela 1 do Centro de Velório da Rua São José.

Em seguida o corpo segue para Caicó, onde será velado no Sempre da Av. Coronel Martiniano. Nesta quarta-feira (28) ocorrerá uma Missa na Catedral de Sant’Ana, por muitos anos frequentada por Seu Basto e sua esposa, católicos fervorosos. Em seguida, o sepultamento na cidade seridoense.

Caicó lamenta a morte de Seu Basto, um exemplo de homem de bem com a fibra do algodão do Seridó.

Estado

Juiz Henrique Baltazar: “Desativar Alcaçuz é repetir o erro cometido com a João Chaves e o maior problema lá é de gestão”

Os deputados que compõem a Comissão Especial do Sistema Prisional ouviram o juiz titular da Vara de Execuções Penais de Natal, Henrique Baltazar, na manhã desta quinta-feira (30), em mais uma etapa do trabalho de coleta de informações proposta pelo grupo.

Em sua participação, o magistrado defendeu a construção de pequenas unidades prisionais em detrimento de dois grandes presídios, responsabilizou a gestão pelos problemas na penitenciária de Alcaçuz e creditou a crise da segurança pública no Rio Grande do Norte à atuação de facções criminosas.

A estrutura das unidades prisionais do estado e a decisão da desativação de Alcaçuz, anunciada pelo Governo do Estado, foram uns dos principais questionamentos levantados pelos deputados. O titular da Vara de Execuções Penais destacou que os Centros de Detenção Provisória (CDP) ativos na cidade não possuem estrutura para atuarem como presídios e que a localização de Alcaçuz não é a causa do problema no presídio.

“Desativar Alcaçuz seria a repetição do erro cometido com a João Chaves, quando não existia um plano para absorver a população carcerária. Por outro lado, o problema das fugas em Alcaçuz está na técnica que foi escolhida para a sua construção. Visto que entre os túneis utilizados para fugas encontrados lá, existem verdadeiras cavernas que nunca desabaram. O problema maior é de gestão”, frisou.

Foto: Eduardo Maia

Foto: Eduardo Maia

Estado

Henrique Baltazar denuncia que Governo do Estado não está pagando a empresa que monitora tornozeleiras de 500 presos

Ainda durante a reunião da Comissão Especial do Sistema Prisional, na Assembleia Legislativa, o juiz titular da Vara de Execuções Penais de Natal, Henrique Baltazar, fez uma grave denúncia envolvendo o caos da Segurança Pública do Estado por incompetência do Governo do Estado.

Segundo o magistrado, o Governo do Estado não estaria pagando a empresa que faz o monitoramento das tornozeleiras eletrônicas e o serviço estaria suspenso, deixando os mais de 500 apenados sem monitoramento.

“A secretaria de Segurança não sabe o paradeiro dessas pessoas. Esse é mais um indicativo de porque vivemos com problemas na área de segurança”, alertou o deputado e presidente da Comissão, Kelps Lima (SDD).

Foto: Eduardo Maia

Foto: Eduardo Maia

Estado

Globo News: Juiz Henrique Baltazar diverge do Governador e diz que “presídios do RN não estão sob controle do Estado”

O Jornal das Dez, da Globo News, dedicou vários minutos, para abordar o caos no sistema prisional do Rio Grande do Norte, ouvindo a opinião dos jornalistas Cristiana Lobo e Gerson Camarotti.

Da Argentina, por telefone, o juiz de execuções penais, Henrique Baltazar, também foi entrevistado. 

E divergindo do que disse o Governador Robinson Faria à imprensa nacional mais cedo, para o juiz, a situação nos presídios do Rio Grande do Norte não está sob o controle do Estado. 

Estado

Henrique Baltazar: “O Governo do Estado é surdo”

Em entrevista ao jornalista Roberto Guedes, no programa Primeiro Ponto desta quarta-feira (16), o juiz de execuções penais, Henrique Baltazar, criticou a política do sistema prisional do Governo do Estado.

“O Governo do Estado sabe o que precisa ser feito, mas é surdo”, declarou o magistrado.

Na entrevista, Baltazar ainda disse que o caos do sistema prisional interfere diretamente na insegurança pública que só aumenta e se alastra pelo Rio Grande do Norte.

z

Estado

Juiz registra nova fuga em Alcaçuz

O juiz Henrique Baltazar registrou em seu Twitter uma nova fuga em Alcaçuz, Penitenciária de Segurança Máxima do Rio Grande do Norte. 

Segundo o magistrado, não se sabe o número exato de fugitivos. 

  

Estado

Exclusivo: Confira as imagens dos bandidos que tentaram invadir a casa de Henrique Baltazar

O blog conseguiu imagens exclusivas dos bandidos que tentaram assaltar a casa do juiz de execuções penais, Henrique Baltazar, na noite desta terça-feira (19). 

O suspeito de camisa branca longa é o provável líder da quadrilha. O homem foi até o portão e orientava os demais. 

Na fuga, ele perdeu celular e a polícia pede que quem encontrou, procure a Delegacia de Furtos e Roubos(DEFUR) para devolver aparelho que vai auxiliar na busca de mais informações do bandido.

O quinto homem permaneceu dentro do carro. 
Qualquer informação ligar para DEFUR: 3232-4550. 

  
  
  
  

Estado

Juiz Henrique Baltazar relata tentativa de assalto a sua casa

O juiz de execuções penais, Henrique Baltazar, utilizou sua conta pessoal no Twitter, para relatar a tentativa de assalto a sua casa, em Natal.

Segundo o magistrado, os bandidos não chegaram a entrar em sua casa.

“Não houve invasão, mas uma tentativa de assalto”, relatou Dr. Henrique em seu Twitter.

Em um grupo que faz parte no WhatsApp, o juiz também fez a seguinte postagem:

“Cinco homens armados tentaram invadir minha casa. Meu filho reagiu e atirou neles. O tiroteio foi grande, mas ele não foi ferido. Ele acha que atingiu alguém. Está tudo bem. Contei a vcs antes que soubessem por outros e ficasse uma confusão grande. Ninguém em casa foi ferido (mas parece que um dos 5 assaltantes saiu baleado)”.

Estado

Bandidos invadem a casa do juiz Henrique Baltazar

Cinco bandidos invadiram a residência do juiz de execuções penais, Henrique Baltazar, em Capim Macio. 

O magistrado está a trabalho em Pau dos Ferros, mas em casa estava a mulher e um dos filhos, que reagiu, atirou nos bandidos e evitou o assalto, porém ocorreu troca de tiros.  

Um tiro atingiu uma amiga da família que fazia uma visita no momento, mas feriu apenas a mão e passa bem. 

Estado

Henrique Baltazar: “Quando o Governo do RN vai retirar Alcaçuz do comando dos presos?”

Do juiz Henrique Balazar em seu Facebook: 

A falência do sistema de segurança prisional do RN (não do sistema penitenciário, o que é outra coisa) fica evidente quando o governo, para entrar em qualquer pavilhão da maior penitenciária do Estado necessita, sempre, da força do Batalhão de Choque.

Hoje, no RN, até para socorrer um preso ferido ou verificar a existência de um túnel em um presídio semidestruído, a administração penitenciária não consegue atuar sem a força externa da Polícia Militar (o que, aliás, está destruindo aos poucos a “doutrina” da polícia de choque).

A política de segurança prisional do RN é um absoluto fracasso, e está resultando em mais roubos, estupros, mortes de cidadãos, vítimas da prepotência de quem não tem vontade e nem coragem de realizar um trabalho decente nessa área.

Alguém já procurou contabilizar quantos foram vítimas dos fugitivos da Penitenciária de Alcaçuz?

Túneis são encontrados quando o Batalhão de Choque inspeciona a Penitenciária de Alcaçuz. A propaganda mentirosa sempre afirma que “agentes penitenciários” encontraram mais um túnel, disfarçando a incompetência. Realmente eles os encontram, mas só quando a PM lhes permite procurar.

Hoje fala-se que encontraram mais um túnel, depois que os próprios presos informaram uma possível fuga, e isso porque aparentemente parte do tal caminho desabou e talvez tenha matado um dos que buscavam fugir.

Até quando o governo do RN continuará omisso, apenas “maquiando” os presídios? 

Até quando a sociedade potiguar – nossos deputados eleitos e a imprensa, inclusive – aceitará isso, sem fazer uma cobrança mais enfática?

Quando o governo do RN assumirá o controle efetivo do sistema prisional, retirando ao menos o maior presídio do Estado do comando dos presos?

Diversos

“Estão brincando com os potiguares”, diz o juiz Henrique Baltazar sobre anuncio do Governo do Estado 

Pelo Twitter, o blog questionou o juiz de execuções penais, Henrique Baltazar, sobre o anuncio feito pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (27), das ações para o sistema prisional. 

Dr. Henrique, que dias antes preveu o caos vivido de forma intensificada nos últimos dias, disse que estão brincando com os potiguares.