Natal

Vereadores aprovam projeto de construção do Hospital Municipal de Natal

Encaminhado em regime de urgência ao Legislativo municipal, o Projeto de Lei 290/2019, de autoria do poder Executivo, foi aprovado em primeira e segunda discussão na tarde desta terça-feira (12), durante a Sessão Ordinária.

A matéria trata da regulamentação de uma área situada na Zona de Proteção Ambiental – 1 (ZPA1), no bairro Pitimbu, para a construção do Hospital Municipal de Natal.

A expectativa é que a unidade hospitalar tenha 200 leitos, sendo 30 de UTI.

O recurso para a implantação é federal na ordem de R$ 30 milhões.

Natal

UTI do Hospital Municipal de Natal recebe certificado de qualidade

A Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Municipal de Natal (HMN) recebeu recentemente um certificado de qualidade da Associação de Medicina Intensiva Brasileira. Essa certificação, a partir de um banco de dados de todas as unidades, tem o intuito de classificar as UTIs de todo o país, tanto privadas quanto públicas, podendo assim criar um padrão de qualidade e tecnologia.

Este certificado orienta a UTI fornecendo a ela um banco de dados que permitem tanto a análise de quem são seus pacientes, quanto sua comparação com outras UTIs brasileiras. São fornecidas informações como: qual o tipo de paciente que admitem, as principais etiologias e as motivações que esses pacientes tiveram para chegar na UTI. Esse banco de dados é utilizado para definir se a assistência aos pacientes está sendo adequada.

“Esses dados significam a visibilidade do nosso trabalho, e quando são bem analisados podem conduzir melhorias na assistência do que estamos fazendo, e fazer um diagnóstico da rede que estamos tendo.” diz Salete Rocha, coordenadora de enfermagem do Hospital. “Conseguimos ver que estamos indo no caminho certo, então é positivo tanto para o hospital quanto para o município. A gente está conseguindo oferecer um serviço de qualidade à população”, reforça Ana Patrícia Tertuliano, coordenadora médica.

A Unidade de Tratamento Intensivo do HMN dispõe de dez leitos médicos e a equipe é composta por dez médicos especialistas – cirurgiões, reumatologistas, fisioterapeutas, geriatras. Já na área da enfermagem, enfermeiros plantonistas, uma enfermeira diarista, técnicos de enfermagem – sendo um técnico para cada dois pacientes.

IMG-20181015-WA0014

Natal

Hospital Municipal de Natal melhora fluxo de atendimento aos usuários

Prestes a completar três anos de funcionamento, o Hospital Municipal de Natal |Dr. Newton Azevedo tem buscado, cada vez mais, estratégias para melhorar o fluxo de atendimento à população. A mais recente mudança – que completou dois meses – que regulou a porta de atendimento do Pronto-Socorro Adulto, passando a atender apenas pacientes referenciados pela rede de urgência e emergência municipal, já traz resultados positivos para a população da capital, conseguindo melhor resolutividade dos serviços ofertados.

Desde então, o pronto-socorro adulto do HMN recebe pacientes encaminhados das portas preferenciais da rede de urgências que são as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Pajuçara, Potengi, Esperança, Sul, a Unidade Mista de Mãe Luiza e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU Natal), além das unidades de saúde de Natal.

De acordo com a coordenadora de urgências e emergências, Renata Silva Santos, o novo sistema de regulação trouxe resultado satisfatório. “O processo de trabalho ficou bastante dinâmico. Atualmente conseguimos fazer os leitos rodarem no Hospital e dar fluxo aos pacientes que permaneciam internados na UPAs. Com isso houve melhora do fluxo, otimização dos serviços, satisfação dos servidores e pacientes”.

Natal

Hospital Municipal fecha 2017 com mais de 120 mil atendimentos prestados à população

Inaugurado em 2015 como o maior investimento na saúde pública de Natal, o Hospital Municipal Doutor Newton Azevedo, popularmente conhecido como Hospital Municipal de Natal (HMN), fechou o ano de 2017 com diversos serviços prestados para a população.

Apenas em atendimentos, foram 126.939, sendo 44.459 no Pronto Atendimento Infantil (PS Infantil), 59.479 no PS Adulto e 23.001 no setor de ortopedia. Além disso, o HMN registrou mais 1.900 internamentos na clínica médica.

Com relação aos procedimentos, os números também chamam atenção. Em 12 meses, foram mais de 500 mil, com destaques para a administração de medicamentos (cerca de 90 mil), consulta com observação até 24h (cerca de 90 mil) e raio-x (cerca de 40 mil).

Natal

Hospital Municipal de Natal realiza mais de 250 mil procedimentos no primeiro semestre

Inaugurado em 2015 para preencher uma lacuna na rede de atendimento à saúde, o Hospital Municipal de Natal Doutor Newton Azevedo (HMN) – o primeiro na história da cidade – segue sendo referência para os natalenses e apenas no primeiro semestre deste ano realizou mais de 250 mil procedimentos.

Ao todo, foram 267.966 procedimentos de janeiro até junho deste ano, sendo os serviços mais utilizados os seguintes: laboratório (80.037); consulta por profissional de nível superior (49.670); administração de medicamentos (45.138); nebulização (17.183); raio-x (14.443); e consulta com especialista (11.856).

Se levarmos em consideração também o número de atendimentos, esse número sobe ainda mais. Nos seis primeiros meses, foram 64.175, com 23.564 na pediatria, 30.612 no setor de adultos e 9.999 na ortopedia. Além disso, as internações somaram 1.099.

Natal

Hospital Municipal de Natal amplia atendimento do setor de ortopedia

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ampliou o horário de atendimento do setor de ortopedia do Hospital Municipal de Natal Dr. Newton Azevedo. O serviço, que antes ofertado das 7h até as 19h, agora se estenderá até a meia- noite.

A mudança se deu para poder oferecer uma maior cobertura para a população natalense, principalmente depois do processo de regulação do Walfredo Gurgel, que atende pacientes politraumatizados graves e vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC). “Aqui nós realizamos o atendimento de média e baixa complexidade. Diante da necessidade atual, a SMS decidiu que o melhor caminho era ampliar esse horário de atendimento”, destacou Renata Campos, diretora do HMN.

Antes da mudança – que começou nessa quinta-feira (1) – a média de atendimento no setor era de 80 pessoas por dia. No espaço, os usuários encontram serviço como o raio-x, sutura, imobilização e medicação, sempre antes passando por um atendimento com um médico especialista.

Hospital Municipal de Natal

Natal

Prefeitura de Natal implanta serviço de Hotelaria no Hospital Municipal

Aprimorar o processo de acolhimento dos usuários da rede municipal de assistência à saúde, por meio da humanização do atendimento e da prestação de um serviço de qualidade, visando a satisfação e o bem estar dos pacientes, acompanhantes e servidores. Esse é o objetivo principal da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ao implantar o serviço de hotelaria no Hospital Municipal de Natal Dr. Newton Azevedo, desde outubro de 2016.

A medida, segundo a coordenadora do Setor de Hotelaria do HMN, Diana Cacho, vem proporcionando aos usuários uma constante melhoria da experiência hospitalar, com atendimento humanizado e eficiente, que auxilia de forma positiva no processo de restabelecimento da saúde.

Natal

Carlos Eduardo inaugura urgência pediátrica do Hospital Municipal de Natal

O Prefeito Carlos Eduardo inaugurou, na manhã desta quinta-feira (30), a Urgência Infantil – Dra. Sandra Celeste, no Hospital Municipal de Natal Dr. Newton Azevedo.

A população passa a contar com uma estrutura de 10 novos leitos de observação, além dos 10 de enfermaria já existentes no Hospital, uma ala de nebulização, sala para classificação de risco e três leitos para urgências, com atendimento pediátrico e multidisciplinar.

“Hoje estou muito feliz, porque estamos podendo dar esse presente a população de Natal. Na rede privada pode haver até estrutura igual, mas melhor que a nossa não tem com certeza”, festejou Carlos Eduardo.

A Urgência conta com capacidade de atendimento de até 400 crianças por dia. “É uma estrutura superior a área privada, não apenas em relação à parte física, mas também sobre os profissionais. Ninguém em Natal tem três profissionais pediatras por turno e aqui, além deles temos os residentes”, revelou o secretário de Saúde de Natal.

Natal

Prefeitura de Natal inaugura urgência pediátrica no Hospital Municipal nesta quinta (30)

Como forma de proporcionar mais conforto, ambiência e acessibilidade às crianças e seus acompanhantes e melhores condições de trabalho aos servidores, a Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, entrega nesta quinta-feira (30), às 10h, a nova ala de Urgência Pediátrica do Hospital Municipal de Natal Dr. Newton Azevedo. A inauguração vai contar com a presença do prefeito Carlos Eduardo.

Neste anexo serão realizados atendimentos exclusivos de urgência pediátrica, cujo acesso acontecerá pela lateral do Hospital, na Rua Manoel Machado, ao lado da Urgência Ortopédica, e receberá o nome de Urgência Pediátrica Dra. Sandra Celeste. A reforma custou cerca de R$ 200 mil, com recursos próprios do município.

A Urgência Pediátrica Dra. Sandra Celeste contará com 10 leitos de observação novos, além dos 10 de enfermaria já existentes no Hospital, uma ala de nebulização, sala para classificação de risco atendida por um enfermeiro e três leitos na sala de urgência (sala vermelha). Além disso, a urgência terá à disposição televisões para que as crianças possam se entreter durante o momento do atendimento.

Para a diretora do Hospital, Cecília Picinin, o novo anexo possibilitará ter um controle maior sobre as crianças que irão dispor de um atendimento totalmente personalizado, contando com o atendimento de três pediatras durante 24h por dia.

“O anexo foi concebido para o atendimento exclusivamente de pediatria como forma de proporcionar o maior conforto possível às crianças que, antes da reforma, compartilhavam o espaço com o pronto de socorro adulto”.

Natal

Hospital Municipal de Natal realiza mais de 36 mil atendimentos no primeiro trimestre de 2016‏

O Hospital Municipal de Natal Dr. Newton Azevedo, inaugurado em dezembro de 2015, tornou-se referência no município no que diz respeito ao atendimento de urgência e emergência de clínica médica e pediatria para os munícipes de Natal, como o primeiro Hospital municipal da capital potiguar. No primeiro trimestre de 2016, a unidade hospitalar, que atende pronto atendimento adulto, infantil e de ortopedia realizou 36.644 atendimentos, uma média de mais de 12 mil pessoas atendidas por mês.

O mês de fevereiro foi o que registrou o maior número de atendimentos alcançando a marca de 14.035, sendo 7.264 de clínica médica, 5.150 de pediatria e 1.621 de ortopedia. Em março, foram 12.636 atendidas até o dia 27, sendo 4.289 de pediatria, 6.908 no Pronto Atendimento Adulto e 1.439 de urgência ortopédica. No mês de janeiro, foram 9.973 atendimentos, sendo 4.884 de clínica médica, 3.316 de pediatria e 1.773 de ortopedia.

O Hospital Municipal de Natal possui capacidade instalada para unificar os serviços de Terapia Intensiva, Bloco Cirúrgico, Psiquiatria, Ortopedia, Clínica Médica e Pediatria. Hoje ele funciona com Pronto Atendimento e internação pediátrica, Pronto Atendimento e internação de Clínica Médica, Pronto Atendimento de Ortopedia e dez leitos de Terapia Intensiva (UTI). A equipe é formada por sete médicos por plantão no Pronto Atendimento, sendo três de clínica médica, dois de pediatria e dois de ortopedia, além da equipe multidisciplinar formada por assistente social, nutricionistas e a equipe do Laboratório.

Atualmente, a Secretaria Municipal de Natal está reformando um prédio em anexo onde funcionará o Pronto Socorro Infantil Dra. Sandra Celeste, ampliando ainda mais a capacitada instalada do Hospital Municipal de Natal para atendimento de pediatria.

HMN_4

Natal

Prefeitura abre dez leitos de UTI no Hospital Municipal de Natal‏

A Prefeitura Municipal de Natal cumpriu o prometido a população de Natal e por meio da Secretaria Municipal de Saúde abriu na manhã desta quarta-feira (23) os dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Natal Dr. Newton Azevedo, com uma estrutura física e tecnológica de alta tecnologia e com um corpo profissional qualificado para atender os munícipes de Natal.

“Hoje é um dia muito importante para a saúde pública de Natal. Com esforço, coragem e dedicação do prefeito Carlos Eduardo entregamos hoje à população dez leitos de UTI, da melhor qualidade, com o que há de mais moderno em termo de tecnologia para os natalenses. Entregamos os dez primeiros leitos de UTI da história de Natal. Isso só foi possível graças a determinação do prefeito de Natal e da equipe, competente e comprometida, da SMS e do Hospital Municipal de Natal”, destaca o secretário Luiz Roberto Fonseca.

Os dez leitos já estão ocupados com pacientes que aguardavam uma vaga no Hospital Municipal de Natal e que estavam nas salas vermelhas das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Natal (Pajuçara, Potengi e Esperança).

“Foi árdua a luta para superar as dificuldades burocráticas para instalar a Usina de Oxigênio, mas superamos. Implantamos uma Usina de oxigênio de excelente desempenho que solucionou a demanda por oxigênio e ar comprimido, garantido o pleno funcionamento da UTI”, ressalta Luiz Roberto Fonseca.

O secretário aproveitou a ocasião para anunciar o início das obras de reestruturação da nova ala pediátrica do Hospital Municipal de Natal, que receberá o nome de Pronto Socorro Infantil Dra. Sandra Celeste. “A estruturação da ala pediátrica que estará concluída em 60 dias trará uma melhoria considerável no fluxo de pacientes que procuram a assistência infantil. Parabéns ao prefeito Carlos Eduardo, pois ao contrário de muitos no país, a saúde aqui é prioridade”.

UTI Natal

 

Natal

Carlos Eduardo inaugura o primeiro hospital municipal de Natal

Um dia histórico para a população de Natal que ganhou, nesta sexta-feira (18), o seu primeiro hospital municipal.

O Hospital Municipal Doutor Newton Azevedo foi entregue pelo prefeito Carlos Eduardo, em solenidade que contou com a participação, entre outras autoridades, do ministro da Saúde Marcelo Castro.

A unidade de saúde tem capacidade para realizar 500 internações e 23 mil atendimentos por mês e está estruturada com 80 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica.

A unidade hospitalar contará também com atendimento 24 horas em ortopedia clínica e em pronto atendimento adulto e infantil.

Para colocar o Hospital Municipal em funcionamento, a Prefeitura reformou o prédio alugado e pertencente ao antigo Hospital Médico Cirúrgico.

Fotos: João Maria  
  
  

Natal

Zenaide Maia parabeniza Carlos Eduardo pela inauguração do Hospital Municipal de Natal‏

A deputada federal Zenaide Maia (PR/RN) visitou o Hospital Municipal de Natal e parabenizou o prefeito Carlos Eduardo pela iniciativa. “Diante de um quadro crônico de insuficiência de leito hospitalar no Rio Grande do Norte e Grande Natal, o aumento de 80 leitos faz a diferença, sem falar no aumento do serviço de urgência de ortopedia, clínica médica e pediatria. Parabenizo o prefeito Carlos Eduardo por tamanha iniciativa”, disse a deputada.

Zenaide Maia esteve no Hospital Municipal de Natal, na tarde desta quinta-feira (18), onde teve a oportunidade de conhecer a estrutura que terá capacidade de expansão para 100 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 clínica médica e 22 de clinica cirúrgica.

A unidade hospitalar contará com atendimento 24 horas em ortopedia clínica e pronto atendimento adulto e infantil. Serão realizadas cirurgias eletivas nas áreas de cirurgia geral, ortopedia e urologia e concentrará os atendimentos que atualmente são realizados no Hospital dos Pescadores e no Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste.

vereador Franklin Capistrano (PSB) e a deputada Zenaide Maia

Natal

Sob aplausos, Henrique e Ministro da Saúde anunciam R$ 1 milhão por mês para o Hospital Municipal de Natal

Neste momento o Hospital Municipal de Natal, idealizado pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), é inaugurado em solenidade que conta com a presença de diversas autoridades, entre elas, o Ministro da Saúde, Marcelo Castro. 

Em meio ao discurso do Ministro da Saúde, o Ministro do Turismo, Henrique Alves, anunciou que mensalmente o colega vai destinar R$ 1 milhão por mês para a manutenção do primeiro Hospital Municipal de Natal. 

Henrique pediu aplausos e foi ovacionado. 

Natal

Ministro da Saúde vai prestigiar a inauguração do Hospital Municipal de Natal

Nesta sexta-feira (18), o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), vai inaugurar o Hospital Municipal de Natal, que terá 80 leitos, sendo dez de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica. 

A unidade hospitalar contará com atendimento em ortopedia clínica 24 horas e pronto atendimento adulto e infantil 24 horas.
A expectativa é que a unidade realize uma média de 500 internações e 23 mil atendimentos mensais, entre clínica médica, pediatria e ortopedia.

O Ministro da Saúde, Marcelo Castro, vai prestigiar a inauguração. 

Natal

Hospital Municipal de Natal será inaugurado dia 20 de novembro

A população de Natal ganhará o primeiro hospital público do município no dia 20 de novembro. A data foi divulgada pela prefeita em exercício, Wilma de Faria, nesta terça-feira (27) durante visita às obras do Hospital Municipal de Natal. O secretário de saúde Luiz Roberto Fonseca confirmou o prazo estipulado para o início dos atendimentos.

Durante a visita, a prefeita em exercício percorreu todos os andares, observou o andamento das obras de adequação e agradeceu pessoalmente aos trabalhadores responsáveis pela execução dos serviços. “A população de Natal agradece o que vocês estão fazendo aqui”, disse.

Wilma de Faria ficou impressionada com as dimensões do Hospital. “Será um ganho muito grande para a cidade e seu serviço de saúde. Representa o nosso compromisso e do prefeito Carlos Eduardo e de todos que fazem a prefeitura. Serão 500 internações por mês e em média 23 mil atendimentos/mês. Então é muito importante, pois vai atender a população como um todo inclusive com alta e média complexidade. A prefeitura nunca tinha tido um hospital e estaremos inaugurando no dia 20 de novembro”, comemorou.

 O Hospital Municipal de Natal tem 80 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica. A unidade hospitalar contará com atendimento em ortopedia clínica 24 horas e pronto atendimento adulto e infantil 24 horas. Serão realizadas cirurgias eletivas nas áreas de cirurgia geral, ortopedia e urologia e concentrará os atendimentos que hoje são realizados no Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste e o Hospital dos Pescadores.

Foto: Divulgação

z

Natal

Prefeito Carlos Eduardo visita obras de adequação do Hospital Municipal de Natal‏

“Este é um momento muito importante para a cidade. Estamos fazendo história. Estamos fazendo saúde pública de qualidade”, comemorou o prefeito, satisfeito com o andamento das obras de reforma do antigo Hospital Médico Cirúrgico que está sendo transformado no primeiro Hospital Municipal de Natal. Carlos Eduardo, acompanhando do secretário de saúde Luiz Eduardo Fonseca, do secretário de comunicação Heverton Freitas e por assessores inspecionou os trabalhos nesta terça-feira (8). A inauguração está prevista para o final do mês de outubro.

O prefeito fez questão de conhecer todos os detalhes da obra desde o térreo até o segundo andar do Hospital, passando pelas alas de internação, centro cirúrgico, ortopedia, enfermarias, UTI e pediatria. “Quero que tudo esteja funcionando perfeitamente e com material de primeira qualidade”, recomendou Carlos Eduardo ao secretário. “A obra me surpreendeu, vamos deixar tudo novo”, complementou.

O Hospital Municipal terá capacidade para 80 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica. A unidade hospitalar contará com atendimento em ortopedia clínica 24 horas e pronto atendimento adulto e infantil 24 horas. A expectativa é por em média 23 mil atendimentos por mês e cerca de 500 internações. Serão realizadas cirurgias eletivas nas áreas de cirurgia geral, ortopedia e urologia e concentrará os atendimentos que hoje são realizados no Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste e o Hospital dos Pescadores.

Funcionários do Sandra Celeste estiveram no Hospital para dar início a elaboração do plano de funcionamento de seus setores. “Estamos fazendo esse planejamento em conjunto com os servidores. Não vamos simplesmente determinar o funcionamento. A quantidade de servidores que estará conosco será mais que suficiente”, explicou o secretário de saúde Luiz Eduardo Fonseca.

A prefeitura está investindo, na reforma física do prédio, cerca de R$ 150 mil, com trabalhos para garantir a acessibilidade, manutenção das estruturas elétricas e hidráulicas, troca de portas, pintura, entre outros.

08/09/2015 - PREFEITURA DO NATAL - Prefeito Carlos Eduardo, durante visita ao hospital Médico Cirurgico - Foto: Alex Régis/ SECOM

Prefeito Carlos Eduardo, durante visita ao hospital Médico Cirurgico – Foto: Alex Régis/ SECOM

Natal

Carlos Eduardo assina contrato e Hospital Municipal de Natal deverá começar a funcionar em 12 de outubro

O município do Natal dá o primeiro passo para a realização de uma grande obra que vai beneficiar milhares de natalense.

Na tarde desta segunda-feira (10), o prefeito Carlos Eduardo Alves assinou o contrato de arrendamento do Hospital Municipal de Natal.

O secretário de saúde Luiz Alberto Fonseca, representando a Secretaria de Saúde, e o médico Lauro Herculano, representando o Hospital Médico-Cirúrgico, também assinaram o contrato.

A previsão é que o Hospital Municipal comece a funcionar no próximo dia 12 de outubro.

O Hospital de Natal funcionará no prédio do Hospital Médico Cirúrgico e terá capacidade inicial para 80 leitos, sendo dez de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica.

A unidade hospitalar contará com atendimento em ortopedia clínica 24 horas e pronto atendimento adulto e infantil 24 horas.

Foto: Divulgação  

Natal

Hospital Médico Cirúrgico é arrendado a Prefeitura de Natal

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, e o secretário municipal de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, oficializam na tarde desta segunda-feira (10) o contrato de arrendamento do Hospital Municipal de Natal. A solenidade será realizada no Salão Nobre do Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura de Natal, às 16h.

O Hospital terá capacidade para no mínimo 80 leitos, sendo dez de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica. A unidade hospitalar contará com atendimento em ortopedia clínica 24 horas e pronto atendimento adulto e infantil 24 horas.

O Hospital Municipal de Natal realizará cirurgias eletivas nas áreas de cirurgia geral, ortopedia e urologia e concentrará os atendimentos que hoje são realizados no Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste e o Hospital dos Pescadores.

  

Natal

Secretaria de Saúde de Natal apresenta projeto do Hospital Municipal

A criação do Hospital Municipal de Natal foi tema de audiência pública realizada na Câmara dos Vereadores na manhã desta terça-feira (23). Durante a sessão, a Prefeitura Municipal de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), apresentou as viabilidades técnica-financeira para a implantação da unidade, que integrará os atendimentos realizados hoje pelo Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste e o Hospital dos Pescadores, somados a serviços de alta e média complexidade. A expectativa é que ele comece a funcionar já no final do segundo semestre deste ano, usando a estrutura atual do Hospital Médico Cirúrgico, que passará por uma pequena reforma antes.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, Natal tem necessidade muito grande de um serviço na qual o município possa desonerar o custo existente na contratualização de procedimentos que não são feitos por ele, mas sim por terceiros. Isso porque, ao ser detentor de 95% dos serviços de alta complexidade e ter a gestão plena dos recursos da saúde pública, o município é responsável pela contratação, via Programação Pactuada Integrada (PPI), para todo o Estado e por conta disso, tem responsabilidade de gestão e financeira muito grande. Mas, como não tem hospital próprio para realizar os procedimentos necessários, acaba pagando muito caro por isso.

“Hoje, Natal é a única capital do país que não dispõe de um hospital municipal próprio, ou seja, tudo é contratualizado com terceiros, sejam eles públicos como as unidades estaduais ou os privados. O município tem conseguido avançar muito nessa gestão do prefeito Carlos Eduardo, com a futura entrega de mais duas Unidades de Pronto Atendimento (totalizando quatro no município até o final deste ano) e a assistência materno-infantil com três maternidades. Mas, esse hospital representará mais um ponto importante de avanço”, afirmou Luiz Roberto Fonseca.