José Dirceu

Dirceu comandou a Casa Civil, entre 2003 e 2005, no primeiro mandato do governo Lula. O ex-ministro é membro da Executiva Nacional do PT e integra o comando da campanha da ex-ministra Dilma Rousseff, preferida de Lula para sucedê-lo.

Márlon Reis

O juiz maranhense, um dos fundadores e coordenadores do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), frente que deu suporte ao Projeto Ficha Limpa. O juiz – que também é presidente da Associação Brasileira de Magistrados, Procuradores e Promotores Eleitorais (Abramppe) – foi um dos maiores entusiasta da matéria.

Celso Matsuda

Além de diretor-presidente do Instituto do Legislativo Paulista (ILP), Celso Matsuda também está à frente da direção técnica do setor de informática na Assembleia Legislativa de São Paulo. Também atua como diretor do departamento de comunicação da Federação das Indústrias e professor de pós-graduação da faculdade Cásper Líbero.
Antônio Lavareda

O sociólogo Antônio Lavareda Profissional possui larga experiência no comando de campanhas político-eleitorais por todo o Brasil. Além da graduação em sociologia, o palestrante possui pós-graduação na Georgetown University e, atualmente, é diretor da empresa de consultoria político-estratégica MCI.

Marco Miranda

O juiz federal Marco Bruno Miranda é membro da Corte do Tribunal Regional Eleitoral do RN e doutor em Direito Público pela Universidade Federal de Pernambuco.
Edilson França

Subprocurador Geral da República, Edílson França traz a discussão acerca da inelegibilidade de candidatos condenados pela Justiça. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais e especialista em Direito Social, Edilson França é Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como Subprocurador Geral da República, ele atua no Tribunal Superior de Justiça (TSJ) e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde substitui, eventualmente, o Procurador-Geral da República. Edilson, que é potiguar, ainda tem em seu currículo o cargo de professor da Escola de Magistratura e da Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde atualmente leciona a disciplina Direito Constitucional à Segurança e à Defesa Social.

Henrique Neves

Henrique Neves é advogado com experiência na área eleitoral, especialmente nos tribunais superiores e integra o Instituto dos Advogados Eleitorais do Brasil (Ibrade). Ele tomou posse no TSE em agosto de 2008, tendo sido nomeado para atuar na ausência de integrante efetivo que tenha como origem a advocacia.
Henrique Neves se formou pela Universidade de Brasília e atua como advogado desde 1988, além de ser vice-diretor da escola judiciária eleitoral desde 2003. Sobre o tema eleitoral, lançou o livro “Lei das Eleições: Interpretada pelo Tribunal Superior Eleitoral”.

Erick Pereira

O advogado potiguar especialista em Direito Eleitoral.  Pereira é membro da Academia de Letras Jurídicas do RN, além de professor adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e professor convidado da pós-graduação da Universidade Potiguar (UnP). o advogado é doutor em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), mestre em Direito Constitucional pela mesma instituição e especialista em Direito e Cidadania em Criminologia e Direito do Trabalho pela UFRN.