Economia

SFA/RN realiza treinamento em EAD para certificação de origem de melões destinados ao mercado chinês

A Superintendência Federal da Agricultura no Estado do Rio Grande do Norte – SFA RN/MAPA em parceria com o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária RN – IDIARN realiza no período de 01 a 05 de junho, TREINAMENTO na Modalidade EAD PARA CERTIFICAÇÃO FITOSSANITÁRIA DE ORIGEM para melões destinados ao mercado chinês.

O treinamento – inédito na Modalidade EAD – é compulsório aos Responsáveis Técnicos das empresas que pretendem exportar melões para China, após recente abertura desse mercado ocorrida no início deste ano para empresas localizadas na Área Livre de Anastrepha grandis do RN e CE. Os requisitos fitossanitários acordados em acordo bilateral entre os dois países incluem classificação taxonômica, identificação, plantas hospedeiras, condições de campo, prevenção, controle e mapeamento das pragas quarentenárias de interesse para a China.

MELÃO VIETNA

Economia

Melão do RN vai para a China

O Brasil fechou acordo com a China que viabiliza a exportação de melão, produzido no RN, para o país asiático.

Em contrapartida, os chineses poderão vender pera para o mercado brasileiro.

Os protocolos sanitários foram firmados após reunião bilateral entre os presidentes Jair Bolsonaro e Xi Jinping, dentro da XI Cúpula do Brics, que teve início nesta quarta-feira (13) em Brasília.

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) participou do encontro.

O acordo para exportação de melão é simbólico por se tratar do primeiro entendimento com a China sobre frutas. Além da diversificação da pauta exportadora agrícola para a China (a maioria das vendas é de soja e carne), o protocolo tem potencial de alavancar a fruticultura brasileira, principalmente da Região Nordeste, que hoje direciona as vendas externas para a Europa.

Foto: Alan Santos/PR

Economia

Melão do RN para China

A China deve importar melão produzido no Brasil e habilitar novos frigoríficos brasileiros para fornecerem carne àquele país. Em compensação, o Brasil vai importar pera chinesa. O anúncio foi feito pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, que se reuniu na última quarta-feira (23) com o colega chinês, Han Changfu.

É uma notícia que anima o Rio Grande do Norte e vai fortalecer a economia, pois somos o maior produtor de Melão do Brasil. Sem falar que poderá aumentar a movimentação de frutas do Porto de Natal.

Luiz Roberto Barcelos, da Agrícola Famosa, comemorou a notícia, bem como o Presidente Jair Bolsonaro e a governadora Fátima Bezerra.

Melão