Sem categoria

Carnaval e Água

No último fim de semana, o blog esteve em Caicó, nossa terra natal, e constatou uma preocupação dos conterrâneos: a realização do Carnaval, maior do Rio Grande do Norte, e a falta d’água, devido a maior seca dos últimos 50 anos.

Faltou água em pontos localizados da cidade durante a quinta e sexta-feira, devido a barramentos no leito do Rio Piranhas, responsável por parte do abastecimento da cidade, segundo informações repassadas pela imprensa local.

Ser contra o Carnaval de Caicó? Jamais. Entendo que é preciso a realização do nosso Carnaval, que movimenta intensamente a economia do município.

Porém, é mais do que necessário que o Poder Público faça uma campanha de conscientização para se economizar água, tendo em vista que durante o período momesco, as pessoas enchem piscinas, ligam mangueiras nas calçadas, aumentado o consumo de água e até estruindo.

Vamos economizar água em Caicó.

Sem categoria

Rosalba pede pressa na liberação de recursos para equipar 700 poços já perfurados

A governadora Rosalba Ciarlini participou de uma audiência com o ministro da Integração Nacional, Teixeira Coelho, na tarde desta quarta-feira, 5 de fevereiro, para solicitar pressa na liberação de R$ 20 milhões esperados há dois anos ­para equipar cerca de 700 poços já perfurados no Rio Grande do Norte.

Rosalba lembrou ao ministro que esses poços foram abertos em 2010, configurando uma situação evidente de desperdício de dinheiro público o fato de ainda não estarem funcionando, especialmente num momento onde aproximadamente 17 cidades das regiões do Alto Oeste e do Seridó vivem a iminência de um colapso de água.

“Este projeto foi apresentado ao Ministério da Integração na primeira reunião de Governadores do Nordeste ocorrida em Sergipe em 2011”, lembrou a Governadora ao ministro. “No último dia 22, quando esteve em Natal, relatei à Presidenta Dilma o quadro de calamidade que estamos vivendo no interior e ela garantiu agilidade na solução do problema”.

z

Sem categoria

Ações estruturantes contra a seca serão mantidas mesmo com perspectiva de bom inverno‏

De acordo com previsões da Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn), as perspectivas para o inverno deste ano são melhores se comparadas ao mesmo período do ano passado. A informação foi dada durante a reunião de avaliação do Comitê de Combate à Seca, realizada na tarde desta segunda-feira (27), com a presença da Governadora Rosalba Ciarlini, na Governadoria.

Apesar da expectativa de um bom inverno, a Chefe do Executivo Estadual informou que todas as ações estruturantes que vêm sendo realizadas pelo Governo do Estado nos últimos dois anos serão mantidas e intensificadas. “Nós estamos tomando as medidas necessárias para a manutenção da assistência às comunidades que estão sofrendo com a seca. Caso tenhamos um bom inverno, já estamos projetando ações estruturantes que vão contar com barragens e poços, por exemplos, além da distribuição de sementes. Se infelizmente, a estiagem for prolongada, nós estamos com plano para continuar atuando com o enfrentamento à seca”, disse Rosalba Ciarlini.

Na primeira semana de fevereiro, outra avaliação será feita pela Emparn para que um novo boletim seja emitido. Esta evolução da situação climática deverá ser apresentada na próxima reunião do Comitê, juntamente com um relatório em documento único que será produzido por todos os órgãos envolvidos sobre as ações realizadas durante o ano de 2013 e seus respectivos resultados.

“No entanto, já temos duas situações definidas. Havendo chuva, como esperamos que haja, nós já temos semente para distribuir. Além disso, também estamos acertando com os bancos do Brasil, do Nordeste e Caixa Econômica Federal, todas as linhas de crédito para os produtores. Caso o inverno não se concretize, todas as ações serão mantidas e intensificadas, inclusive, já estamos buscando levantar mais recursos para enfrentar a seca”, pontou o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca, Tarcísio Bezerra.

Foto: Ivanízio Ramos

z

Sem categoria

Previsão aponta para chuvas abaixo do normal no Nordeste

Os meteorologistas do Nordeste estão menos otimistas com relação à quadra chuvosa do semiárido em 2014, que começa em fevereiro e vai até maio. Ao final de uma reunião realizada ontem em Fortaleza, o prognóstico apontava a seguinte condição: acima da média 25%;  em torno da média 35% e abaixo da média 40%. Os números foram anunciados ontem (21) pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), durante o encerramento do XVI Workshop Internacional de Avaliação Climática para o Semiárido Nordestino. Com a previsão, o órgão faz um alerta para a possibilidade de a seca ser prolongada em 2014.

Para chegar à previsão, meteorologistas dos estados do Nordeste, além de especialistas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e de institutos dos Estados Unidos (IRI) e Reino Unido (UK Met Office) analisaram condições termodinâmicas dos oceanos Pacífico e Atlântico, condições da atmosfera e previsões de modelos atmosféricos globais, para avaliação prévia do período chuvoso nestes próximos três meses.

Gilmar Bistrot, meteorologista da Emparn presente na reunião, disse ontem que para o RN a maior probabilidade é de chuvas normais, entre 200 mm a 300 mm descentralizadas nas regiões do estado. “A previsão não é conclusiva por definitivo. São dados que ainda podem apresentar evolução”, explica.

Apesar da previsão “um pouco otimista” em relação aos dois anos anteriores, 2012 e 2013,  o volume de chuvas “pode não resolver o problema e recuperar os reservatórios do estado”. Para agricultura de subsistência, as chuvas podem ser suficientes, mas “não será suficiente para os mananciais”, afirma Bistrot.

Devido as previsões, e a situação atual dos mananciais e abastecimento de água, o Governo do Estado deverá estabelecer um planejamento para prolongamento do uso da água. Segundo Bistrot, nesta próxima quinta-feira, 23, haverá uma reunião do Comitê da Seca para análise dos dados de previsão concebidos nesta reunião. “Vão discutir e analisar alternativas ou soluções em cima desse prognóstico”, diz.

Os principais reservatórios do RN já causam preocupação. Em Pau dos Ferros, a Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos registra o volume de 11,24% da capacidade. No Itans, localizado em Caicó, o volume está em 11,24%. A Barragem Engenheiro Armando Ribeiro, maior represa de água do Rio Grande do Norte, se encontra no pior nível desde sua construção, em 1983, 34,28% de sua capacidade.   Pela baixa nos reservatários,  14 cidades, nas região do Alto Oeste e Seridó, continuam com  seus reservatários em colapso de abastecimento de água.

Fonte: Tribuna do Norte

Sem categoria

João Maia pede na Câmara ações contra a Seca que atinge o RN

Em seu discurso nesta quarta-feira (02) na tribuna da Câmara dos Deputados, o deputado federal João Maia (PR) destacou sua preocupação com a estiagem no Rio Grande do Norte. O parlamentar reforçou que 90% do Estado vêm sofrendo com a seca, que na opinião das autoridades é a mais violenta das últimas décadas.

Eu fui, sábado passado, à cidade de Currais Novos e vi um céu azul sem nenhuma nuvem. É mais grave, porque todos os institutos previram um ano de inverno, um ano de chuva. E os agricultores, os nordestinos em geral e os norte-rio-grandenses em particular se prepararam para um ano de chuva, para um ano de inverno, para plantar”, destacou.

João Maia aproveitou para fazer um apelo ao coordenador da bancada do Nordeste, deputado José Guimarães, no sentido de cobrar medidas urgentes ao Governo Federal. “Não há água para beber, não há água para os animais. Não há condições de aqueles pequenos e médios agricultores pagarem suas dívidas. Nós esperamos que a presidenta Dilma implemente essas medidas já, porque a questão das dívidas, do socorro aos homens, os pequenos agricultores do sertão, faz-se urgente, necessária”.

Ao final, o deputado registrou a reunião que participará nesta sexta-feira (04) na Adese em Caicó, com a presidente do presidente do Conselho, Dom Manuel Delson e demais dirigentes, para discutir questões que afetam todo o Rio Grande do Norte, especialmente o nosso Seridó.

 

Sem categoria

RN tem quase metade dos municípios reconhecidos em emergência pela Defesa Nacional‏

A rapidez nas providencias tomadas pelo Governo do Estado para dar assistência aos municípios que passam pelo flagelo da seca, levou o Rio Grande do Norte a ter uma posição diferenciada na reunião da SUDENE, em Recife, nesta sexta-feira (27). Dos 293 municípios que tiveram o estado de emergência reconhecido pela Secretaria Nacional de Defesa Social, 139 são do RN.

A informação foi dada pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, recomendando celeridade aos Estados nordestinos castigados pela estiagem. O desempenho do Estado informado pelo ministro não surpreendeu a governadora Rosalba Ciarlini. Pouco antes do início da reunião, Rosalba havia sido procurada pelo secretario Nacional de Defesa Civil, Humberto Viana. “Governadora, todos os municípios do RN foram reconhecidos em estado de emergência, como o Governo do Estado havia decretado”, adiantou o secretario, que disse ser importante os Estados agilizarem a decretação da emergência, obedecendo os critérios determinados pelo Governo Federal.

A Governadora foi à reunião da SUDENE acompanhada dos secretários Gilberto Jales (Recursos Hídricos); Betinho Rosado (Agricultura), e Benito Gama (Desenvolvimento Econômico).

Foto: Demis Roussos

Sem categoria

Seca provocará queda de R$ 3,5 bi no PIB do RN‏

O governo do Estado espera que além das políticas públicas de apoio às famílias castigadas pela seca, o Rio Grande do Norte possa contar com uma reação positiva da indústria para compensar os prejuízos nos municípios. A estiagem que já provocou estado de emergência em 139 municípios causará uma queda entre R$ 2,5 a R$ 3,5 bilhões no Produto Interno Bruto (PIB), conforme cálculos do secretário de Agricultura, Betinho Rosado.

Segundo o secretário, os produtos agrícolas in natura são responsáveis por 5% do PIB do Estado que é de R$ 25 bilhões. Isso representa R$ 1,3 bilhões, mas quando os produtos são transformados dentro da cadeia produtiva, sua participação no PIB chega a 30%, ou, R$ 7,5 bi.

Apesar da seca, o RN vai produzir cana de açúcar, mandioca, agricultura irrigada e caju. ”Embora a safra seja pequena, conseguiremos produzir”, acredita Betinho, ressaltando que  a pecuária também vai apresentar resultados. “Graças a essa produção, a diminuição do PIB não vai chegar aos mais de R$ 7 bilhões da cadeia produtiva”, destaca o secretário, acrescentando que 70% da população rural do estado já foram atingidos pela seca. No Estado todo, a população urbana que sofre com a falta de chuvas chega a 1,6 milhões de pessoas e na zona rural, cerca de 500 mil pessoas representando, aproximadamente, 120 mil famílias.

Ao acompanhar o anúncio do plano emergencial do governo, o secretário da Agricultura afirmou esperar que as medidas reduzam o impacto social e preparem o RN para secas futuras.

 

Sem categoria

Governo do Estado reúne prefeitos para elaborar estratégias de convivência com a estiagem

A Emater-RN e a Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Norte realizam nesta segunda-feira (23), no Praiamar Hotel (Ponta Negra), uma reunião técnica com os 139 prefeitos dos municípios do Rio Grande do Norte que se encontram em situação de emergência por causa da estiagem.

O objetivo do evento é elaborar uma estratégia de ação para minimizar os efeitos da seca e prestar assessoramento aos prefeitos para a criação das coordenadorias municipais de Defesa Civil.

O diretor geral da Emater-RN, Ronaldo Cruz, o coordenador da Defesa Civil do RN, tenente-coronel BM Acioli, a presidente da Cruz Vermelha do Rio Grande do Norte, Francisca Montenegro, e o representante da Cruz Vermelha do estado de Pernambuco, Luiz Alisson Calixto, receberam os prefeitos, que iniciaram o dia participando de oficinas de trabalho, abordando temas como “Legislação do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil”, “Procedimentos para Decretação de Situação de Emergência” e “Estratégias de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para a convivência com a seca”.

Sem categoria

Ministro da Integração libera R$ 15 milhões para combater a seca no RN‏

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, acertou nesta quarta-feira (18) com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e a Bancada Federal do Rio Grande do Norte, a liberação de R$ 15 milhões para combater a seca que atinge o estado.

A governadora Rosalba Ciarlini ainda fez apelo ao ministro Fernando Bezerra, para que ele leve até a presidente Dilma Rousseff, proposta para que o governo suspenda temporariamente, o pagamento das dívidas previdenciárias (INSS) dos municípios em estado de emergência por causa da seca.

A sugestão como uma das medidas emergenciais contra a estiagem foi aprovada pelo ministro da Previdência, Garibaldi Filho, que estava na reunião.

O ministro Fernando Bezerra adiantou que o governo estudará o impacto dessa medida, mas admitiu que ela pode ser incluída no programa emergencial que será lançado pela presidente Dilma Roussef, provavelmente, na sexta-feira da próxima semana, na reunião da SUDENE.

Participaram da audiência no Ministério da Integração, os senadores Jose Agripino, Paulo Davim e Garibaldi Alves; os deputados Henrique Alves, Sandra Rosado, Rogério Marinho, Felipe Maia, João Maia e Walter Alves; o ministro Garibaldi Filho; e os prefeitos Veronilde (Grossos), Novinho (Cerro-Cora), Babá (São Tome); presidente da Camara Municipal de Caicó, Leleu Fontes e os secretários Betinho Rosado (Agricultura e Abastecimento) e Gilberto Jales (Recursos Hídricos).

Fotos: Mariana Di Pietro

Rosalba, Fernando Bezerra e Henrique

Sem categoria

Vivaldo e Nelter: preocupados com a Seca no Seridó

O deputado estadual Vivaldo Costa (PR) manifestou hoje (18) sua preocupação com a seca no Estado, afirmando que na região Seridó, que tem a maior bacia leiteira do Rio Grande do Norte, já faltam água e pastagem, criando uma situação de calamidade.

“Não existe alimento para o gado e os criadores estão com os seus rebanhos ameaçados. Toda a estrutura econômica do Seridó está precisando da ajuda governamental”, afirmou. Segundo o deputado uma solução é a CONAB mandar concentrados protéicos, para os pequenos e médios criadores, para salvarem os seus rebanhos.

Ele disse que os pequenos criadores não vão ter como pagar os seus empréstimos, contraídos junto ao Banco do Nordeste e que por isso as suas dívidas devem ser perdoadas.

O deputado Nelter Queiroz (PMDB) também falou sobre as dificuldades que o homem do campo está enfrentando por causa da seca. “O homem do campo está passando fome e não tem mais o que fazer para salvar o seu rebanho”, disse.

Sem categoria

Rosalba convoca prefeitos dos municípios em estado de emergência

A governadora Rosalba Ciarlini vai se reunir na próxima segunda-feira (23), às 14h, com os prefeitos dos 139 municípios que estão em estado de emergência por causa da seca. No encontro que será realizado no Hotel Praiamar, o governo colocará toda estrutura da Emater para ajudar os municípios que sofrem com a estiagem.

Rosalba anunciará as novas medidas emergenciais que serão adotadas pelo Governo do Estado e o resultado da audiência com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, com a presença da bancada federal e dos secretários Gilberto Jales (Recursos Hídricos) e Betinho Rosado (Agricultura e Abastecimento), nesta quarta-feira (18).

O governo do Estado vai dar assessoramento aos prefeitos para a criação das Comissões de Defesa Civil. “Dos 167 municípios apenas 26 tem essa comissão que representa requisito básico para o credenciamento dos municípios para captação de recursos e outras ações de enfrentamento da seca junto ao governo federal”, esclarece a governadora.

 

Sem categoria

Rosalba se reúne com secretários para discutir soluções para Seca

Na tarde desta segunda-feira (16), a governadora Rosalba Ciarlini se reuniu com secretários de Estado e titulares das indiretas para discutir e avaliar o plano de enfrentamento emergencial da estiagem. A reunião foi resultado do encontro da sexta-feira (13), no qual os órgãos se comprometeram a amenizar os efeitos da seca nos 139 municípios do Rio Grande do Norte.

Na reunião, os representantes propuseram ações específicas de cada secretaria e o material compilado das iniciativas será apresentado pela governadora Rosalba Ciarlini na próxima quinta-feira (19), quando a chefe do executivo estadual será recebida para uma audiência no Ministério da Integração Nacional, em Brasília.

As propostas apresentadas vão desde a aquisição de sementes para alimentar o rebanho de ovinos, caprinos ou bovinos até a compra de bombas para cisternas e a liberação de recursos para a construção de adutoras. Todas as proposições foram feitas em caráter emergencial.

Um das ações adotadas pela Defesa Civil ao final da reunião foi o encaminhamento de ofícios solicitando aos municípios em situação de emergência que apresentem as demandas específicas que devem ser contempladas no plano de enfrentamento.

Sem categoria

Publicado Decreto que estabelece situação de emergência em 139 municípios do RN

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (12) o Decreto Nº 22.637 que dispõe sobre a situação de emergência em 139 municípios do RN afetados por desastres naturais relacionados com a estiagem.

De acordo com o documento, “os órgãos do Sistema Nacional de Defesa Civil – SINDEC, sediados no território do Estado, ficam autorizados a prestar apoio suplementar aos municípios afetados pelo desastre, mediante prévia articulação com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, e de acordo com o planejado com a devida antecipação”.

A medida foi tomada a partir da divulgação do Parecer Técnico nº 002/2012, de 10 de abril de 2012, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil – CEDEC/RN, atestando o quadro característico de Situação de Emergência. Além disso, outras ações motivaram a publicação do Decreto, como o monitoramento das chuvas por parte da EMPARN nos meses de janeiro e fevereiro de 2012; a falta de água para a produção agrícola e pecuária, bem como para o consumo humano e animal, na zona rural do estado; e os respectivos problemas socioeconômicos, bem como a dificuldade, por parte da Administração Pública local, de adotar medidas emergenciais que minimizem a situação de anormalidade.

Sem categoria

Bancada do PT no Nordeste pede ações emergenciais a ministra Ideli Salvatti

A Bancada do PT do Nordeste  se reuniu na tarde desta quarta-feira (11) com a  ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti. Os deputados nordestinos foram solicitar ao Governo medidas emergenciais para minimizar os efeitos que  a seca vem provocando na região.

A bancada apresentou à ministra um conjunto de propostas para melhorar as condições da população. A primeira reivindicação é a edição de uma medida provisória,  liberando crédito extraordinário para  melhorar as condições de vida da população.

A  Deputada Fátima Bezerra (PT) expressou à ministra sua preocupação com a  grave situação enfrentada pela população do RN. “A situação do Rio Grande do Norte é crítica, basta ver que  dos 167 municípios existentes, 139  já decretaram estado de emergência em virtude do longo período de estiagem. Precisamos que o governo tome ações urgentes para resolver os problemas que afligem a vida de milhares de famílias nordestinas”, enfatizou a deputada.

Na próxima semana, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, participa da reunião da Bancada do Nordeste, que vai discutir e definir ações de enfrentamento diante da realidade existente.

Sem categoria

Felipe Maia é destaque em publicação democrata

O discurso feito pelo deputado federal Felipe Maia na última quarta-feira (04), em prol dos agricultores do semiárido nordestino que estão sofrendo com a seca, foi destaque do jornal Agência Liderança- publicação diária que fala sobre a atuação dos parlamentares democratas no Congresso.

Para acessar a matéria, é só clicar no link: http://www.myebook.com/ebook_viewer.php?ebookId=122405

Sem categoria

“Tarifa Verde” e barragens submersas são sugeridas para conter seca no RN

A governadora do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini pretende, ainda esta semana, decretar estado de emergência em 139 municípios onde houve estiagem nos primeiros meses de 2012. Para isso, receberá da Defesa Civil do Estado um parecer técnico baseado em um documento que detalha a situação agroclimática do Rio Grande do Norte, apresentado na última quinta-feira, 5 de abril, durante reunião no Gabinete Civil e que envolveu nove secretarias de Estado.

Rosalba viajará a Brasília para pedir ao Governo Federal recursos com o objetivo de colocar em prática providências que atenuem o problema da seca no Rio Grande do Norte. Dos 139 municípios em situação de seca no semiárido, 71 deles já fazem uso de carros-pipa para garantir o abastecimento. O quadro de estiagem atinge aproximadamente 500 mil pessoas.

Entre as prioridades apontadas para amenizar os problemas, estão a construção de mais barragens subterrâneas, obras que fazem parte do programa Segunda Água, e o incremento da agricultura irrigada junto aos pequenos produtores.

Outra sugestão é a facilitação do uso da “tarifa verde”. Segundo o diretor-geral da Emater-RN, Ronaldo Cruz, ela oferece uma redução de 73% no valor da tarifa para o sistema de irrigação no período noturno. No entanto, o alto custo do medidor para a aferição diferenciada inviabiliza a utilização desse benefício pelos agricultores familiares. A sugestão, com o decreto, é tentar subsidiar o valor do aparelho junto à concessionária de energia elétrica.

Sem categoria

Seca no sertão

Ao que tudo indica, o ano será de seca no sertão.

Até hoje, 07 de abril, só caíram apenas serenos rápidos pelo interior.

Nada de chuvas com capacidade para encher os reservatórios que abastecem cidades, comunidades, fazendas ou distritos.

A situação já é preocupante. E os agricultores já começam a vender seu rebanho.

Em muitos lugares, a água já é escassa.

Diante da situação, a governadora Rosalba Ciarlini já reuniu toda sua equipe de secretários na última quinta-feira (05), para discutir ações imediatas nos municípios que já faltam água.

Ao todo são 139 municípios do estado em estado de emergência, com 71 deles já sendo abastecidos com carro pipa.

O secretário de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Betinho Rosado, elaborou o documento que contempla um programa intensivo para piscicultura em gaiolas e também em tanques escavados onde houver disponibilidade de água; Construção de barragens submersas; Incremento da agricultura irrigada junto aos pequenos produtores; Utilização das margens de rios tornados perenes pelos açudes; Perfuração de poços onde for possível; Facilitar o uso da tarifa verde (caso do medidor).

“O Governo do Estado vai agilizar uma série de obras para tentar abrir mais oportunidades de trabalho nas regiões que já sofrem com a falta de chuvas”, destaca a governadora Rosalba Ciarlini.

Sem categoria

Seca deixa 139 municípios do RN em situação de emergência

Nesta quinta-feira (05), às 10h, representantes da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (SAPE) e suas vinculadas (Emater, Emparn e Idarn); Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH); e os dirigentes da FEMURN, FETARN e FETRAF vão se reunir no salão de reunião do Gabinete Civil da Governadora Rosalba Ciarlini, com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil para a avaliar a situação de emergência de 139 municípios potiguares. 71 deles estão sendo abastecidos pela Operação Pipa.

Durante a reunião serão definidas ações emergenciais de enfrentamento ao momento de estiagem no semi-árido potiguar.