Política

Passagem de Doria por Natal terá protesto de movimentos de esquerda

Movimentos sociais e de juventude estão convocando um protesto durante a cerimônia que entregará o título de Cidadão Natalense à João Dória, prefeito de São Paulo, nesta quarta-feira (16).

O ato público #DoriaNuncaSeráNatalense tem a concentração marcada para às 09h, em frente à entrada do Shopping Midway na Av. Salgado Filho – A solenidade será às 10h, no Teatro Riachuelo, no 5º andar, com entrada restrita a convidados.

O protesto foi decidido nesta segunda-feira, e é convocado pela Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular, Movimento População de Rua e UMES Natal, entre outros movimentos e entidades.

Poder

Doria e Flávio Rocha serão homenageados em Natal nesta quarta (16)

A Câmara Municipal de Natal vai entregar o título de Cidadão Natalense ao prefeito de São Paulo, João Doria Junior, e a medalha Frei Miguelinho ao empresário do grupo Guararapes, Flávio Rocha. A solenidade acontece nesta quarta-feira (16), às 10h, no Teatro Riachuelo, e será comandada pelo presidente da Casa Legislativa, vereador Ney Lopes Júnior (PSD).

O atual chefe do Executivo municipal de São Paulo tem história com a capital potiguar quando ocupou a presidência da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) entre os anos de 1986 a 1988. Doria adotou Natal como destino turístico levando representantes do Poder Público e empresários da cidade para participar pela primeira vez de feiras internacionais colocando Natal destino turístico conhecido mundialmente.

Já Flávio Rocha, que exerceu o mandato de deputado federal pelo Rio Grande do Norte por dois mandatos (1987 a 1995) e será agraciado com a maior honraria do poder Legislativo municipal, tem uma história com Natal pelas empresas do grupo Guararapes, que geram empregos e movimentam a economia da capital potiguar há décadas.

Ele também é presidente das Lojas Riachuelo e um dos sócios do Midway Mall, maior shopping do estado.

Para o chefe do Legislativo da capital, vereador Ney Lopes Júnior (PSD), “o título de cidadania e a medalha Frei Miguelinho representam o reconhecimento aos homenageados pelos serviços já prestados à economia de Natal e do Rio Grande do Norte”.

Política

Doria é atingido por ovo em Salvador

*Com informações do Estadão

A segunda-feira, 7, do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), que começou com elogios do presidente Michel Temer, terminou em manifestação na qual foi atingido por um ovo. Doria viajou no fim da tarde para Salvador, onde recebeu o título de cidadão soteropolitano. Quando chegava à Câmara Municipal da capital baiana, o tucano e o prefeito ACM Neto (DEM), foram alvo de manifestantes. Nas imagens de vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver o momento no qual um dos ovos atirados na direção dos políticos acerta a cabeça do prefeito paulistano. O vídeo rapidamente viralizou nas redes.

Em vídeo publicado na sua página no Facebook, ainda sob gritos de protestos ao fundo, Doria afirmou que foi vítima de um ato de “poucos manifestantes de esquerda, agressivos, falando palavrões e jogando ovos, buscando a intolerância”. “Esse é o caminho do Lula, do PT, das esquerdas, que querem isso. A intransigência, a agressividade, a tentativa de amedrontar e intimidar. A mim, não intimidam, estou aqui pra receber o título e vou receber ao lado do prefeito de salvador”, disse.

Política

“É no voto direto que vamos vencer Lula”, afirma Doria

Da Folha de São Paulo:

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a fazer duras críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante discurso em mais uma ação de zeladoria Cidade Linda na zona sul da capital, divisa com São Bernardo do Campo, reduto eleitoral do petista.

“Nós não estamos aqui para fazer discurso político, mas já que estamos na divisa de São Paulo com São Bernardo vale lembrar ao povo que o Lula e a anta da Dilma enterraram o Brasil nesses 13 anos de governo na maior recessão da história do país.”

Aos gritos de “Lula na cadeia” da plateia, Doria reagiu: “A Justiça já foi feita e vai continuar a ser feita. [É um recado] aos petistas que não sabem o que é trabalho porque têm como espelho o Lula, o espelho da vagabundagem, que trabalhou durante oito anos nessa vida e depois viveu das benesses do poder junto a empreiteiros e construtoras.” Lula foi condenado por corrupção passiva em primeira instância nesta semana.

Apesar de ter dito que “não precisa ser candidato para se expressar” porque foi eleito, Doria transformou a presença na ação de zeladoria em palanque eleitoral.

“É no voto direto que vamos vencer do Lula, da Dilma e dos outros sem-vergonha do PT. Nós não vamos deixar e não vai ser por medida judicial. Depois de ser condenado pelo voto, Lula vai ser condenado pelo juiz Sergio Moro a ver o sol nascer quadrado em Curitiba. Antes, vai ser derrotado na urna pelo voto do povo brasileiro”, disse Doria que foi ovacionado aos gritos de “presidente” da plateia.

Política

Flávio Rocha e João Doria serão homenageados pela Câmara de Natal

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (25), o plenário da Câmara Municipal de Natal por proposição do presidente da Casa, vereador Raniere Barbosa (PDT), aprovou a indicação do empresário potiguar Flávio Rocha, do grupo Guararapes/Riachuelo, para receber a Medalha Padre Miguelinho. O Projeto de Decreto Legislativo nº 33/2017 que concede a honraria foi subscrito pelos vereadores Dickson Nasser Júnior (PSDB), Felipe Alves (PMDB) e Cícero Martins (PTB).

Também por iniciativa do presidente Raniere Barbosa, com a subscrição dos vereadores Dickson Nasser Júnior, Cícero Martins e Aroldo Alves (PSDB), os parlamentares acataram na sequência a entrega do Título de Cidadão Natalense ao empresário, jornalista e prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em data a ser estabelecida pela Mesa Diretora.

Política

Protesto interrompe lançamento de programa de Alckmin e Doria

Estadão

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito João Doria (PSDB) tiveram de interromper um ato de lançamento da ampliação do programa habitacional “PPP da Habitação” na região da Luz, na capital paulista.

Enquanto Alckmin e Doria faziam pronunciamentos, manifestantes que estavam no local começaram a protestar, com gritos de “higienista, fascista” contra os tucanos.

Os manifestantes acusavam as gestões do Estado e da Prefeitura de expulsar moradores da região durante as ações de combate ao tráfico que ocorrem na Cracolândia desde o último domingo.

Durante o rápido discurso, Doria disse que “não é com grito que nós resolvemos a democracia”. Alckmin não falou nada sobre o protesto, apenas fez uma fala destacando o programa e dizendo que já há famílias interessadas nas unidades que o Estado vai construir em parceria com a iniciativa privada em terrenos doados pelo município.

Uma coletiva de imprensa chegou a ser anunciada, mas foi cancelada por Doria e transferida para a sede da Prefeitura.

Secretários e militantes tucanos tentaram competir com os protestos puxando gritos de “Geraldo, Geraldo”, a favor do governador.

João Doria e Geraldo Alckmin: prefeito e governador tiveram que interromper lançamento de programa após protestos (Rovena Rosa/Agência Brasil)

João Doria e Geraldo Alckmin: prefeito e governador tiveram que interromper lançamento de programa após protestos (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Poder

Flávio Rocha e Marcelo Alecrim prestigiam homenagem a João Doria em Nova York

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), está em Nova York, onde será agraciado com o “Person of the Year”, prêmio concedido anualmente, no Hotel Waldorf Astoria, pela Brazilian American Chammber Office.

Em 2015, o prêmio ganhou bastante repercussão quando os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Bill Clinton, foram homenageados.

Os empresários potiguares Flávio Rocha (Riachuelo) e Marcelo Alecrim (ALE), vão participar da programação. E ontem (15), já participaram do jantar no Metropolitan Club oferecido pelo Banco Safra, aos convidados para a premiação.

z

Política

João Doria será cidadão natalense

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), receberá um título de cidadão natalense – PROVAVELMENTE – em sua possível passagem por Natal, no próximo dia 27 de maio, quando foi convidado a participar da Convenção Estadual do PSDB que levará à Presidência da legenda, o presidente da Assembleia Legislativa do RN, deputado Ezequiel Ferreira de Souza.

O anúncio de que Doria será cidadão natalense foi feito pelo empresário potiguar Flávio Rocha, amigo pessoal de Doria.

Política

PSDB exclui Doria do programa nacional

Adriana Ferraz e Erich Decat, O Estado de S.Paulo

Cotado para disputar a vaga do PSDB na corrida presidencial de 2018, o prefeito João Doria ficou fora do programa nacional do partido, que será veiculado às 20h desta quinta-feira, 11, em emissoras de TV e rádio de todo o País. A cúpula nacional do PSDB optou por defender, no vídeo, a importância da prática política para a democracia, na contramão do discurso adotado por Doria, do “não político” e do “gestor”.

Em função dessa escolha, não apenas o prefeito da capital, mas também o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan, também não ganhou espaço. Marchezan também defende a redução do tamanho do Estado e as parcerias com a iniciativa privada.

No vídeo, lideranças da legenda se revezam com falas sobre a criação de uma “nova política”. As declarações ocorrem após um grupo de cidadãos apresentar, dentro de uma dinâmica de debate, uma série de queixas ao sistema atual. Entre os problemas apontados pelos personagens, no programa, está o excesso de partidos, foro privilegiado e privilégios. “Se você falar da política do jeito que ela é hoje, nós teríamos que implodir toda a política e renascer”, afirma um deles.

‘Reconstruir a política’. “Ás vezes ouvir críticas como essas pode ser difícil, mas esse é o primeiro passo, na verdade o único passo para podermos melhorar de verdade a política. A partir de agora vamos promover encontros como esse por todo o País, para ouvir você e junto com você encontrar soluções para melhorar a política, mas principalmente para melhorar a sua vida. Esse é nosso grande desafio”, afirma o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), no vídeo.

“O primeiro passo é preciso reconstruir a política brasileira e para reconstruir é preciso resgatar alguns valores e princípios”, defende o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Além dos dois, também participa do programa o governador Geraldo Alckmin, que considera que a maior contribuição é “fazer o que as pessoas estão pedindo”.

Na manhã desta quinta, durante inauguração de um centro oncológico na cidade de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, Alckmin confirmou que gravou uma participação curta no programa, mas que não sabia se iria ou não ao ar. O governador estava acompanhado pelo senador José Aníbal, que assumiu a vaga de Aloysio Nunes, atual ministro de Relações Exteriores do governo Temer, e criticou o discurso do “não político”. “Isso é um absurdo, é trabalhar contra a democracia”, disse, sem criticar diretamente Doria ou qualquer outro “não político”.

Política

Ao atacar Doria, Lula lhe fortalece para 2018

Em discurso no Congresso Nacional do PT, o ex-presidente Lula fez críticas à imprensa e ainda ao prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) e ao deputado Bolsonaro (PSC-RJ), deus prováveis adversários em 2018. 

Enfaticamente contra Doria: “Um coxinha ganhou as eleições em São Paulo se fazendo passar por ‘João Trabalhador’. Se alguém encontrar com ele pergunte se já teve uma carteira assinada na vida”.

Por meio de suas redes sociais, o prefeito de São Paulo exibiu a sua carteira de trabalho e chamou Lula de mentiroso, covarde e desinformado.

O ex-presidente está fortalecendo Doria para 2018. Lhe criticando, o prefeito de São Paulo ganha força dentro do próprio PSDB, onde o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, também deseja a disputa presidencial. 

Política

Doria viaja pelo mundo em seu jato particular de US$ 30 milhões

Da Folha de São Paulo

O prefeito de São Paulo, João Doria, decidiu viajar pelo mundo, mesmo a trabalho, em seu próprio jato particular. Segundo ele, a ideia é não onerar os cofres públicos.

Na semana passada, Doria partiu em seu Legacy 650, de preço estimado em US$ 30 milhões, para visitar o papa Francisco em Roma. Depois levantou voo para Lisboa, onde participou de um seminário. O jato, da Embraer, tem o prefixo PR-JDJ –as iniciais de João Doria Junior.

z

Política

Doria e Flávio Rocha em destaque na Revista Exame

A Revista Exame chega às bancas no fim de semana tendo o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), possível candidato à Presidência da República, como manchete de capa “O Prefeito na Vitrine”. 

Quem também é destaque na mesma edição é o potiguar Flávio Rocha, que falou sobre o papel do empresariado no fortalecimento do pensamento Liberal na política. 

Flávio Rocha é apontado como possível candidato de Doria ao Senado pelo Estado de São Paulo. 

E já começa a ser ventilado até para compor a chapa de Doria, caso dispute a Presidência da República. 

Política

Candidatura de Doria em 2018 ganha força dentro do PSDB

Folha de S.Paulo

A possibilidade de o PSDB lançar a candidatura de João Doria à Presidência em 2018 ganha terreno na cúpula do partido, inclusive na ala ligada ao senador Aécio Neves, outro nome posto para a disputa do ano que vem.

Dirigentes da sigla –entre eles, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – trabalham com a hipótese de Doria como uma espécie de plano B para a corrida presidencial, caso sejam confirmados o conteúdo de depoimentos de ex-executivos da Odebrecht e seus impactos.

Segundo um amigo de FHC, o ex-presidente está “atento a Doria”, assim como aliados do senador mineiro.

Tucanos ligados a Aécio já procuraram o prefeito para a pavimentação de pontes.

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (BA), por exemplo, viajou a São Paulo no dia 17 de março para um almoço particular com Doria.

Foto: Filipe Redondo/ÉPOCA

Foto: Filipe Redondo/ÉPOCA

Política

Dória já é realidade para 2018

‘O Antagonista’

Murilo Hidalgo, diretor do Instituto Paraná Pesquisas, diz que o prefeito de São Paulo já é um nome reconhecido nacionalmente e que é impossível falar na eleição presidencial sem incluir o tucano na disputa.

Poder

Flávio Rocha, Marcelo Alecrim e Pedro Lima participam de jantar com o Prefeito eleito de São Paulo

Os empresários de origem potiguar, Flávio Rocha (Riachuelo), Marcelo Alecrim (ALE) e Pedro Lima (Café Santa Clara), jantaram ontem (29) com o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB). 

Foi na Casa Fasano, em São Paulo, por ocasião do Jantar de Resultados 2016, promovido pela Endeavor, rede que transforma o Brasil. 

Participaram também outros protagonistas do empreendedorismo no Brasil.