Política

Kelps aponta erros em projetos de ajuste fiscal proposto pelo Governo do RN

Em pronunciamento na Sessão Ordinária desta terça-feira (16), o deputado Kelps Lima (Solidariedade) destacou a necessidade dos parlamentares apreciarem com serenidade e responsabilidade as matérias enviadas pelo Governador Robinson Faria como solução para a crise socioeconômica do Estado.

“O Governo mandou um novo pacote de medidas e pediu urgência, como se pudéssemos acreditar que seus projetos são de alto nível de qualidade. Se não aprovássemos do jeito que ele mandou, a culpa da crise seria dos deputados. Conforme o Governo postou em suas redes sociais. Nós não podemos confiar em Robinson como gestor. Mal os projetos chegaram, já apareceram vários erros. A Assembleia precisa votar os projetos dentro da convocação, sim. Eu defendo isso. Mas nós temos que ter um mínimo de zelo e cuidado”, alertou Kelps.

O deputado continuou suas palavras, pedindo aos colegas para terem cautela na hora de votar. “Eu parto do princípio, pelo histórico de um governador que promoveu o maior atraso de salários do RN, o maior rombo fiscal, que passou pelo maior número de fugas de presídios e maior número de assassinatos da história, de que tudo que ele faz é desastroso. E agora ele quer passar pra sociedade a ideia de que todos os projetos enviados pra cá são perfeitos. Mas é claro que há erros”, acrescentou.

Kelps disse, ainda, não se surpreender com a crise pela qual passa o Estado e lembrou que já vinha alertando a todos sobre a possibilidade disso acontecer. “Há cinco anos eu estou aqui e venho advertindo que o Estado iria quebrar. A previdência complementar agora é urgente, mas há três anos que está nas gavetas desta Casa. A matéria está cheia de erros técnicos e eu vou devolver para Governo, porque eu acho importante aprovar. Mas temos que aprovar de maneira correta, não pra dar satisfação política”, detalhou.

Foto: Eduardo Maia

Foto: Eduardo Maia

Política

Kelps consegue anular reunião extraordinária da CCJ na Assembleia e tramitação de ajuste fiscal começa do zero

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) conseguiu a anulação da reunião extraordinária da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, que aprovou quatro dos 18 projetos de lei do ajuste fiscal proposto pelo Governo do Estado.

A aprovação dos quatro projetos ocorreram com emendas, como a de autoria de Márcia Maia (PSDB) que proíbe a venda do terreno da Ceasa.

Mas agora a tramitação começa do zero.

Política

Kelps requer anulação de reunião extraordinária da CCJ da Assembleia que apreciou ajuste fiscal: “Não houve convocação formal”

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) protocolou requerimento para anular a reunião extraordinária da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, que ocorre na última sexta-feira (12), para apreciação de quatro projetos do ajuste fiscal proposto pelo Governo do Estado.

“Não houve convocação formal. É preciso ter lucidez e votar as matérias de forma célere, mas sem açodamento e dentro da lei. Tudo tem que ser lido, não dá pra confiar em Robinson”, afirma Kelps.

Política

Kelps Lima: “Governador é omisso ao afirmar que não responde pelas práticas questionadas pelo TCE”

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta quarta-feira (6), o deputado Kelps Lima (Solidariedade) afirmou que é de extrema gravidade o fato do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) ter reprovado as contas do Governo do RN de 2016. O parlamentar disse que a situação denota o descaso e desrespeito do governador com a legislação brasileira.

O deputado afirmou que o atual governo fez a suplementação de R$ 131 milhões no orçamento sob o pretexto de aumento na arrecadação, mas o aumento não ocorreu: “Quando este aumento não ocorreu, o que houve foi uma fraude fiscal e orçamentária do governador, que só pode fazer esse tipo de movimento com autorização da Assembleia Legislativa e ele burlou, utilizando recursos sem autorização”, disse o deputado.

Kelps Lima afirmou que o governo é desconectado do mundo real e que o governador, ao afirmar em nota à imprensa que não responde pelas práticas questionadas pelo tribunal, está sendo omisso. “Essa desaprovação das contas é algo de extrema seriedade e mais um elemento no desgaste absoluto dessa gestão. Os serviços públicos estão falidos, o salário não estão pagos em dia e não há repasse para os poderes. Agora o desrespeito à responsabilidade fiscal. É um cenário de completo desgaste e a Assembleia precisa de desvincular dessa administração”, afirmou.

Kelps faz novas críticas ao Governador após relatório do TCE - Foto: Eduardo Maia

Kelps faz novas críticas ao Governador após relatório do TCE – Foto: Eduardo Maia

Política

Kelps entra com ação pedindo ao TCE que proíba Governo do Estado de realizar novo saque ao Fundo Previdenciário

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) já entrou com uma ação no Tribunal de Contas do Estado (TCE), nesta quinta-feira (16), para proibir novo saque ao Fundo Previdenciário (Funfir).

O Estado vai fazer um resgate antecipado na aplicação financeira do Funfir que só poderia ser sacado em alguns anos, implicando em um prejuízo nos rendimentos. É fruto de um acordo entre os Poderes.

Política

Kelps Lima: “O governador Robinson Faria perdeu todas as condições de continuar governando o RN”

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) voltou a criticar o Governo do Estado. Durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (14), ele disse que o Rio Grande do Norte está “entrando em convulsão” e cobra um pronunciamento do governador sobre como pretende liderar o RN até o final de 2018.

“O governador Robinson Faria perdeu todas as condições de continuar governando o Rio Grande do Norte. Os servidores entraram em desespero, sem receber salários há 60 dias. Os Poderes estão entrando com ação contra o Executivo porque não confiam no governador”, disse Kelps.

O parlamentar registrou a greve de algumas categorias como a da Saúde e da Polícia Militar que ameaça paralisar as atividades caso os acordos com o Governo não sejam cumpridos. “O governador precisa dizer o que tem a fazer até o final do ano que vem, pois a omissão do Estado tem provocado danos graves ao RN”. Kelps Lima sugeriu ainda que o pronunciamento de Robinson Faria seja no plenário da Assembleia.

Foto: João Gilberto

Foto: João Gilberto

Política

Kelps confirma que convidou Fábio Dantas para o Solidariedade

O deputado estadual Kelps Lima confirmou ao Blog de Heitor Gregório que convidou o vice-governador Fábio Dantas (PCdoB) para se filiar ao Solidariedade.

Além de Fábio, também deverá deixar o PCdoB a deputada estadual Cristiane Dantas.

Fábio Dantas ainda não se pronunciou sobre o convite, que aliás não é o único, já que outros partidos também convidaram.

Política

Kelps visita nove cidades do Trairi e reafirma que Segurança é o maior problema do RN

O deputado estadual Kelps Lima foi a nove municípios da região Trairi do RN no último fim de semana e reafirmou que o maior problema do RN hoje é a insegurança.

“Das 9 cidades que visitei, em 8 os terminais bancários foram explodidos pelos bandidos. Só quem escapou foi Santa Cruz”, contou Kelps.

Kelps encontrou delegacias fechadas, efetivo muito aquém do que o necessário e, pior de tudo, horários em que as cidades ficam completamente sem policiamento, jogadas à própria sorte.

“Diante de um quadro desses, é natural que estejamos enfronhados na pior crise de mortandade que o Estado do Rio Grande do Norte já registrou, caminhando para dois mil assassinatos num único ano”, diz o deputado.

Kelps foi a Japi, Santa Cruz, Coronel Ezequiel, Campo Redondo, Jaçanã, Tangará, Boa Saúde, Serra Caiada e São Bento do Trairi.

Política

SETHAS rebate pronunciamento de Kelps e convida parlamentar para almoço no Restaurante Popular

Nota da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), sobre o pronunciamento feito pelo deputado estadual Kelps Lima (SDD), onde afirmou que o Governo do Estado estaria utilizando a máquina pública para favorecer a Secretária Julianne Faria, primeira dama do RN:

“Com relação às declarações do deputado estadual Kelps Lima pulicadas no blog, no que diz respeito aos programas de Segurança Alimentar da Sethas, é necessário fazer os seguintes esclarecimentos para a população:

– A melhoria e ampliação dos programas Restaurante Popular e Café Cidadão, que fornecem almoço e café da manhã ao preço de R$ 1 e R$ 0,50, respectivamente, fazem parte de uma gestão que sempre teve como prioridade dar resultados efetivos aos potiguares, assim como deve se pautar todo e qualquer agente público. Infelizmente a administração austera e de resultados ainda causa estranheza e é tida como fruto de objetivos políticos.

– A Sethas tem um dos mais baixos orçamentos de todo o Governo do Estado e uma equipe enxuta, mas mesmo assim está conseguindo bons resultados na condução dos programas e até lançando novos projetos como o Vila Cidadã e o Transporte Cidadão. Criatividade, empenho e parceria com entidades e órgãos públicos foram a saída encontrada em contraposição ao comodismo e à falta de recursos.

– Dito isto, no que diz respeito aos programas mencionados pelo deputado, os recursos são provenientes do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza, portanto, verba que só pode ser investida em ações de Segurança Alimentar e não de Segurança Pública. Além disso, a falta de uma política de investimentos em ações de prevenção também contribuiu para o aumento da criminalidade.

– Vale ressaltar que milhares de potiguares dependem desses programas para garantir pelo menos uma refeição diária. Como dizia o sociólogo Betinho, quem tem fome tem pressa. Pautados nesse lema, a Sethas vai abrir mais 18 Restaurantes Populares até outubro, além dos 12 Cafés Cidadão que estão sendo inaugurados neste mês de agosto.

– Aproveitamos para convidar o deputado Kelps Lima para um almoço em uma das unidades do Restaurante Popular para conhecer a qualidade da refeição servida por apenas R$ 1″.

Política

Para Kelps Lima, governador usa máquina pública para favorecer projeto de lançar Julianne

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) se pronunciou na sessão plenária desta terça-feira (8) na Assembleia Legislativa criticando a forma como o governador Robinson Faria (PSD) estaria apresentando a primeira-dama do Estado e secretária estadual de Trabalho e Assistência Social, Julianne Faria, como o que ele chama de “Plano B” do governador para as eleições do próximo ano.
 
“Há uma utilização de máquina pública para construção de um Plano B de Robinson e ninguém fala, mas eu me dou o direito de falar”, afirmou Kelps, registrando que “quem é secretário pode e tem direito de pleitear uma candidatura”, mas criticando para os limites necessários.
 
Para o deputado, há uma inversão de prioridades quando o Governo investe mais em programas sociais do que em segurança pública. E cita a instalação dos restaurantes populares pelo interior e a implantação de cada vez mais programas como “Café do Trabalhador”. Kelps estima em R$ 35 milhões investidos em programas geridos pela titular da Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social (Sethas), dinheiro que para ele poderia ser investido na Segurança.
 
“Cada partido tem seu projeto e é legítimo, mas a personalização é que chama atenção”, criticou Kelps, justificando que a possível candidatura de Julianne Faria só seria possível com a renúncia do governador, seis meses antes das eleições, e desistência de disputar a reeleição.  

Foto: João Gilberto

Política

Em Mossoró, Kelps Lima admite ser candidato a governador em 2018

O deputado estadual Kelps Lima, presidente estadual do Solidariedade no Rio Grande do Norte, passa a admitir uma possível candidatura a governador do Rio Grande do Norte, em 2018. Foi em entrevista ao Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró), apresentado pelo jornalista Saulo Vale. O parlamentar ainda disse que o Solidariedade vai lançar candidatos a todos os cargos eletivos.

Kelps também rendeu críticas à atual bancada federal potiguar: “A nossa bancada federal é muito fraca. Eles são leões aqui no RN e vão se transformando em gatinhos no avião até chegar em Brasília, e descem do aeroporto todos miando”, ironizou.

Sobre a gestão Robinson Faria, o deputado oposicionista alfinetou. “Nada está sendo feito para mudar. O que Robinson fez para enfrentar a crise? Gastou um bilhão de reais da previdência, vendeu a conta do Banco do Brasil, aumentou os impostos. Acho Robinson um dos maiores desastres administrativos da história do Rio Grande do Norte”.

z

Política

Kelps Lima vai começar por Mossoró uma visita a 12 cidades do Oeste

O deputado Kelps Lima vai a 12 municípios da região Oeste do Rio Grande do Norte entre a quinta-feira, 03, e o domingo, 06 de agosto.

Kelps tem visitado os municípios explicando o motivo do Rio Grande do Norte viver o caos administrativo e financeiro atual. Durante seus encontros, o deputado fala como e, em quanto tempo, o Estado pode começar a sair desse caos se forem feitos os ajustes corretos na máquina pública.

Nesta quinta-feira, às 12h30min, Kelps será entrevistado pelo jornalista Saulo Vale, no Jornal da Tarde, da Rádio Rural de Mossoró.

As cidades a serem visitadas são Apodi, Caraúbas, Itaú, Janduís, Mossoró, Martins, Olho D’água do Borges, Patu, Rodolfo Fernandes, Severiano Melo, Umarizal e Upanema.

Política

Magnólia e Kelps visitaram 10 cidades do Seridó na sexta e sábado

Acari, Caicó, Currais Novos, Cruzeta, Ipueira, Jucurutu, São João do Sabugi, São José do Seridó, Serra Negra do Norte, Timbaúba dos Batistas. Essas Foram as cidades que a pré-candidata ao Senado, Magnólia Figueiredo, percorreu na região Seridó entre a sexta-feira 21 e o sábado, 22 de julho, juntamente com o deputado estadual Kelps Lima, presidente estadual do Solidariedade.

Neste domingo, 23, a agenda de Magnólia inclui os municípios de Jardim de Piranhas e Campo Grande.                 


A comitiva do Solidariedade em visita ao município de Serra Negra do Norte

Política

Kelps Lima: “Robinson não sabe Governar, nem tem projeto. Espero que o povo não faça a loucura de o reeleger”

Em passagem pela região do Seridó, onde visita mais de dez municípios, o deputado estadual Kelps Lima, presidente do Solidariedade no RN, fez críticas ao Governador Robinson Faria, durante entrevista à Rádio Rural.

"Não acredito na recuperação do Governo Robinson, pelo motivo dele não saber Governar. Ele não tem projeto. Sem falar no maior número de assassinatos da história do RN, o maior número de fugas em presídios, estradas esburacadas, gente morrendo nos hospitais, um dia decide fechar sete hospitais, no outro desmente ele próprio. Estou torcendo para não ficar pior do que está e esse Governo terminar o mais rápido possível", afirmou o parlamentar.

Sobre 2018, disse Kelps: "Espero que o povo não faça a loucura de reeleger Robinson".

Política

Kelps vai realizar audiência pública sobre decisão do Governo do RN fechar sete hospitais

Em seu Twitter, o deputado estadual Kelps Lima (SDD), voz quase única de oposição na Assembleia Legislativa, anunciou que vai realizar uma audiência pública para discutir a decisão do Governo do RN fechar sete hospitais no interior. 

Pelo menos isso. Mais uma voz se somou ao vice-prefeito Álvaro Dias (PMDB) e se preocupou com o fato absurdo. 

Política

Kelps: “Se Robinson acha que vai deixar legado na Segurança o caos atual vai continuar”

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) falou hoje (27) no plenário da Assembleia Legislativa que está preocupado com os conceitos do governador Robinson Faria (PSD), que em entrevista a um jornal local, disse que deixará um legado na Segurança Pública.

Para Kelps, a declaração do governador na imprensa foi politiqueira e desrespeitosa com a sociedade. “Tem gente morrendo todos os dias, policiais fazendo rifa e mendigando comida aos governos municipais. Se realmente o governador acredita que vai deixar um legado na segurança, então vamos nos preparar para mais um ano e meio de problemas sem soluções nessa área. O caos vai continuar”, alertou o deputado, que citou o aniversário de 183 anos da PMRN parabenizando os policiais e afirmando que eles deveriam ser mais valorizados.

Foto: João Gilberto

Política

Kelps critica a Segurança e Saúde do Governo Robinson durante encontro do Solidariedade em Caraúbas

Falando para membros do Partido Solidariedade na cidade de Caraúbas, RN, o deputado Kelps Lima disse que se há uma certeza absoluta neste momento no Rio Grande do Norte é a de que a população precisa intervir na política e mudar o caminho que nos levou a ser um dos Estados mais violentos do Brasil, com a economia em frangalhos e com um Governo que sequer consegue manter um hospital funcionando com qualidade.

Essa intervenção precisa vir de forma democrática e institucional, nas eleições do ano que vem, 2018, com a troca da velha forma de fazer eleição por personagens mais modernos.

Para Kelps, todas as regiões precisam construir novos políticos, mais atualizados com as mudanças que o País experimenta neste momento. O Partido Solidariedade fará sua parte apresentando candidaturas diferentes e dando a oportunidade para que as pessoas possam trocar o antigo e inadequado por uma atitude nova.

Política

Kelps X Vereadores

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) deu uma declaração no início da semana, exigindo que os vereadores do partido façam oposição ao prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT).

De público, só recebeu apenas uma manifestação de apoio: do vereador Klaus.

E nos bastidores de nenhum outro.

Política

Carlos Eduardo e Kelps trocam farpas no Twitter

Adversários na última eleição, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT) e o deputado estadual Kelps Lima (SDD) trocaram farpas no Twitter na noite desta segunda-feira (10). 

Kelps é o autor da representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE), deferida pelo conselheiro Tarcísio Costa, que impede a Prefeitura de Natal de usar recursos do NatalPrev. 


Política

Kelps Lima critica Governo Robinson por prender bombeiro que enviou áudio por Whatsapp

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) criticou a prisão do presidente da Associação dos Bombeiros Militares do RN, Dalchem Viana do Nascimento Ferreira, ocorrida na manhã desta quarta-feira (29). Em pronunciamento na sessão plenária, o parlamentar afirmou que está indignado.

“Não vejo nada de bom no atual Governo do Estado, mas era só o que estava faltando, mandar prender militar. Quero fazer o meu registro de indignação, da gente ter um membro de segurança preso por três dias, sem poder ver a sua família. Ele é um homem de bem, é inconcebível e questiono se isso está correto”, repudiou o parlamentar.

Foto: Eduardo Maia