Economia

Porto de Natal registra aumento de movimentação no primeiro semestre, mesmo com paralisação da CMA-CGM em março

O Porto de Natal movimentou, no primeiro semestre de 2019, um total de 363.098 toneladas, representando um crescimento de 7,72% comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram 337.062 toneladas, de acordo com números da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN).

Do que foi transportado, 211.567 toneladas foram relacionadas à exportação de frutas e sal e 151.531 toneladas de importação, com predominância do trigo.

O crescimento foi registrado mesmo com a paralisação, em março deste ano, pela CMA-CGM, empresa francesa de transporte marítimo que tinha suspendido as atividades após a apreensão de drogas.

A expectativa é que a movimentação no Porto de Natal aumente ainda mais com o período da safra das frutas, com início entre agosto e setembro.

Foto: Canindé Soares

Porto de Natal  (Foto Canindé Soares)

Natal

Polícia Federal realiza Operação no Porto de Natal e não encontra droga

O Porto de Natal foi um dos locais inspecionados pela Operação “Pele de Sapo”, realizada no último fim de semana pela Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal do Brasil e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, tendo o objetivo de coibir o tráfico internacional de drogas nas cargas de origem agropecuária na Grande Natal.

Não foi encontrado nenhum tipo de droga no Porto, o que demonstra a melhoria do nível de segurança, intensificado com o apoio dos órgãos de fiscalização envolvidos na Operação.

Operação

Estado

Embarcação com drogas apreendida em Portugal não saiu do Porto de Natal

Nota de Esclarecimento

Natal (RN), 08 de junho de 2019

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) esclarece que a embarcação de pesca apreendida com drogas em Portugal, na Operação “Areia Branca”, embora registrada na Capitania dos Portos do Estado do Rio Grande do Norte, não partiu do Porto de Natal.

O fato demonstra que os criminosos estão buscando outras vias para o transporte da droga, o que prova a eficiência da atual fiscalização no Porto de Natal, que conta com o apoio da Polícia Federal e da Receita Federal.

As autoridades policiais brasileiras e portuguesas estão investigando o caso.

Companhia Docas do Rio Grande do Norte

Política

Porto de Natal também é bandeira de Ubaldo

O deputado estadual Ubaldo Fernandes, morador do Bairro das Rocas, adotou também o Porto de Natal como uma bandeira do seu mandato.

Já promoveu audiência pública e tem dialogado permanente com o Diretor-Presidente da CODERN para tratar das questões portuárias.

Dep. Ubaldo

Economia

Porto de Natal registra movimentação intensa de navios

Desde o último fim de semana, o Porto de Natal está utilizando todos os berços de atracação, inclusive, nesta terça-feira (16), atracou o “MS Pacific Princess”, um cruzeiro de propriedade da Princess Cruises, com 700 passageiros e 350 tripulantes vindos de Jamestown, Estado de Virgínia (EUA), para um dia de passeio na capital potiguar. O próximo destino é Fortaleza (CE).

O navio oferece diversas opções gastronômicas, com destaque para o restaurante de especialidades italianas, que foi votado como um dos “Melhores Restaurantes de Especialidades de Cruzeiro”. Dispõe, também, de lojas, cassino, biblioteca, piscinas, SPA, espaços para a prática de esportes, teatro e academia.

Além do cruzeiro, estão atracados no Porto de Natal o “Cayene” da CMA CGM, que transportará contêineres refrigerados com frutas para a Espanha; e o “CBO Niterói”, que chegou no dia 06 de abril para realizar serviços de manutenção na embarcação. Ainda, o “MV Federal Elbe”, que trouxe trigo do Uruguai para o Moinho Dias Branco, e a Fragata Liberal da Marinha do Brasil, desatracaram nesta manhã. Sem falar nas várias rotas semanais de embarcações de pequeno porte para o abastecimento do Arquipélago de Fernando de Noronha (PE).

O “Cayene” é o segundo navio da CMA CGM, empresa francesa que opera no Porto de Natal e retomou as atividades depois de paralisação no mês de março, quando foi estabelecido um diálogo com a nova diretoria da CODERN.

Porto de Natal dia 16 de abril

Natal

Porto de Natal é o primeiro do Brasil a receber a Fragata “Liberal” após missão no Líbano

A Fragata “Liberal” da Marinha do Brasil atracou no Porto de Natal, nesta quinta-feira (11), após permanecer seis meses em missão pela Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), onde conduziu operações de interdição marítima a fim de prevenir a entrada de armas não autorizadas no território, bem como qualquer material correlato, além de contribuir para o adestramento da Marinha Libanesa. A capital potiguar foi a primeira parada no Brasil.

Fragata

O Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Almirante Elis Treidler Öberg, acompanhou a chegada do navio ao som da Banda do Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal dando as boas-vindas. Após atracação, o Almirante foi recepcionado pelo Comandante, Capitão de Fragata Cláudio Henrique Teixeira Correia.

Presidente na Fragata

Alguns familiares aguardavam o desembarque dos militares que estavam a bordo, entre eles Natália Luna, namorada do Cabo Elielson Glaudeno. “Hoje fazemos dois anos e quatro meses de namoro. Fazia 14 meses que não nos víamos. A saudade é tanta que estou com ansiedade. Apesar de todas as batalhas, o amor sempre prevalece”.

A missão no Líbano ocorreu de 15 de setembro de 2018 a 15 de março de 2019, quando a Fragata “Liberal” foi substituída pela Fragata “União”, também da Marinha do Brasil. Após desatracar do Porto de Beirute, no Líbano, no dia 16 de março, a “Liberal” passou pelos portos de Valência (Espanha), Las Palmas (Espanha), chegando a Natal.

Familiares

Economia

CMA CGM retoma operações no Porto de Natal

A atracação do navio “Marfret Guyane”, no Porto de Natal no último sábado (06), marcou a retomada das operações da CMA CGM no Rio Grande do Norte.

A empresa francesa de transporte marítimo tinha suspendido as atividades após a apreensão de drogas no mês de fevereiro deste ano, mas a nova diretoria da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estabeleceu um diálogo e adotou uma série de providências culminando para a volta da normalidade.

O diretor-presidente da CODERN, Almirante Elis Treidler Öberg, reafirma a importância desse retorno da CMA CGM: “É uma empresa de renome internacional, com um papel estratégico para a economia deste estado por transportar frutas a partir daqui para a Europa. Nós estaremos permanentemente dialogando com a empresa objetivando a permanência das operações”.

Um total de 326 contêineres foram movimentados no Porto de Natal do sábado até esta segunda-feira (08), com aperfeiçoamento dos critérios na segurança, desde o acesso de pessoas e das carretas ao monitoramento ampliado das câmeras de segurança.

Um Plano de Ação elaborado pela CODERN será executado, até o mês de novembro, com vários outros itens de segurança, quando ocorrerá uma vistoria. Assim, a diretoria espera recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

A CMA CGM foi fundada em 1996 a partir da fusão da Compagnie Maritime d’Affrètement com a Compagnie Générale Maritime. Hoje é a quarta maior empresa mundial de seu ramo, navegando por mais de duzentas rotas entre 420 portos em 150 países, entre eles, o de Natal (RN).

Navio Marfret

EconomiaTurismo

Cruzeiro Seabourn Quest atracou no Porto de Natal neste sábado (30)

O Porto de Natal recebeu neste sábado, 30 de março, o Cruzeiro Seabourn Quest, que geralmente passa pela capital do Rio Grande do Norte pelo menos duas vezes por temporada. A embarcação de luxo saiu da Costa Oeste Americana, passou pelo Chile, Argentina, Uruguai e vem percorrendo a costa brasileira, tendo como última parada Recife (PE) e seguindo para Santarém (PA).

Os 418 passageiros são brasileiros, americanos, canadenses, espanhóis, britânicos e australianos que chegaram às 07h e partiram somente às 17h. Quatro deles decidiram ficar em Natal para curtir a Cidade do Sol por mais alguns dias. O navio tem ainda 369 tripulantes.

Os passageiros estão distribuídos em 225 amplas suítes de luxo, das quais 202 têm varanda e sete têm acesso facilitado para cadeiras de rodas. O navio dispõe de seis bares e salões para serem aproveitados a bordo, assim como um centro de fitness, salão de shows, piscinas, saunas, e uma marina retrátil que permite os hóspedes nadarem, praticarem o snorkel, windsurf, caiaque, ou ski aquático, sem terem que se ausentar do navio.

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estima que o Seabourn Quest possa ter deixado até R$ 300 mil na economia da cidade, já que os turistas fazem passeios turísticos e compras, além de visitar shoppings e restaurantes. É uma média de gasto de R$ 200 dólares por passageiro.

Seabourn Quest em Natal dia 30 de março de 2019

Economia

CMA CGM anuncia retomada de operações no Porto de Natal

Em carta endereçada ao Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Almirante Öberg, a CMA CGM comunicou a retomada de operações no Porto de Natal, que tinham sido suspensas após a apreensão de drogas no mês de fevereiro.

“Primeiramente gostaríamos de agradecer a atenção dada ao nosso Ofício e aos nossos pleitos durante a reunião em Brasília em 01.03.209. Agradecemos ainda o envio do Plano de Ação detalhado, assim como os esforços que estão sendo realizados pela Diretoria da CODERN com o apoio da Secretaria de Portos”, diz trecho da carta, que logo em seguida confirma a operação do navio programada para o dia 06 de abril.

O novo presidente da CODERN tomou uma série de medidas a começar pelo diálogo estreito com a CMA CGM, órgãos de fiscalização e a elaboração de um Plano de Ação para a Segurança com medidas que já começaram a ser implantadas e estão sendo verificadas pessoalmente pelo dirigente, que nesta quinta-feira (21), fez uma vistoria em todas as áreas do Porto de Natal, ao lado de funcionários do setor de Engenharia e Segurança.

“Agradeço o voto de confiança da CMA CGM. Reafirmo a nossa disposição em transformar o Porto de Natal em uma referência nacional no que se refere a Segurança, recuperando ainda em 2019 a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE). Providências estão sendo tomadas e o Porto de Natal vai seguir o seu funcionamento normal”, disse o Almirante.

CMA CGM

É uma empresa francesa de transporte marítimo e conteinerização sediada em Marselha. Ela foi fundada em 1996 a partir da fusão da Compagnie Maritime d’Affrètement com a Compagnie Générale Maritime. A CMA CGM é a quarta maior empresa mundial de seu ramo, navegando por mais de duzentas rotas entre 420 portos em 150 países, entre eles, o de Natal (RN).

Almirante no Porto de Natal

Economia

Em audiência pública, Diretor-Presidente garante compromisso da CODERN com o desenvolvimento do RN

O Porto de Natal foi tema de debate na tarde desta terça-feira (12) em uma audiência pública ocorrida na Assembleia Legislativa por proposição do deputado Ubaldo Fernandes. A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), autoridade responsável pelo Porto, esteve presente e representada pelo seu Diretor-Presidente, o Almirante Elis Treidler Öberg.

A discussão girou em torno da suspensão de atividades de exportação pela CMA-CGM, empresa que possui uma linha semanal de Natal para portos na Europa, mas decidiu paralisar no mês de março em decorrência da apreensão de drogas. Na oportunidade, o Diretor-Presidente garantiu que vai apresentar em 90 dias um Plano de Ação com medidas a serem tomadas visando recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

“Estamos reavaliando todos os nossos processos de segurança, entrada de pessoas e viaturas; readaptação da sala de controle de vídeo, com ampliação das 40 câmeras conectadas à sala para 80; e estabelecimento de novo quantitativo de pessoal necessário, com a convocação de concursados”, afirmou o Almirante Öberg.

Em relação ao scanner, o Presidente disse que a CODERN está fazendo a cotação para aquisição ou aluguel de um equipamento que atenda as exigências da Receita Federal do Brasil. “Quero afirmar aqui, de público, o compromisso inalienável da CODERN com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte”, finalizou o Diretor-Presidente.

A audiência pública teve a presença de representantes da Receita Federal, classe produtiva, líderes sindicais, deputados Ubaldo, Coronel Azevedo, Francisco do PT e Hermano Morais, além da imprensa.

Foto: Elias Medeiros

Estado

Styvenson pede ao Ministro da Infraestrutura melhorias ao Porto de Natal

O senador Styvenson Valentim se reuniu nesta segunda-feira (10) com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e pediu providências imediatas em relação ao aumento da segurança e da fiscalização no porto de Natal.

Tarcísio de Freitas afirmou que vai buscar alternativas para compra de equipamentos de scanner.

Outro assunto em pauta foi a manutenção da ponte de Igapó, em estado de emergência. O ministro afirmou que o processo de manutenção da ponte, a cargo do DNIT, está em andamento e que não há risco de queda.

Natal

Nota da CODERN

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) informa que só tem informação de inspeção no Porto de Natal pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) marcada para o mês de abril, mas essa decisão de data é da esfera do próprio órgão fiscalizador, podendo ser alterada.

A CODERN está trabalhando intensamente para sanar todos os seus problemas e considera importante a presença de órgãos de fiscalização, em especial da Agência Reguladora.

Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN

Economia

Deputado Ubaldo Fernandes defende união pelo Porto de Natal para manter cadeia produtiva

Preocupado com a possível suspensão das exportações pelo Porto de Natal para a Europa, após a recente apreensão de drogas misturadas às cargas de frutas, o deputado Ubaldo Fernandes (PTC) fez um apelo para que o problema seja resolvido. Esse foi o tema do seu pronunciamento durante a sessão plenária desta quarta-feira (27).

“Esse problema tem gerado uma apreensão muito grande aos que trabalham no Porto de Natal, principalmente de forma sazonal, pois muitos ali trabalham apenas nove meses. Essas pessoas estão sem nenhuma perspectiva de trabalho e receiam ficar desempregados, espero que seja apenas de forma provisória”, alertou o parlamentar.

O deputado disse que a maioria dos trabalhadores é oriunda das Rocas, Ribeira e Cidade Alta e a medida de suspensão prejudica cerca de 500 famílias, após a decisão da empresa francesa CMA-CGM ter suspendido oficialmente as suas atividades no Porto até que a situação seja regularizada.

Os deputados Gustavo Carvalho (PSDB) e Souza (PHS) endossaram a preocupação. “Precisamos no prazo mais imediato possível convidar a bancada federal do nosso Estado para se fazer presente aqui na Assembleia”, afirmou Carvalho. O deputado Souza ressaltou a importância do Porto de Natal para a economia potiguar.

A nova gestão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), conjuntamente à Secretaria Nacional de Portos, ampliará, de imediato, o canal de comunicação com a CMA-CGM para buscar a manutenção das operações da empresa no Porto de Natal.

Conforme foi demonstrado em sua última correspondência, enviada ao Porto de Natal, a empresa reafirmou sua disposição em continuar as operações, atendendo aos clientes locais, exportadores de frutas, com programação de navio para dia 06 de abril.

A CODERN já estuda medidas para a superação dos óbices existentes, visando a corrigir as deficiências observadas, com o retorno das atividades à normalidade o mais breve possível. Uma das principais metas será melhorar a segurança, com vista a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

EconomiaEstado

Nova gestão da CODERN informa providências que vai tomar no Porto de Natal

Nota à Imprensa
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN
Natal (RN), 22 de fevereiro de 2019

A nova gestão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) informa que, conjuntamente à Secretaria Nacional de Portos, ampliará, de imediato, o canal de comunicação com a CMA-CGM para buscar a manutenção das operações da empresa no Porto de Natal.

Conforme foi demonstrado em sua última correspondência, enviada ao Porto de Natal esta semana, a empresa reafirmou sua disposição em continuar as operações, atendendo aos clientes locais, exportadores de frutas, com programação de navio para dia 06 de abril.

A Companhia já estuda medidas para a superação dos óbices existentes, visando a corrigir as deficiências observadas, com o retorno das atividades à normalidade o mais breve possível. A intenção é demonstrar aos clientes que podem contar com o empenho da nova gestão.

Uma das principais metas será melhorar a segurança, com vista a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

Outra ação será o estreitamento do relacionamento institucional com a Receita Federal, Polícia Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e Capitania dos Portos, visando uma maior interação e aperfeiçoamento das atividades no Porto.

A CODERN reafirma seu compromisso inalienável com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e priorizará, dentre suas metas de curto e médio prazo, a otimização de seus processos, a racionalização de sua gestão e, principalmente, a modernização de sua infraestrutura.

Assessoria de Comunicação
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN

Estado

CODERN informa que Porto de Natal segue funcionamento normal

Nota

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) não foi comunicada sobre a suspensão de atividades da CMA-CGM no Porto de Natal, pelo contrário, tivemos um navio da empresa no último fim de semana e já temos outro confirmado para o próximo dia 06 de abril.

Ressaltamos que durante o mês de março estão previstas operações portuárias em Natal para desembarque de trigo, embarque de sal, recebimento de navio de passageiros e várias embarcações de pequeno porte, o que configura o funcionamento normal do Porto.

Assessoria de Comunicação
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN

Política

Walter Alves solicita instalação de scanner de contêineres no Porto de Natal

O deputado federal Walter Alves (MDB-RN) apresentou hoje (19), no Ministério da Infraestrutura, um requerimento solicitando a instalação de um scanner de cargas no Porto de Natal. O equipamento é utilizado em outros portos do país e ajuda no combate ao tráfico de drogas e sonegação fiscal.  O investimento é na ordem de R$ 11 milhões.

De acordo com o parlamentar, as recentes apreensões de cocaína no Porto de Natal comprovam que há a necessidade de uma fiscalização mais rígida, e o scanner é uma ferramenta fundamental nesse processo. “O investimento em fiscalização e segurança é importante para nosso estado. Com o scanner, será mais fácil e rápido detectar se há drogas ou outros materiais nos contêineres”, explica Walter Alves.

O scanner é capaz de detectar qualquer tipo de substância ilícita ou contrabandeada, como produtos químicos, armas, drogas e radioatividade. Além de identificar a presença de entorpecentes, o equipamento ajuda no combate ao crime de sonegação fiscal. As imagens escaneadas podem ser enviadas para o sistema da Receita Federal que cruza, em tempo real, a imagem captada com os dados descritos na nota fiscal.

“Por todos esses benefícios que o equipamento pode proporcionar, apresentamos o requerimento junto ao Ministério da Infraestrutura e esperamos que o nosso pleito seja atendido para ajudar o Rio Grande do Norte”, acrescenta Walter Alves.

EconomiaTurismo

Presidente da CODERN dá boas-vindas aos turistas e tripulantes do Cruzeiro Hamburg

Praia, Sol, Mar, a boa gastronomia e hospitalidade do potiguar são atrativos e potencialidades para o turismo. Nesta sexta-feira (07), teve início a nova temporada de cruzeiros internacionais no Porto de Natal. O Hamburg, com aproximadamente 300 passageiros, veio do Caribe, passou por Belém (PA) e Natal (RN), segue para Recife (PE), Salvador (BA) e vai até o Rio de Janeiro (RJ), de onde os passageiros pegarão o voo de volta para a Alemanha.

IMG_4741

O Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Fernando Dinoá, recepcionou os turistas e deu boas-vindas à tripulação do cruzeiro, sendo recebido juntamente com assessores pelo subcomandante Max Dolgov. “É uma satisfação recebe-los. Serão sempre bem-vindos e que voltem outras vezes para visitar a nossa Cidade do Sol”, disse Dinoá.

Fernando Dinoá e Subcomandante

Dolgov, um ucraniano, comentou que já teve em outras duas oportunidades em Natal, cidade que ele considera a mais bonita do Brasil, juntamente com o Rio de Janeiro. “O melhor daqui é o calor humano do natalense”, disse, destacando que consome o melão, manga e melancia, frutas tropicais do Brasil, quando foi informando pelo dirigente da CODERN que são exportadas para a Europa pelo Porto de Natal. “Agora vou sair dizendo que conheço a origem dessas frutas”, brincou o subcomandante.

O Hamburg tem 144m e capacidade para 420 passageiros. É da companhia Plantours & Partners, que até 2012 era chamado de Columbus C e pertencia a Hapag-Lloyd. Foi reformado em Gêneva, após sua venda para a Plantours & Partners. É dotado de um restaurante, piscina, teatro que também funciona como espaço para shows e apresentação de peças culturais, além de cafeteria, SPA, lojas e um funcionário à disposição de cada dois passageiros. Um pequeno mas excelente navio destinado a classe média-alta alemã, acostumada a uma atmosfera de conforto, sobriedade e luxo.

IMG_4756

EconomiaTurismo

Temporada de Cruzeiros em Natal tem início nesta sexta-feira (07)

O Porto de Natal estará recebendo às 12h desta sexta-feira (07), o primeiro Cruzeiro da nova temporada de navios internacionais de passageiros, que vai até abril de 2019. É o Hamburg, com aproximadamente 300 passageiros, que vai desatracar às 17h. O agente marítimo responsável, a Viamar Navegação e Turismo, não informou à CODERN, a rota de navegação.

O navio de 144m, construído em 1997, tem capacidade para 420 passageiros. É da companhia Plantours & Partners, que até 2012 era chamado de Columbus C e pertencia a Hapag-Lloyd. Foi reformado em Gêneva, após sua venda para a Plantours & Partners. É dotado de um restaurante com um só turno de refeição, possui igualmente como alternativa no SunDeck um serviço de buffet para aqueles que preferem um ambiente mais descontraído nas refeições. Um pequeno mas excelente navio de cruzeiros destinado a uma classe média-alta alemã, acostumada a uma atmosfera de conforto, sobriedade e luxo.

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estima que cada passageiro gasta uma média de U$ 200 dólares na cidade de Natal, visitando as praias, shopping’s, bares e restaurantes, e ainda fazendo compras, o que representa um acréscimo significativo na economia local.

Economia

Porto de Natal faz carregamento de sal em navio que terá como destino os Estados Unidos

Em meio a grande movimentação de contêineres pela safra de frutas, está em operação também no Porto de Natal, um total de 13.800 toneladas de sal que serão transportadas para os Estados Unidos pelo navio Narew, que atracou na quarta-feira, 31 de outubro, e a previsão de desatracação é para o sábado, 03 de novembro, segundo a Gerência de Operações.

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) ressalta que não é primeira vez que ocorre movimentação de sal pelo Porto de Natal, para se atender a demanda das salinas localizadas mais próximas da capital do Rio Grande do Norte, sem interferir na movimentação do Terminal Salineiro de Areia Branca, que segue em seu ritmo normal de atividades.
O setor salineiro como um todo emprega mais de 70 mil pessoas de forma direta e indireta e é parte significativa da economia do Estado. O clima, sol forte, muito vento e pouca chuva fizeram do nosso Estado o maior produtor de sal do país.
Atualmente, cerca de 30% da movimentação feita pelo Porto de Natal é de frutas com a predominância do melão, sendo todas armazenadas em contêineres refrigerados. No último dia 08 de outubro, o Porto obteve recorde mundial alcançado no embarque de contêineres refrigerados pela empresa CMA-CGM, quando o Navio Saint Laurent partiu com destino a Europa, levando 479 contêineres refrigerados.
 

Movimentação IntensaO Porto de Natal passará o feriado e fim de semana em movimentação intensa. Nesta quinta-feira, 01 de novembro, além do Narew, outros três navios estão atracados, sendo um da Marinha do Brasil, outro da Marinha do Uruguai e o AS Petrônia, de 210m, que atracou no início da tarde.

Foto de drone por Canindé Soares

Sal em operação no Porto de Natal (Foto Canindé Soares)

Economia

Porto de Natal atinge recorde mundial no embarque de contêineres refrigerados

Em comunicado enviado à Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), a empresa CMA-CGM parabeniza pelo recorde mundial alcançado no embarque de contêineres refrigerados pelo Porto de Natal, o que reafirma seu excelente Know-how destacado por clientes outras vezes.

Segundo a CMA-CGM, o recorde ocorreu no último dia 08 de outubro, quando o Navio CMA-CGM Saint Laurent deixou o Porto de Natal com destino a Europa, levando 479 contêineres refrigerados com melão, melancia, manga e pescados.

Agora liderado por Rodolphe Saadé, de sua base em Marselha, o Grupo CMA CGM está presente em mais de 160 países através de sua rede de mais de 755 agências, com mais de 30.000 funcionários em todo o mundo (4.500 na França).

Com uma frota jovem e diversificada de 509 embarcações, o Grupo CMA CGM atende mais de 420 dos 521 portos comerciais do mundo. Através de mais de 200 linhas de navegação, a empresa opera em todos os mares do mundo. O Grupo tem 6.300 clientes franceses e a CMA CGM é o maior empregador privado em Marselha, a cidade onde a empresa foi fundada em 1978.

Fernando Dinoá, diretor-presidente da CODERN, comemora a conquista e divide com todos os funcionários. “Temos conseguido atender a demanda dos nossos clientes, superando os desafios e mostrando que é possível crescer na crise, com novas ideias, dinamismo e uma boa equipe”.

Contêineres