Política

Deputado classifica a gestão de Robinson de “Governo do Boato”

O atual Governo do Estado tem adotado a estratégia de classificar de boato alguns fatos recorrentes, principalmente na área da INsegurança. 

Nas redes sociais, governistas propagam também que o deputado estadual Kelps Lima (SDD) criou mais um boato contra o atual Governo, em torno da mais recente publicidade institucional com o slogan: RN nas mãos de quem trabalha. 

“O Governo do Estado tem direito a ter uma visão jurídica e administrativa diferente da minha. Qualificar minha opinião como “boato” não”, rebate o parlamentar do Solidariedade. 

“Na propaganda do Governo, já que querem usar slogan, vou sugerir um: “O GOVERNO DO BOATO”, disse ainda Kelps. 

E aí está o Governo do Boato. 

Política

Kelps Lima: “Governo Robinson insiste em descumprir a Constituição usando slogan na propaganda pública”

Do deputado estadual Kelps Lima (SDD):

“O Governo do Estado começou a divulgar hoje nas redes sociais uma campanha publicitária com slogan criado para enaltecer o Governador Robinson Faria. O vídeo abre com o slogan: “O RN nas mãos de quem trabalha”, uma claríssima exaltação à pessoa do Governador. É a segunda vez que um fato assim ocorre em menos de sete meses. A peça, claramente panfletária, usa inclusive a mesma atriz que trabalhou na propaganda eleitoral do Governador.

No primeiro evento, logo no início da gestão, a Secretaria de Comunicação Social, muito atentamente, retirou a marca e o slogan após nossa advertência pública de que a campanha veiculada naquela época se tratava de um descumprimento constitucional contra o princípio da impessoalidade na máquina pública.

É importante ressaltar que não somos contra o Estado ter uma política de comunicação, muito pelo contrário, considero essa uma ferramenta essencial para a interação com a sociedade. Inclusive a postura do Governador em conceder constantes entrevistas aos veículos de comunicação é merecedora de elogios.

O que Governo do Estado não pode mais é criar um slogan e uma marca própria a cada novo governador. É inconstitucional. E o Governador Robinson Faria deve preservar a Constituição, não macular. Isto vale para este governador, o próximo que entrar e o seguinte que sucedê-lo.

O Estado impessoal é o melhor caminho para a máquina pública. Pessoalizar o Estado só beneficia grupos, facções, famílias. A Impessoalidade é um princípio constitucional, acima da vontade minha, de você que me lê agora por aqui ou de qualquer um que queira acreditar que esteja acima da lei ou da Constituição.

Novamente, agora no final do mês de julho, com este vídeo exaltando supostos avanços na área de segurança pública, o Governo lança mão de um slogan para tentar subliminar a informação de que a gestão atual está nas mãos de quem trabalha.

Diante da repetição, venho a público solicitar que o Governo retire da propaganda oficial, custeada com recursos públicos, o slogan que infringe a Constituição do Estado do Rio Grande do Norte.”


  

Política

“Robinson vai nos pedir autorização para zerar os recursos do fundo previdenciário”, prevê Kelps Lima

O deputado estadual Kelps Lima (SDD), em aparte ao pronunciamento do colega José Dias (PSD), fez uma previsão bastante preocupante acerta do futuro do Rio Grande do Norte.

“Quando esta Casa retornar do recesso o Governador vai nos pedir autorização para gastar o que resta do fundo previdenciário”, previu Kelps.

Resta saber se a Assembleia vai ser irresponsável e conceder o absurdo.

E quando o dinheiro do fundo acabar? Como se vai pagar os servidores? Sejam eles ativos ou inativos?

Detalhe: Hoje o saldo do fundo previdenciário é em torno de R$ 500 milhões, de acordo com o deputado José Dias.

Política

Kelps sugere a criação de uma comissão para debater a Previdência

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) volta a falar, em plenário, nesta terça-feira (30), sobre a questão da Previdência no Rio Grande do Norte. O parlamentar afirma que vai sugerir, formalmente, ao presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PMDB), a criação de uma Comissão para debater a Previdência Complementar e ainda a situação atual do Fundo Previdenciário.

“O rombo mensal da previdência do Rio Grande do Norte é de R$ 85 milhões ao mês. Dos R$ 8 bilhões que o Estado arrecada por ano, R$ 1 bilhão é para cobrir esse rombo por causa da negligência histórica dos governantes do RN”, disse Kelps Lima.

Política

Kelps propõe que Governo do Estado faça parcerias com as Prefeituras do Seridó para tapar buracos das rodovias estaduais

Nesta terça-feira (16), o governador Robinson Faria (PSD) recebeu prefeitos da Região Trairi, acompanhados pelo deputado estadual Tomba Farias (PSB), para firmar uma parceria, que já foi feita também com algumas Prefeituras da Região Agreste, em torno de Operação Tapa Buraco nas rodovias estaduais.

Nesta quarta-feira (17), o deputado estadual Kelps Lima (SDD) sugeriu que a mesma ação seja feita na Região do Seridó, onde as estradas estão completamente acabadas.

Política

Nelter entrevista Kelps no plenário da Assembleia

A disputa pelo hub da TAM no Rio Grande do Norte motivou o pronunciamento do deputado estadual Kelps Lima (SDD) que afirma que os políticos ainda têm tempo de colaborar com a disputa e sugere que o Governo do Estado e Prefeitura do Natal promovam a integração do sistema de transporte da Grande Natal.

Em meio ao pronunciamento do parlamentar do Solidariedade, o deputado Nelter Queiroz (PMDB) pediu um aparte.

E na verdade, Queiroz assumiu o papel de repórter: “Deputado Kelps, o senhor vai ser candidato a prefeito de Natal em 2016?”.

Kelps: “Não estou pensando em eleição”.

Nelter: “E o senhor vai mesmo ser candidato ao Senado em 2018?”.

Kelps: “Eu sei que é um desejo do senhor votar em mim para senador”.

Política

Rogério Marinho terá apoio de Kelps Lima na disputa pela Prefeitura de Natal

O PSDB realizou nesta sexta-feira (29) a convenção municipal do partido em Natal. Na oportunidade, o vereador Dickson Nasser Júnior foi eleito como novo presidente do diretório tucano na capital potiguar. O parlamentar terá a responsabilidade de comandar as discussões internas em relação ao pleito de 2016, quando a legenda pretende lançar uma candidatura própria a prefeito da cidade. 

Presidente de honra do PSDB no Rio Grande do Norte, o deputado federal Rogério Marinho reafirmou que o partido trabalhará para participar da disputa majoritária no próximo ano e criticou a administração do prefeito Carlos Eduardo Alves. “Dizem que a eleição está definida. Eu não acredito. A população vai comparar os candidatos e as propostas na hora certa. E o PSDB terá a oportunidade de travar o bom debate”, disse.

Também presente ao evento, o deputado estadual Kelps Lima, presidente do Partido Solidariedade no RN, disse que seu partido está “junto do PSDB para fazer Natal e o RN crescer”. Os vereadores Klaus Rego (SD), Ubaldo Fernandes (PMDB) e Aroldo Alves também participaram do evento. Este último, que deixa a presidência municipal do PSDB, assume agora a secretaria geral do partido.

 
   


Diversos

Kelps sugere extinção da Secretaria de Justiça e Cidadania

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) fez pronunciamento, na manhã desta quarta-feira (20), sugerindo ao Governo do Estado a extinção da Secretaria de Justiça e Cidadania (SEJUC) como parte de uma reforma administrativa.

“De saída, acabariam despesas com altos salários como secretário, secretário adjunto, chefe de gabinete, assessor jurídico, assessor de comunicação, ouvidora, cerimonial, setor de compras”, elenca o deputado.

Kelps orienta o Governo a extinguir a Secretaria de Justiça e Cidadania e repassar suas ações para outros setores relacionados do Estado. “De que serve hoje à Secretaria de Justiça e Cidadania? Pagar folha de servidores e comprar alimentos para os presos. Com a extinção, a coordenação dos presídios, por exemplo, pode passar para a Secretaria de Segurança Pública, finalizando a duplicidade de coordenadores, setores de compras e várias outras despesas do dia a dia que geram gastos aos cofres públicos sem dar a eficiência que a população necessita”, afirma.

Cidades

Na Assembleia, Kelps Lima aborda crise no Hospital Regional de Currais Novos

Os problemas no Hospital Regional de Currais Novos, inclusive o recente pedido de exoneração dos diretores alegando falta de estrutura, foram o principal tema do pronunciamento do deputado Kelps Lima (SDD) na sessão plenária desta terça-feira (28). A maioria dos parlamentares presentes se solidarizaram em aparte, endossando a necessidade de melhorias no sistema de saúde pública do RN como um todo.

“A situação é gritante. Se a população de Currais Novos precisar de um raio X, os médicos enviam para o hospital municipal de Lagoa Nova. Caso precise de uma pequena cirurgia, não tem como fazer. Crise no sistema hospitalar acarreta em mortes e o Governo deve ter uma ação mais ágil em relação à saúde”, afirmou Kelps, que participou de um protesto promovido pela população, no sábado passado (25), contra a precariedade dos serviços.

Foto: João Gilberto

z

CidadesPolítica

Deputado Kelps Lima participa de protesto em Currais Novos e visita o Hospital Regional

Em meio ao protesto da população de Currais Novos, que fechou a BR-226 neste sábado (25), lá estava o deputado estadual Kelps Lima (SDD), que tem assumido bem o papel de líder da oposição ao governador Robinson Faria (PSD). 

Além de ter participado do protesto e até discursado, Kelps ainda visitou o Hospital Regional. 

Política

Kelps Lima volta a criticar saques ao Fundo Previdenciário

O deputado estadual Kelps Lima (SDD), na sessão plenária desta terça-feira (7), criticou mais uma vez o fato do Governo do Estado precisar retirar recursos do Fundo Previdenciário para realizar o pagamento do funcionalismo e classificou o ato como “falta de planejamento”.

“O Governo não está alterando as estruturas administrativas do Rio Grande do Norte e as consequências serão muito graves. Se o Rio Grande do Norte não plantar prosperidade, não irá colher prosperidade. Se não plantar eficiência administrativa, não colherá eficiência administrativa”, disse o deputado.

Em aparte, o deputado Galeno Torquato (PSD) disse considerar muito cedo para o grau de cobranças feitas pelo deputado Kelps Lima. “Os problemas postos não podem ser resolvidos em apenas 90 dias”, disse Torquato.

O deputado Tomba Farias (PSB) solicitou mais celeridade na apresentação e execução de projetos, enquanto Ricardo Motta (PROS), em aparte, classificou como “extremamente preocupante a possibilidade da Casa receber, em cima da hora, um projeto para dizer que foi encaminhado, mas sem um estudo prévio”.

Uncategorized

Robinson tem até 30 de Abril para enviar à Assembleia lei que cria a previdência complementar no RN

O deputado Kelps Lima (SDD) disse nesta quarta-feira (01), em pronunciamento na Assembleia Legislativa, que o novo saque feito pelo Governo do Estado do Fundo Previdenciário, no valor de R$ 65 milhões é um ato a indicar que o cenário que se avizinha na economia do Rio Grande do Norte é grave e sério.

“Os saques estão aumentando de valores e a administração não dá respostas concretas sobre a utilização dos recursos sacados”, disse Kelps Lima.

O parlamentar lembrou que a Lei aprovada no final do ano passado autorizando o executivo utilizar recursos do Fundo Financeiro Unificado ocorreu com base em apelo do Governo para não deixar os salários dos servidores atrasados.

Em aparte, o deputado Getúlio Rego (DEM) disse que o tema merecia uma reflexão. Segundo ele, “é preciso um esclarecimento de forma definitiva e afirmativa. Aprovamos a Lei num gesto de confiança, pois abrimos mão de obstrução da matéria para salvar o Rio Grande do Norte, dentro do cenário negativo da economia brasileira”.

Já o deputado José Dias (PSD), também em aparte, disse que não tinha constrangimento em afirmar que votou conscientemente. “Tenho hoje a mesma convicção quando votei a Lei que ela era e é essencial para que não se colocasse o Estado num turbilhão de dificuldades, porque ia passar a dever dois meses aos funcionários”, afirmou.

Ao blog, Kelps disse que se o governador Robinson Faria (PSD) não enviar à Assembleia Legislativa uma nova lei criando a previdência complementar, seu partido, o SOLIDARIEDADE, vai entrar com uma ação contra o Governador pedindo a suspenção dos saques ao Fundo Previdenciário.

Foto: Eduardo Maia

z

Política

Kelps Lima pede que Robinson retire slogan das propagandas do Governo do Estado: “É ilegal”

Em sessão plenária na manhã desta quarta-feira (25) o deputado Kelps Lima (SDD) sugeriu ao Governo do Estado que retire de suas peças publicitárias o slogan que vem sendo utilizado na veiculação das propagandas governamentais. De acordo com o parlamentar, a Constituição do Rio Grande do Norte veda o uso de marcas e slogans nas campanhas de publicidade do Executivo.

Veja o vídeo abaixo:

 

Política

Kelps quer extratos dos saques feitos ao Fundo Previdenciário

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) saiu insatisfeito da reunião que participou com o Secretário Estadual de Planejamento, Gustavo Nogueira, que foi à Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (18), para falar sobre os saques feitos pelo Governo do Estado ao Fundo Previdenciário. 

“Queremos os extratos dos saques feitos ao Fundo Previdenciário pela contradição nas informações ditas pelo próprio governo e hoje aqui pelo secretário. Primeiro o próprio governador disse que seria sacado R$ 35 milhões, depois o Governo do Estado divulgou uma nota confirmando que seria R$ 43 milhões e hoje admitiu que o saque em fevereiro foi de R$ 45 milhões”, explicou o líder da minoria na Assembleia Legislativa, em entrevista ao Blog de Heitor Gregório/Tribuna do Norte. 

Kelps também quer explicação sobre a necessidade de usar o dinheiro do fundo: “Quanto foi sacado? Porquê foi sacado se Rosalba deixou os salários em dia? A arrecadação foi maior e as despesas menores: não teve pagamento de diárias e os cargos comissionados estavam muitos vagos”. 

“O Governo não pode dizer escondendo da população que o rombo é maior. As informações precisam de transparência até para poder se buscar saídas. Está tudo bem? Sabemos que não. Mas o Governo quer mostrar que está tudo ótimo”, finalizou Kelps. 

Foto: Heitor Gregório


Política

Kelps apresenta PEC que extingue direito à residência oficial para governador

O deputado Kelps Lima (SD) apresenta, na sessão plenária desta quinta-feira (12), Proposta de Emenda Constitucional (PEC) extinguindo, oficialmente, a casa residencial de governador do Estado, a partir da posse e durante todo o mandato.

“Quero parabenizar o governador Robinson Faria (PSD) por não estar ocupando residência oficial, que no governo anterior custava, mensalmente, R$ 100 mil e contava com 53 policiais à disposição. No entanto, a residência precisa ser extinta por lei e por isso estou apresentado essa PEC”, justificou Kelps.

A PEC, que conta com assinatura de nove parlamentares, modifica o artigo 58 da Constituição Estadual, com o objetivo de vedar gasto público para custear despesas pessoais com a residência do governador e do vice-governador.

De acordo com a PEC, o governador e o vice poderão ter policiais à disposição deles e de familiares em primeiro grau para garantir a segurança, mas proíbe que servidores sejam alocados em qualquer outra função de caráter pessoal.

“Acabar com a residência oficial foi uma promessa de campanha. Mas, alguns paradigmas administrativos só podem ser quebrados por Lei”, reforçou Kelps.

Política

Kelps Lima: “O governo fez saques do fundo previdenciário mesmo quando o salário estava em dia”

O deputado Kelps Lima (SD) voltou a questionar o governo, na sessão plenária desta quarta-feira (11), quanto aos valores dos saques ao fundo previdenciário. O parlamentar retomou o assunto e pediu esclarecimentos relacionados ao montante de recursos.

“O governo fez saques do fundo previdenciário mesmo quando o salário estava em dia. Então onde foi usado o dinheiro? Quero respostas e vou cobrar”, disse o parlamentar.

Kelps afirmou que vai apresentar requerimento cobrando estas informações e o extrato do saldo previdenciário. O parlamentar disse ainda que quer informações sobre o valor total dos saques, entre eles o do mês de fevereiro.

Foto: João Gilberto

z

Política

Kelps Lima cobra ao Governo do Estado explicações sobre os saques do Fundo Previdenciário

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (10) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Kelps Lima (SDD) cobrou do Governo do Estado uma explicação para os saques que estão sendo realizados do Fundo Previdenciário do Rio Grande do Norte. O parlamentar afirma que de acordo com o presidente do Instituto de Previdência do Estado (IPERN), José Marlúcio, o saque que o governador do Estado, Robinson Faria (PSD) fez para completar a folha de pagamento de fevereiro foi de R$ 65 milhões e não de R$ 35 milhões, como foi anunciado.

Kelps Lima destaca que solicitou uma cópia do extrato, que justifica o saque, ao IPERN. “O IPERN vai enviar uma cópia da conta que comprova o saque de R$ 65 milhões. Caso o Governo do Estado tenha sacado apenas R$ 35 milhões, conforme anunciado, então o secretário de Planejamento do RN, Gustavo Nogueira, deve enviar um histórico que comprove o valor”, disse Kelps.

O parlamentar reafirma que caso o governo não mande o histórico espontaneamente, ele vai protocolar formalmente o pedido de explicação do Governo.

Em apartes, os deputados lembraram que a Casa aprovou o pedido de empréstimo levando em consideração a situação para pagamento da folha salarial. De acordo com o deputado estadual José Dias (PSD), a situação era ingovernável. “Em dezembro o Estado estava atrasando as folhas, somando a isto existia o 13º e chegamos a uma conclusão que não existia outra solução para evitar o caos se não o de autorizar por lei o saque de recursos do fundo previdenciário”, disse José Dias.

Os deputados Ricardo Motta (PROS), Tomba Farias (PSB) e Hermano Morais (PMDB) falaram que a notícia é preocupante e que a Casa precisa achar soluções para que o Governo possa voltar a crescer.

O deputado Fernando Mineiro (PT) se comprometeu em marcar uma audiência com o secretário para que ele esclareça os saques e fale sobre o plano de reposição.

Foto: João Gilberto

z

Política

Kelps Lima: “Ao contrário do que dizem por aí a situação financeira do Governo do Estado é muito preocupante”

Segundo ainda o deputado estadual Kelps Lima (SDD), líder da minoria na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, diferente do que tem dito o governador Robinson Faria e sua equipe, a situação financeira do Rio Grande do Norte não é confortável. “É muito é preocupante”, ressalta.

“Como a situação financeira do Rio Grande do Norte é confortável, nas palavras do próprio governador, se para pagar em dia a folha do Estado, que ele recebeu em dia, está se utilizando milhões do Fundo Previdenciário?”, questiona o parlamentar do Solidariedade.

Política

Kelps sugere criação de fundo para pagamento de diárias

O deputado Kelps Lima (SDD) voltou a defender o pagamento antecipado das diárias operacionais aos profissionais da segurança pública. Durante sessão plenária desta quinta-feira (19), o parlamentar propôs a criação de um fundo para planejamento e pagamento de diárias operacionais aos agentes de segurança.

“Sugiro que se crie um fundo para que sejam alocados recursos e possamos entrar em um ciclo de pagamento antecipado de diárias operacionais”, afirmou. O deputado anunciou que apresentará uma emenda parlamentar, dentre as emendas individuais as quais tem direito, no valor de R$ 200 mil para compor o fundo: “Que obviamente irá precisar de bem mais que isso”, complementou.

De acordo com o deputado, o governo mantém hoje apenas metade do efetivo policial necessário para o estado e em razão disso não pode abrir mão do pagamento de diárias operacionais aos policiais que, mesmo em folga, são escalados para trabalhar.

Foto: Eduardo Maia

(null)

Política

Disson Líder do Governo Robinson?

O deputado Kelps Lima (SOLIDARIEDADE) declarou que vai apresentar um Projeto de Lei obrigando o Governo do Estado a pagar as diárias operacionais da Polícia Militar em até 48h antes do serviço.

Kelps disse que, através do Projeto, também pretende contribuir para o ajuste das escalas compulsórias.

Mais rápido que ligeiro, o deputado Disson Lisboa (PSD), saiu em defesa do Governo de Robinson Faria, para logo dizer que o Governo já antecipou as diárias do Carnaval e pagou R$ 1,1 milhão em diárias atrasadas.