Política

Passagem de Robinson por Caicó foi marcada por vexames

Do Blog do Xerife Robson Pires:

Durante mobilização do governador e candidato à reeleição Robinson Faria (PSD) em Caicó, um eleitor chamou o deputado federal Fábio Faria (PSD) de corrupto. O parlamentar ainda tentou ir pra cima do provocador, mas foi contido por seguranças.

O deputado estadual Vivaldo Costa que era o recepcionista não esboçou a menor reação. Aliás, a programação elaborada pela assessoria de Vivaldo não foi cumprida.

Robinson e Fábio passaram por constrangimentos desnecessários. Ou seja, os FARIAS não deviam ter caído na onda de Vivaldo.

A assessoria de campanha de Robinson mais uma vez errou. E Robinson não gostou do que viu. Este blogue do Xerife já vinha alertando.

A presença de Robinson com Vivaldo seria um fiasco. Pra todos.

Política

Vivaldo recebeu Robinson para carreata em Caicó

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) recebeu seu candidato a governador na noite deste sábado (15), em Caicó.

Diferente das campanhas anteriores, nem o Papa-Jerimum consegue mais formar passeata em Caicó.

E saiu pelas ruas em carreata que também teve a presença do candidato a vice Tião (PR) e do deputado federal Fábio Faria (PSD), com quem Vivaldo faz dobradinha em Caicó.

Política

Secretária de Segurança do RN afirma que áudio em apoio a Fátima é sim de chefe de facção criminosa e não se trata de Fake News

O polêmico áudio que circula nas redes sociais atribuído a um chefe de facção criminosa declarando apoio a candidata Fátima Bezerra (PT) continua repercutindo.

Primeiro, o governador Robinson Faria (PSD) afirmou em entrevista ao RN TV que o chefe do Sindicato do Crime do RN anunciou apoio a Fátima.

A campanha da candidata emitiu nota repudiando a afirmação de Robinson, dizendo se tratar de Fake News e decidiu até interpelar judicialmente o governador.

Ontem (13), em entrevista ao Jornal da Noite na 95 FM, a Secretária de Segurança Pública do RN voltou a falar sobre o assunto e afirmou que o áudio em apoio a Fátima é sim de um chefe de facção criminosa.

Política

Ação no TRE pede cassação das candidaturas de Robinson e Tião

O Tribunal Regional do Estado (TRE/RN) vai julgar uma ação de investigação judicial eleitoral contra o governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição. A ação é movida pelo diretório estadual do PSOL e acusa o governador, bem como seu companheiro de chapa, Tião Couto (PR), por abuso de poder econômico. O fator que motiva o pedido de investigação é a inauguração do inacabado Complexo Viário da Redinha, em Natal. O caso pode levar à cassação da candidatura da chapa encabeçada por Robinson, caso o TRE atenda à solicitação do PSOL.

Segundo a peça formulada pelos advogados do PSOL, Kennedy Diógenes e Sanderson Mafra, o governador Robinson Faria cometeu abuso de poder político ao inaugurar, em 5 de julho passado, o complexo viário da Redinha, uma obra que está apenas parcialmente finalizada. Das três etapas do projeto, apenas uma está pronta: a construção do viaduto, com a liberação inicial do trecho da avenida Conselheiro Tristão. Ficaram faltando as outras duas etapas: a ligação do acesso a Genipabu até a avenida Tocantínea, devidamente asfaltada e sinalizada, e a ligação da avenida Tocantínea, passando pela avenida Rio Doce, seguindo na avenida das Fronteiras, até o acesso à BR-101, igualmente com vias asfaltadas e sinalizadas.

A ação de investigação judicial eleitoral relata ainda que a decisão de liberar a obra sem concluí-la gerou prejuízos imediatos para a população. Após a inauguração, houve ocorrência de acidentes automobilísticos, alagamentos de vias e danos a veículos, já que ainda não havia sinalização, drenagem e recapeamento das vias que compõem o entorno do Complexo Viário da Redinha.

Para o PSOL, a inauguração precipitada liderada pelo governador contraria a legislação em duas frentes ao mesmo tempo. Primeiramente, afronta a Lei das Eleições (9.504/97), por ter Robinson entregue deliberadamente uma obra inconclusa dois dias antes de iniciar o prazo que veda a participação de candidatos em cerimônias públicas de inaugurações. Da mesma forma, os advogados Kennedy Diógenes e Sanderson Mafra apontam que a inauguração comandada por Robinson desobedeceu a Lei Estadual 10.164/2017, que “veda realização de despesa pública em inaugurações de obras ou serviços públicos, sem que estas estejam em condições de pleno funcionamento”.

Reunidas essas irregularidades, o PSOL pede ao TRE que reconheça a responsabilidade do governador no cometimento delas e casse as candidaturas de Robinson Faria e de seu companheiro na chapa com a qual ele tenta a reeleição, por terem se beneficiado do abuso. Pede ainda que, na hipótese de serem eleitos, que a Justiça Eleitoral casse os seus diplomas. Se a ação for julgada procedente, Robinson e seu candidato a vice-governador também podem ficar oito anos inelegíveis, o que também é requerido pelos advogados do PSOL.

Política

Caravana do governador passa por Parelhas e horas depois bandidos tocam o terror na cidade

A Caravana do governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição, foi ao Seridó nesta quarta-feira (12).

Passou por Parelhas, Equador, Santana do Seridó e Jardim do Seridó.

Horas após a passagem da caravana, foram duas agências bancárias explodidas, lojas comerciais arrombadas e veículos incendiados em Parelhas.

Política

Campanha de Fátima acusa Robinson de espalhar Fake News e dispara: “Facções tiveram moleza do Governo Robinson”

A campanha da senadora Fátima Bezerra (PT), candidata a governadora, rebateu a acusação do governador Robinson Faria (PSD) de que o chefe do Sindicato do Crime do RN teria anunciado apoio à candidata.

E ainda disparou que as facções encontraram moleza do Governo Robinson para transformarem o RN no Estado mais violento do Brasil.

Veja a íntegra da nota:

NOTA DA CAMPANHA DE FÁTIMA BEZERRA –
ROBINSON E AS FAKE NEWS

A campanha de Fátima Bezerra vem sendo alvo constante de fake news e até já ganhou na Justiça ação contra disseminadores de mentiras. Agora um fato novo inaugurou um triste episódio na história política do Rio Grande do Norte: o governador Robinson Faria usou uma entrevista na InterTV para espalhar fake news do mais baixo nível contra a campanha de Fátima.

Quando o desespero se converte em desrespeito e o governador do estado vai à TV de maior audiência do RN espalhar uma mentira grosseira com a maior naturalidade do mundo, é o momento de todos pararmos para refletir.

O mais grave não é o fato de Robinson Faria ter rasgado ao vivo na TV o documento que seu comando de campanha assinou publicamente junto ao Ministério Público, se comprometendo a não usar notícias falsas.

O mais triste é o exemplo que estamos deixando para as futuras gerações potiguares. As fake news já causaram interferências abjetas em eleições do Brasil e no mundo. E aqui, no Rio Grande do Norte, qual será a história das eleições 2018? A depender da campanha de Fátima Bezerra será uma história limpa, com propostas e sem mentiras.

A população do Rio Grande do Norte passou os últimos quatro anos sob o caos da violência no dia-a-dia e com seus presídios dominados por facções criminosas. Quem responde por essa tragédia?

Toda “moleza”, como disse o governador, que o crime organizado precisou para tornar o Rio Grande do Norte o Estado mais violento do País, as facções já tiveram no governo de Robinson Faria.

E, por último, começa a ficar claro de onde pode estar surgindo tanta fake news, haja visto a quem elas vem beneficiando e o fato de sempre atacarem a futura governadora Fátima Bezerra.

Política

Robinson faz carreata em Natal

O governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição, dedica o domingo de campanha a Natal.

Faz carreata que saiu do Atheneu em direção à Zona Norte, seguindo o mesmo percurso feito na semana passada pelo candidato Carlos Eduardo (PDT).

O candidato a vice Tião (PR), o deputado federal Fábio Faria (PSD) e os Estaduais Zé Dias e Gustavo Carvalho, ambos do PSDB, acompanham a mobilização.

Política

Exclusivo: Raquel Dodge aponta elementos que atrelam Robinson Faria à prática de crime eleitoral

Sobre o inquérito instaurado com base nas declarações prestadas pelo delator Ricardo Saud, da JBS, para apurar suposta prática dos crimes de falsidade ideológica eleitoral e corrupção passiva pelo deputado federal Fábio Faria (PSD) e seu pai, o governador Robinson Faria, durante as eleições de 2014, o caso apresenta novidade e o blog publica, já que vem acompanhando passo a passo o processo desde o início.

No último dia 03/09, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, apresentou petição que aguarda apenas o julgamento por parte da Ministra-Relatora, Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF).

No inquérito que será julgado pela Ministra Rosa Weber e já tem parecer de Raquel Dodge, constam também autos recebidos da Corregedoria Geral da Polícia Federal no último dia 14 de agosto.

“Com relação ao deputado federal Fábio Faria, não foi possível colher nenhum elemento probatório que demonstrasse que o investigado cometeu os referidos delitos”, diz o inquérito assinado por Dodge.

No entanto, Dodge aponta elementos que podem incriminar o Governador Robinson Faria:

Inquérito

*Eliane Alves Pereira representante da E A Pereira Comunicação Estratégica afirmou em depoimento segundo o inquérito, “que a empresa foi contratada pela campanha de Robinson Faria em 2014 para prestar serviço de “Marketing Direto”. Relatou ainda que não prestou serviço a campanha de Fábio Faria. Cobrou da campanha de Robinson Faria R$ 1.200.000,00”. Mas o valor do contrato foi de R$ 2.000.000,00.

Inquérito 2

Política

Robinson e Geraldo Melo em Ceará-Mirim

O governador Robinson Faria (PSD) e o candidato a vice Tião (PR), cumpriram agenda nesta sexta-feira (07) em Ceará-Mirim, reduto eleitoral histórico do candidato a senador da coligação, Geraldo Melo (PSDB).

A comitiva foi recebida pelo prefeito Marconi Barreto (PHS) e pelo ex-candidato a prefeito, Júlio César (PSD).

Os candidatos a deputado federal Fábio Faria (PSD) e estadual Gustavo Carvalho (PSDB) e Zé Dias (PSDB) participaram da movimentação.

Política

Por César Santos: Governador foge da Segurança

Artigo publicado pelo jornalista mossoroense César Santos em sua coluna:

O governador e candidato à reeleição Robinson Faria (PSD) não compareceu ao debate sobre segurança pública do Rio Grande do Norte realizado na noite de quarta-feira pela Band Natal. Ele já havia se negado a participar de debate anterior, também sobre segurança, organizado pelas entidades que representam os policiais do Estado.

A fuga, no popular, tem explicação no caos em que o atual Governo colocou o sistema de segurança pública, beneficiando o avanço do crime organizado, em detrimento do cidadão de bem. Nas mãos de Robinson, o RN tornou-se o estado mais violento do país, chegando – em 2017 – a uma taxa de 68 mortes por cada grupo de 100 mil pessoas, superando, de forma negativa, estados como Rio de Janeiro, São Paulo e o vizinho Ceará, onde a violência se apresenta de forma bem acentuada.

Os assassinatos cresceram assustadoramente no atual governo. Fazendo levantamento do período de janeiro a agosto dos três anos de Robinson no poder, o aumento de mortes violentas foi absurdo. Em 2015, 881 assassinatos; 2016, 1.110; em 2017, 1.374. Agora em 2018, foram contados entre janeiro e agosto 1.071 assassinatos.

Não é só, infelizmente. Nos últimos três anos, aumentaram todos os índices de criminalidade no RN, como assaltos, arrastões, arrombamentos, explosão de agências bancárias, agências dos Correios, entre outros.

Esses números refletem na vida das pessoas de forma mais cruel possível, porque elas são marcadas com vermelho de sangue. E não cabe a justificativa que estão morrendo “apenas” os elementos fora da lei. Isso não é verdade. As pessoas de bem estão tombando diariamente, e cada vez na mira dos bandidos.

A insegurança, que abrevia a vida, também muda o hábito das pessoas desprotegidas. Pergunte ao seu vizinho se ele tem coragem de sentar na calçada de casa em qualquer hora do dia ou se tem coragem de atender o celular no meio da rua. Pergunte se ele se sente seguro no local do trabalho, na escola ou na lanchonete.

Pois bem.

Robinson não foi aos debates sobre segurança porque ele não tem o que dizer. Não há como argumentar diante de números tão negativos. Ou pode ter sido por vergonha de ter fracasso na promessa feita nas eleições de 2014, em discursos fáceis e de ocasião, que entraria para a história como o “governador da segurança”.

Dessa forma, e sem qualquer outra saída, Robinson fez a opção de falar sobre segurança nos vídeos bem produzidos para o programa eleitoral de televisão. Coisa de filme mesmo.

Política

MP acusa Robinson Faria de cometer conduta vedada e pede cassação do registro de candidatura do governador

O Ministério Público Eleitoral ajuizou nessa segunda-feira, 3 de setembro, uma representação contra o candidato à reeleição Robinson Mesquita de Faria, contra o candidato a vice-governador, Sebastião Filgueira do Couto, e contra o próprio Estado, em virtude da instalação de nove outdoors institucionais, afixados no anel viário que serve ao aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante.

 A representação, protocolada junto Juiz (a) Eleitoral Auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral, destaca que a propaganda institucional é vedada no período das eleições, além de enaltecer o atual governo com claro efeito de promoção pessoal, tendo ainda sido veiculada mediante outdoor, meio proibido pela legislação.

 “A ideia de se tipificar conduta vedada é exatamente garantir a isonomia do pleito eleitoral, para evitar que agentes públicos se favoreçam eleitoralmente, em detrimento dos demais candidatos ao usar e abusar da máquina pública”, destaca trecho da representação.

 O MP Eleitoral aponta ainda que a partir de 16/08/18 teve início o período da propaganda eleitoral, que deve ser custeada pelos candidatos e partidos. “A propaganda institucional, sobretudo porquanto custeada pelo erário, não pode, assim, fazer as vezes de propaganda eleitoral por afrontar claramente a isonomia do pleito eleitoral”.

 Além de pedir que os réus retirem os nove outdoors, a representação pede o pagamento de multa e a cassação do registro ou diploma, a depender do momento processual do julgamento.

Rob

Política

Robinson fez carreata pelo Agreste

Enquanto seus adversários faziam carreata em Natal, o governador Robinson Faria (PSD) percorreu o Agreste em carreata.

Ao lado do candidato a vice Tião, do candidato a senador Geraldo Melo e de candidatos a deputado federal e estadual.

Política

Em Monte Alegre, Robinson lança Raniere como seu candidato a Prefeito de Natal

Em 2014, no dia em que comemorava sua vitória, o governador Robinson Faria (PSD) lançou o deputado estadual Fernando Mineiro (PT) como seu candidato a prefeito de Natal, em 2016, que não chegou a ocorrer pois o rompimento entre PT e PSD se deu antes disso.

Agora em 2018, Robinson não esperou terminar a eleição e já lançou o atual presidente da Câmara de Natal, Raniere Barbosa (Avante) para Prefeito de Natal.

Vídeo do blogueiro Rudimar Ramon.

Política

Kelps chama Robinson de mentiroso e Justiça nega liminar ao Governador para mensagem ser retirada do ar

A coligação do governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição, entrou com representação contra o deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade), alegando que o representado vem divulgando nas redes sociais vídeo com propaganda negativa contra o candidato Robinson Faria, supostamente acusando-o de “mentiroso”.

Entre os trechos citados, faz referência ao seguinte:

“ELEITOR: Deputado, o que o Governador Robinson sabe fazer muito?
KELPS: MENTIR! MENTE O DIA TODINHO, MENTE DE MANHÃ, MENTE DE TARDE E MENTE DE NOITE, VOCÊ ACHA QUE ESTOU ERRADO?
ELEITOR: ESTÁ CERTÍSSIMO!”

A liminar foi negada pelo juiz Ricardo Tinoco de Góis.

Política

Desaprovação ao Governo Robinson é de 77,18%

A 98 FM divulgou nesta segunda-feira (27) a pesquisa que encomendou ao instituto Consult, registrada no TSE: RN-03828/2018 e BR-01088/2018.

Foram ouvidas 1.700 pessoas entre os dias 22 e 25 de agosto. A margem de erro é de 2,3% com índice de confiabilidade de 95%.

Avaliação do Governo Robinson Faria:

Política

Robinson vai a mobilização em São Tomé

O governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição, participou na noite desta sexta-feira (24) de mobilização política em São Tomé.

Foi recebido pelo prefeito ao lado do deputado Gustavo Carvalho (PSDB).