Política

Agripino aniversariante

O ex-senador José Agripino Maia (DEM) é o aniversariante desta quinta-feira (23).

Comemora com a família em New York, onde mora o filho Alexandre.

Política

Agripino descarta candidatura de Felipe Maia a Prefeito de Natal e diz que Fátima “ainda” não fez o dever de casa

O ex-senador José Agripino (DEM) concedeu entrevista para a edição impressa desta Tribuna do Norte neste sábado (27).

Falou da política nacional, da torcida pelo Governo Bolsonaro para que dê certo, descartou candidatura do filho Felipe Maia a Prefeito de Natal e disse que a governadora Fátima Bezerra ainda não fez o dever de casa, ao se referir ao equilíbrio das contas públicas.

Política

DEM realiza convenção estadual na quinta-feira (25)

Nesta quinta-feira (25), o Democratas realiza a sua convenção cartorial no Rio Grande do Norte.

O ex-senador José Agripino será reconduzido à Presidência Estadual da legenda na presença dos presidentes dos diretórios no interior que já estão sendo convocados.

Será das 08h às 13h.

José Agripino faz um trabalho de reestruturação do DEM no RN

José Agripino faz um trabalho de reestruturação do DEM no RN

Política

Política nacional em pauta entre Democratas e Doria

O presidente estadual do DEM, José Agripino, participou nesta segunda-feira (18), em São Paulo, de uma reunião com o governador João Doria, o vice-governador Rodrigo Garcia e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

A pauta foi a política nacional.

Com destaque para a Reforma da Previdência.

Política

DEM fará convenção no RN dia 25

O ex-senador José Agripino tem se dividido entre atividades empresariais e reestruturar o DEM no RN, além de reuniões de cunho político nacional, no circuito Brasília-São Paulo.

Depois de intensas reuniões nos últimos dias, Agripino marcou a data da convenção estadual do partido para o dia 25.

Quer formar 60 diretórios municipais no RN.

Política

Agripino em SP com Doria e Record

O Democrata José Agripino Maia terá agenda na próxima semana em São Paulo (SP).

Vai se dividir entre político e empresário.

Como político, terá audiência com o governador João Doria (PSDB).

Como empresário será recebido por executivos da Rede Record de Comunicação.

Política

Henrique e Agripino não foram citados por delatores da OAS

O Jornal O Globo divulgou nesta quarta-feira (27) a lista de políticos citados em delações por oito executivos da construtora OAS, que aqui no Rio Grande do Norte é responsável pela construção do estádio Arena das Dunas, sede de jogos da Copa do Mundo de 2014.

Não constam na lista os nomes do ex-ministro Henrique Alves, nem do ex-senador José Agripino.

Henrique chegou a ser preso na Operação Manus, sob acusação de que a empreiteira OAS lhe teria pago uma propina de R$ 500 mil.

Já Agripino chegou a ser denunciado pela Procuradoria-Geral da República sob a acusação de que teria recebido mais de R$ 654 mil em sua conta pessoal, entre 2012 e 2014, da construtora OAS. A pedido do senador, a empreiteira também teria doado R$ 250 mil ao DEM em troca de favores de Agripino.

Nenhum dos dois políticos foram – sequer – citados pelos executivos.

Mas ambos já sofreram danos graves de imagem perante a opinião pública. Henrique ainda mais do que Agripino por ter sido até preso.

Rosalba

Do RN, a única política citada é a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP), atual prefeita de Mossoró. Pesa contra ela a acusação de que teria recebido R$ 16 milhões por caixa dois. Ela disse ao Globo desconhecer qualquer transação nesse sentido com a OAS.

Política

Agripino deseja êxito a Fátima

O senador José Agripino Maia (DEM) encaminhou telegrama à governadora eleita Fátima Bezerra (PT) por ocasião de sua posse:

“Por ocasião da posse de Vossa Excelência, apresento a Governadora e equipe de auxiliares já escolhida, votos de pleno êxito à frente do Governo do nosso Estado.
Cordialmente,
Sen. Jose Agripino”.

Política

Agripino libera recursos para infraestrutura de Santa Cruz

Na última sexta-feita de 2018, o senador José Agripino, que encerrará seu mandato em 31/01/19, comemora a liberação de recursos para a cidade de Santa Cruz (RN).

O Diário Oficial da União traz hoje os contratos entre a prefeitura de Santa Cruz (RN) e o Ministério da Integração no valor de R$ 2.500.000,00 para obras de infraestrutura no município.

“Esse foi um compromisso do nosso mandato com a cidade e lutei até a última hora para conseguir antes da virada do ano”, lembra Agripino.

Os recursos serão utilizados para viabilizar a recuperação de estradas vicinais, a modernização e ampliação do Mercado Público, a drenagem e pavimentação de ruas e muitos trechos de recapeamento asfáltico.

“Fico feliz pela boa notícia e acho que os moradores da cidade podem comemorar também”, finaliza Agripino lembrando que o compromisso foi assumido com a então prefeita Fernanda Costa (PMDB) e o deputado estadual Tomba Farias (PSDB).

Tomba

Política

PGR denuncia Agripino; Senador diz que acusação não é verdadeira

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra o senador José Agripino Maia ( DEM/RN) e outras duas pessoas por associação criminosa e peculato. O parlamentar é acusado de nomear e manter durante sete anos um funcionário fantasma ligado ao seu gabinete.

Cota denúncia – Além da denúncia, Raquel Dodge enviou ao STF pedido para que seja instaurado novo inquérito para apurar outras práticas criminosas atribuídas aos investigados.

Também é mencionada a necessidade de aprofundamento investigativo em relação à prestação de contas junto ao Senado Federal, feita pelo escritório de apoio do senador em Natal (RN), sua base eleitoral. A PGR cita relatório da Polícia Judiciária, que enumera inconsistências em documentos de comprovação de despesas.

A PGR solicitou ainda o envio de cópia dos autos para a primeira instância da Justiça Federal e Estadual do Rio Grande do Norte para que sejam apuradas práticas criminosas cuja competência não cabe ao Supremo Tribunal Federal.

Outro lado

O senador José Agripino emitiu nota:

“A acusação que me fazem não é verdadeira. Nunca tive nos quatro mandatos de Senador que exerci nenhum funcionário fantasma no meu gabinete. Asseguro que isso ficará demonstrado na resposta que oferecerei à denuncia”.

Política

Para PGR e Ministro do STF, Agripino não sabia origem do dinheiro da campanha de Aécio

Do Jota Info

Ao autorizar a deflagração da Operação Ross, o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, barrou pedido da Polícia Federal para que fosse decretado um novo recolhimento domiciliar do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e outras medidas cautelares diferentes da prisão também aos deputados Paulo Pereira da Silva, conhecido como Paulinho da Força (Solidariedade/SP), Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Benito da Gama (PTB-RJ).

A ação apura a suposta compra de apoio político nas eleições de 2014, na qual Aécio Neves foi candidato do PSDB à Presidência. Os investigadores apontam que o tucano, eleito para mandato na Câmara a partir de 2019, teria recebido R$ 109 milhões em propina do grupo J&F.

De acordo com a PF, entre os anos de 2014 e 2017, as vantagens teriam sido solicitadas ao grupo empresarial e os valores eram recebidos através da simulação de serviços que não eram efetivamente prestados e para os quais eram emitidas notas fiscais frias. A contrapartida do senador seria a restituição de créditos fiscais de ICMS em benefício do grupo empresarial no valor de R$ 24 milhões – sendo R$ 12,6 milhões da JBS AS (Couros) e R$ 11,5 milhões da Da Granja Seara – empresas do Grupo J & F, no decorrer do ano de 2014.

Marco Aurélio concordou com a PGR e não identificou elementos para imposição de medidas cautelares. De acordo com o ministro, não cabe aos investigadores “partir-se da capacidade intuitiva”.

“Quanto à representação por aplicação de medidas cautelares da prisão, tem-se impropriedade. Relativamente ao investigado, Aécio Neves, não há dados concretos, individualizados, a demonstrarem a indispensabilidade das medidas pretendidas. O órgão acusador, ao manifestar-se, destacou que a situação de plena liberdade do investigado não representa risco à ordem pública. Descabe partir-se da capacidade intuitiva, olvidando-se que a presunção é de postura digna, ante o fato de o investigado estar submetido aos holofotes da Justiça”, escreveu o ministro.

E completou: “quanto ao recolhimento do passaporte, inexistem elementos objetivos acerca do risco de abandono do país, havendo elos com o Brasil”.

O ministro afirmou que “o quadro revelado pela autoridade policial, na medida em que ratificado, em parte, pelo Órgão acusador, demonstra a existência de indícios de relação ilícita entre o investigado Aécio Neves da Cunha e executivos do Grupo J&F, entre os anos de 2014 a 2017, caracterizada pelo alegado recebimento de quantias em dinheiro, pelo senador ou em seu favor, mediante mecanismos característicos de lavagem de capitais, via empresas e pessoas identificadas na investigação em curso. Há mais: ficaram demonstrados indicativos da atuação, do “parlamentar, nessa qualidade, como contrapartida aos benefícios”.

Em relação aos deputados, o ministro ressaltou que a cautelares se justificam excepcionalmente. “No tocante às medidas pessoais contra os deputados federais Cristiane Brasil, Benito da Gama e Paulo Pereira, o pleno, no julgamento da ação direta de inconstitucionalidade 55.26, concluiu estar a imposição de medidas cautelares previstas no artigo 319 do Código Penal, em relação a parlamentares, situadas no âmbito da excepcionalidade maior. Além de não haver no quadro a respaldar a fixação das medidas, no que não evidenciada a essencialidade, observem não serem os congressistas formalmente investigados no âmbito do inquérito 4519″.

De acordo com a PGR, analisando-se detidamente as provas já produzidas nesta investigação, entendo que a situação de liberdade dos investigados já não representa risco atual à ordem pública a reclamar a medida extrema da prisão preventiva. Também entendo que não há substância para medidas cautelares diversas da prisão”.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, sustenta que a “liberdade é a regra e sua restrição passa por uma fundamentação densa e concreta. Nessa linha, a representação, no ponto, carece de substância”.

Marco Aurélio ainda não analisou pedidos de medidas cautelares contra Andrea Neves e Frederico Pacheco por não terem foro privilegiado. “Paga-se um preço por viver em um Estado de Direito. É módico e está, por isso mesmo, ao alcance de todos, o respeito irrestrito às regras estabelecidas”.

O pedido da PF ao STF era mais amplo em relação ao alance da ação. O ministro Marco Aurélio seguiu o entendimento da PGR no caso, que requereu uma operação mais restitiva. Os alvos centrais são Aécio e o deputado Paulinho da Força, além de empresários. A PF também decidiu intimar deputados Cristiane Brasil, Benito da Gama e os senadores José Agripino (DEM-RN) e Antonio Anastasia (PSDB-MG) a prestarem esclarecimentos.

Ao todo, a PF apresentou 13 pedidos de buscas que não foram acolhidos pelo Ministério Público, como buscas envolvendo Anastasia, Agripino, ex-integrantes do primeiro escalão do governo de Minas, como Danilo de Castro e Pedro Meneguetti, além do Supermercados BH Comércio de Alimentos, entre outros.

Sobre a deputada Cristiane Brasil, a PGR apontou que “o episódio envolvendo o PTB precisa ser aprofundado antes do deferimento de qualquer medida. Houve repasses via “caixa I”. Sobre as demais entregas, também precisam ser mais instruídas, inclusive os depósitos supostamente via doleiros”.

O MPF também argumentou que “pelo que foi apurado, não há elementos mínimos que indiquem que Agripino Maia soubesse que o dinheiro advinha de
corrupção. No ponto, relembre-se que os recursos que recebeu foram por declaração oficial”.

Além de Aécio e Paulinho da Força, são alvos: Andrea Neves; Paulo Vascanconcelos do Rosário Neto; Ricardo Ferreira Pinto; Silvia Cristina Cardoso; Tarcísio José Leite dos Santos; Fábio José Cardoso; Flávio Carneiro; Frederico Pacheco de Medeiros; José Augusto Dias Filho e Leandro Aparecido da Silva Anastácio, além das empresas: PVR Propaganda e Marketing; Rádio Arco Íris; Data Word Pesquisa e Consultoria; Eletrobidu Comercial Elétrica e Nando’s Transportes.

Aproximadamente 200 policiais federais dão cumprimento a 24 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, relativos a dois dos investigados, e realizam 48 intimações para oitivas. As medidas estão sendo cumpridas no Distrito Federal e nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Tocantins, e Amapá.

Prisões

A PGR concordou com os pedidos de prisões temporárias de Paulo Vasconcelos, Ricardo Guedes Pinto e Flávio Carneiro. Segundo o MPF, são necessárias para a devida instrução da investigação sobre os fatos relatados nesta peça.

Marco Aurélio não analisou os pedidos porque eles não têm prerrogativa de foro. “Tratando-se de indivíduos não investidos da prerrogativa de foro perante o Supremo:” cuja competência é de direito estrito -, a apreciação do pedido relativo à prisão temporária; ante a ausência de repercussão no tocante à esfera jurídica da autoridade detentora da prerrogativa e tendo em vista falta de vinculação com o objeto das investigações, há de ocorrer, no juízo competente para supervisão do inquérito policial”.

Outro lado

Em nota, o advogado de Aécio, Alberto Zacharias Toron, afirmou que o tucano sempre esteve à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários que mostrarão a absoluta correção de todos os seus atos.

“É preciso que se esclareça que os recursos referidos pelos delatores da JBS agora como propina são as contribuições eleitorais feitas à campanha do PSDB em 2014 e devidamente registradas na Justiça Eleitoral. Somam-se a esses valores contribuições legais feitas a outros partidos políticos. A medida é, portanto, desnecessária já que o Senador é o maior interessado no esclarecimento de todos os fatos”, diz.

Estado

José Agripino e Felipe Maia cobram do Ministro dos Transportes liberação de recursos para obras da BR 101, Gancho de Igapó e Reta Tabajara

Nesta quarta-feira, 24, o coordenador da bancada do Rio Grande do Norte, o senador José Agripino Maia (DEM) e o deputado federal Felipe Maia (DEM), junto com os diretores e técnicos do DNIT Nacional e do Rio Grande do Norte, estiveram com o Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, para solicitar a liberação de recursos financeiros para dar continuidade às obras da BR 101, do Gancho de Igapó e da Reta Tabajara.

“Sem dúvidas, o fluxo de veículos que trafegam nas vias onde essas obras estão em andamento irá melhorar muito. Por isso, queremos que essas obras sejam finalizadas o mais breve possível. No caso da BR 101, em junho tivemos a promessa do Ministro que a seria incluído na PLOA 2019, um saldo remanescente de R$ 40 milhões para a finalização da obra, mas infelizmente ficaram previstos apenas R$ 15 milhões. Um saldo bem inferior, por isso, cobramos hoje a liberação dos R$25 milhões restantes, para garantirmos a conclusão dessa obra”, explicou José Agripino.

Também foram cobrados recursos para o Gancho de Igapó e para a Reta Tabajara. De acordo com o parlamentar, o Ministro se comprometeu que em ver a viabilidade da liberação junto ao Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago Jr., para que as obras possam ser finalizadas.

“O Ministro foi sensível as nossas demandas e se comprometeu em conversar com o Ministro Esteves e também com o relator do Orçamento de 2019, do senador Waldemir Moka (MDB-MS), para que seja analisada a viabilidade de liberar mais recursos para as obras, devido a importância dessas vias para o Rio Grande do Norte”, enfatizou Felipe Maia.

RN

Cidades

Agripino vai à Casa Civil e pede liberação de recursos para teleférico de Santa Cruz

Em reunião nesta quinta-feira (18) com o ministro da Casa Civil, Carlos Marun, o senador José Agripino (RN) pediu a liberação urgente de R$ 2 milhões para a continuação da construção do teleférico de Santa Cruz (RN). A ideia é que esse valor seja utilizado para a construção dos pilares de sustentação da obra. A prefeita da cidade, Fernanda Costa (PMDB), acompanhou o parlamentar potiguar no encontro.

“Fiz questão de marcar uma audiência com o ministro Marun e de chamar a prefeita Fernanda para que, juntos, pudéssemos expor a necessidade dessa verba. O teleférico levará inúmeros benefícios para Santa Cruz, como o incentivo ao turismo, além de gerar emprego e renda para a população local”, frisou Agripino. O ministro disse que dará um retorno sobre o pedido nas próximas semanas.

Iniciada no ano de 2014, a construção do teleférico encontra-se na última etapa. O equipamento ligará a Praça da Igreja Matriz de Santa Cruz ao complexo turístico Alto de Santa Rita, onde se encontra a maior estátua religiosa do mundo, com 56 metros de altura.

Casa Civil 1

Política

José Agripino se fortalece em Caicó recebendo novos apoios

O senador José Agripino Maia (DEM), candidato a deputado federal pelo DEM fortaleceu seu grupo político em Caicó.

Além dos apoios do ex-prefeito Silvio Santos e da ex-vereadora Dra. Verônica, Agripino conta em 2018 com o apoio dos ex-prefeitos Bibi e Dadá Costa, além do ex-vice-prefeito Binha Torres.

Política

Agripino visita seis cidades do Alto Oeste em agenda política na região

Desde a última quinta-feira, o candidato a deputado federal José Agripino (DEM-RN) está no Alto Oeste Potiguar realizando uma verdadeira maratona de visitas em municípios da região para cumprir agenda política organizada pelos correligionários locais.

O presidente do Democratas no RN esteve em Umarizal, Portalegre, São Francisco do Oeste, José da Penha, Encanto, Itaú e Pau dos Ferros, onde participou da 22ª edição da Feira Intermunicipal de Negócios, Educação, Cultura e Turismo do Alto-Oeste Potiguar (FINECAP) coordenada pelo prefeito pau-ferrense Leonardo Rêgo.

“O potencial produtivo da região é indiscutível, por isso merece apoio e incentivo. Esses eventos significam gerar oportunidade de empregos e negócios para a população local”, destacou Agripino, fazendo referência também aos seus projetos relacionados ao empreendedorismo. “Sempre valorizei o empreendedorismo porque sou entusiasta do tema e tenho vários projetos em andamento no Congresso Nacional. Defendo com convicção quem quer gerar seu próprio emprego e vencer na vida”, completou.

Política

Nelter lança candidatura em Jucurutu ao lado de Agripino

O lançamento oficial da campanha à reeleição do deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) rumo ao oitavo mandato, ocorreu na noite do último sábado (1º), em Jucurutu, com uma passeata que terminou no Babylônia Casa Show.

Prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, ex-vereadores, lideranças e amigos vindos de vários municípios do Seridó, Vale do Açu e Médio Oeste, prestigiaram o lançamento oficial da campanha de Nelter Queiroz, que também contou com a presença do senador e candidato a deputado federal, José Agripino Maia (DEM).

Política

Em Santa Cruz, Tomba faz maior mobilização da atual campanha para Carlos Eduardo, Garibaldi e Agripino

“Santa Cruz sinaliza a nossa vitória com esta gigantesca demonstração de apoio. Tomba, Fernanda, eu quero agradecer a esse povo que atendeu a convocação que vocês fizeram e que lotou a praça pública para dizer que acredita no nosso esforço de mudar o destino do Rio Grande do Norte”.

A declaração é do ex-prefeito de Natal e candidato ao governo do Estado pelo PDT, Carlos Eduardo Alves, que na noite desta sexta-feira, 31, participou da Passeata das Mulheres, evento que ‘arrastou’ cerca de 8 mil pessoas(estimativa dos orgazinadores) pelas ruas de Santa Cruz e culminou com a realização de um grande comício na Praça da Matriz.

O candidato do PDT agradeceu a expressiva participação da população local, que foi às ruas conhecer as suas propostas. Carlos Eduardo destacou ainda que, a partir de janeiro de 2019, Santa Cruz terá “um governador amigo, que estará sempre de portas abertas para receber as reivindicações do seu povo”.

INDECISOS

O deputado Tomba Farias, líder político da região do Trairi, conclamou aos eleitores que ainda estão indecisos a não deixar de votar no dia 07 de outubro, pois, segundo ele, só através do exercício democrático do voto é que o cidadão pode renovar e mandar de volta para casa os políticos que não cumpriram os compromissos assumidos com a população.

O parlamentar destacou ainda a “excelente gestão que Carlos Eduardo desenvolveu em Natal”, e enfatizou que o ex-prefeito da capital é o nome mais capacitado para retomar o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e fazer o estado a voltar a gerar emprego e renda para a população. “A partir de 2019, Santa Cruz terá um governador amigo”, disse ressaltando ainda a importância da população também eleger o senador José Agripino (DEM) para a Câmara dos Deputados e reeleger o senador Garibaldi Filho (MDB).

Para Tomba, Agripino e Garibaldi são antigos parceiros do desenvolvimento de Santa Cruz e ambos sempre tiveram as portas de seus gabinetes abertas “para atender as nossas reinvindicações”.

Política

Tomba realiza grande mobilização em Santa Cruz para apresentar Agripino como seu candidato a deputado federal

Na noite desta quinta-feira, (24), durante evento no centro de Santa Cruz, o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) reuniu uma multidão para apresentar José Agripino (DEM) como o candidato a deputado federal do seu grupo político.

O parlamentar justificou o apoio a Agripino: “é o maior parceiro do desenvolvimento de Santa Cruz”. “Quando chego em Brasília, o gabinete que procuro é de José Agripino, que já destinou recursos para obras nos mais diversos setores da cidade”, disse o principal líder político da região do Trairi.

Impressionado com a proporção do evento, o líder democrata aproveitou para reforçar o compromisso de manter a relação bem-sucedida com o município.  “Santa Cruz sempre contou com nosso mandato e as pessoas sabem que vou continuar atuando firme para que a cidade se desenvolva cada vez mais”, ressaltou Agripino.

Durante o evento, a prefeita Fernanda Costa fez questão de falar sobre o trabalho fundamental do senador para manter a verba de manutenção do Hospital Regional de Santa Cruz (mais de R$ 300 mil por mês).

Antes da programação na rua, o candidato à Câmara federal acompanhou a inauguração do comitê do deputado estadual Tomba Farias.