Política

Ex-procuradora da Paraíba diz que entregou dinheiro em caixas para Coutinho

Na reportagem exibida ontem pelo Fantástico, uma conversa entre o empresário Daniel Gomes e o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, gravada em novembro de 2017, revela a participação de mais uma pessoa no esquema de propina no estado.

“Então, governador, hoje eu tô com 1.5 disponível. O outro 1.5 eu acho que no início de janeiro”, afirma Gomes na gravação, referindo-se a dois repasses de R$ 1,5 milhão.

“Livânia tá sabendo?”, pergunta Coutinho. Daniel responde que não.

Segundo os investigadores, trata-se de Livânia Farias, ex-procuradora-geral da Paraíba e ex-secretária de administração. Ela foi presa em março deste ano e também fez delação premiada.

Livânia contou aos policiais que fez entregas de dinheiro, em caixas, a Ricardo Coutinho. De acordo com o Ministério Público, ela teria recebido uma propina mensal de cerca de R$ 80 mil.

“Entreguei ao governador Ricardo Coutinho. Era um valor de R$ 800 mil. Nas mãos dele”, afirma Livânia em sua delação.

Em outro trecho do depoimento, Livânia revela que entregou R$ 1 milhão ao ex-governador — e também fala de uma outra entrega, feita no ano passado, em uma caixa de vinho, por meio do assessor Leandro Nunes. Ele também foi preso, em fevereiro, e disse que o dinheiro seria destinado à campanha de João Azevêdo ao governo do estado.

O Antagonista

Política

Ministro do STJ manda soltar Ricardo Coutinho

O Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Napoleão Nunes Maia Filho, mandou soltar o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, na tarde deste sábado (21).

Coutinho teve mandado de prisão preventiva expedido em operação da Polícia Federal no início da semana e foi preso em Natal (RN) na quinta-feira (19), após desembarcar de viagem a Europa.

Ele é acusado de participar de um esquema de desvio de recursos da Saúde Pública da Paraíba quando foi governador.

Política

Em nota, Ricardo Coutinho diz que vai antecipar retorno ao Brasil e se apresentar à Justiça

Pelas redes sociais, o ex-governador Ricardo Coutinho se manifestou sobre a Operação Calvário, deflagrada pela Polícia Federal nesta terça-feira (17), com mandado de prisão contra o político socialista:

Fui surpreendido com decisão judicial decretando minha prisão preventiva em meio a uma acusação genérica de que eu faria parte de uma suposta organização criminosa.

Com a maior serenidade digo ao povo paraibano que contribuirei com a justiça para provar minha total inocência. Sempre estive à disposição dos órgãos de investigação e nunca criei obstáculos a qualquer tipo de apuração.

Acrescento que jamais seria possível um Estado ser governado por uma associação criminosa e ter vivenciado os investimentos e avanços nas obras e políticas sociais nunca antes registrados.

Lamento que a Paraíba esteja presenciando o seu maior período de desenvolvimento e elevação da autoestima ser totalmente criminalizado.

Estou em viagem de férias previamente programada, mas estarei antecipando meu retorno para me colocar à inteira disposição da justiça brasileira para que possa lutar e provar minha inocência.

Ricardo Vieira Coutinho

Política

Atual governador da PB, deputadas e conselheiros do TCE também foram alvos em operação da PF

Além do ex-governador Ricardo Coutinho, da deputada estadual Estela Bezerra (PSB) e da prefeita do município paraibano de Conde, Márcia Lucena (PSB), com mandados de prisão, foram alvos de busca e apreensão em Operação da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (17), o atual governador João Azevedo e três conselheiros do Tribunal de Contas do Estado: Arthur Cunha Lima, André Carlo Torres e Nominando Diniz.

A acusação contra os conselheiros do TCE é suposto envolvimento no esquema de desvio de recursos da saúde e da educação por meio de organizações sociais.

As deputadas estaduais Maria Aparecida Ramos de Meneses, Estelizabel Bezerra de Souza, também foram alvo de busca e apreensão, bem como José Edvaldo Rosas, Secretário Estadual e ex-presidente estadual do PSB.

Política

Operação da PF tem mandados de prisão contra ex-governador, deputada e prefeita na Paraíba

Informações do G1

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) é alvo de mandado de prisão preventiva na sétima fase da Operação Calvário, da Polícia Federal, que foi deflagrada na manhã desta terça-feira (17), na Paraíba. São cumpridos 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva, nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná. Além de Ricardo Coutinho, deputados, prefeitos e secretários são alvos da Operação Calvário – Juízo Final.

Os alvos dos mandados de prisão preventiva são:

Ricardo Vieira Coutinho (ex-governador – PSB)

Estelizabel Bezerra de Souza (deputada estadual – PSB)

Márcia de Figueiredo Lucena Lira (prefeita do Conde – PSB)

Waldson Dias de Souza (ex-secretário de de Planejamento, Orçamento e Gestão)

Gilberto Carneiro da Gama (ex-procurador geral do Estado)

Cláudia Luciana de Sousa Mascena Veras

Coriolano Coutinho

Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas

José Arthur Viana Teixeira

Breno Dornelles Pahim Neto

Fracisco das Chagas Ferreira

Denise Krummenauer Pahim

David Clemente Monteiro Correia

Márcio Nogueira Vignoli

Valdemar Ábila

Vladimir dos Santos Neiva

Hilario Ananias Queiroz Nogueira

Política

Operação da PF tem mandados de prisão contra ex-governador, deputada e prefeita na Paraíba

Informações do G1

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) é alvo de mandado de prisão preventiva na sétima fase da Operação Calvário, da Polícia Federal, que foi deflagrada na manhã desta terça-feira (17), na Paraíba. São cumpridos 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva, nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná. Além de Ricardo Coutinho, deputados, prefeitos e secretários são alvos da Operação Calvário – Juízo Final.

Os alvos dos mandados de prisão preventiva são:

Ricardo Vieira Coutinho (ex-governador – PSB)

Estelizabel Bezerra de Souza (deputada estadual – PSB)

Márcia de Figueiredo Lucena Lira (prefeita do Conde – PSB)

Waldson Dias de Souza (ex-secretário de de Planejamento, Orçamento e Gestão)

Gilberto Carneiro da Gama (ex-procurador geral do Estado)

Cláudia Luciana de Sousa Mascena Veras

Coriolano Coutinho

Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas

José Arthur Viana Teixeira

Breno Dornelles Pahim Neto

Fracisco das Chagas Ferreira

Denise Krummenauer Pahim

David Clemente Monteiro Correia

Márcio Nogueira Vignoli

Valdemar Ábila

Vladimir dos Santos Neiva

Hilario Ananias Queiroz Nogueira

Política

Operação da PF tem mandados de prisão contra ex-governador, deputada e prefeita na Paraíba

Informações do G1

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) é alvo de mandado de prisão preventiva na sétima fase da Operação Calvário, da Polícia Federal, que foi deflagrada na manhã desta terça-feira (17), na Paraíba. São cumpridos 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva, nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná. Além de Ricardo Coutinho, deputados, prefeitos e secretários são alvos da Operação Calvário – Juízo Final.

Os alvos dos mandados de prisão preventiva são:

Ricardo Vieira Coutinho (ex-governador – PSB)

Estelizabel Bezerra de Souza (deputada estadual – PSB)

Márcia de Figueiredo Lucena Lira (prefeita do Conde – PSB)

Waldson Dias de Souza (ex-secretário de de Planejamento, Orçamento e Gestão)

Gilberto Carneiro da Gama (ex-procurador geral do Estado)

Cláudia Luciana de Sousa Mascena Veras

Coriolano Coutinho

Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas

José Arthur Viana Teixeira

Breno Dornelles Pahim Neto

Fracisco das Chagas Ferreira

Denise Krummenauer Pahim

David Clemente Monteiro Correia

Márcio Nogueira Vignoli

Valdemar Ábila

Vladimir dos Santos Neiva

Hilario Ananias Queiroz Nogueira

Política

Ex-governador da PB é procurado pela Interpol

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, é Álvaro de mandado de prisão pela Operação Calvário – Juízo Final, deflagrada hoje (17), para combater organização criminosa atuante em desvio de recursos públicos destinados aos serviços de saúde no Estado da Paraíba, por meio de fraudes em procedimentos licitatórios e em concurso público, corrupção e financiamento de campanhas de agentes políticos, bem como superfaturamento em equipamentos, serviços e medicamentos.

Após a constatação de que o agente político encontra-se fora do país, foi solicitada a inclusão do seu nome na difusão vermelha da Interpol.

Política

“Medidas impopulares são necessárias na gestão”, afirma Ricardo Coutinho no Motores do Desenvolvimento

Para o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), que apresentou a receita do seu sucesso administrativo ao participar do Seminário Motores do Desenvolvimento, ser gestor requer medidas impopulares.

“A Paraíba era um Estado vegetativo. Nós dependíamos exclusivamente de emendas e recursos da União para realizar investimentos. Tivemos que tomar medidas impopulares para mudar essa realidade”, contou Ricardo Coutinho.

Segundo o governador, para implementar as medidas, ele teve o apoio de todos os setores.

“Não há como se implementar medidas impopulares sem o apoio de uma rede de setores”, finalizou Coutinho, apresentando números e dados técnicos.

Política

Governador da Paraíba concede reajuste aos professores e servidores da Segurança

O governador Ricardo Coutinho anunciou nesta segunda-feira, em seu programa radiofônico semanal Fala Governador, mais reajustes para o magistério e Segurança Pública da Paraíba já a partir da folha de pagamento referente ao mês de janeiro. Para os professores da rede estadual de ensino, o aumento é de 6,81% a partir de janeiro em toda tabela do magistério, além de acréscimos mensais a partir de julho a fim de cumprir o compromisso de dobrar o piso da categoria até dezembro deste ano. Já para os policiais e bombeiros civis e militares, assim como agentes penitenciários, o reajuste foi de 19% ao todo, sendo 5% implantado já agora em janeiro e os 14% restantes a partir de julho. Ele confirmou ainda a implantação do reajuste do Salário Mínino.

Ricardo afirmou que a medida é cumprimento de compromissos firmados com as categorias ao longo dos últimos anos. “Eu tenho duas situações, que são dois compromissos meus, que é com o magistério, feito publicamente, e o outro com a segurança. E eu vou cumprir, porque graças a Deus, eu sempre me preparo e serei um governante que terei cumprido aquilo que porventura assumi”, afirmou.

Conforme explicou, o reajuste salarial para a Segurança Pública será da seguinte forma: serão concedidos 5% agora em janeiro, quase que o dobro da inflação, e a partir de julho, 14%, que serão implantados progressivamente, incorporando mês a mês, até o final de 2019, conforme compromisso assumido anteriormente com a categoria. “Ou seja, aquilo que nós havíamos combinado, aquilo que eu havia me comprometido em fazer durante esses três anos meus, 75% de incorporação seja feita na nossa gestão e num patamar inferior na gestão seguinte”, explicou.

Já para os professores, além do reajuste de 6,81%, o governador Ricardo Coutinho garantiu o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, com promoções horizontais e verticais aos profissionais e o cumprimento do compromisso de dobrar o salário até o final de dezembro deste ano.

“Eu sou o governador que mais aumentou a remuneração do magistério. Sabe quanto era o salário em 2010? Era, exatamente, R$ 926 o salário inicial. Sabe quanto vai ser o salário até o final de dezembro deste ano? R$ 3.076 mil. Isso representa 232% de reajuste. O magistério jamais foi tão respeitado como tem sido no nosso governo. Mas eu tenho certeza absoluta que dessa forma, com os concursos, com as reformas de escolas, com o ensino integral, com o Gira Mundo, com as coisas que acontecem, até aqueles que talvez tivessem alguma resistência haverão de compreender que não há outro caminho a não ser melhorar o nível de ensino e de educação dos estudantes da Paraíba”, garantiu.

Política

Governador da Paraíba garante pagamento em dia de salários e prêmios do funcionalismo

Do site de Walter Santos na Paraíba

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) anunciou que irá pagar 13°, 14° e 15° salários para educação e pagamento de prêmios.

“Vou pagar prêmios para educação, segurança, para quem atingir metas de desempenho”, comentou.

Ricardo garantiu que, apesar de não ter dinheiro acumulado em caixa, os salários do funcionalismo estão garantidos.

“Vou pagar os salários e o 13º em dia. Não tem dinheiro sobrando, mas também não está faltando”, finalizou.

Ricardo Coutinho - Foto: José Cruz/Agência Brasil

Ricardo Coutinho – Foto: José Cruz/Agência Brasil

Política

Governador da Paraíba paga setembro aos servidores essa semana; No RN ainda falta o Estado concluir pagamento de agosto

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), anunciou por meio de seu twitter, o pagamento do mês de setembro aos servidores ainda para essa semana.

 Os aposentados e pensionistas receberão na próxima quinta-feira (28), e, os servidores estaduais da ativa na sexta-feira (29).

Serão R$ 338 milhões injetados na economia paraibana.

Aqui no RN, o Governo do Estado ainda não tem data para concluir o pagamento de agosto.

Pagamento

Estado

Governador da Paraíba antecipa pagamento dos servidores para 23 e 24 de fevereiro

O governador Ricardo Coutinho anunciou nesta terça-feira (14), durante solenidade de lançamento do Pacto pelo Desenvolvimento Social da Paraíba, em João Pessoa, a antecipação do pagamento dos servidores estaduais referente à folha de fevereiro.

De acordo com o calendário, o pagamento será efetuado nos dias 23 e 24 deste mês. No primeiro dia, recebem aposentados e pensionistas. Já no segundo dia, será efetuado o pagamento dos servidores da ativa, tanto da administração direta quanto indireta.

O governador Ricardo Coutinho vem cumprindo o compromisso de pagar ao funcionalismo dentro do mês trabalhado. Com a antecipação da folha de fevereiro, serão injetados na economia paraibana R$ 330 milhões nesse período de festividades carnavalescas.

Calendário:

23/02 (quinta-feira) – Aposentados e pensionistas

24/02 (sexta-feira) – Servidores da ativa

Política

Governador da Paraíba vai pagar o 13º salário no dia 16 e a folha de dezembro nos dias 29 e 30

O governador Ricardo Coutinho (PSB), em entrevista ao Paraíba Já, nesta terça-feira (6), anunciou para o próximo dia 16 o pagamento da segunda parcela do 13° salário para os servidores públicos estaduais. Ricardo ainda confirmou para os dias 29 e 30 de dezembro o pagamento da folha de pessoal.

Somente com o pagamento da segunda parcela do 13°, serão injetados R$ 170 milhões. Já com o pagamento da folha de dezembro, mais R$ 330 milhões. Ou seja: são R$ 500 milhões injetados na economia paraibana neste final de ano.

z