Política

Em reunião discreta, Márcia Maia revela que em janeiro definirá futuro político com Wilma

A deputada estadual Márcia Maia (PSB) esteve reunida discretamente no Hotel Maine, na noite desta quarta-feira (16), com lideranças filiadas ao partido e que lhe apoiaram em 2014, para ouvir a respeito do seu futuro político, já que o partido passa a ter como líder maior no Rio Grande do Norte, o deputado federal Rafael Motta.

Aos correligionários, Márcia demonstrou insatisfação com a filiação de Motta, mas adiantou que não tem nenhuma posição tomada, nem definida, e que só em janeiro, após o retorno da mãe as atividades políticas, é que definirão o futuro político, não descartando a permanência no PSB.

Rafael apenas se filiou a legenda, após ser expulso do PROS, e sequer discutiu a respeito da Presidência do partido no Estado, até então comandado pela ex-governadora Wilma de Faria, que se recupera de uma cirurgia em São Paulo.

Por sinal, ontem (16), foi a vez das inserções do PSB nos meios de comunicação do Estado, onde em uma gravação feita há alguns meses, Wilma já demonstrava preocupação com o cenário econômico e político do Brasil.

z

Política

Um novo PSB no RN

Deputada Federal constituinte, Prefeita de Natal por três vezes, Governadora do Estado por duas vezes e atual vice-prefeita de Natal, Wilma Maria de Faria se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) em 1994.

Ao longo dos 21 anos, Wilma tornou-se uma fiel seguidora e escudeira do saudoso Miguel Arraes, líder nacional do PSB, avô do saudoso Eduardo Campos, de quem Wilma gozava de prestígio e amizade.

Em sua trajetória política, nem quando foi adversária dos Alves ou Maia, admitiu uma filiação ou interferência junto ao PSB sem o seu consentimento. Agora são outros tempos. O partido perdeu representação na Câmara Federal, e aqui no Estado deixou de ser um Diretório e passou a ser Comissão Provisória, sob o comando de Wilma, membro do Diretório Nacional da legenda.

Há meses, o PSB nacional mantinha articulação com o deputado federal Rafael Motta. Wilma acompanhou isso. O partido queria mais um voto na Câmara dos Deputados. Em desgaste junto a cúpula do seu partido, o PROS, como no caso do uso do fundo partidário para a compra de uma aeronave, Rafael buscava uma nova legenda.

Vários partidos, como o PTB, foram oferecidos a Motta, que em 2014 foi eleito o segundo deputado federal mais votado do Rio Grande do Norte, ao alcançar 176.239 votos.

Semana passada, o PROS expulsou Rafael da legenda. E o deputado precisava se filiar a um novo partido. O PSB estava de portas escancaradas. E assim ocorreu, de fato, sem sequer Wilma saber do novo filiado, já que se recupera de uma cirurgia no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Mas Rafael deixou claro que apenas se filiou ao PSB e a ex-governadora Wilma continua presidente da comissão provisória no Rio Grande do Norte. “Esse assunto só será discutido quando Wilma estiver totalmente recuperada”, disse Motta ao Blog.

Fato é que começa a surgir um novo PSB no RN, onde um jovem passa a ser protagonista da cena partidária, diferente de outros tempos quando Wilma e Sandra Rosado dividiam atenções.

É o tempo que passa…

Política

PSB/RN promove Encontro Regional em Pau dos Ferros‏ neste sábado (19)

O PSB do Rio Grande do Norte, presidido pela ex-governadora Wilma de Faria, realizará neste sábado, dia 19, a partir das 9h, na Câmara Municipal de Pau dos Ferros, seu 6º Encontro Regional.

O evento, que deverá ter a participação de lideranças de mais de 20 cidades do Médio e Alto Oeste, discutirá a conjuntura política regional, estadual e nacional, assim como avaliará as eleições municipais do próximo ano, além de receber novas filiações ao partido na região.

“Esses eventos têm sido muito importantes no nosso processo de retomada do fortalecimento da nossa legenda, porque nos dão conhecimento das realidades de cada região, além de nos ajudar a traçar estratégias para os próximos processos eleitorais”, disse a líder pessebista.

Política

Na presença de Vivaldo, Wilma reafirma que o PSB terá candidato próprio em Caicó

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS), que se diz pré-candidato a Prefeito de Caicó, esteve prestigiando ontem (11) a reunião do diretório do PSB de Caicó, que contou com a presença de sua presidente estadual, a ex-governadora Wilma de Faria.

E na presença do Papa-Jerimum, a atual vice-prefeita de Natal reafirmou que no município o PSB terá uma candidatura própria, defendendo o nome do ex-prefeito Bibi Costa, irmão de Vivaldo. Caso Bibi não aceite a opção é o nome do vereador Alex Dantas, que nos últimos anos tornou-se um fiel seguidor de Wilma.

Mais cedo, Wilma disse em entrevista a setores da imprensa de Caicó que não acredita na candidatura de Vivaldo a prefeito, depois que ele assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa: “E Caicó precisa mais de Vivaldo na Assembleia, pois ele tem como ajudar mais ao município”, justificou.

5

Política

“O PSB está vivo e forte”, diz Wilma em encontro com filiados de 17 cidades do Mato Grande

A ex-governadora Wilma de Faria esteve na tarde deste sábado (29), em João Câmara, reunindo dirigentes do PSB de 17 cidades do Mato Grande.

Wilma explanou sua história política de muitos desafios, os quais, segundo ela, a tornaram essa “mulher guerreira, que luta incansavelmente pelo bem do seu Estado”. Ainda relembrou os clamores do seu líder maior, o saudoso presidente Eduardo Campos, “que brigava por um país mais justo e honesto”.

A ex-governadora também ressaltou o respeito e admiração que os governantes têm com o PSB. “ Não estamos no Governo Federal e nem no Estadual, mas somos respeitados pela nossa história. Nosso partido está vivo e forte”.

Por fim, a presidente parabenizou os prefeitos presentes pela garra e boa atuação que vêm fazendo, apesar do momento difícil que as prefeituras passam. “Quem faz o trabalho certo, a justiça reconhece e Deus ajuda. Eu estou aqui, livre e forte, para recomeçar a luta pelo bem-estar do povo do Rio Grande do Norte”, finalizou.

A deputada estadual Márcia Maia participou do encontro.

  

Política

Em Recife, Wilma, Márcia, Tomba, Larissa, Sandra Rosado e Cláudio Porpino prestigiam homenagem a Eduardo Campos

Membros do Partido Socialista Brasileiro (PSB) do Rio Grande do Norte estiveram nesta segunda-feira (10), em Recife, para prestigiar a cerimônia em homenagem ao ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que faria 50 anos.

A presidente do PSB no RN, ex-governadora Wilma de Faria, mais os deputados Tomba Farias e Márcia Maia, e os ex-deputados Cláudio Porpino, Larissa e Sandra Rosado foram abraçar a viúva Renata Campos e os filhos.

As homenagens ao ex-governador Eduardo Campos na manhã desta segunda-feira e contaram com a presença de todos os ex-governadores pernambucanos vivos. Além da família Campos, estiveram presentes também o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o senador mineiro Aécio Neves (PSDB), Marina Silva (PSB), o atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), o vice-governador pernambucano, Raul Henry (PMDB) e o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB).

Fotos: Cedidas ao Blog

 


Política

Em Brasília, Wilma se reúne com diretório nacional do PSB e defende que partido atue mais em prol do pacto federativo‏

A Reforma política em curso e suas implicações, a necessidade da revisão do pacto federativo, entre outras situações que afetam a vida dos brasileiros, são apenas alguns dos assuntos que o PSB está analisando e que mereceram destaque em reunião nesta quinta-feira (18), em Brasília, com participação da secretária especial da executiva nacional e presidente do diretório do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria.

Convocada para o encontro, que definiu também as realizações de conferências regionais e da 1ª Conferência Nacional Política e Programática do PSB, em novembro, a ex-governadora sugeriu que façam oposição mais contundente e luta maior por divisão justa dos recursos. “O PSB precisa seguir firme na defesa da revisão do pacto federativo para assegurar verdadeira reforma tributária. União fica com a maior parte dos recursos e estados e municípios de pires na mão mendigando ao governo federal”.

A ex-governadora enfatiza ainda a importância do encontro para o debate das estratégias políticas do partido para os próximos quatro anos, assim como o aprofundamento dos temas essenciais à promoção do desenvolvimento social, econômico e político do Brasil e a contribuição que  o PSB pode dar, uma vez que está  em sintonia com os anseios da população, insatisfeita.

z

Política

Sem fusão entre PSB e PPS; DEM e PTB

Está cada vez mais longe a possibilidade de fusão entre o PSB da ex-governadora Wilma e o PPS do ex-deputado Wober Júnior; DEM do senador José Agripino e o PTB sem comando no RN.

Depois de idas e vindas…

E de diálogo avançado.

A fusão envolvendo quatro legendas volta à estaca zero.

Coisas da política.

Política

PSB de Wilma e PPS de Wober Júnior decidem se fundir

A comissão executiva do Partido Socialista Brasileiro (PSB), presidido no Rio Grande do Norte pela vice-prefeita Wilma de Faria, decidiu nesta quarta-feira (29) autorizar a finalização das negociações para a fusão com o Partido Popular Socialista (PPS), sob o comando no Rio Grande do Norte do ex-deputado Wober Júnior.

Uma comissão do PSB formada pelo presidente da legenda, Carlos Siqueira, o vice-governador de São Paulo, Marcio França, o presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande, e o responsável pela área internacional da sigla, Beto Albuquerque, tratará da reformulação do estatuto para adaptá-lo às diretrizes do PPS.

O PSB marcou uma convenção nacional em junho para oficializar a fusão. O PPS também realizará convenção no mesmo dia para autorizar a união.

Se a fusão se confirmar, a nova legenda será a quarta maior bancada na Câmara, atrás do PMDB, PT e PSDB. No Senado será a quarta bancada igualando-se ao PDT, atrás apenas das grandes legendas PMDB, PT e PSDB.

Política

Wilma em sintonia perfeita com o diretório nacional do PSB

Há poucos dias, o assunto que pautava as rodas políticas do Rio Grande do Norte era de que a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) poderia perder o comando do PSB no Rio Grande do Norte. 

Ao que parece, era só conversas infundadas. 

Tanto que Wilma foi convocada pelo Diretório Nacional do partido para uma reunião de planejamento estratégico de 2015-2018.

O evento ocorreu nesta sexta-feira (20). 

Foto: Cedida

  

Política

Em nota, PSB nacional fala sobre os protestos deste domingo (15)

Nota do PSB nacional: 

Esse talvez seja o grande recado do dia 15/03: o governo que se imagina o mais autêntico representante de uma plataforma política popular deve voltar a caminhar em direção ao povo, que já o vê a esta altura como um rei nu. Para que esse rei possa reencontrar a dignidade de sua condição, é preciso despertar do “sonho” de uma prática autárquica de poder, para a realidade da necessidade de operar uma mudança radical em seu modus operandi, que envelheceu com a velocidade da crise ética que o arrasta.

Os parceiros dessa mudança de padrão de atuação política não se encontram, contudo, nos lugares em que o governo tem buscado seus aliados. É preciso que o governo se oriente pela atenção às demandas e inquietações populares, em lugar vender o que não pode entregar, em sua atual composição de forças.

É disso que se trata ao fim, neste domingo, do ponto de vista político: que o governo seja coerente e que faça o que é necessário, para não imputar ao povo a conta de sua baixa disposição, até aqui, para ver os desafios da crise em sua verdadeira escala. Essa mesma demanda qualifica o recado: não se trata, obviamente, de impeachment, que colocaria a todos justamente na direção do que se pretende evitar. Menos ainda de um retorno do regime militar, visto que na ausência de democracia prosperam as práticas que o povo, com sua sabedoria, quer ver pelas costas.

Política

Júlia Arruda é a nova líder do PSB na Câmara de Natal

A vereadora Júlia Arruda é a nova líder da bancada do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Câmara Municipal de Natal, que retoma os trabalhos legislativos no próximo dia 19 de fevereiro.

“Esse é mais um importante desafio que abraçamos em nosso mandato e vamos continuar conduzindo nossa atuação parlamentar com seriedade, comprometimento e respeito, seja de forma individual ou como representante de um bloco partidário”, destacou a vereadora.

Além de Júlia Arruda, integram a bancada do PSB na Câmara Municipal de Natal os vereadores Bispo Francisco de Assis, Franklin Capistrano e Júlio Protásio.

Foto: Elpídeo Júnior

z

Sem categoria

Sandra e Larissa vão deixar o PSB se Wilma continuar no comando do partido

Não convidem a deputada federal Sandra Rosado e a deputada estadual Larissa Rosado para o mesmo ambiente da ex-governadora Wilma de Faria, presidente da Comissão Provisória do PSB Estadual.

São mágoas profundas.

Tão profundas, que Sandra e Larissa estão decididas a deixar o PSB, se Wilma continuar comandando o partido no Rio Grande do Norte.

Sem categoria

PMDB e PSB deverão ganhar espaço na Prefeitura de Natal

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), se prepara para disputar a reeleição. Um dos prováveis adversários deverá ser o deputado estadual reeleito Fernando Mineiro, já lançado pré-candidato pelo governador eleito Robinson Faria (PSD).

Fato é que o PT de Mineiro e o PSD de Robinson detém espaços privilegiados na administração de Carlos. Inclusive, foi objeto de assunto durante a última campanha.

Já sabendo quem serão seus adversários em 2016, o prefeito Carlos Eduardo está consciente que terá de fazer uma reforma administrativa.

E partidos aliados como o PMDB de Henrique e Garibaldi, bem como o PSB da vice-prefeita Wilma de Faria, deverão ganhar espaços na administração municipal.

Sem categoria

Wilma é eleita Secretária Especial do Diretório Nacional do PSB

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) realizou nesta segunda-feira (13) reunião para definir a nova Comissão da Executiva Nacional da sigla. Também foram apresentados os pontos e elementos da nova equipe à frente do PSB, como o diálogo, participação e interação de todos os filiados. O encontro aconteceu no Salão Vermelho do Hotel Nacional, em Brasília DF.

Beto Albuquerque, deputado do PSB pelo Rio Grande do Sul, abriu a reunião convidando os componentes da mesa e elogiando a trajetória vitoriosa dos candidatos socialistas que se elegeram em primeiro turno, da luta forte dos que não ganharam a eleição e desejando sorte na caminhada dos que estão em segundo turno.

“Esta é a primeira reunião do Diretório sem a presença do nosso estimado e eterno líder, Eduardo Campos”, lembrou Beto sobre a trajetória de Eduardo Campos e toda sua equipe, que tiveram morte trágica, há exatos dois meses, em um acidente aéreo durante o cumprimento de uma agenda de campanha presidencial em São Paulo.

A chapa, eleita por unanimidade, foi a única apresentada e tem como presidente Nacional, Carlos Siqueira. Também foi decidido, com a participação do auditório, que a nova equipe toma posse nesta segunda-feira, e não no dia 08 de dezembro, como previsto na agenda do Partido. “Que nos liderem de forma brilhante, como tem trabalhado a frente do Partido nos últimos anos”, desejou o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.

Lídice da Mata, senadora do PSB na bahia, destacou a necessidade de o PSB se unir ainda mais. “Não é tarefa fácil a construção do que nós chamamos de terceira via, uma política de dualidade. Também não será fácil construir, em pouco tempo, um novo líder. Portanto, cabe a esse Diretório uma imensa tarefa pela frente: unir o PSB nessa grande tarefa”, afirmou Lídice.

Também foram apresentados pontos sobre a posição do PSB neste segundo turno eleitoral.

 

Confira abaixo a nova Executiva Nacional do PSB:

Cargo Nome
1. Presidente CarlosRoberto Siqueira de Barros
2. Primeiro Vice-Presidente Governador Paulo Henrique Saraiva Câmara
3. Vice-Presidente de Relações Governamentais Deputado Luiz Roberto de Albuquerque
4. Vice-Presidente de Relações Interpartidárias Senador João Alberto Rodrigues Capiberibe
5. Vice-Presidente de Relações Parlamentares Senador Fernando Bezerra de Souza Coelho
6. Vice-Presidente para Políticas Públicas Governador Ricardo Vieira Coutinho
7. Vice-Presidente de Relações Institucionais Senador Rodrigo Sobral Rollemberg
8. Vice-Presidente de Relações Federativas Governador João Lyra Neto
9. Vice-Presidente para Movimentos Sociais Prefeito Rubens José França Bomtempo
10. Secretário Geral Governador José Renato Casagrande
11. Primeiro Secretário Nacional Prefeito Geraldo Júlio de Melo Filho
12. Segundo Secretário Nacional Senador Antonio Carlos Valadares
13. Secretário Nacional de Finanças Deputado Márcio Luiz França Gomes
14. Segundo Secretário Nacional de Finanças Severino Nunes deAraújo
15. Secretaria Especial Deputado Julio César Delgado
16. Secretaria Especial Sérgio Novais
17. Secretaria Especial Senadora Lídice da Mata e Souza
18. Secretaria Especial Prefeito Luciano Ferreira de Souza (Luciano Leitoa)
19. Secretaria Especial Governador Carlo Camilo Góes Capiberibe
20. Secretaria Especial Governador Wilson Nunes Martins
21. Secretaria Especial Milton Coelhoda Silva Neto
22. Secretaria Especial MariElisabeth Trindade Machado
23. Secretaria Especial Vice-Prefeita Wilma Maria de Faria
24. Secretaria Especial Kátia BornRibeiro
25. Secretaria Especial Cláudio Valverde Santos
26. Secretaria Especial Deputado Cássio Coelho Andrade
27. Secretaria Especial Sérgio Maurício Brito Gaudenzi
28. Secretaria Especial Prefeito Jonas Donizetti Ferreira
29. Secretaria Especial DeputadoSerafim Fernandes Correa
30. Secretaria Especial PrefeitoWaldomiro Lopes da Silva Júnior
31. Secretaria Especial Prefeito Márcio Araújo deLacerda
32. Secretaria Especial Prefeito Mauro Mendes Ferreira
33. Secretária do Movimento Popular Maria de Jesus Matos
34. Secretário da Juventude Tony de SiqueiraSechi
35. Secretaria de Mulheres Auxiliadora Maria Pires Siqueira da Cunha
36. Secretária do Movimento Negro Valneide Nascimento
37. Secretaria Sindical Joilson Antonio Cardoso do Nascimento
38. Secretário do Movimento LGBT Otávio Oliveira

 

Sem categoria

Líder do PSB diz que Fátima Bezerra fez campanha com o DEM em Mossoró

Líder do PSB na Câmara Municipal de Natal, o vereador Júlio Protásio ressalta incoerência do PT do estado, sinalizada não apenas nas suas tentativas de alianças, como também nas concretizadas, como é o caso recente da eleição suplementar de Mossoró em que defendeu a candidatura do prefeito eleito, Francisco Junior (PSD), apoiada pelos partidos que seus dirigentes, notadamente a deputada federal, Fátima Bezerra e o deputado estadual Fernando Mineiro, dizem não querer se unir: DEM e PSDB.

“A aliança que o PT fez em Mossoró contou com o DEM, através do deputado Leonardo Nogueira e da sua mulher, a ex-prefeita Fafá Rosado, que tinha acabado de sair do DEM, mas que ainda representa uma das figuras mais importantes do governo Rosalba. Além disso, no palanque de lá também se uniram ao PSDB. Fica provado, portanto, que o PT não faz apenas aliança programática. Faz, sim, de tudo para chegar ou se manter no poder, como acontece a nível nacional”, observa o parlamentar.

Segundo enfatiza o peessebista, “todos sabem que os petistas tentaram sim, como foi amplamente noticiado, uma coalizão com o PMDB e não foi o fato desse partido estar se aliando, no estado, a outros que não estão no projeto nacional de reeleição de Dilma, que fez com que declinassem do projeto que até então nominavam aliança”.

Para Julio, os petistas denominam estrategicamente de “acordão” qualquer união de partidos que não os inclua, em clara tentativa de desqualificar a coalizão, além de causar rejeição junto à população, justamente por ver o quão forte e representativa a chapa vem se tornando. “Eles queriam estar nessa aliança. Anunciaram que estariam nessa aliança e lutaram para isso. O problema é que o PMDB não quis”, disse em reforço às declarações da presidente do PSB/RN, Wilma de Faria.

Sem categoria

Eduardo Campos: ” A decisão do PSB potiguar não teve o consenso do diretório nacional”

Ainda na coletiva à imprensa do Rio Grande do Norte, após ser questionado sobre a afirmação feita recentemente pela dirigente da Rede, Marina Silva, que será vice de Eduardo Campos (PSB), o presidenciável confirmou divergências no diretório nacional a respeito da posição do PSB local: “Havia posições críticas contra a aliança local entre PSB e PMDB, não só de Marina Silva, mas de vários outros dirigentes nacionais. Mas a política é assim, a democracia nos permite conviver com as divergências. Do mesmo jeito que respeitamos a decisão do PSB do RN, respeitamos a opinião dos nossos correligionários nacionais”.

z

Sem categoria

Eduardo Campos visita o RN na quinta-feira (22)

A presidente do PSB/RN, Wilma de Faria, convida a imprensa potiguar para entrevista coletiva com o dirigente nacional do seu partido, o ex-governador Eduardo Campos, pré-candidato à Presidência da República, a ser realizada às 9h30 desta quinta-feira (22) no Ocean Palace, na Via Costeira, em Natal.

Eduardo Campos estará no Rio Grande do Norte dentro de agenda pelo Nordeste, que inclui visita à Bahia e Paraíba. Ele participará de um dos maiores eventos religiosos do estado e da região, a Festa da Padroeira do município de Santa Cruz, Santa Rita de Cássia, que espera reunir mais de 70 mil fieis vindos de todo o país em procissão na tarde da quinta.

Mas, antes, se reúne em Natal com a imprensa potiguar, além de visitar uma unidade que compõe o SUS (Sistema único de Saúde) no RN. O presidente nacional do PSB vai ao Hospital Infantil Varela Santiago (filantrópico), dentro de programação de analisar a rede pública de saúde para elaboração de seu plano de governo.

Campos deve viajar para o município de Santa Cruz por volta das 11h. Lá, visitará inicialmente o Santuário de Santa Rita de Cássia, depois participa de reunião na residência do ex-governador Iberê Ferreira (PSB), com presenças das lideranças locais: o deputado estadual Tomba Farias (PSB) e a prefeita da cidade, Fernanda Farias (PMDB), além de deputados, dirigentes de partido, prefeitos, presidentes de Câmaras, vereadores. E então segue para a procissão em homenagem à Santa.

Sem categoria

PDT demonstra insatisfação e admite retirar apoio da chapa Henrique, João e Wilma

Do Blog de Thaisa Galvão

Há uma semana o Blog postou que, para o prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), que sonha se reeleger em 2016 e disputar o Governo em 2018, apoiar a candidatura do primo Henrique Alves (PMDB) ao Governo agora em 2014, atrapalha mais do que ajuda o seu projeto.
Congestionemento de Alves poderá fazer o eleitor, cada vez mais exigente, a virar as costas para o projeto de Carlos.
Que elegendo Henrique governador, estará contribuindo com o congestionamento familiar na Prefeitura e Governo.
Agora…o prefeito pode recuar e não apoiar mais o primo.
Poderá sequer apoiar sua vice-prefeita e pré-candidata ao Senado, Wilma de Faria (PSB).
Justificativa em questão: o PMDB do primo Henrique não estaria sendo parceiro.
Quem diz isso é Kléber Fernandes, chefe de Gabinete do prefeito Carlos Eduardo e presidente do PDT-Natal.
Que sabe muito bem o que está dizendo.
Veja o que Kleber falou ao Blog:

Thaisa Galvão – Confere essa insatisfação com a chapa do PMDB?

Kléber Fernandes – Confere. Política é uma via de mão dupla.
*
TG – Há possibilidade de retirada de apoio às candidaturas de Henrique e Wilma?
KF – A convenção do partido, que é soberana, é que vai decidir. Acontece que hoje há, de fato, uma insatisfação nas bases.
*
TG – O que levou à insatisfação?
KF – O PDT nunca fez nenhuma imposição à chapa majoritária. Mas, logicamente tem um projeto nessa eleição, que é eleger um deputado federal e ampliar nosso espaço na Assembléia.
*
TG – Sávio Hackradt federal. O deputado Agnelo e quem maos para estadual?
KF – Outros nomes poderão disputar a eleição, como por exemplo o vereador de Caicó, pelo PDT, Rangel. O que se espera é a transferência de bases para ajudar nesse projeto.
*
TG – O grupo de Carlos Eduardo parece ter mais afinidade com a chapa Robinson (PSD) e Fátima (PT) do que com Henrique e Wilma. Você concorda?
KF – Logicamente Fátima deu grande contribuição ao PDT e à gestão. Mas Henrique e Garibaldi também foram parceiros em Brasília. O fato é que o PDT representa um peso político e eleitoral considerável.
*
TG – Nao está havendo a transferência de bases?
KF – Não estamos sentindo isso na prática.
*
TG – Mas já conversaram com o PMDB?
KF – Estamos mantendo diálogo.
*
TG – Pelo jeito não está fácil…
KF – Esperamos que tenhamos a reciprocidade e o respeito à altura do apoio e do peso do PDT.
*
TG – Esse alerta do PDT não seria um pantim para assustar o PMDB?
KF – De forma alguma. Se a convenção fosse hoje o clima não seria favorável ao apoio à coligação PMDB-PR-PSB.
*
TG – Tem mais alguma conversa marcada?
KF – Não que eu saiba.

z

Sem categoria

Rede publica nota contra aliança entre PSB e PMDB no RN

Do site da Rede Sustentabilidade

O Grupo de Trabalho Executivo da Rede Sustentabilidade do Rio Grande do Norte vem a público manifestar sua discordância com uma possível aliança do PSB com o PMDB, através de chapa que apresentaria o  deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB) como pré-candidato ao governo do estado e a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB), como candidata ao Senado.

Consideramos que qualquer aliança para o Rio Grande do Norte deve ter como base as diretrizes programáticas lançadas pela Aliança Nacional PSB-REDE e um projeto de desenvolvimento sustentável para o estado.

Consideramos também que o grupo liderado pelo sr. Henrique Eduardo Alves, que está em seu 11º mandato consecutivo como deputado federal, representa a continuidade dos problemas que assolam o estado do Rio Grande do Norte, secularmente governado por essa oligarquia que, mais uma vez, se lança à retomada do poder, ignorando propositalmente sua responsabilidade na construção do atual cenário de inércia na administração pública potiguar, representado pela precariedade da saúde, da educação, da segurança e das condições de emprego ao trabalhador rural e urbano, além do agravamento da qualidade do meio ambiente nas cidades e no campo.

Nesse sentido, a Rede Sustentabilidade RN, em conjunto com a Direção Nacional, declara publicamente que não concorda com essa presumida aliança e que irá realizar todos os esforços políticos para que ela não se viabilize.

O Rio Grande do Norte necessita de outro caminho que recupere a autoestima do nosso povo e coloque o estado no caminho da Nova Política e de um novo modelo de desenvolvimento.

Marina Silva repercutiu em seu twitter a nota:

z