Tudo caminha para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PROS) ser reeleito para comandar o Palácio José Augusto, consensualmente.

O governador eleito Robinson Faria (PSD), que conhece a Assembleia e Ricardo, está com os pés no chão. Quer paz. Precisa disso para governar melhor.

Ricardo está sabendo dialogar com os deputados aliados de Robinson, a começar por José Dias (PSD), primeiro a declarar apoio a Motta, seguido por Disson Lisboa (PSD).

Declarado com Motta, sem pedir segredo a ninguém, além de José Dias e Disson, já estão: Agnelo Alves (PDT), Nelter (PMDB), Kelps (SDD), Hermano (PMDB), Tomba (PSB), Jacó Jácome (PMN), Getúlio Rêgo (DEM), George Soares (PR), Albert Dickson (PROS), Márcia Maia (PSB), Raimundo Fernandes (PROS), Souza (PHS) e Carlos Augusto Maia (PTdoB).

A contar com o próprio voto, Ricardo tem garantido outros 15, podendo conquistar nos próximos dias, José Adécio (DEM), Mineiro (PT), com quem sempre teve uma boa relação, Galeno (PSD), com quem vem conversando e Cristiane Dantas (PCdoB), esposa do vice-governador eleito Fábio Dantas (PCdoB).

Os deputados Gustavo Carvalho (PROS), Álvaro Dias (PMDB) e Ezequiel (PMDB), desejam à Presidência. Estão aguardando o barco andar.