Sem categoria

Rosalba, Fafá e Ruth: afinadas

A deputada federal Sandra Rosado e a filha-deputada estadual Larissa Rosado, ambas do PSB, podem até esperar (sentadas) pelo apoio da Rosa.

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) está afinadíssima com o grupo da prefeita de Mossoró, Fafá Rosado (DEM).

No Carnaval, a Rosa recebeu a prefeita em sua casa na Praia de Tibau.

Bem afinadas…

Fotos: Site De Tibau

Fafá e Rosalba…só flores e alegria

Leonardo Nogueira, Fafá, Carlos Augusto, Rosalba e Ruth: unidos

Sem categoria

Fafá Rosado : “Leonardo irá permanecer na Assembleia cumprindo o seu mandato”

Anna Ruth Dantas – Repórter da Tribuna do Norte

A vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, aberta há cinco meses com a aposentadoria de Alcimar Torquato, está sendo usada pela governadora Rosalba Ciarlini como instrumento para viabilizar a candidatura da irmã, Ruth Ciarlini, à Prefeitura de Mossoró. As negociações da chefe do Executivo estadual já foram deflagradas e para concretizar a estratégia de indicar Fafá Rosado para o TCE e com isso abrir caminho para a vice-prefeita Ruth Ciarlini assumir a Prefeitura de Mossoró só há um percalço: a própria prefeita ainda não decidiu se aceita a proposta da governadora.

Fafá Rosado admite que nas muitas conversas com a governadora Rosalba Ciarlini o assunto TCE já surgiu. Embora afirme que ainda não amadureceu a decisão, a prefeita de Mossoró não se mostra irredutível em renunciar. O projeto político da governadora para a irmã Ruth necessariamente passa por Fafá Rosado porque, pela legislação vigente, Ruth não poderia ser candidata a prefeito em uma área que é abrangida pela administração da irmã, com isso estaria vetada na Prefeitura de Mossoró. A única exceção é em caso de reeleição, o que ocorreria caso Ruth assumisse a titularidade da Prefeitura com a possível renúncia de Fafá Rosado.

A vaga no Tribunal de Contas do Estado foi aberta há cinco meses, mas a governadora a mantém como uma “carta na manga” para viabilizar o projeto político na Prefeitura Municipal de Mossoró.

Nos últimos dias cresceu a discussão nos bastidores da política sobre quem poderia assumir a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. O deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), marido de Fafá Rosado, foi descartado para assumir o cargo. Segundo a própria prefeita mossoroense, o grupo político ao qual pertence o parlamentar prefere que ele se mantenha na Assembleia Legislativa. Com isso, só há uma alternativa para Rosalba Ciarlini ter a irmã Ruth como candidata à reeleição na cidade que é o seu principal colégio eleitoral, é se conseguir fazer Fafá Rosado renunciar ao cargo.

Bate-papo

Maria de Fátima Rosado, Prefeita de Mossoró

O deputado estadual Leonardo Nogueira, marido da senhora, poderá assumir a vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado, na indicação da governadora Rosalba Ciarlini?

Leonardo irá permanecer na Assembleia cumprindo o seu mandato. Estamos conversando e trabalhamos a parceria com todo nosso grupo, não é só o DEM, mas são todos os partidos. E nosso grupo político entende que é importante ter uma cadeira na Assembleia com o deputado Leonardo ocupando.

Então está descartada a indicação de Leonardo Nogueira para o TCE?

Está descartado. Não foi conversado sobre isso. É importante que o deputado Leonardo continue na Assembleia.

Mas como estão as conversas políticas sobre a a possibilidade de a senhora renunciar ao cargo, dando lugar a vice Ruth Ciarlini, irmã da governadora?

Estamos conversando. Não tem nada amadurecido. Vamos ver o que é melhor para o nosso grupo e conseqüentemente para a cidade de Mossoró. Depois é que nós vamos nos posicionar. Não há nada confirmado, estamos amadurecendo. Estamos conversando para encontrarmos um nome (candidato a prefeito de Mossoró) que seja apoiado por mim, pelo deputado Leonardo, pela governadora, pelo senador José Agripino, pelo deputado Betinho e por todos os aliados.

Mas a senhora poderá renunciar  ao cargo?

Não tem nada decidido. Podemos pensar. Se no momento for melhor para o grupo, melhor para a nossa cidade, não tem nada amadurecido.

Mas a indicação do Tribunal de Contas do Estado já foi discutida nas conversas políticas entre a senhora e a governadora Rosalba?

Sou uma pessoa muito correta e lhe digo que temos conversado muito sobre o lado administrativo, mas também em relação a política temos conversado. A colocação do Tribunal de Contas do Estado foi conversado.

A senhora se sente atraída por uma vaga de conselheira no TCE?

Todo local que a gente vai não deixa de ser um desafio. Quando vem alguma coisa para mim gosto de enfrentar, mas ainda nem pensei nessa possibilidade. Estamos no último ano de gestão e a vontade que tenho é de trabalhar cada vez mais. Digo-lhe que tudo que vem para mim assumo como desafio, mas essa (o cargo de conselheira do TCE) é uma coisa que ainda não foi amadurecida.

O nome de Ruth Ciarlini seria o mais indicado para entrar como candidata em 2012 do grupo político que a senhora integra?

Realmente a gente percebe que é desejo da governadora (Rosalba), e da própria Ruth, que já assumiu a Assembleia Legislativa e hoje é vice-prefeita. Ela tem esse desejo. Mas não podemos descartar outros nomes como dos vereadores Chico da Prefeitura e Cláudia Regina. São três nomes (Ruth, Cláudia e Chico) que são bem avaliados e poderão disputar a Prefeitura de Mossoró.

A senhora decidirá quando, sobre se renuncia ou não à Prefeitura?

O prazo mesmo é 7 de abril, mas até o final de março já teremos uma decisão.

 

Sem categoria

PSD ainda sem rumo em Mossoró

O PSD, partido liderado no Estado pelo vice-governador Robinson Faria, ainda não definiu quem será o candidato a prefeito apoiado pelo partido, em Mossoró.

Pelo menos foi o que disse ao blog, o presidente da Câmara, vereador Francisco José Júnior. “Ainda temos uma decisão fechada em torno do nome que apoiaremos. O que existem são diálogos já iniciados, mas a definição concreta só teremos o ano que vem”, afirmou.

Indagado com quais pré-candidatos os diálogos já foram iniciados, o vereador disse: “Só existem dois pré-candidatos definidos, que é Larissa Rosado (PSB) e Josivan Barbosa (PT)”.

Sem categoria

Erick Pereira afirma que Ruth Ciarlini não pode ser candidata mesmo com renúncia de Fafá Rosado

Um dos mais respeitados advogados do Rio Grande do Norte, o especialista em direito eleitoral Erick Pereira, afirmou em entrevista ao jornal O Mossoroense que mesmo que a prefeita Fafá Rosado (DEM) venha a renunciar a vice-prefeita Ruth Ciarlini (DEM) continua inelegível.
Segundo Erick, a única hipótese de isso mudar é a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), irmã de Ruth, deixar o Governo do Estado. “A circunscrição da inelegibilidade é estadual. Se é irmã da governadora está inelegível a não ser que a governadora renuncie. Ela não pode ser candidata mesmo que assuma o cargo porque qualquer parentesco até terceiro grau da governadora está inelegível no Estado a não ser para cargos no Legislativo que estejam no exercício”, explicou.
O jurista disse que mesmo que Ruth seja a prefeita, se torna inelegível porque teria chegado ao cargo após a posse da irmã. “No Executivo o que ocorre é que qualquer parente dela (Rosalba) tem a incidência da inelegibilidade”, acrescentou.
A reportagem também questionou o causídico quanto a possibilidade de parentes de Fafá serem candidatos em caso de ela renunciar em abril do próximo ano. Na pergunta foi incluído o caso de Gustavo Rosado citado por uma fonte do O Mossoroense como nome colocado como vice numa eventual chapa encabeçada por Ruth Ciarlini. A liberação estaria limitada às eleições proporcionais. “O parentesco é um obstáculo constitucional que você não tem como transpor e após cumprir dois mandatos nenhum parente dele pode ser candidato majoritário porque se configura perpetuação do poder”, justificou.

Fonte: O Mossoroense

Sem categoria

Leonardo afirma que Fafá não renuncia

Em entrevista ao jornalista Joaquim Pinheiro no Jornal de Hoje, edição desta segunda-feira (29), o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), marido da prefeita de Mossoró, Fafá Rosado (DEM), descartou a possibilidade da prefeita renunciar para ceder lugar à atual vice-prefeita  Ruth Ciarlini (DEM), irmã da governadora Rosalba Ciarlini e cunhada do principal articulador político e mentor intelectual do Governo, ex-deputado Carlos Augusto Rosado.

“A prefeita Fafá permanecerá no cargo porque existe um planejamento onde a cada trimestre tem uma meta a se cumprir à frente da prefeitura, e esse trabalho não poderá ser interrompido”, afirmou o deputado.

Para que Ruth seja candidata a prefeita, satisfazendo a vontade própria, a da irmã governadora, e do cunhado articulador-mentor, teria que assumir a Prefeitura por renuncia de Fafá.