Diversos

Latam Brasil pede recuperação judicial nos Estados Unidos

A LATAM Airlines Brasil, anteriormente TAM Linhas Aéreas, entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, alegando os impactos da crise da pandemia do Coronavírus.

Contexto

Em 26 de maio de 2020, o Grupo LATAM Airlines entrou com um pedido de reorganização sob a proteção do Capítulo 11 da lei dos Estados Unidos. A empresa garante que continuará operando conforme as restrições de viagem e a demanda permitirem, pagando aos colaboradores, cumprindo obrigações em relação a benefícios e pagando fornecedores essenciais, além de respeitar os pontos LATAM Pass e as reservas de voos à medida que trabalha no processo de reorganização pelo Capítulo 11.

“O processo de reorganização financeira com base no Capítulo 11 oferece à LATAM uma oportunidade clara e estruturada de trabalhar com nossos credores e outras partes interessadas para reduzir nossa dívida e enfrentar os desafios comerciais que nós, como outros de nossa indústria, estamos enfrentando como grupo. Isso é muito diferente do conceito de falência em outros países e não se trata de uma liquidação.

Nosso grupo vem compartilhando sua jornada com os povos da América Latina, prosperando em tempos de crescimento e se unindo para superar os momentos de adversidade. A LATAM sairá desse processo mais bem posicionada para servir a América Latina”, diz o comunicado à imprensa.

Latam