EconomiaTurismo

Fecomércio informa novos voos da TAM e Azul para o RN

Em release encaminhando à imprensa, a Fecomércio RN trouxe declarações de representantes das empresas Azul e Latam, anunciando novos voos para o Rio Grande do Norte.

A governadora Fátima Bezerra reconheceu a participação fundamental da Fecomércio para a conquista.

“Esse novo decreto é fruto do debate franco, transparente e democrático com as entidades do trade turístico, com a participação fundamental da Fecomércio, com as companhias aéreas, com o setor empresarial de uma maneira geral e com representantes da Inframerica”, afirmou Fátima.

A representante da Latam, Tatiane Viana, disse que vê com bastante otimismo este Decreto, já que a publicação traz uma grande competitividade para o setor. “Independentemente disso, a partir de agosto, nós vamos iniciar uma mudança no voo Brasília-Natal, e as pessoas poderão ir e voltar no mesmo dia. E por causa do Decreto, a Latam está revendo e estudando toda a sua malha aqui no estado para fortalecimento das nossas operações”, disse Tatiane, lembrando que hoje a companhia opera 41 frequências semanais.

Já a Azul Linhas Aéreas, que mantém 4 voos regulares diários, chegando a 14 nos finais de semana por causa de voos fretados, explicou que o incentivo de redução do querosene de aviação, que já existe em outros 20 estados do país, é muito importante, já que representa mais de 40% dos custos de um voo.

“A partir de setembro colocaremos um quinto voo. Já estamos programando para colocarmos uma ligação com Campinas (SP) no fim do ano, provavelmente com o Airbus A320; e a partir de 2020 nós já estaremos em fase bem adiantada de estudos para fazer a ligação entre Natal e Belo Horizonte (MG). Quanto aos acréscimos de voos nós estamos sempre acompanhando a procura, estamos oferecendo melhores condições, e a redução do ICMS faz com que a gente abasteça mais no estado do RN, que a gente faça nossos planos e que aumente a nossa participação no mercado’, completou o representante da Azul, Ronaldo Veras.

EconomiaTurismo

ICMS do QAV: Governo do RN apresenta novas regras em busca de novos voos e de baratear passagens

A governadora Fátima Bezerra (PT) apresentou ao trade turístico do Estado, nesta segunda-feira, 24, as medidas para concessão de isenção ao consumo do querosene de aviação (QAV).

As novas regras estabelecem a redução da base de cálculo em cinco alíquotas: 12%, 9%, 5%, 3% e 0%. Em contrapartida, as companhias aéreas devem cumprir metas para assegurarem a redução. As operadoras que não cumprirem as regras terão de devolver o imposto retroativo não recolhido ao Estado.

A iniciativa busca novos voos para o Estado e baratear o preço das passagens aéreas, que, atualmente, são as mais caras do país.

Em 2017, o então governador Robinson Faria (PSD) reduziu a base de cálculo do ICMS de 18% para 12% no geral.

Não surtiu efeito.

É torcermos para que a medida adotada e anunciada pelo atual Governo surta o efeito desejado e nosso Estado volte a ter um incremento no Turismo, que é uma das suas suas principais atividades econômicas.

Presenças: Acompanharam o anúncio os senadores Jean Paul Prates e Zenaide Maia, deputados federais João Maia e Benes Leocádio, deputado estadual Souza Neto, presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, representante da Fiern, Helder Maranhão, diretores das companhias aéreas Azul e Latam, representantes de agências de turismo, hotéis e restaurantes e da Inframérica, administradora do aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

QAV

Foto: Elisa Elsie

Economia

João Maia elogia decreto para incentivo do turismo no RN

O deputado federal João Maia (PL) participou na manhã desta segunda-feira (24), da solenidade de assinatura do decreto das medidas para concessão de isenção ao consumo do querosene de aviação (QAV) pelo Governo do Estado.

“A assinatura do decreto de hoje foi um passo fundamental para o turismo de negócios e divertimento no RN e, portanto, traz a esperança de geração de emprego e renda no Estado”, afirma o deputado.

Joao Maia e autoridades na colenidade o QAV 2

Estado

RN está apto a negociar redução da alíquota de QAV para aéreas

O Governo do Rio Grande do Norte vai retomar as negociações com as companhias de transporte aéreo e buscar uma solução para o problema da desigualdade de preços e a malha aérea entre os estados do Nordeste.

A decisão veio nesta sexta-feira (24) depois que a Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN) formalizou um pedido de retificação para inclusão do Rio Grande do Norte na cláusula quinta do convênio de número 188, de 2017, do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que libera os estados signatários a reduzir a base de cálculo do ICMS na saída interna de QAV para as companhias aéreas.

Foi comprovado pela análise de reuniões anteriores que houve exclusão equivocada do Rio Grande do dispositivo.