O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) expediu liminar a pedido do advogado Eduardo Rocha, suspendendo o envio da lista tríplice pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN), para a escolha da vaga de desembargador.

A lista tríplice é formado por Marcelo Barros, Marisa Almeida e Augusto Maranhão.

Eduardo Rocha alegou que o presidente do TRT-RN, Bento Herculano, é ex-marido de Marisa Almeida e deu o voto de minerva a favor dela. Segundo ele, ambos são sócios na empresa Pipa Empreendimentos LTDA.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.