Política

Bolsonaro conclama união em grande pacto pela preservação da vida e dos empregos

Na noite desta terça-feira (31), o presidente da República, Jair Bolsonaro, fez um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, destacando todo trabalho feito até hoje para sanar problemas históricos e melhorar a vida das pessoas. Ele afirmou que o Brasil avançou muito nestes 15 meses, mas que agora está diante do maior desafio dessa geração.

“Minha preocupação sempre foi salvar vidas, tanto as que perderemos pela pandemia quanto aquelas que serão atingidas pelo desemprego, violência e fome. Me coloco no lugar das pessoas e entendo suas angústias. As medidas protetivas devem ser implementadas de forma racional, responsável e coordenada”, afirmou.

O presidente ressaltou que é preciso pensar nos mais vulneráveis. “Esta tem sido a minha preocupação desde o princípio. O que será do camelô, do ambulante, do vendedor de churrasquinho, da diarista, do ajudante de pedreiro, do caminhoneiro e dos outros autônomos com quem venho mantendo contato durante toda minha vida pública? Por isso, determinei ao nosso Ministro da Saúde que não poupasse esforços, apoiando através do SUS todos os estados do Brasil, aumentando a capacidade da rede de saúde e preparando-a para o combate à pandemia”, contou.

Bolsonaro também determinou ao ministro da Economia que adotasse todas as medidas possíveis para proteger sobretudo o emprego e a renda dos brasileiros. “Fizemos isso através de ajuda financeira aos estados e municípios, linhas de crédito para empresas, auxílio mensal de R$ 600 aos trabalhadores informais e vulneráveis, entrada de mais 1,2 milhão de famílias no programa Bolsa Família, adiamos também o pagamento de dívidas dos estados e municípios, só para citar algumas das medidas adotadas”, enumerou o presidente.

Outra medida anunciada no pronunciamento, em comum acordo com a indústria farmacêutica, foi decisão de adiar, por 60 dias, o reajuste de medicamentos no Brasil.

Ele aproveitou a oportunidade para se solidarizar e agradecer o empenho e sacrifício pessoal de todos os profissionais de saúde, da área de segurança, caminhoneiros e todos os trabalhadores de serviços considerados essenciais, bem como os homens e mulheres do campo, que produzem os alimentos dos brasileiros. “Estão mantendo o país funcionando. Com este mesmo espírito agradeço e reafirmo a importância da colaboração e a necessária união de todos num grande pacto pela preservação da vida e dos empregos: parlamento, judiciário, governadores, prefeitos e sociedade”, conclamou.

Pronunciamento do Presidente da República, Jair Bolsonaro em Rede Nacional de Rádio e Televisão. Foto: Isac Nóbrega/PR

Pronunciamento do Presidente da República, Jair Bolsonaro em Rede Nacional de Rádio e Televisão. Foto: Isac Nóbrega/PR

Política

Em vídeo, Rogério Marinho explica cancelamento da agenda de Bolsonaro em Mossoró

O Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, divulgou um vídeo explicando o cancelamento da agenda do presidente Jair Bolsonaro em Mossoró.

Mundo

Bolsonaro e Trump se encontram neste sábado (07)

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, terá um encontro neste sábado (07) com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O objetivo é aprofundar a cooperação entre Brasil e EUA nas áreas comercial, econômica e de defesa.

Política

Bolsonaro terá agenda em Mossoró no dia 12

O presidente Jair Bolsonaro anunciou durante a live semanal ontem (05), que terá uma agenda em Mossoró no próximo dia 12.

Terá a companhia de três ministros: Sérgio Moro (Justiça), Teresa Cristina (Agricultura) e o potiguar Rogério Marinho (Desenvolvimento).

Os detalhes da agenda ainda não foram divulgados.

Mundo

Trump elogia Bolsonaro

Segundo ‘O Globo’, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump elogiou o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, em coletiva à imprensa.

Minimizou a confirmação de um caso de coronavírus no Brasil.

E sobre Bolsonaro, disse: “Nós lidamos muito bem com o Brasil, o presidente (Jair Bolsonaro) é um grande amigo. Na verdade, ele concorreu com o mote ‘Make Brazil Great Again’ (Tornar o Brasil grande de novo, em português, uma alusão ao slogan do republicano na campanha de 2016 em relação aos EUA), nós temos uma ótima relação. Nós estamos trabalhando com o Brasil”.

Política

Bolsonaro autoriza envio das Forças Armadas para o Ceará

Da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira (20) um decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas no Ceará, a pedido do governador Camilo Santana. O estado vive uma crise na área de segurança pública, agravada pela paralisação de parte dos policiais militares, que estão amotinados em quarteis e batalhões. Por lei, policiais militares não podem fazer greve. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União e vale pelo período de 20 a 28 de fevereiro.

“Acabei de assinar a GLO para Fortaleza [na verdade, para todo o Ceará], o governador preencheu os requisitos”, disse Bolsonaro na porta do Palácio do Alvorada, residência oficial. O presidente aproveitou para pedir que o Congresso aprove o projeto de lei que flexibiliza o conceito de excludente de ilicitude para agentes de segurança durante operações desse tipo.

“Deixo bem claro uma coisa, a gente precisa do Parlamento para que seja aprovado o excludente de ilicitude. A minha consciência fica pesada nesse momento, que tem muitos jovens de 20, 21 anos de idade, que vão estar na missão. Vão cumprir uma missão que se aproxima de uma guerra, e depois, caso venha qualquer problema, podem ser julgados por lei de paz. Temos que dar garantia jurídica, retaguarda jurídica para esses militares das Forças Armadas que estão nessa missão. É irresponsabilidade nós continuarmos fazendo essa operação sem dar a devida garantia para esses integrantes das Forças Armadas”, acrescentou Bolsonaro.

Ontem (19), o senador licenciado Cid Gomes, do Ceará, foi atingido por dois disparos de arma de fogo ao tentar furar um bloqueio feito por policiais grevistas no 3º Batalhão da Polícia Militar de Sobral, cidade a 275 quilômetros de Fortaleza. Depois de realizar uma cirurgia de emergência na cidade, o senador foi transferido para a capital e está fora de perigo.

Em postagem nas redes sociais, o governador Camilo Santana agradeceu a autorização dada pelo presidente da República. “Acabo de receber telefonema do ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos, informando que o presidente acaba de atender a nossa solicitação autorizando o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no estado do Ceará. Já havia sido autorizada também a presença da Força Nacional, aqui no estado, para atuar em conjunto com nossas forças de segurança. Todo o esforço será feito para garantir a proteção dos nossos irmãos e irmãs cearenses. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pelo apoio do Governo Federal neste momento”, publicou Santana.

Segundo o decreto de GLO, caberá ao ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, definir o comando responsável pela operação e alocação dos militares no estado.

Política

Cresce a aprovação de Bolsonaro

Congresso em Foco informa que a popularidade do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cresceu nos últimos dois meses e, pela primeira vez desde agosto do ano passado, atinge 50% dos entrevistados, aponta levantamento Veja/Instituto FSB.

Divulgada nessa quinta-feira (13), a pesquisa ouviu 2.000 eleitores, entre os dias 7 e 10 de fevereiro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

De acordo com os dados divulgados, 50% dos brasileiros aprova a forma como o presidente governa, 6% nem aprova nem desaprova e 44% desaprova. Apenas 1% não soube ou quis responder.

Política

Bolsonaro ganha força no Nordeste

De O Antagonista

“Líderes de esquerda no Nordeste estão preocupados com o crescimento do bolsonarismo”, diz o Estadão.

“Pesquisas encomendadas por partidos mostram que os eleitores estão interessados em saber quais candidatos têm ou não têm apoio de Jair Bolsonaro”.

O décimo-terceiro do Bolsa Família deve ter ajudado.

Política

Cresce a aprovação ao presidente Bolsonaro

A 145ª Pesquisa CNT de Opinião, realizada em parceria com o Instituto MDA, de 15 a 18 de janeiro de 2020, mostra os índices de popularidade do governo e pessoal do presidente Jair Bolsonaro e faz uma avaliação do primeiro ano de governo.

A aprovação ao presidente Bolsonaro cresceu de 41% para 47,8% nos últimos cinco meses, segundo pesquisa. E a reprovação do governo teve queda, de 53,7%, em agosto, para 47%, em janeiro.

A pesquisa concluiu ainda que os dados indicam expectativas positivas de melhora do país.

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Política

‘Aliança pelo Brasil’ terá evento no sábado (25) em Natal com live de Bolsonaro

Para promover o partido ‘Aliança pelo Brasil’ no Rio Grande do Norte, o presidente Jair Bolsonaro fará uma ‘live’ com os apoiadores do Estado. A videoconferência acontecerá na tarde do próximo sábado (25) em evento a ser realizado no Hotel Holiday Inn, próximo à Arena das Dunas.

No Rio Grande do Norte, a meta dos apoiadores de Bolsonaro é reunir no mínimo três mil assinaturas. Apenas neste encontro do sábado são esperados cerca de 1 mil apoiadores. O evento será aberto ao público com entrada gratuita e os apoiadores poderão assinar a ficha para o pedido de registro do Aliança no próprio local.

A decisão de Jair Bolsonaro em sair do PSL se deu após divergências com o presidente nacional da sigla, o deputado Luciano Bivar. No Rio Grande do Norte, toda a cúpula do diretório estadual acompanhou o presidente da República e anunciou migração para o Aliança pelo Brasil. O líder estadual do movimento pelo Aliança é o coronel-aviador Hélio Oliveira, que estará presente ao evento juntamente com deputado federal General Girão (RN), e a Vereadora Eleika (Natal). Também irão se somar a eles os deputados estaduais Delegado Cavalcante (CE), Delegado Péricles (AM), Cabo Gilberto Silva (PB) e André Fernandes (CE) e da advogada Karina Kufa, que presta assessoria jurídica ao presidente Bolsonaro, além de outras presenças a serem confirmadas.

Live Aliança

Política

Bolsonaro tem alta após passar noite sob observação médica em decorrência de queda doméstica

Da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro deixou na manhã de hoje (24) o Hospital das Forças Armadas, em Brasília, onde passou a noite em observação após sofrer uma queda na noite de ontem no Palácio da Alvorada.

De acordo com nota emitida pelo Palácio do Planalto, o presidente foi atendido pela equipe médica da Presidência da República e levado ao Hospital das Forças Armadas.

Foi submetido ao exame de tomografia computadorizada do crânio, que não detectou alterações, e passou a noite bem.

Política

RN em pauta no café de Bolsonaro

O deputado federal Fábio Faria (PSD) está em alta com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Hoje (17), ele levou parte da bancada federal do RN para uma conversa no Palácio do Planalto. Os deputados Beto Rosado, João Maia e Walter Alves, acompanhados de Fábio Faria, tomaram café da manhã com Bolsonaro. O encontro fez parte da agenda oficial do presidente.

Também participou do café, Luiz Eduardo Ramos, Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República.

Política

Fábio Faria interlocutor de Rodrigo Maia e Bolsonaro

A Revista Crusoé informa que o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) acompanhou ontem (03) uma conversa entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o presidente Jair Bolsonaro.

Um dia antes, FF esteve sozinho com Bolsonaro.

Política

Bolsonaro se desfilia do PSL

O presidente Jair Bolsonaro assinou ontem (19) sua desfiliação do PSL, presidido pelo deputado Luciano Bivar, de Pernambuco.

Nesta quinta-feira (21), ocorrerá o lançamento do novo partido de Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil.

O senador Flávio Bolsonaro também deixou a legenda.

Política

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (12) a saída do PSL, partido pelo qual foi eleito, e a criação de outra legenda, a Aliança pelo Brasil.

Nesta tarde, o presidente recebeu, no Palácio do Planalto, a vice-líder do governo no Congresso Nacional, deputada Bia Kicis (PSL-DF), e outros parlamentares do partido..

“Hoje anunciei minha saída do PSL e início da criação de um novo partido: “Aliança pelo Brasil”. – Agradeço a todos que colaboraram comigo no PSL e que foram parceiros nas eleições de 2018″, diz o tuíte do presidente.

Política

Bolsonaro entrega 4 mil moradias em Campina Grande

Da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro entregou hoje (11), em Campina Grande, na Paraíba, 4,1 mil moradias populares a famílias de baixa renda. O presidente fez agradecimentos às autoridades que colaboraram para a conclusão do novo conjunto habitacional, e disse que, na política, “ninguém faz nada sozinho”.

“Para administrar esse país, temos que ter bons políticos ao nosso lado e, graças a Deus, o quadro de políticos no Brasil melhorou, e bastante. Temos aprovado muita coisa na Câmara e no Senado, com convencimento, com entendimento. Isso realmente faz uma boa política para o nosso Brasil”, disse ao lado do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, autoridades locais e parlamentares.

Presidente Jair Bolsonaro durante visita a nova residência da Senhora Aparecida Calute Silva e seus filhos Daniel, Gabriel, Gabrielly e Raiane. Foto: Alan Santos/PR

Presidente Jair Bolsonaro durante visita a nova residência da Senhora Aparecida Calute Silva e seus filhos Daniel, Gabriel, Gabrielly e Raiane.
Foto: Alan Santos/PR