Diversos

Coronavírus: UERN suspende aulas presenciais

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) decidiu suspender, a partir de hoje e por 30 dias, as atividades presenciais de ensino, pesquisa, e extensão em todos os seus campi, orientando faculdades e departamentos a adotarem sistemas online para conclusão das aulas e demais atividades do semestre 2019.2, que tem seu encerramento marcado para o dia 28 de março de 2020.

A medida segue a política de ações preventivas e de proteção da comunidade acadêmica, orientada pela declaração de pandemia decorrente da contaminação com o novo coronavírus (COVID-19), da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 11 de março de 2020, e pelo Decreto Estadual 29.512, de 13 de março de 2020.

Esta e outras medidas constam na Portaria 346/2020-GP/FUERN, assinada pela presidente em exercício da FUERN e reitora em exercício da UERN, Profa. Dra. Fátima Raquel. Pela portaria ficam suspensos todo e qualquer evento acadêmico ou administrativo que resulte na aglomeração de pessoas.

Diversos

Sisu: Caicoenses conquistam primeiro lugar de medicina na UFRN e UERN

Caicoenses comemoram a aprovação de dois feras, primeiro lugar em medicina na UFRN e UERN por notas no Sisu.

Na UFRN foi Heitor Pereira Vale da Costa, da Família Vale de Caicó, neto de Vera Vale.

Na UERN, em Mossoró, foi Marcela de Oliveira Torres Bezerra Freire, filha de Manoela Torres e Márcio Freire, bisneta de Manoel Torres e Dona Oscarina.

Parabéns aos dois.

Diversos

Professora da UERN destaque no Altas Horas

A História da professora Ana Lúcia Aguiar, da UERN, foi destaque no programa Altas Horas neste sábado (19).

O vídeo faz parte da campanha da Fundação Roberto Marinho/Canal Futura em homenagem ao Dia do Professor e foi produzido pelo estudante do curso de Comunicação Social, habilitação em Jornalismo da UERN, Rafael Irineu.

Vídeo enviado pela assessoria da UERN:

Política

Fátima recebe título de Doutora Honoris Causa da UERN

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte concedeu na noite deste sábado (29), o título de Doutora Honoris Causa a governadora Fátima Bezerra (PT).

O título é concedido por universidades a pessoas eminentes, que não necessariamente sejam portadoras de uma graduação acadêmica (ou diploma), mas que destacaram-se em determinada área (artes, ciências, filosofia, letras, promoção da paz, de causas humanitárias etc.), por sua virtude, mérito ou serviços que transcendam famílias, pessoas ou instituições. Isto é, atingiu um alto nível de reconhecimento profissional e de feitos significativos, a ponto de ser considerado grau honorário de doutor.

Estado

Governo do Estado retira auxílio-saúde dos aposentados da UERN

O Governo do Estado através do Instituto de Previdência dos Servidores do Rio Grande do Norte, o IPERN, comunicou à universidade, através do ofício 2/2019, que os aposentados e aposentadas da UERN não deverão receber mais o auxílio saúde já a partir de agosto.

A ADUERN convoca com urgência todos os professores e professoras a participar da Parada Geral do Funcionalismo Público estadual, amanhã (13) na Governadoria, em Natal.

Política

Beto Rosado solicita celeridade na liberação de recursos para UERN

O deputado federal Beto (Progressistas) solicitou, na manhã desta terça-feira (30), a liberação de R$ 1,7 milhão em emendas parlamentares destinadas à Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, que estão dependendo da liberação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

“Precisamos do empenho e pagamento destes recursos para garantir a continuação da construção da Faculdade de Ciências Exatas e Naturais da Uern, obra tão esperada pelos docentes e alunos da instituição. O presidente do FNDE se comprometeu em dar celeridade ao processo dentro da instituição para que os recursos cheguem logo à universidade”, declarou o deputado.

Participaram da audiência o presidente do FNDE Silvio Pinheiro, o reitor da Uern Pedro Fernandes, a vice-reitora Fátima Raquel e a deputada estadual Larissa Rosado (PSDB).

DSC_8209

Estado

Câmara dos Deputados comemora 50 anos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte

A Câmara dos Deputados homenageou, nesta terça-feira (16), em sessão solene requerida pelo deputado Beto Rosado (PP-RN), os 50 anos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), comemorado no último dia 28 de setembro. A sessão foi presidida pelo deputado Walter Alves (MDB-RN).

Segundo o reitor da instituição, Pedro Fernando Ribeiro Neto, a “UERN é um ambiente de compartilhamento e convivência de sonhos e de materialização desses. A UERN é um ambiente de formação e capacitação de potiguares de diversas camadas sociais e cumpre o seu papel de Universidade inclusiva, includente e instrumento do desenvolvimento do Estado”.

“A UERN é um marco na educação do interior de nosso estado, formando professores que vão às redes de ensino dos municípios multiplicar a qualidade do que é ministrado. Aí, talvez, esteja o maior dos méritos em ter criado a UERN há 50 anos”, destacou José Agripino.

“Eu já havia confirmado presença no evento. A UERN merece todas as nossas homenagens. Nosso mandato é parceiro da instituição com o envio de emendas ao longo dos últimos anos. Presidir a sessão solene foi uma honra. Agradeço o convite do amigo Beto Rosado”, disse Walter Alves.

“Como parlamentar sempre priorizei o direcionamento de recursos financeiros para esta área, em especial ao ensino superior. A bancada federal também está atenta às demandas da instituição para garantir um ensino de qualidade a população do estado. A presença da UERN no estado está de tal modo distribuída, que não há uma só cidade à distância de mais de 70 km de uma dessas unidades universitárias, ou seja, milhares de jovens potiguares estão tendo acesso ao ensino superior”, comemorou Felipe Maia.

Política

Frente em Defesa da UERN vai sabatinar os candidatos a governador

A Frente Parlamentar e Popular em Defesa da Uern realizará sabatinas com candidatos ao Governo do Estado, a partir do próximo dia 20, no plenário da Câmara Municipal de Mossoró. O eixo central será “UERN: educação e desenvolvimento”, e cada candidato responderá perguntas de reapresentantes dos segmentos da universidade e entidades que compõe a organização.

Coordenador da Frente, o professor da Uern e vereador Francisco Carlos observa que as sabatinas se notabilizaram como momentos de discussão, nos quais os candidatos a cargos no Poder Executivo apresentam suas ideias e propostas à sociedade.

“Pensando assim, a Frente Parlamentar e Popular promoverá uma série de sabatinas com os candidatos ao Governo do Estado, para que possamos conhecer as suas proposições em relação à Universidade do Estado do Rio Grande do Norte”, justifica Francisco Carlos.

Seriedade

As sabatinas, segundo ele, serão pautadas pelos princípios da ética, decoro, respeito aos candidatos e às instituições signatárias da Frente Parlamentar e Popular e Popular em Defesa da Uern. E a comissão organizadora tomará medidas para garantir imparcialidade e ordem aos eventos, de maneira que os candidatos possam expor suas ideias com segurança e tranquilidade.

“O projeto das sabatinas visa tão somente conhecer, discutir e avaliar cada projeto político para o futuro da Uern e, dessa forma, qualificar o debate político sobre os rumos da universidade”, argumenta o professor.

Mobilização

A Frente Parlamentar e Popular em Defesa da Uern é um movimento plural e suprapartidário, que começou a ser pensado em outubro de 2016, com o objetivo de apoiar as principais demandas propostas pelos segmentos universitários e contribuir para o fortalecimento da instituição.

É composta por representantes de todos os segmentos da universidade, além de membros das câmaras municipais de diversas cidades, Assembleia Legislativa, OAB, associações de classe, entidades culturais e religiosas, entre outras, todas elas comprometidas com a defesa e promoção da Uern.

Política

Convenção do Governador Robinson Faria terá protesto de servidores da UERN

A convenção do PSD, que ocorrerá neste domingo (05), na UERN da Zona Norte de Natal, para oficializar a candidatura à reeleição do governador Robinson Faria (PSD), já tem um protesto marcado e anunciado.

Será dos próprios servidores da UERN.

O ato político é contra o atraso salarial, a falta de pagamento do 13º salário de 2017 e ainda contra a falta de cumprimento do aumento da categoria.

Diversos

Em carta, Bispos do RN declaram apoio a UERN e solicitam audiência com o Governador

O Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha; o bispo de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz, e o bispo de Mossoró, Dom Mariano Manzana, estiveram reunidos, na manhã desta terça-feira, 5, na Cúria Diocesana, em Mossoró. Na ocasião, publicaram uma nota na qual solicitam uma audiência com o governador Robinson Faria para tratar da atual situação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Segue, abaixo, a nota dos bispos:

Excelentíssimo Senhor
Robinson Mesquita de Faria
Governador do Estado do Rio Grande do Norte 

Não é de hoje que a Igreja Católica, como parte da sociedade potiguar, vem acompanhando as manifestações da sociedade em defesa da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN, as quais vêm ganhando cada vez mais notoridade, em função dos últimos acontecimentos, envolvendo servidores dessa tradicional Instituição de Ensino Superior e o Governo do Estado.

No cerne de todo esse processo, está a luta por melhores condições de trabalho e estudos, além da permanência da UERN como instituição de ensino pública, gratuita e de qualidade, cujo legado revela seu importante papel no desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Norte e na transformação social da população, deste estado, especialmente a mais carente. Mais recentemente, não deixando de considerar a relevância dos demais temas, a pauta reivindicativa dos que fazem a UERN, pelo que nos tem sido anunciado, gira em torno do pagamento, por parte do Governo do Estado, dos salários dos servidores, garantindo-lhes o direito de proverem a si e a seus familiares, por meio do seu trabalho, o que torna a causa legítima, justa e digna.

Diante desse contexto e do entendimento de que a Igreja tem grande responsabilidade social, ao assumir uma postura ativa no desenvolvimento, entre os cristãos, do espírito de participação na construção de uma sociedade sempre melhor, mais justa e capaz de promover a paz e o bem-estar social, os Bispos do Rio Grande do Norte, reunidos, hoje, em Mossoró, vêm respeitosamente, solicitar a Vossa Excelência uma audiência para tratar da atual situação da UERN, assim como dos demais servidores e pensionistas do Estado. Nessa audiência, estaremos acompanhados de representantes dos Padres do Estado.

Mais do que buscar compreender a temática em tela, a Igreja Católica objetiva contribuir na construção de caminhos para a solução do problema que ora se apresenta.

Antecipadamente, manifestamos nossos agradecimentos pela atenção em atender a esta demanda, colocando-nos à disposição. 

Mossoró-RN, 5 de dezembro de 2017

 

Dom Jaime Vieira Rocha
Arcebispo de Natal

Dom Mariano Manzana
Bispo da Diocese de Mossoró

Dom Antônio Carlos Cruz Santos
Bispo da Diocese de Caicó

Estado

Docentes provisórios da UERN ocupam Reitoria da Universidade

Os professores e professoras da UERN passaram o dia em negociação, tentando a manutenção dos contratos junto à administração central. De acordo com informações da assessoria da ADUERN, dos 180 substitutos, apenas 28 seriam mantidos pela Reitoria, o que revoltou o segmento.

A direção da ADUERN, o Comando de Greve e o movimento estudantil já estão no pátio da Reitoria para fortalecer a luta dos/das docentes provisórios/as.

Estado

Professores da UERN aprovam greve a partir do dia 10 de Novembro

Em uma assembleia lotada, professores e professoras da UERN, aprovaram greve geral por tempo indeterminado a partir do dia 10 de Novembro. A decisão é motivada pelos atrasos salariais, que se arrastam desde janeiro de 2016 e pelo total descaso do Governo de Robinson Faria com a universidade.

Após uma série de falas emocionadas, que destacavam a sensível piora nas condições de vida de professores e professoras da UERN e o notório desrespeito do Governo com a universidade, os mais 250 docentes professores presentes definiram, com grande maioria, que a parada nacional do dia 10 marcará o início da greve da categoria.

O comando de greve, formado após o fim da assembleia geral, determinou que participará das assembleias de outras categorias no decorrer da semana,  que devem confirmar greve por tempo indeterminado com unidade em todo o funcionalismo público do Rio Grande do Norte.

Estado

Reitor reivindica presença da PM no Campus da UERN de Mossoró

O reitor Pedro Fernandes Ribeiro Neto convocou uma reunião com o comando da Polícia Militar em Mossoró para discutir a colocação de um efetivo policial no Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

A partir desta quinta-feira (14) será disponibilizada uma ronda permanente no Campus Central e preparado um plano de operações por parte da PM por parte do comando para garantir a segurança dos alunos. Também será assinado um convênio entre UERN e PM para pagamento de diárias operacionais.

O reitor Pedro Fernandes reivindicou a presença de uma ronda permanente da Polícia Militar no Campus Central. A ideia já vinha sendo discutida e após o assalto ocorrido na última quarta-feira se tornou urgente. “A gente não pode preterir essa presença da PM porque discutimos essa ideia em maio e se tivesse colocado na época talvez não tivéssemos esse assalto. A gente precisa colocar esse serviço urgente”, avaliou.

Política

Em Mossoró, Rosalba recebe lançamento de campanha em defesa da UERN e reforça apoio à instituição

A prefeita Rosalba Ciarlini recebeu, na manhã desta segunda-feira (11), representantes da Frente Parlamentar e Popular em Defesa da UERN (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte), no Salão dos Grandes Atos do Palácio da Resistência. Na oportunidade, a Frente lançou a campanha “A Uern nos une”, que tem o objetivo de somar apoio da sociedade à instituição.

O coordenador do movimento, vereador Francisco Carlos, informou que todas as autoridades do Rio Grande do Norte, sejam públicas, religiosas ou militares, e empreendedores serão procurados para declararem apoio à instituição. “Queremos fazer uma grande corrente em promoção e apoio à Uern”, destacou.

Rosalba parabenizou aos envolvidos na iniciativa e reforçou o seu apoio à universidade. A prefeita ressaltou que a Uern é fundamental para a vida da nossa cidade e do nosso estado. “A instituição tem um valor muito grande, pois já contribuiu na formação de mais de 40 mil alunos. Ela é luta e o sonho dos mossoroenses que se expandiu e beneficia todo o estado”, exaltou.

A prefeita recebeu uma camisa da campanha e se colocou à disposição para contribuir da forma que for possível com o movimento.

prefeita Rosalba apoio à UERN

Estado

Ministério da Educação elege curso de odontologia da UERN em Caicó como 12º melhor do Brasil

A Revista QB fez uma lista com as 50 melhores faculdades de Odontologia do Brasil, segundo o Ministério da Educação (MEC), ficando o curso da UERN de Caicó em 12ª posição.

Para fazer uma lista com dados confiáveis, foram consultados um dos indicadores de qualidade do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão do governo responsável por fazer a avaliação do desempenho de corpo docente, infraestrutura, estudantes e recursos didáticos-pedagógicos das faculdades e universidades do Brasil.

Com isso, selecionaram os melhores Conceitos Preliminares de Cursos (CPCs), no qual as faculdades recebem uma nota que varia de 0 a 5, sendo que quão mais perto do 5 melhor.

Veja aqui a lista

Poder

Esmarn, TJRN e UERN definem projeto de Mestrado Profissional em Direito Público, Governança e Cidadania

O diretor da Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte (Esmarn), desembargador Claudio Santos, reuniu-se na manhã desta segunda-feira (4), com o reitor da UERN, professor Pedro Fernandes Ribeiro, para definir os termos do Protocolo de Intenções entre as duas instituições e o Tribunal de Justiça do RN para o estabelecimento de um Mestrado Profissional em Direito Público, Governança e Cidadania.

O Projeto de Mestrado encontra-se em fase de finalização e será apresentado ao credenciamento perante a CAPES/MEC. Tão logo obtido o credenciamento, haverá a definição dos termos para aperfeiçoamento da parceria. O mestrado será oferecido em Natal, no campus da UERN ou na sede da Esmarn, a definir.

Saiba mais

O Termo de Cooperação técnica, científica, educacional e cultural visa ao desenvolvimento e execução conjunta de programas e projetos, voltados para capacitação de magistrados e servidores do Poder Judiciário do RN, em especial, o Mestrado Profissional em Direito Público, Governança e Cidadania.

TJ e UERN

Política

Postura do Governo com UERN levou reitor a se desfiliar do PSD

O reitor da UERN, Pedro Fernandes, falou dos motivos da sua desfiliação ao PSD, partido que passou a integrar há pouco mais de um ano, durante entrevista ao jornalista Saulo Vale, da Rádio Rural de Mossoró, nesta segunda-feira, 31.

"Eu fui [para o PSD] porque tenho independência e autonomia para ir ao partido que eu quiser. Quando fui chamado pelo governo para integrar o PSD, me senti lisonjeado. Só que tudo que faço, faço com intensidade. Eu não tinha participação alguma. Por isso, depois da campanha da Reitoria da UERN, pedi desfiliação pessoalmente ao governador", destacou.

Ainda segundo o reitor, a desfiliação aconteceu por discordar de posturas do governo em relação a UERN. "Eu queria conhecer mais, participar de um projeto de estado, de um projeto de país. Discutir segurança, saúde. Como não tive essa participação que eu queria, pedi desfiliação", afirmou, acrescentando que não possuiu nenhum cargo comissionado no governo estadual.

Política

UERN reconhece articulação de Agripino para a liberação de mais de um milhão para obras em Apodi

O senador José Agripino (RN) articulou com o governo federal e conseguiu a liberação de R$ 1,7 milhão para a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). Os recursos, fruto de emenda de bancada indicada em 2012 pelo deputado federal Fábio Faria, são para as obras do Campus de Apodi. Durante todo esse tempo, as construções estavam paradas devido ao contingenciamento de recursos, mas, devido à importância da obra para o estado, Agripino se reuniu algumas vezes com o ministro da Educação, Mendonça Filho, e solicitou a liberação dos recursos.

“O reitor Pedro Fernandes nos procurou para pedir apoio nessa questão. Abraçamos a causa e fomos ao MEC batalhar para conseguir destravar a liberação desses recursos. A luta foi vitoriosa e valeu a pena. Porque, com recursos da ordem de R$ 1,7 milhão, será possível avançar significativamente com as obras do Campus de Apodi. É gratificante ver a nossa atuação parlamentar trazendo bons resultados para o nosso estado”, frisou José Agripino.

O reitor da UERN reconheceu a atuação do senador e agradeceu seu empenho que, segundo ele, foi decisivo para se tornar realidade. “Era um dinheiro que estava praticamente perdido e agora servirá para darmos prosseguimento nas obras do Campus, que é um sonho antigo dos apodienses”, concluiu.

José Agripino voltou a ressaltar a importância de investir e acreditar na educação como meio de mudar e desenvolver o Brasil. “Nenhum país vai para frente se não investir em educação. Ela tem que ser prioridade em qualquer governo”, declarou.

Agripino e Pedro Fernandes

Agripino e Pedro Fernandes

Estado

Aulas e atividades administrativas da UERN são retomadas

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) informa que as aulas e atividades administrativas foram retomadas nesta quinta-feira (13), em todas as unidades acadêmicas.

A empresa RN Segurança em contato com a administração da UERN confirmou que fornecerá os serviços previstos em contrato.

Estado

UERN suspende aulas e atividades administrativas por paralisação de vigilantes

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) informa que a partir de hoje (10 de julho) as aulas e atividades administrativas estão suspensas em virtude da paralisação dos vigilantes da empresa terceirizada RN Segurança.

A decisão leva em consideração a preocupação com a segurança de toda a comunidade acadêmica.

Ficam mantidas as atividades essenciais a serem definidas em cada setor.

Quanto à segurança do patrimônio da universidade, foram tomadas providências junto ao comando da Polícia Militar para garantir o patrulhamento.

A UERN esclarece que tem cumprido a parte dela no contrato e segue zelando pelo que está previsto na legislação. Cabe à empresa RN Segurança entregar a documentação necessária para a liberação do pagamento.

Foram tomadas providências para que a RN Segurança sofra as penalidades previstas no contrato.