A Polícia Federal prepara uma força-tarefa para atuar no combate ao turismo sexual e a venda de mulheres para prostituição durante a Copa do Mundo.

Um grupo ficará de olho na movimentação de estrangeiros que virão ao Brasil para os jogos, mas com segundas intenções.

O trabalho será feito em todas as cidades sede, mas há preocupação maior com o Rio e Natal.