Através do RN Sustentável, programa criado e viabilizado na gestão de Rosalba Ciarlini, o Governo do Estado vai reformar 21 hospitais ou maternidades do Rio Grande do Norte. 

A empresa C &C – Constep &Construções Ltda foi a vencedora do bloco 1, da licitação, e será responsável pelas obras em 11 (onze) Unidades de saúde são elas: o Hospital Regional Aguinaldo Pereira Silva (Caraúbas), Hospital Maternidade Abel Belarmino Amorim (Almino Afonso), Maternidade Luiza Marilac (Pau dos Ferros), Hospital Maternidade Aluízio Alves (Lajes), Hospital Maternidade Dr. Clovis Avelino (Santana do  Matos), Hospital Regional de Angicos( Angicos), Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos( Assú), Hospital Maternidade Terezinha Lula de Q. Santos( Jucurutu), Maternidade Carlindo Dantas(Caicó), Hospital Maternidade Graciliano Jordão (Parelhas), Maternidade Ananília Regina( Currais Novos). Os recursos totais de investimentos nessas onze unidades serão de R$ 457.791,85.

A empresa vencedora da licitação do bloco 2 foi a JES Construções e Serviços Ltda, ela também será responsável pelas adequações de 10 unidades, são elas:  Hospital Maternidade Belarmina Montes (São Gonçalo do Amarante), Hospital Dr. Percílio Alves de Oliveira (Ceará Mirim), Hospital José Alves Godeiro (João Câmara), Hospital Regional Monsenhor Raimundo Barros ( São José do Mipibu), Hospital Municipal de Goianinha( Goianinha), Hospital Regional Lindolfo Gomes Vidal (Santo Antônio), Hospital Regional São Paulo do Potengi( São Paulo do Potengi), Unidade Mista de Felipe Camarão( Natal), Hospital Fundação Antonio Ferraz( Macau), Hospital Maternidade José Varela( Macau). Os recursos totais de investimentos nessas dez unidades serão de R$ 382.251,89.