Sem categoria

Henrique reúne classe política em homenagem ao saudoso João Faustino

A Câmara dos Deputados realizou nesta quarta-feira (26) sessão solene em homenagem ao ex-deputado João Faustino Neto, que morreu em janeiro deste ano.  A homenagem foi proposta pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves. Durante a sessão, foi concedida a João Faustino a medalha do Mérito Legislativo, entregue ao filho do ex-deputado, Edson Fernandes Faustino.

Em seu pronunciamento, Henrique Alves lembrou a história parlamentar de João Faustino e ressaltou sua independência e coerência como parlamentar durante quatro legislaturas. “Chegou à Câmara dos Deputados, em 1978, onde construiu uma história parlamentar que se estendeu ao Senado Federal, sempre feita de independência, coerência, trabalho, apego a valores morais sólidos e inquestionável dignidade”.

O presidente da Câmara ressaltou que, em todos os momentos de sua trajetória, sua grande preocupação foi viabilizar soluções para os entraves à educação de qualidade no Brasil, especialmente no ensino técnico. “Coordenou a Frente Parlamentar em Defesa da Escola Pública. Repensou a educação com espírito reformista, ávido por sanar ou ao menos amenizar os erros das políticas educacionais, ao longo de séculos de descaso dos governantes”.

Homenagearam João Faustino no Plenário os deputados Betinho Rosado (PP-RN), João Maia (PR-RN), Sandra Rosado (PSB-RN), Felipe Maia (DEM-RN), Alexandre Santos (PMDB-RJ) e Mauro Benevides (PMDB-CE) e o senador José Agripino (DEM-RN). Também participaram da homenagem o ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, o senador Paulo Davim (PV-RN), além de outros deputados e senadores, deputados estaduais, prefeitos e vereadores do Rio Grande do Norte, empresários, amigos e familiares do ex-deputado.

z

z

Sem categoria

Garibaldi e Agripino participam de sessão de homenagem ao ex-senador João Faustino‏

Na presença de lideranças potiguares nacionais, como o senador José Agripino e o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, o ex-senador João Faustino, falecido no início do ano, foi lembrado pelo perfil forte e determinado como homem público. Durante a homenagem, Agripino disse que a morte de seu suplente deixou uma lacuna não só no campo político como também no campo pessoal. “Perdi um amigo”, lamentou. O presidente nacional do Democratas destacou ainda a dedicação de João Faustino para promover o desenvolvimento da educação no Rio Grande do Norte. “João entrou na vida pública pela porta da educação. Foi secretário de meu pai, Tarcisio Maia, e sempre dedicou a maior parte do seu trabalho aos estudantes”, destacou.

O senador Rubem Figueiró (PSDB-MS), autor do requerimento de homenagem, também destacou os serviços prestados por Faustino ao Rio Grande do Norte e ao país. João Faustino, de 71 anos, faleceu no dia 9 de janeiro, vítima de leucemia. Era professor por formação, foi secretário de Educação do Rio Grande do Norte, deputado federal e suplente de senador, chegando a ocupar a vaga em várias oportunidades, também foi um dos fundadores do PSDB.

z1

Sem categoria

João Faustino vai dar nome ao primeiro dos dez Centros Estaduais de Educação do RN‏

O Diário Oficial do Estado publicou no último dia 10 de janeiro o decreto que institui o nome “Professor João Faustino Ferreira Neto” ao Centro Estadual de Educação Tecnológico do Pitimbu, que já conta com 75% das obras concluídas.

João Faustino, que teve extensa careira na vida pública, foi deputado federal e secretário estadual e municipal em diversas ocasiões, faleceu no último dia 08, em Natal (RN).

O Centro Estadual, que levará o nome do político, faz parte dos 10 centros que serão entregues no Rio Grande do Norte até o final do ano. Do total, sete prédios estão em execução: Natal, Parnamirim, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Mossoró e Alto do Rodrigues.

 

Sem categoria

Políticos prestam últimas homenagens a João Faustino

Políticos, empresários, professores, juristas, jornalistas, membros da igreja católica e sociedade natalense lotaram a capela principal do Cemitério Morada da Paz, em Emaús, para prestarem as últimas homenagens ao ex-deputado federal e suplente de senador, João Faustino Ferreira Neto, falecido na madrugada desta quinta-feira (09), no Hospital do Coração de Natal, vítima de uma parada cardio-respiratória, mas com diagnóstico confirmado de uma Leucemia.

A governadora Rosalba Ciarlini; o vice-governador Robinson Faria; o ministro Garibaldi Filho, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves; os senadores José Agripino Maia e Paulo Davim; a ex-governadora Wilma de Faria; o ex-senador Geraldo Melo; os deputados federais Felipe Maia e Betinho Rosado mais os deputados estaduais Márcia Maia, Tomba Farias, Gustavo Fernandes e Hermano Morais, além do ex-deputado Ney Lopes de Souza,  participaram dos funerais.

O advogado Robson Maia Lins, também veio de São Paulo exclusivamente prestar sua homenagem ao grande homem público e educador que foi João Faustino.

“João Faustino que foi meu auxiliar quando fui Prefeito de Natal, que adorava fazer favor e foi um homem de Fé, é um patrimônio do Rio Grande do Norte”, discursou o senador José Agripino Maia, de quem João Faustino era primeiro suplente de senador.

“Em nome do povo potiguar, nosso reconhecimento e nossa gratidão por tudo que João Faustino fez principalmente pela educação do nosso Estado”, discursou a governadora Rosalba Ciarlini.

“Como Presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, afirmo que João Faustino foi um homem público que honrou muito aquela Casa em sua passagem por lá. Com João do Coração, aprendi a vencer com humildade. Ele esteve sempre de cabeça erguida, até quando o sofrimento foi injusto e radical. Era a consciência tranquila que ele sempre teve, de sua ética e honestidade”, discursou Henrique Eduardo Alves.

O professor Laércio Segundo de Oliveira, compadre e amigo pessoal de João Faustino, também fez um discurso ressaltando as qualidades de João do Coração.

Fotos: Heitor Gregório e Márlio Forte

z

Sem categoria

Rosalba e Iberê se encontram no velório de João Faustino

A governadora Rosalba Ciarlini e o ex-governador Iberê Ferreira de Souza se encontraram na manhã desta quinta-feira (09), no velório do ex-senador João Faustino, que acontece no Cemitério Morada da Paz, onde às 16h ocorrerá Missa de Corpo Presente, seguida de sepultamento.

Foto: Márlio Forte

z

Sem categoria

Ricardo Motta: “João Faustino foi um homem público de atitudes moderadas sem perder a firmeza dos seus ideais”

Do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ricardo Motta:

“João Faustino, um cordial amigo que tive, foi um homem público de atitudes moderadas sem perder a firmeza dos seus ideais. Um homem de formação democrática e de diálogo. Um conciliador nato, respeitado por todas as forças políticas do Rio Grande do Norte pelo seu estilo onde o radicalismo jamais encontrou lugar. Estou perplexo pela sua morte brusca, ao mesmo tempo em que me solidarizo com todos os seus familiares.”

Sem categoria

Governo do Estado decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de João Faustino‏

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte manifesta o mais profundo pesar pelo falecimento do Professor João Faustino Neto, ocorrido na madrugada desta quinta-feira (09), em Natal. Em sinal de pesar pela morte, a Governadora Rosalba Ciarlini decretou luto oficial de três dias em todo o Estado e determinou o hasteamento da bandeira do Estado a meio pau em todas as repartições públicas, em honra à memória do professor.

O Rio Grande do Norte deve à vida pública do Professor muitas das conquistas que hoje beneficiam estudantes e professores do Estado, como a criação da Lei dos Centros Federais de Educação Tecnológica do RN, na década de 60. Ele foi o primeiro diretor da então criada Escola Técnica Federal do RN, em 1968.

João Faustino também foi responsável pela implantação do projeto Escotismo nas Escolas e a execução do Projeto Logos II, em parceria com o Ministério da Educação, que garantiu ao professores não-titulados a habilitação para lecionar em nível de 2º grau. Grande incentivador do esporte, o professor dá nome ao Ginásio Poliesportivo no município de Paus dos Ferros.

Sem categoria

Garibaldi lamenta morte de João Faustino

O ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, lamentou a morte do ex-senador e ex-deputado federal João Faustino Ferreira Neto, que morreu na madrugada desta quinta-feira (9) no Hospital do Coração, onde estava internado para tratar uma suspeita de pneumonia. O velório de João Faustino ocorre desde as 8h no Centro de Velório Morada da Paz, em Emaús, e o sepultamento está marcado para as 17h no mesmo local.

“Estou muito chocado porque foi uma morte que veio muito rapidamente. Nós não sabíamos, nem amigos nem sua família, que ele estava tão doente. Nunca estamos preparados para essa perda”, lamentou Garibaldi. O ministro lembra da trajetória de João Faustino, citando o católico, mas também fazendo referência à época em que militou na esquerda como membro de movimentos estudantis. “O conheci na juventude, um homem conciliador, solidário, voltado para as soluções convergentes. Nunca foi uma pessoa dada às polêmicas que a vida pública às vezes traz”, disse.

Garilbadi Alves Filho destaca ainda o apelido de “João do Coração”, que ganhou em suas campanhas políticas e o acompanhou. “Era um homem de convivência muito amena e, com isso, soube galgar os postos relevantes que ocupou na vida política. Dentre eles destaco o cargo de meu suplente, durante meu segundo mandato [como senador], porque nos aproximou mais”, lembra. O ministro chega na cidade à tarde, em voo comercial, para participar do velório e do sepultamento de João Faustino.

Sem categoria

Nota de pesar do PSDB pelo falecimento de João Faustino‏

Nota de Pesar

O diretório estadual do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) no Rio Grande do Norte manifesta profundo pesar pelo falecimento do professor João Faustino, ex-deputado federal e um dos fundadores desta legenda no RN, ocorrido na madrugada desta quinta-feira (9).

Somos incapazes de encontrar palavras de consolo para a dor de familiares e amigos, mas desejamos expressar nossa profunda solidariedade neste momento, que é capaz de nos fazer contemplar a esperança e a fé. Temos fé que todos irão ter seus corações confortados por Deus.Desejamos força para superar a perda deste grande homem que foi João Faustino, figura de grande importância na história política do nosso Estado.

Em toda sua trajetória política e de vida, Faustino manifestou qualidades como a simplicidade, a vontade de servir e o respeito por todas as pessoas.Militante no movimento estudantil, foi presidente da União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Norte. Graduou-se em Pedagogia e Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, onde se tornou professor titular.

Foi secretário de Educação do município de Natal e secretário de Estado de Educação do Rio Grande do Norte. Em 1978 elege-se pela primeira vez deputado federal, sendo reeleito em 1982 e novamente eleito em 1990. Em 1986 concorreu ao Governo do Estado através de Aliança Popular composta pelos candidatos ao senado Jose Agripino Maia e Lavousier Maia. Pertenceu ao PDS, PFL e atualmente é filiado ao PSDB, congratulado Presidente de Honra.

Entre 1999 e 2002 exerceu cargos na Presidência da República. Eleito em 2002 como 1º suplente do Senador Garibaldi Filho, exerceu o mandato entre 15 de julho e 12 de novembro de 2010. Nas eleições de 2010, foi eleito novamente 1º suplente, desta vez do senador José Agripino Maia.

Respeitosamente, lamentamos a perda e ressaltamos a contribuição de João Faustino para todos que com ele conviveram. Elevamos nossas preces para que Deus o receba e o acolha em paz. 

Valério Marinho

Presidente do diretório estadual do PSDB no RN

Sem categoria

Morre o ex-deputado João Faustino

Plenário do Senado

Faleceu na madrugada desta quinta-feira (09), no Hospital do Coração de Natal, o ex-deputado federal João Faustino Ferreira Neto, 1º suplente do senador José Agripino Maia (DEM).

Na última terça-feira (07), os médicos diagnosticaram uma leucemia, mas a causa da morte foi uma parada cardio-respiratória.

Militante no movimento estudantil, Faustino foi presidente da União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Norte. Graduou-se em Pedagogia e Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, onde se tornou professor titular. Possui pós-graduação na Fundação Getúlio Vargas e Universidade de Michigan. Foi o primeiro diretor da antiga Escola Técnica Federal, atual Instituto Federal do Rio Grande do Norte. Entre 1979 e 1981 presidiu a União dos Escoteiros do Brasil.

João Faustino iniciou sua atividade política como secretário de Educação do município de Natal entre 1971 e 1972, Secretário de Estado de Educação do Rio Grande do Norte entre 1975 e 1979. Em 1978 elege-se pela primeira vez deputado federal, então filiado a ARENA. Seria reeleito em 1982 e novamente eleito em 1990. Em 1986 concorreu ao Governo do Estado aliança popular, composta pelos candidatos ao senado Jose Agripino Maia e Lavoisier Maia, era chamada de Aliança Popular João, Lavô e Jajá, sendo derrotado pelo candidato do PMDB, Geraldo Melo. Exerceria como suplente entre 1997 e 1998. Pertenceu ao PDS, PFL e atualmente é filiado ao PSDB.

z

Entre 1999 e 2002 exerceu cargos na Presidência da República. Eleito em 2002 como 1º suplente do Senador Garibaldi Filho, exerceu o mandato entre 15 de julho e 12 de novembro de 2010. Com a licença de Garibaldi para assumir o Ministério da Previdência Social, volta a exercer o cargo em 1º de janeiro de 2011, concluindo o mandato até dia 31 do mesmo mês. Nas eleições de 2010, foi eleito novamente 1º suplente, desta vez do senador José Agripino Maia.

Em 24 de novembro de 2011, João Faustino chegou a ser preso, acusado de envolvimento na Operação Sinal Fechado, que investigou uma suposta fraude no contrato firmado entre o Governo do Estado e o consórcio Inspar para a inspeção veicular no Rio Grande do Norte.

Eu perdoo

O livro, lançado em 29 de novembro de 2012, traz uma reflexão do político sobre os acontecimentos de sua vida, como o assassinato do pai. Outro momento que levou João Faustino à reflexão foi a Operação Sinal Fechado, que culminou com sua prisão.

z

Detalhe: O velório do corpo ex-deputado terá início às 10h, no Cemitério Morada da Paz, em Emaús, onde às 17h ocorrerá o sepultamento.

Sem categoria

STJ concede habeas corpus a João Faustino

Do Blog de Thaisa Galvão:

O Superior Tribunal de Justiça concedeu habeas corpus ao suplente de senador João Faustino, que está detido no Hospital São Lucas, onde se submeteu a um cateterismo.
O pedido de habeas corpus foi acatado pelo ministro Adilson Macabu.
O comandante geral da PM, Coronel Araújo, ainda não foi informado.
“Acabei de sair do Quartel e o oficial de justiça ainda não tinha chegado com a ordem para soltar”, disse o comandante, afirmando que ouviu falar no habeas corpus.

Sem categoria

Garibaldi Filho presta solidariedade a João Faustino

Agora há pouco, o senador-ministro Garibaldi Filho (PMDB), usou seu twitter para comemorar a vitória do ABC e se solidarizar a João Faustino, ex-deputado federal e atual suplente do senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM.

Em 2010, na condição de primeiro suplente, João Faustino chegou a ser senador por quatro meses, ocupando a cadeira de Garibaldi Filho que se licenciou durante a campanha pela reeleição.

Até primeiro de fevereiro deste ano, João Faustino era o primeiro suplente do senador e hoje ministro, Garibaldi Filho.

Sem categoria

João Faustino é internado na UTI do São Lucas

Do Blog de Thaisa Galvão

Depois de tentar deixar o Quartel da PM, onde se encontra detido há dois dias, durante Operação Sinal Fechado, o suplente de senador João Faustino foi transferido agora há pouco para a UTI do Hospital São Lucas.

O suplente do senador José Agripino tem problemas de coração e sentiu dores no peito.

Ao atender o tucano no Comando da PM, o médico cardiologista Franscisco Edênio Rego achou por bem levar o paciente para o hospital, onde se encontra internado em observação na UTI, sob a guarda de homens da Polícia Militar.

João Faustino tem 70 anos de idade e já se submeteu a duas cirurgias cardíacas.

Sem categoria

Sinal Fechado: Justiça nega Habeas Corpus para João Faustino

O Desembargador em substituição, Herval Sampaio, negou o pedido de Habeas Corpus impetrado em favor do ex-deputado federal João Faustino Ferreira Neto e Marcus Vinícius Saldanha Procópio. O magistrado alegou que, de tão exíguo, o tempo da prisão temporária (cinco dias) não é capaz de acarretar sérios prejuízos aos pacientes.

O magistrado ressaltou que a juíza da 6ª Vara Criminal, Emanuella Cristina Pereira Fernandes, “teve o cuidado de pormenorizar em concreto cada uma das prisões temporárias deferidas, tanto é verdade que indeferiu uma justamente por não encontrar o liame necessário que justificasse a medida, logo parece imprescindível para as investigações que os pacientes continuem presos”.

Também foi negado o pedido de prisão domiciliar formulado em favor de João Faustino, sob o argumento de que, embora se trate de pessoa idosa e acometida de cardiopatia grave, o breve período da prisão, aliado a possibilidade de se continuar o tratamento – feito a base de medicamentos – não vai comprometer a saúde do paciente.

Sem categoria

Polícia Impiedosa com João Faustino

Da Coluna de Eliana Lima na Tribuna do Norte

»Impiedosa
No apartamento do ex-senador João Faustino, a polícia arrombou a porta da área de serviço com chute. Quase que a empregada morre de susto.

Sem categoria

Operação Sinal Fechado: Desembargadora alega suspeição no HC de João Faustino

A Desembargadora Maria Zeneide Bezerra alegou suspeição para o julgamento do pedido de Habeas Corpus impetrado em favor do ex-deputado federal João Faustino Ferreira Neto. A Desembargadora justificou motivo de foro íntimo. O processo foi redistribuído e agora vai ser analisado pelo juiz Herval Sampaio – convocado para substituir o Desembargador Caio Alencar.

Processo nº0012086-88.2011.8.20.0000

Sem categoria

Operação Sinal Fechado: Agripino leva o peso da prisão de João Faustino

É exatamente sobre o senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, que cai o peso negativo da prisão do seu primeiro suplente, o ex-deputado federal João Faustino (PSDB).

Faustino é acusado pelo Ministério Público, como um dos principais beneficiados pelo esquema do DETRAN, no então governo Wilma-Iberê.

Segundo consta na petição, o suplente de Agripino teria recebido R$ 700 mil em propina.