Cidades

Pesquisa revela que mais de 92% dos acarienses aprovam as ações da Prefeitura no enfrentamento da crise hídrica

92,8% dos acarienses aprovam as ações que a Administração Municipal vem desenvolvendo para garantir o abastecimento de água à população do município seridoense. Assim apontou pesquisa realizada pelo Instituto Agorasei, no dia 19 deste mês de novembro. Apenas 5% dos entrevistados reprovam o trabalho da Prefeitura e outras 2,2% não souberam responder.

A exemplo da maioria dos municípios do sertão nordestino, Acari vem sofrendo com a longa estiagem que castiga a região nos últimos anos. No início de setembro a situação se agravou com o colapso no abastecimento d’água que era feito pela CAERN diretamente do açude Gargalheiras. Uma adutora de engate rápido que trará água da barragem de Assu está sendo construída com recursos do Governo Federal, mas a obra atrasou e foi necessária a intervenção da Prefeitura de Acari.

Em parceria com o Exército Brasileiro, DNOCS e Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos foram perfurados vários poços artesianos nas zonas urbana e rural do município. Nos poços com vazão de água foram instalados chafarizes e desta forma a população do município vem garantindo o seu abastecimento.

A pesquisa ouviu 400 eleitores com idade de 16 anos e acima, em todos os bairros e nas principais comunidades rurais de Acari. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 4.8 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra.

Acari-água

Cidades

Ezequiel anuncia que Adutora de Carnaúba dos Dantas pode começar a funcionar em dezembro

A conclusão da obra da adutora Parelhas/Carnaúba dos Dantas foi a pauta principal da reunião entre o governador em exercício, Ezequiel Ferreira de Souza, o prefeito de Carnaúba dos Dantas, Sérgio Oliveira, o secretário de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Mairton França e o presidente da Caern, Marcelo Toscano.

A boa nova para a cidade de Carnaúba dos Dantas – que está em colapso no abastecimento de água – é que até dezembro a obra deverá ser inaugurada, beneficiando diretamente mais de oito mil habitantes daquela cidade. O governador em exercício ressaltou a importância de todos estarem unidos nesse momento de crise hídrica, um problema que já perdura há vários anos: “A crise no abastecimento do Seridó será minimizada com o início do funcionamento da adutora Parelhas/Carnaúba dos Dantas. Estamos otimistas que ainda este ano a conclusão da obra seja uma realidade”.

De acordo com Mairton França, com a inauguração da obra até dezembro, a cidade de Carnaúba sai do colapso que já dura três anos. “O Governo recebeu essa obra paralisada, por conta de dívidas de anos anteriores. Faltava apenas 4% da obra para sua conclusão e investiu R$ 12 milhões em sua totalidade”, informou França, acrescentando que desse montante, mais da metade foi usado para pagar dívidas com a construtora.

Foto: Rayane Mainara

18.11 Reunião com o prefeito de Carnaúba dos Dantas - Foto Rayane Mainara (2)

Cidades

Álvaro Dias e Vivaldo Costa se unem para tentar evitar colapso no abastecimento de água de Caicó

Os deputados estaduais Álvaro Dias (PMDB) e Vivaldo Costa (PROS) se reuniram na tarde desta terça-feira (17) com o Governador em exercício, Ezequiel Ferreira.

O objetivo da reunião foi discutir e buscar soluções para o problema de abastecimento de água no município de Caicó.

Durante o encontro, se conversou sobre a crise hídrica no município de Caicó na qual foi detalhada a situação de abastecimento da cidade e apontadas as possíveis soluções emergenciais. Duas medidas foram acordadas como mais adequadas: a propulsão de água no Sistema Mãe D’água, na Paraíba, e o desassoreamento do Rio Piranhas num trecho de 100km a partir da divisa com o Rio Grande do Norte.

O Governador ligou para o diretor da ANA, Paulo Varela, para solicitar a liberação das águas do Complexo Coremas-Mãe D’água. Por sua vez, o diretor da ANA informou que precisa ser feita uma limpeza e desassoreamento no leito do rio e que, somente depois disso, poderá soltar água. Esse desassoreamento e limpeza ficam à cargo do Governo do RN.

  

Estado

Ezequiel participa de reunião técnica sobre crise hídrica no RN

Os secretários de Estado da área de Recursos Hídricos e Infraestrutura, os diretores da Petrobras, DER, Caern, Cosern, representantes da Defesa Civil ao lado do governador Robinson Faria (PSD) e do presidente da Assembleia Ezequiel Ferreira (PMDB) discutiram em reunião técnica na tarde desta segunda-feira (9) o andamento das obras e ações para minimizar a crise hídrica no Rio Grande do Norte.

“Externamos nossa preocupação com a falta de abastecimento de água e o sofrimento da população. O momento é de união para que juntos, possamos levar ações emergenciais que minimizem os efeitos da seca em todo o Rio Grande do Norte”, destaca.

Durante a reunião, o diretor da Caern, Marcelo Toscano apresentou um diagnóstico atual de todo o Estado e ações necessárias para amenizar os efeitos da seca.

Ezequiel sugeriu que fosse feita uma parceria com o setor ceramista, com objetivo de desassorear os reservatórios no interior. “É uma forma de aumentar a capacidade de água dos açudes e fomentar a área ceramista, que tem polos no Seridó e no Vale do Açu, usando a matéria prima encontrada nesses porões”, afirmou.

As ações de combate a seca no Rio Grande do Norte ocupam a pauta do Poder Legislativo continuadamente. “A Assembleia está pronta para ajudar no debate e encaminhar propostas para o Executivo no enfrentamento da seca”, afirma Ezequiel.

Foto: Divulgação  

Interior

Gustavo Carvalho requer adutora de engate rápido para o Alto Oeste

O deputado Gustavo Carvalho (PROS) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa solicitando ao governo do estado a instalação de uma adutora de engate rápido ligando a Barragem de Umari, em Upanema, a adutora Arnóbio Abreu, nas proximidades da cidade de Campo Grande.

Segundo o parlamentar, essa medida vai beneficiar cerca de 50 mil pessoas dos municípios de Campo Grande, Janduís, Messias Targino, Almino Afonso e Patu. “Com essa estiagem que estamos enfrentando, a população do Rio Grande do Norte precisa de medidas urgentes que garantam o acesso à água”.

Estado

Mais debate sobre a Seca no RN

Natal sediará, no dia 9 de novembro, audiência pública da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado Federal para debater o agravamento da crise hídrica na região Nordeste, especialmente nos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco. A realização da reunião, proposta pelos senadores Garibaldi Filho (PMDB-RN) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), foi aprovada na manhã desta quarta-feira (28) pelos membros da CI.

“O Nordeste está vivendo uma situação de calamidade, depois de quatro anos de seca. E ainda temos que conviver com a previsão sombria de que a falta de chuvas na região prosseguirá, devido ao fenômeno chamado ‘el niño’, que se dá nas águas do Pacífico, e provoca mudanças no clima. O agravamento da estiagem torna a realização desta audiência pública urgente”, argumentou o presidente da Comissão de Infraestrutura, Garibaldi Filho.

Segundo o senador Fernando Bezerra Coelho, além de aprofundar o debate sobre a questão hídrica do Nordeste, a audiência pública funcionará como uma forma de alertar sobre o problema e pressionar o governo federal a adotar as medidas urgentes e necessárias para minimizar o sofrimento da população. “Especialmente daqueles que vivem na zona rural do Nordeste brasileiro e que estão enfrentando dificuldades até para conseguir água para beber”, explicou o senador pernambucano.

A lista de convidados para a reunião ainda não foi definida, mas deverão fazer parte dela – além de parlamentares e governadores dos estados envolvidos – o ministro da Integração Nacional e representantes da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).

Estado

Atendendo pleito de Ezequiel, Governo sinaliza com possibilidade de suspensão da cobrança da taxa de água em Macau

O deputado Ezequiel Ferreira de Souza, presidente da Assembleia Legislativa intermediou audiência com o governador Robinson Faria, que recebeu comissão de autoridades de Macau nesta terça-feira (27). Na pauta discutiram soluções para amenizar a crise no abastecimento de água da cidade salineira. Atendendo a solicitação de Ezequiel, a Caern vai suspender a cobrança da taxa de água até que o abastecimento seja regularizado em Macau.

“Entendemos que a água que está sendo fornecida não atende às necessidades dos consumidores, e embora tenhamos custos na distribuição dessa água, não é justo repassarmos essa conta para o cidadão”, garantiu o governador Robinson Faria. As análises de água que foram feitas poderão resultar na suspensão temporária da taxa de água cobrada pela Caern.

Ezequiel saiu satisfeito com as ações emergenciais anunciadas pelo Governo do Estado.

Foto: Eduardo Maia  

Estado

Assembleia apresenta propostas sobre a seca durante audiência na Festa do Boi

Em meio ao debate promovido nesta quinta-feira (15) pelo Legislativo Estadual, durante a Festa do Boi, para discutir a seca que atinge os municípios do Rio Grande do Norte, a Assembleia Legislativa apresentou um documento contemplando uma série de proposições aos Governos Federal e Estadual com medidas emergenciais de enfrentamento aos efeitos do longo período de estiagem no Estado.

“As ações sugeridas tratam sobre a concessão de benefícios à classe produtora e de criadores do Estado, categorias mais afetadas pela crise hídrica, além de providências quanto às obras e medidas de abastecimento de água”, disse o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PMDB).

O documento propõe a criação de uma comissão de deputados para acompanhar a negociação de dívidas de produtores rurais juntos a entidades financeiras, sugerindo que, para cada ano de seca, seja concedido um ano de prorrogação das dívidas e, para os produtores que perderam todos os ativos produtivos, o perdão da dívida. O texto propõe também a distribuição de sementes e ração através da Defesa Civil, subsidiado pela União em parceria com o Estado.

As obras da transposição do Rio São Francisco também constam nas solicitações da Assembleia. O documento pede ao Governo Federal agilidade na construção do canal de 6 quilômetros que liga a barragem localizada no município de São José de Piranhas, na Paraíba, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no Rio Grande do Norte. A proposta solicita ainda a garantia da continuidade das obras das barragens de Oiticica, Adutora do Alto Oeste e Adutora de Currais Novos, além de outras obras em andamento que beneficiam a área de recursos hídricos no Estado.

Por fim, o documento pede ao Governo Federal e ao Governo do Estado a ampliação do número de perfuração de poços nos municípios em situação de emergência.

  

Estado

Ezequiel sugere que Governo faça parceria com o setor ceramista para desassorear reservatórios no interior

O deputado Ezequiel Ferreira de Souza, presidente da Assembleia Legislativa sugeriu ao Governo do Estado que aproveite o momento da seca no Rio Grande do Norte, para também fazer uma parceria com o setor ceramista. O objetivo seria o desassoreamento dos reservatórios no interior.

“É uma forma de aumentar a capacidade de água dos açudes e fomentar a área ceramista, que tem polos no Seridó e no Vale do Açu, usando a matéria prima encontrada nesses porões para garantir o emprego e renda nesse importante setor”, afirmou.

Estado

Vivaldo sugere que Robinson se instale no interior do RN para resolver problemas da seca

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) sugeriu, durante sessão ordinária desta quinta-feira (1), que o governador Robinson Faria (PSD) juntamente com a equipe técnica se instale no interior do Rio Grande do Norte para resolver os problemas causados pela seca.

“O governador é um homem íntegro, que tem vontade de fazer e sugiro que ele, em vez de ficar no Palácio do Governo, se instale em Caicó para priorizar ações de emergência para resolver o problema da população que precisa de água para consumo humano e animal”, destaca Vivaldo.

Vivaldo falou sobre a visita do ministro da Integração, Gilberto Occhi à Assembleia Legislativa e disse que os recursos anunciados por ele, da ordem de R$ 150 milhões, não existem.

“Robinson apresentou um projeto ao Governo Federal que exige apenas R$ 61 milhões, e mesmo assim não estão garantidos. Currais Novos, Acari, Carnaúba dos Dantas, entre outros municípios aguardam recursos para a adutora”, disse Vivaldo Costa.

Em aparte, o deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM) disse que é preciso que a classe política se una para resolver o problema emergencial de hoje. “Se for esperar pelas águas do Rio São Francisco o povo vai morrer de sede”, disse Getúlio.

Foto: João Gilberto

z

Estado

IGARN e ANA apresentam novas resoluções para o uso de Água da Armando Ribeiro e Pataxó‏

Novas resoluções que limitam a captação de águas na barragem Armando Ribeiro foram apresentadas pelo Instituto de Gestão de Águas do Estado do Rio Grande do Norte (IGARN) e a Agência Nacional de Águas (ANA) para produtores, sociedade civil e demais usuários de água em evento realizado na manhã desta quarta-feira (30) no auditório da UERN em Assú. Entre as novas determinações apresentadas está a redução da vazão de água da Barragem, a qual passaria dos atuais 6 mil m³ para 4,5 mil m³ por segundo.

O setor produtivo da região deverá passar por readequações, tanto a agricultura irrigada como também a carcinocultura, estes deverão passar por um rodízio de captação das águas tanto da barragem, como também do rio Pataxó e do canal Pataxó.

O objetivo é prolongar a existência dos recursos hídricos até fevereiro de 2017, pois se as atuais diretrizes apresentadas não forem aplicadas a água da barragem acabará ainda no meio de 2016.

Após a apresentação das novas regras para o uso os participantes fizeram uso da palavra para sugerirem os seus pontos de vista sobre a resolução, a ANA destacou que ainda recebe essas sugestões até quarta-feira (7) para serem averiguadas pelos órgãos responsáveis.

Participaram da reunião o diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Paulo Varella, o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) Mairton França, o diretor presidente do Instituto de Gestão de Águas do RN (IGARN), Josivan Cardoso, além de representes da CAERN, Ministério Público, Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu e produtores locais.

z

Política

Vivaldo diz que RN não pode esperar pela transposição‏

Na avaliação do deputado Vivaldo Costa (PROS) o momento de dificuldade pelo qual passam as cidades do Rio Grande do Norte, devido à falta de água, pede soluções urgentes que não podem esperar somente pelas obras da Transposição do Rio São Francisco. Este foi o principal foco do seu pronunciamento na sessão plenária desta terça-feira (29).

“A transposição é uma obra ótima, ninguém discute, mas era para ter chegado desde 2009. A mesma coisa digo da Barragem de Oiticica, que está planejada há mais de 50 anos.  A hora é de discutir objetivamente a solução para a falta de água nas torneiras. Acari por exemplo, não tem água para o banho, para cozinhar, para o povo beber e assim como outras cidades, depende dos carros-pipa”, disse Vivaldo.

O parlamentar disse que o momento clama por soluções urgentes, que não podem esperar somente pela Transposição, mas passa pela necessidade de injetar recursos a fim de concluir obras em andamento, como a adutora de engate rápido para Currais Novos e Acari.

Foto: Eduardo Maia

z

Estado

Ministro da Integração garante recursos para Oiticica e Adutoras

O Ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi disse em sua chegada a Assembleia Legislativa para participar da audiência pública, que o evento RN pela Transposição é importante para debater com a sociedade tudo o que está sendo realizado e também a responsabilidade de cada um para o abastecimento de água da região.

Durante entrevista coletiva, o ministro ainda relatou ações emergenciais para solucionar a crise hídrica no Estado.

“Nós já liberamos para o Governo do Estado recursos para a operação carro pipa em área urbana. Estamos também apoiando a construção da adutora em Carnaúba dos Dantas e garantindo obras importantes em Currais Novos, Pau dos Ferros e Oiticica, que receberão recursos do Governo Federal na medida de suas prioridades para a garantida do abastecimento de água”, disse o Ministro.

Foto: Eduardo Maia  

Estado

Ezequiel pede ao Ministro da Integração que priorize recursos para obras hídricas

Na abertura do RN pela Transposição, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), afirmou que diante da situação do RN, com 153 municípios em situação de emergência e diversas cidades em situação de colapso, se faz necessário unir forças e ter a atenção do Governo Federal na busca por celeridade e urgência nas obras.

“Sabemos que o Governo Federal teve um corte no orçamento de R$ 69,9 bilhões. Recurso esse contingenciado que iria naturalmente para estados e municípios e que deixou de chegar. Por isso mesmo, é hora de o governo federal eleger prioridades para usar os recursos restantes”, afirmou Ezequiel em seu pronunciamento.

O presidente da Assembleia disse que o momento pede a união dos governadores, deputados estaduais e bancada federal do Nordeste a fim de que se crie uma politica regional de recursos hídricos para minimizar os prejuízos causados à população com a escassez de água.

Foto: Eduardo Maia  

Política

Ezequiel solicita perfuração de poços em vários municípios do interior do Estado‏

A estiagem que afeta o Rio Grande do Norte há quatro anos prejudica o abastecimento de água nas cidades e comunidades rurais do interior potiguar. Com o intuito de minimizar esses os efeitos, o deputado Ezequiel Ferreira de Souza, presidente da Assembleia Legislativa solicitou ao Governo do Estado, a perfuração de poços em várias regiões do Rio Grande do Norte, que mais enfrentam problemas com a crise hídrica.

Mais de 20 cidades do Seridó, Central, Trairi, Potengi, Agreste e Mato Grande foram lembradas. Neste primeiro momento foram atendidas a perfuração de poços em Currais Novos, Acari, que ajudarão na distribuição de água para a população. Também nas comunidades de Catolé, Catolé de Baixo, Povoado Trairi, Assentamento Pica Pau e Fleita, em Tangará e mais quatro poços em Fechado, Barrocas, Jucurí e Mari Preto, na zona rural do município de Florânia.

“A perfuração de poços é uma importante ação para garantir que a água chegue à casa de cada potiguar de forma emergencial. Desde o início do ano enviamos vários requerimentos solicitando que 64 poços fossem perfurados nos municípios mais atingidos pela estiagem. Este mês foram atendidos nove poços e os demais já se encontram dentro da programação da Secretaria de Recursos Hídricos”, explicou Ezequiel.

De acordo com informações da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, a ordem dos municípios e as localidades a serem beneficiadas são critérios estabelecidos dentro do Gabinete de Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GGRH), priorizando os municípios que estão em colapso de abastecimento ou em sistema de rodízio.

Foto: João Gilberto

dep_ezequiel01

Estado

Robinson recebe Dom Jaime e promete recursos para construção de cisternas 

O governador Robinson Faria recebeu um grupo formado por instituições do campo, liderado pela Articulação do Semiárido (ASA), para discutir a continuidade da execução do programa de cisternas, voltado para famílias situadas em regiões com desabastecimento de água e que enfrentam os efeitos da pior seca dos últimos 60 anos no estado.

A reunião da tarde desta quarta-feira (23) teve a participação ainda de membros do Serviço de Apoio a Projetos Alternativos (Seapac), Terra Verde, Diaconia, Chapéu de Couro e Techne. O governador garantiu agilidade no repasse para que o programa seja continuado no estado em cumprimento ao convênio do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), através da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas). A reunião contou ainda com o diretor presidente da Caern, Marcelo Toscano, e do diretor geral do Instituto de Gestão das Águas do RN, Josivan Cardoso.

Robinson anunciou na reunião que um técnico do MDS já foi designado para fazer a capacitação técnica dos fiscais da Sethas que acompanharão a execução dos 40% restantes das 3.357 cisternas contempladas no programa.

Dom Jaime Vieira Rocha, representante da ASA, pediu que governo e instituições continuem trabalhando em consonância.

Foto: Ivanízio Ramos
 

Estado

Robinson se reúne com Prefeitos para tratar da Seca e diz que espera ajuda do Governo Federal

O Governo do Estado reuniu nesta segunda-feira (21), na Governadoria, prefeitos das cidades em colapso no abastecimento de água.  O encontro teve como principal objetivo operacionalizar as ações que serão realizadas nas áreas urbanas dos municípios afetados com a seca, buscando alternativas para resolver o problema e garantir o acesso à água para a população.

O Governador Robinson Faria abriu a reunião destacando as medidas adotadas pelo Estado. “Estivemos em Brasília na semana passada e entregamos ao ministro da integração um relatório da parte emergencial e das metas do Governo para ações de convívio com a seca em curto e médio prazo. Essa é uma questão que o Governo tem tratado com a seriedade que merece. Já investimos, do tesouro estadual, mais de R$20 milhões e agora queremos contar com a ajuda do Governo Federal. Chamamos os prefeitos aqui para formamos uma parceria e assim otimizar os resultados do combate aos efeitos da seca no Rio Grande do Norte”, disse.

As ações emergenciais da Operação Vertente, que irá distribuir água através de carros-pipa, foram detalhadas pelo Coronel Dantas, Coordenador da Defesa Civil.  A captação da água será feita em reservatórios monitorados pela Caern, como os localizados em Apodi, Vera Cruz e Macaíba.  Já o transporte será realizado por carros-pipa geomonitorados, que deverão ser contratados por meio de licitação. Dependendo da cidade que precisa de abastecimento o transporte poderá se dar por um raio de até 200 km.

A força-tarefa conta com o Gabinete Civil do Governo do Estado, as secretarias de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, da Agricultura, além do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), da Companhia de Águas e Esgotos (Caern), do Instituto de Gestão de Águas (Igarn), e da Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn). Os trabalhos terão execução da Defesa Civil, a partir de recursos estaduais e federais.

Foto: Rayane Mainara

21.09 Reunião com prefeitos sobre a estiagem - Foto Rayane Mainara (5)

Estado

Ministro da Integração vem ao RN no dia 28 discutir a Transposição do Rio São Francisco

Audiência Pública solicitada pela senadora Fátima Bezerra discutirá a Transposição do Rio São Francisco na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (AL/RN), segunda-feira (28).

O evento será promovido pela Comissão Temporária do Senado para Acompanhamento das Obras da Transposição e Revitalização da Bacia Hidrográfica do RSF (CTBHSF), em parceria com o Poder Legislativo estadual, Comitê de Ações de Combate à Seca e Frente Parlamentar da Água da AL/RN.

O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, confirmou presença.

Diversos

Assembleia Legislativa recebe exposição “Bravo Sertão” de Canindé Soares‏

A partir do dia 21 de setembro a Assembleia Legislativa irá receber a mostra fotográfica “Bravo Sertão”, de autoria do repórter-fotográfico Canindé Soares. A exposição é composta por 20 imagens que retratam os efeitos da seca no Rio Grande do Norte e acontece em alusão ao evento “RN pela Transposição”, dia 28, para discutir soluções definitivas contra a seca.

“A mostra é um registro da paisagem potiguar comprometida pela seca e do comportamento do povo sertanejo no convívio e enfrentamento dessa triste realidade, na lida diária com as sequelas causadas pela seca”, comenta Canindé Soares.

Foto: Canindé Soares

Jumento transporta cactus para almento de gado durante seca

Jumento transporta cactus para alimento de gado durante seca

Estado

Ministro da Integração se compromete em agilizar obras da Adutora de Acari-Currais Novos

O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, vai convocar uma reunião com o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS) e a GAID Construções – empreiteira responsável pela instalação da adutora de engate rápido que que captará água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves seguirá para Currais Novos e Acari. Ele vai cobrar agilidade na conclusão da obra.

Em audiência realizada na noite desta terça-feira (15), o ministro Gilberto Occhi disse aos representantes da bancada federal do Rio Grande do Norte que a liberação de recursos para a construção da adutora vem ocorrendo em um volume que não justificaria o andamento atual da obra.

Presente ao encontro, o governador Robinson Faria (PSD) pediu ainda que o Governo Federal auxilie financeiramente o Estado na operação que está levando água para diversos municípios por meio de carros-pipa.

Os senadores Garibaldi Filho e Fátima Bezerra participaram da reunião juntamente com os deputados federais Felipe Maia, Zenaide Maia, Rafael Motta, Beto Rosado, Walter Alves, Fábio Faria, Rogério Marinho e Antônio Jácome.

Fotos: Divulgação