Política

Wilma lembrada na Festa dos Mártires em São Gonçalo

Durante a celebração aos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante, a saudosa ex-governadora Wilma de Faria foi lembrada.

Foi ela como governadora que criou o Dia dos Mártires e instituiu o Feriado Estadual, sancionando um Projeto de Lei do deputado Zé Dias.

Política

Márcia Maia recebe homenagem póstuma a Wilma de Faria por criação da Famuse em Caicó

A ex-governadora Wilma de Faria foi homenageada de forma póstuma na noite desta quinta-feira (27) em Caicó, através da filha e deputada estadual Márcia Maia, pelo Comitê Regional das Associações de Cooperativas Regionais do Seridó (Cracas) pela criação da Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó (Famuse).

A homenagem aconteceu na Ilha de Sant'Ana, no Pavilhão da Feira que já está em sua 34ª edição, e contou com a participação de artesãos de toda a região, ex-prefeito Bibi Costa, autoridades municipais, dentre outras. Na solenidade, coube à deputada Márcia Maia receber a honraria em nome da mãe.

Política

Zenaide homenageia Wilma na Câmara dos Deputados

A deputada federal Zenaide Maia fez, nesta terça-feira (20), durante sessão na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, na Câmara dos Deputados, um breve pronunciamento sobre o falecimento da vereadora e ex-governadora Wilma de Faria, além de citar sua importância para o Estado e o Brasil.

“O Rio Grande do Norte perdeu Wilma Maria de Faria. Ela era uma referência para as mulheres não só do Estado, mas do Brasil. Wilma mostrava que a gente tinha de estar nos locais de comando. Ela foi à primeira prefeita eleita de Natal, primeira deputada federal mulher, constituinte, e governadora durante dois mandatos. Ela influenciou muito as mulheres potiguares no parlamento. Apesar de no Brasil as mulheres terem perdido representatividade nas prefeituras, no RN nós aumentamos. Quero aqui me solidarizar com toda família. Sentimento de pesar de todas as mulheres do Estado. Ela dizia e fazia sempre: “Nós podemos sim estar onde queremos”, declarou Zenaide Maia, citando a frase de Wilma.

Zenaide Maia lembra Wilma na Câmara

Política

Editorial: A Guerreira deixa saudades

Por Heitor Gregório

A partida de Wilma Maria de Faria, ocorrida na quinta-feira (15), Dia de Corpus Christi, deixa uma lacuna na política do Rio Grande do Norte. Se foi uma das principais forças políticas da nossa história recente. Líder populista, que arrastou multidões pelo RN afora, surpreendeu em muitas de suas decisões e vitórias. Elevou a mulher a um papel importante no Rio Grande do Norte.

O título de ‘Guerreira’ lhe foi dado por Cassiano Arruda Câmara, coordenador de marketing de sua campanha à Prefeitura de Natal de 1988. Foi uma percepção perfeita da imagem de uma mulher que desbravou e assumiu uma liderança incontestável na política potiguar, sendo a primeira Deputada Federal, primeira mulher a assumir a Prefeitura de Natal – cargo que ocupou por três vezes – e ainda primeira Governadora do Estado, sendo eleita em 2002 e reeleita em 2006. Ao brilhante currículo soma ainda os cargos de vice-prefeita e vereadora de Natal, que em nada diminuíram sua trajetória.

Dona Wilma nasceu para enfrentar e vencer batalhas. Assim foi também na vida pessoal, quando não teve nenhuma dificuldade de assumir em um tempo de tanto conservadorismo sua separação de Lavoisier Maia, pai dos seus quatro filhos: Márcia, Lauro, Cíntia e Ana Cristina. Porém, o respeito entre ambos foi permanente, mesmo quando se enfrentaram nas urnas, em 1994, na disputa pelo Governo do Estado.

A Guerreira tinha um estilo único de fazer política. E muito além do vermelho, a cor que marcava suas campanhas entoadas por Fafá de Belém. O comando das disputas eram sempre dela, estendidos também para as gestões que exerceu, até chegar a amplitude e grandeza do Governo do Estado, onde poucos fatos fugiram do seu olhar.

Na segunda-feira passada, dia 12 de junho, fui ao quarto em que ela estava internada no Hospital São Lucas. Me recebeu e foi logo perguntando se eu estava bem. Lúcida, conversou comigo pelos minutos que permaneci lá. E externou o desejo de ir à Festa de Sant’Ana de Caicó, como fazia todos os anos por devoção à avó de Jesus Cristo.

Nos últimos anos, costumeiramente eu conversava com Dona Wilma, para saber as novidades e aprender sobre política. De testemunhas, algumas vezes, o companheiro dela, José Maurício, e as assessoras Isabel, Telma ou Elaine. Quando ocorria no final da tarde, a conversa era regada ao café com tapioca de ‘Neguinha’, escudeira dela de todas as horas.

O Rio Grande do Norte está triste. Saudades do trabalho da Guerreira, o povo já tinha, agora será maior. Quem olhar para a Ponte de Todos Newton Navarro enxerga o Governo Wilma, assim como para a Ilha de Sant’Ana de Caicó, a Ponte da Ilha de Macau, a revitalização da Av. Rio Branco em Mossoró, a expansão da UERN com a criação do curso de Medicina e ainda a Refinaria Clara Camarão em Guamaré.

z

Política

Adeus à Guerreira do Povo foi marcado por emoção e homenagens

No velório, na missa, no cortejo e no sepultamento, foram muitas as homenagens marcadas por emoção feitas à Guerreira Wilma de Faria, ex-governadora, ex-prefeita de Natal, ex-deputada federal, ex-vice-prefeita de Natal e ex-vereadora de Natal. 

O corpo de Wilma foi levado da Catedral Metropolitana ao Cemitério Morada da Paz no carro do Corpo dos Bombeiros. 

A chegada do cortejo ao cemitério foi ao som da música “Vermelho”. E no sepultamento, depois de discursos, foram cantadas outras músicas das campanhas da Guerreira. 



Política

Missa da ex-governadora Wilma de Faria lota a Catedral Metropolitana de Natal

Acontece neste momento a Missa da ex-governadora Wilma de Faria, que faleceu na quinta-feira (15), em decorrência do câncer. 

A cerimônia religiosa acontece na Catedral Metropolitana de Natal e é presidida pelo Arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha.

A Catedral está lotada por familiares, amigos, admiradores e membros do clero. 

Fotos: Heitor Gregório

Política

Arcebispo Metropolitano de Natal lembra da atenção de Wilma com a Igreja Católica

Nota de Dom Jaime Vieira Rocha:

A Arquidiocese de Natal, na pessoa de seu Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, seus Arcebispos Eméritos, presbíteros, diáconos e fiéis leigos e leigas, lamenta o falecimento da ex-governadora Wilma de Faria, ocorrido na noite desta última quinta-feira, 15 de junho, Solenidade de Corpus Christi.

Wilma de Faria, enquanto fiel cristã católica e durante toda a sua vida pública, sempre manteve um especial vínculo de atenção e presença na vida e história da Arquidiocese de Natal. Em 2006, no decurso de seu primeiro mandato como Governadora do Rio Grande do Norte, sancionou o Projeto de Lei, aprovado pela Assembleia Legislativa, estabelecendo o dia 03 de outubro, como feriado estadual, em vista das comemorações da festa dos padroeiros do Estado, os Mártires de Cunhaú e Uruaçu.

Em espírito de comunhão e renovada pela confiança na Ressurreição, a Arquidiocese de Natal roga ao Deus de Misericórdia e Pai de toda consolação que acolha esta sua filha na Pátria Celeste, ao mesmo tempo em que deseja aos seus familiares e aos seus numerosos amigos e seguidores sentimentos de esperança e paz.


Política

Ex-presidente Lula ressalta protagonismo de Wilma na política do RN

Do ex-presidente Lula: 

Wilma Maria de Faria foi uma das principais protagonistas da política no Rio Grande do Norte nas últimas décadas e uma pioneira na participação das mulheres nas eleições. Foi prefeita de Natal e governadora do Estado, com seus dois mandatos coincidindo com o período em que fui Presidente da República, uma época em que o Rio Grande do Norte e o Nordeste experimentaram grandes avanços econômicos e sociais. Fomos, na década de 80, deputados constituintes na mesma legislatura.

Minha solidariedade nesse momento triste para todos os seus familiares e amigos.

Política

Márcia Maia se despede de Wilma 

Da deputada estadual Márcia Maia, filha de Wilma:

Não há, na face terrena, algo tão onipresente quanto à presença de uma mãe. Há, inclusive, quem diga que elas são justamente um presente de Deus. Talvez através dela, Ele nos observe de perto enquanto somos frágeis, indefesos, e nos proteja. E talvez por isso, pelo fato de tê-la sempre ao meu lado, nunca havia imaginado dizer adeus.

Às 23h40 dessa quinta-feira mamãe deixou o nosso convívio para encontrar o seu lugar ao lado de Deus.
Presente nos momentos mais intensos e também os mais singelos da minha vida, ela sempre trazia consigo uma palavra de sabedoria para oferecer, de luta para entregar e de bom humor para nos fazer sorrir.
Exemplo como mãe, também protagonizou como mulher ao subjugar todo o preconceito da política e provar que não há vitória sem luta -, mas que era possível vencer nesse universo muitas vezes desleal e desigual para nós, mulheres.
Corajosa e apaixonada pelo que fazia, uniu lados, promoveu avanços, revolucionou no estado ao realizar uma política social que defendeu aqueles que mais precisavam.
A lista de feitos enquanto gestora é imensa, mas a lista de conquistas enquanto mãe e mulher são também exemplos que merecem ser exaltados. Posturas, palavras, olhares do dia a dia que ensinavam o melhor caminho a seguir.
Lutou enquanto as forças lhe permitiram, não desistiu. Apenas acolheu o chamado do Pai-Celestial que a convidou definitivamente para seu convívio. 
A coragem com qual guiou todos os seus passos em vida é o seu grande legado.

Agradeço a todas as mensagens de conforto, carinho e admiração que temos recebido. Para todo o Rio Grande do Norte, fica a imagem da vitoriosa e guerreira do povo potiguar.
Para mim, o exemplo de mãe e mulher, os quais continuarão firmes em meu coração e como bussolas do meu caminhar, todos os dias, para manter vivo não apenas seu nome, mas principalmente, seu espírito de luta, ousadia, amor e vitória entre todos nós.
Muito obrigada por tudo, minha mãe. Vá em paz. 
Te amo eternamente.


Política

Mais políticos emitem nota de pesar pelo falecimento de Wilma

Da ex-governadora Rosalba Ciarlini, Prefeita de Mossoró: 

A prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini manifesta profundo pesar pelo falecimento da ex-Governadora do Rio Grande do Norte, ex-Deputada Federal, ex-Prefeita de Natal e Vereadora Wilma de Faria.

Mossoroense de nascimento, Wilma de Faria deixa o legado de uma trajetória política marcada pela gestão feminina forte e determinada.
Oremos a Deus por conforto espiritual a todos da família.
Do ex-governador Geraldo Melo: 

MINHA HOMENAGEM A VILMA, que ontem à noite encerrou a sua vida e o seu enorme sofrimento final, em luta com a implacácel crueldade do cancer. Às vezes correligionários e, na maioria das vezes, adversários, soubemos preservar ao longo da vida, com seus momentos de bonança e de procelas, uma amizade que nasceu quando ela era a jovem esposa de um médico amigo, depois Secretária de Estado, primeira dama, deputada federal, duas vezes prefeita de Natal, governadora do Estado duas vezes, vice-prefeita, vereadora.

A morte a retira da vida, não da história da nossa terra, nem apaga a lembrança de sua energia, independência, coragem, forte personalidade. Dos seus acertos e erros. Da sua humanidade. Como amigos, Edinólia e eu queremos deixar aqui o registro da nossa estima e o reconhecimento da importância e peso de sua presença entre nós.

Nota do deputado Fábio Faria:

Uma mulher de fibra, que liderou sua família e o RN da mesma forma, com coragem e altivez. 

Que fez política com uma paixão fora do comum.

Que nunca perdeu a fé, não fugiu das causas e não temia as batalhas que estavam por vir.

O RN amanhece mais triste pq perdeu a sua guerreira de coração.

Dona Wilma, vou sentir sua falta como política e como pessoa. 

Fique em paz e que Deus abençoe toda a sua família.

Nota de João Maia: 

Política

UERN lembra que Wilma implantou curso de Medicina em Mossoró e campus de Caicó 

Nota de Pesar da UERN: 

É com pesar que a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) registra o falecimento da ex-governadora Wilma de Faria em Natal.

Wilma de Faria é considerada pela comunidade acadêmica como uma das governadoras mais importantes para a UERN pelos importantes investimentos realizados em sua gestão. Destaque para a implantação da Faculdade de Medicina e do Campus de Caicó.

Em vida o reconhecimento veio com o título de doutora honoris causa entregue em 2005.

Além de governadora, Wilma de Faria foi deputada federal constituinte, prefeita e vice-prefeita de Natal e atualmente ocupava o cargo de vereadora na capital do Rio Grande do Norte.


Política

Senadores Garibaldi e Fátima Bezerra também lamentam falecimento de Wilma

Nota de Garibaldi Filho: 


O pioneirismo foi uma das marcas de Wilma de Faria. Primeira prefeita eleita de Natal e primeira governadora do Rio Grande do Norte, ela também foi a primeira deputada federal a representar o estado na Câmara dos Deputados. Eu e Wilma nem sempre dividimos o mesmo palanque. Porém, apesar das eventuais divergências políticas em determinados momentos, tive a satisfação de desfrutar de sua amizade nos últimos anos. Ela era uma mulher forte, obstinada e carismática. A notícia de sua morte entristece o Rio Grande do Norte. Peço a Deus conforto para sua família nesse momento de dor. 

Nota de Fátima Bezerra: 


O Rio Grande do Norte perde hoje uma de suas ilustres filhas: Wilma Maria de Faria.

Uma mulher que lutou em defesa de seus ideais e enfrentou grandes desafios. Fez parte de um ciclo da política potiguar destacando-se como uma de suas principais lideranças, desde a época em que foi deputada constituinte à primeira mulher a governar o RN.

Tivemos, Wilma e eu, uma longa convivência no campo da política. Travamos embates próprios da democracia, sempre pautados pelo respeito. Fomos seus aliados, eu e meu partido, durante os governos Lula e Dilma, nas campanhas de 2006, 2008 e 2010, durante seus dois governos à frente do executivo estadual.
Estive com Wilma, pela última vez, junto com o amigo Jean-Paul Prates, há cerca de um mês, quando fui visitá-la no Hospital do Coração.
Deixo aqui o meu abraço fraterno ao seu esposo José Maurício, filhos, netos e à legião de amigos e admiradores.

Política

Estado e Município de Natal decretam luto oficial de três dias pelo falecimento de Wilma

Nota do Governo do Estado: 


O Governo do Estado lamenta, com profundo pesar, o falecimento da ex-governadora Wilma de Faria, que conduziu o Rio Grande do Norte por dois mandatos consecutivos, de 2003 a 2010. Mossoroense, ela foi uma das mais relevantes mulheres da política nacional e tornou-se referência da força feminina, vindo a ser a primeira prefeita de Natal e primeira mulher a governar o estado.

 Wilma de Faria foi deputada federal constituinte, secretária de estado, vice-prefeita da capital e, mais recentemente, ocupava uma cadeira na Câmara Municipal de Natal.

 Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi professora do Departamento de Educação do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da mesma universidade. Sobrinha-neta do ex-governador Dinarte Mariz, Wilma de Faria entrou para a vida pública como primeira-dama do Rio Grande do Norte, em 1979.

 Wilma de Faria deixa quatro filhos – entre eles, a deputada estadual Márcia Maia. O velório será na Catedral Metropolitana de Natal, a partir das 8h desta sexta-feira. O Estado irá decretar três dias de luto oficial pelo falecimento da ex-governadora.

 O governador Robinson Faria, o vice-governador Fábio Dantas, secretários de estado e servidores, expressam suas condolências aos familiares nesta hora de profundo pesar.

Nota da Prefeitura de Natal: 


É com profundo pesar que a Prefeitura do Natal lamenta o falecimento da vereadora, ex-governadora e ex-prefeita Wilma de Faria. 

Wilma foi prefeita da cidade por três mandatos, tendo toda uma história de serviços prestados a Natal e à sua gente não somente na realização de importantes obras de infraestrutura, como com presença marcante na atuação social, refletindo sua formação como professora universitária e mestre em Educação pela UFRN. 
Wilma também foi vice-prefeita de Natal nos últimos quatro anos e, agora, apesar do curto tempo de mandato como vereadora, continuou sua atuação em defesa das políticas públicas de atendimento aos mais carentes. 
Além disso, ao se dedicar à política, Wilma de Faria abraçou com pioneirismo a luta pela emancipação feminina e abriu caminhos para a presença da mulher na política de Natal e do Rio Grande do Norte.
O prefeito Carlos Eduardo determinou a decretação de luto oficial de três dias na cidade e manifesta em nome de todos que fazem a Prefeitura do Natal as mais sinceras condolências à família e amigos por esta inestimável perda. 

Política

Classe Política do RN e instituições lamentam morte de Wilma de Faria

Nota de Pesar da Câmara Municipal de Natal: 

Sob grande consternação, a Câmara Municipal de Natal recebeu a notícia do falecimento da vereadora e ex-governadora Wilma de Faria. Em sua rápida passagem pelo Legislativo natalense, e na condição de 2ª vice-presidente da Mesa Diretora, ela engrandeceu o parlamento com uma postura firme, discreta e justa. 

Wilma de Faria iniciou sua carreira política como secretária de Trabalho e Bem-Estar Social do RN em 1983, sendo eleita três anos depois deputada federal. Conquistou seu primeiro mandato como prefeita de Natal em 1988, feito que repetiu outras duas vezes. Em 2002 foi eleita governadora do Rio Grande do Norte e reeleita para o cargo em 2006.   

A “guerreira”, como Wilma ficou conhecida, foi a primeira mulher a ser eleita prefeita de Natal, primeira governadora do RN, além da primeira potiguar a ser eleita deputada federal. Sua trajetória representa um marco na luta pela participação feminina na política.

Neste momento de dor, os vereadores de Natal dirigem seus pensamentos e orações aos familiares e aos milhares de norte-riograndenses que compartilham o sentimento de tristeza pela partida dessa grande mulher que deixa um legado na política do Rio Grande do Norte.

Nota de Pesar da Assembleia Legislativa: 
O Poder Legislativo, por intermédio dos representantes do povo, os deputados estaduais da 61ª legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, lamentam a morte da vereadora de Natal, ex-prefeita da cidade e ex-governadora do Estado Wilma Maria de Faria.  

Professora ou Dona Wilma, como muitos a chamavam, faleceu aos 72 anos com trajetória marcada como primeira mulher eleita deputada federal no RN, primeira prefeita de Natal e primeira governadora do Estado, eleita e reeleita. Em sua trajetória política, a “guerreira” também somou o trabalho como deputada constituinte e vice-prefeita de Natal, com atuação na área social e liderança em todo o Rio Grande do Norte.   

Por todo o trabalho na política e história do RN, o Poder Legislativo decreta três dias de luto oficial pelo falecimento da ex-governadora.

Em nome dos deputados estaduais e do presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza, a Assembleia presta sinceras condolências aos familiares, amigos e admiradores de Wilma, pedindo a Deus que conforte a todos.

Nota de Pesar do Tribunal de Justiça do RN: 

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte vem a público manifestar seu profundo pesar pelo falecimento da professora Wilma Maria de Faria.  

A sua passagem pela vida pública, como secretária de Estado, deputada federal constituinte, prefeita da capital, governadora por dois mandatos, vice-prefeita e vereadora gerou valiosas contribuições para o desenvolvimento do estado.

A par de sua vocação política, manifestada até os últimos momentos como vereadora, ela agregou ao engajamento na vida pública a defesa e o exemplo como militante da participação da mulher na vida social em todos os seus aspectos. Quanto a isso, o seu trabalho começou ainda como primeira-dama, quando exerceu papel relevante em atividades destinadas ao resgate social de setores economicamente desfavorecidos.

Registramos também a sua formação como mestra em educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e professora do Departamento de Educação do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da mesma instituição.

Para quem acompanhou a sua vida pública, Wilma Maria de Faria é vista como uma mulher que encarou os desafios do seu tempo. Defendeu suas ideias, participou do que achou correto e trabalhou pelo que considerava necessário para a construção de uma sociedade mais justa, e sempre com um olhar voltado de maneira especial para as causas da mulher.

Construiu, voltando-se para o seu povo, um lugar na história do Rio Grande do Norte.

Por tantos motivos é que o Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, em nome do colegiado de desembargadores, dos magistrados e dos servidores, expressa suas condolências e solidariedade aos familiares de Wilma Maria de Faria nesse momento de dor e despedida.

 Nota de Pesar da FEMURN: 

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, em nome de seu Presidente, Benes Leocádio, Prefeitos filiados, diretores e servidores, manifesta profundo pesar pelo falecimento da fundadora desta Federação, ex-deputada, ex-prefeita de Natal, ex-governadora e ex-vereadora de Natal, Wilma de Faria, na noite desta quinta-feira (15), em Natal.

Nos solidarizamos com seus familiares, pedindo pelo conforto de seus corações neste momento de dor e saudade. O Rio Grande do Norte perde uma grande e dedicada cidadã, que certamente será lembrada pelos importantes serviços prestados aos municípios potiguares e ao nosso Estado.
Em nome da FEMURN e dos prefeitos do Estado, deixamos nossos votos de pesar.
Nota de Pesar de Zenaide Maia: 

“Recebo a notícia com profundo pesar. Wilma foi uma mulher pioneira em nosso Estado quando assumiu cargos como deputada federal, prefeita de Natal, governadora do Rio Grande do Norte. Sua trajetória representa um marco na luta pela participação feminina na política e isso é questão de orgulho para todas nós mulheres que sabemos da nossa importância. Ela também foi esposa, mãe e avó. Neste momento difícil expresso meus sentimentos e orações aos familiares e a todos os norte-riograndenses. A vereadora e Guerreira Wilma de Faria deixa um grande legado para a política do Rio Grande do Norte”. 

Nota de Pesar de Rogério Marinho: 

É com pesar que lamento o falecimento da ex-governadora Wilma de Faria, uma das maiores lideranças políticas do nosso Rio Grande do Norte. Que Deus conforte seus familiares e amigos nesta hora de dor.

Nota de Pesar de Ezequiel Ferreira de Souza: 

O deputado Ezequiel Ferreira torna público o seu sentimento de pesar pelo falecimento da professora Wilma Maria de Faria, a cidadã potiguar que por mérito, trabalho, garra, coragem, determinação e espírito público, marcou a sua trajetória política com raro ineditismo e ousadia, destacando-se como a primeira prefeita de Natal, primeira deputada federal e primeira governadora do Estado.

Wilma de Faria norteou sua vida pública pelos caminhos da solidariedade e destacada visão social, deixando um legado importante para a população e a história do Rio Grande do Norte.
Aos seus filhos, deputada Márcia Maia, Ana Cristina, Lauro e Cíntia, aos seus irmãos e demais familiares e amigos, externamos a nossa solidariedade e votos de força e coragem nesse momento de profunda dor e emoção pela eterna ausência da mulher, cidadã, política e guerreira Wilma de Faria.
Nota de Pesar do Vice-Prefeito Álvaro Dias: 

Transmito meu pesar e minha solidariedade aos familiares e amigos da vereadora, ex-governadora e ex-prefeita de Natal, Wilma Maria de Faria.

Wilma parte deixando legado de coragem e trabalho, além de inúmeras ações em sua vida pública, especialmente no campo social. Que Deus a receba e conforte todos aqueles que com ela conviveram e sofrem neste momento.
De Vivaldo Costa:

“Estou triste. O Rio Grande do Norte órfão. Wilma foi uma amiga que tive a alegria de caminhar e fazer política ao seu lado. Como deputado estávamos sempre juntos, fui seu auxiliar na prefeitura de Natal. Apresento meu abraço a seus filhos, netos, familiares. Estamos de luto com a partida da nossa Guerreira”. 

Nota do PSB/RN: 

O Partido Socialista Brasileiro do Rio Grande do Norte (PSB/RN) manifesta o seu pesar pelo falecimento da ex-governadora do Estado Wilma Maria de Faria. No PSB/RN, Dona Wilma imprimiu a sua marca e teve papel importante para o crescimento do partido. Suas ações, liderança e vanguarda serão sempre estimadas. Aos seus familiares, amigos e eleitores, a nossa sincera solidariedade.

Do Município de São Gonçalo do Amarante: 

O Prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio (Paulinho), decretou na manhã desta sexta-feira, dia 16, luto oficial de três dias pela morte da ex-governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria.

Paulinho lamenta profundamente o falecimento da “guerreira”, com quem manteve grandes parcerias políticas e administrativas em prol dos mais humildes, e ainda ressalta o trabalho prestado pela ex-governadora em São Gonçalo. 
“Wilma sempre se preocupou com os municípios do estado, e foi uma das que mais trabalhou por São Gonçalo. Ampliou e reformou a Maternidade Belarmina Monte, fez recapeamento asfáltico em várias localidades do município, implantou a companhia da Polícia Militar e ainda ajudou na construção de casas populares, além de vários programas sociais, como Restaurante Popular que beneficiou milhares de são-gonçalenses”, disse. 


Política

Marcas da Guerreira do Povo no RN

Pioneira na política do Rio Grande do Norte, tendo sido a primeira mulher eleita deputada federal, primeira prefeita de Natal e primeira governadora do estado, uma das lideranças mais carismáticas da história potiguar, a “guerreira” Wilma de Faria deixou um legado por onde passou.


Wilma foi destaque pelo seu trabalho e dedicação, principalmente na área social. Mas foi à frente do executivo estadual que a ‘guerreira’ desenvolveu suas maiores ações e obras, entre elas a expansão da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), a Refinaria Clara Camarão, em Guamaré; a Ponte de Todos Newton Navarro, em Natal; a Ponte da Ilha de Santana, em Macau; a Ponte de Jucurutu; o Complexo Turístico Ilha de Santana, em Caicó; a Revitalização da Av. Rio Branco, a construção do Expocenter e a implantação do Curso de Medicina, em Mossoró.


Destaque ainda para o Programa de Segurança Alimentar, com os Restaurantes Populares, assim como a duplicação do número de Centrais do Cidadão; além de ter realizado um grande programa rural de apoio ao homem do campo: o Desenvolvimento Solidário.


Wilma também melhorou os índices socioeconômicos do Estado, sobretudo em energia eólica, que alçaram o RN de zero em energia limpa ao 1º lugar nos leilões do país, além de no turismo, principal atividade econômica, ter colocado o RN como destaque do Nordeste.

Política

Velório de Wilma será no Palácio do Governo 

O velório da ex-governadora Wilma de Faria, terá início às 08h, no Palácio do Governo, na Cidade Alta, em Natal, hoje denominado de Palácio da Cultura. Às 17h30 será celebrada uma Missa. 

O sepultamento está marcado para às 19h no Cemitério Morada da Paz, em Emaús. 

Dona Wilma faleceu às 23h40 da quinta-feira (15), no Hospital São Lucas, onde estava internada há dias em tratamento contra o câncer que enfrentava há quase dois anos.