O Tribunal de Justiça do RN antecipou nesta sexta-feira (20) o pagamento da segunda parcela do 13º salário. Ao todo, foram liberados R$ 26,9 milhões, beneficiando 2.546 integrantes do Judiciário, entre magistrados e servidores da ativa. A antecipação do décimo havia sido anunciada pelo presidente do TJRN, desembargador Claudio Santos, no dia 3 de novembro.

O presidente da Corte de Justiça destacou que a medida só foi possível em função dos ajustes econômicos adotados desde o início da atual gestão. “É uma notícia que podemos dar ao nosso servidor em razão da política de austeridade que estamos desenvolvendo desde os primeiros dias de trabalho”.

Durante o anúncio, Claudio Santos acrescentou que, diante do cenário de crise por que passam o Estado e o país, o importante é manter o pagamento dos servidores em dia.